Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

8 de novembro de 2011

Risen 2 - Agora Com Mais Gnomos

Uma das figuras mais icônicas do primeiro Risen irá fazer seu retorno na continuação! Os simpáticos gnomos que enfiam o dedo no nariz sem a menor cerimônia estarão de volta e não servirão apenas para morrer na ponta da espada do protagonista. A Piranha Bytes revelou que haverá criaturas inteligentes e amigáveis capazes de sustentar uma conversa com o jogador e que será possível contratar um deles para sua tripulação de piratas. Enquanto outros jogos investem tempo e dinheiro inventando novos tipos de zumbis, a desenvolvedora alemã solta um gnomo pirata no meio do seu RPG:

Pirata Gnomo

O projeto de bucaneiro atende pelo nome de Jaffar e foi enviado pelo xamã de sua tribo para uma "Grande Jornada", para finalmente se tornar um Gnomo adulto. Ele é apenas uma das novidades de Risen 2 (e talvez a mais inusitada).

O jogo chega somente no ano que vem e, pela primeira vez em um título da Piranha Bytes, estará disponível também para Xbox e Playstation. Compra certa. Com gnomos!

Ouvindo: Lullacry - This Time
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

7 comentários:

Shadow Geisel disse...

Aquino, experimentei Risen no Xbox 360 na casa de um amigo. Não achei nada de mais pelo fato de ter reconhecido nele vários elementos de outros games (como GTA, Fallout). Elementos dos quais já estava meio que "desdeslumbrado". Você recomendaria essa série? Antes de postar, eu ia ler o link do texto de Abril sobre Risen, mas resolvi considerar o aviso do primeiro parágrafo.
Sobre recomendar, gostaria de saber a sua opinião sobre The Elder Scrolls: Oblivion, sendo o fã de Morrowind que sei que você é.
outra; você já postou algo sobre o Skyrim?

C. Aquino disse...

Recomendo o primeiro Risen, ainda que o final seja medíocre. Dê uma conferida na minha análise final em http://blog.retinadesgastada.com.br/2011/01/jogando-risen-conclusao.html. Mas, recomendo enfaticamente os dois primeiros jogos da série Gothic, trabalhos anteriores da Piranha Bytes, fáceis de encontrar em promoção seja no Gamersgate, GOG ou Steam. Gothic e Gothic II estão na minha lista de favoritos.

Eu ainda não joguei Oblivion, ainda que tenha a GOTY no meu Steam! Defasagem é pouco... Como ainda não o joguei, não me sinto à vontade de falar do próximo capitulo, Skyrim, ou mesmo ansioso pelo jogo.

João Luiz disse...

risen é muito bom mesmo, mas o final é tão ridículo que eu nunca mais voltei ao jogo depois de acaba-lo...

Eder R M disse...

Eu até tentei gostar mesmo do 1º Risen, mas não deu certo. Não achei nada "único", algo me trouxesse de volta a ele, apenas coisas que já vi em outros lugares e achei mais interessantes. Ficou sendo para mim, só "mais um" da fila :D . Mas, enfim, ainda bem que há opções, games e públicos diversos para todas as formas de arte.

Quanto ao Oblivion, acho qeu vc deveria tê-lo jogado antes do Fallout 3, Aquino. Afinal, sempre há alguém para dizer que o FO3 é "Oblivion with guns!". :D Por falar nisso, vi num artigo sobre o Skyrim alguém postar que o Skyrim vai ser o "Fallout3 with swords!". :D

Por mais que a Bethesda tenha me decepcionado com o o Oblivion e seu cenário mais genérico impossível de fantasia (após o banho de criatividade que foi o Morrowind), espero que Skyrim me surpreenda e esteja mais pro TES III do que para o IV.

Shadow Geisel disse...

Aquino, li o link de Risen e queria fazer uma reclamação a seu respeito: pare de escrever esses textos que nos fazem sentir vontade de sair correndo pra comprar um jogo. Infelizmente, não há uma versão de Risen para PS3, e meu PC não roda nem jogo da velha.
Mas por sua análise, vi que se você gostou de Risen ia adorar Oblivion.
De fato, muitos dos elementos que você citou estão presentes em Oblivion, como a curva de aprendizado esmagadora.
Se você aceitar meu humilde,conselho, gostaria de te dizer: jogue Oblivion o quanto antes. Talvez ele não seja tão bom quanto o Morrowind (na sua opinião. não posso falar pois não joguei o Morrowind), mas com certeza você vai gostar muito dele, principalmente da expansão Shivering Isles. Para expressar meu amor por esse game, posso apenas citar dois números que estampam meus save games: 138 h e 125 h.
Pretendo escrever um texto (de pelo menos umas 50 laudas) sobre esse game em meu blog.
p.s.: finalmente achei um jogador de RPG que não está tendo convulsões de ansiedade por Skyrim. What a wonderful world!

Au revoir!

Shadow Geisel disse...

Pois é, Elder R M. Quando experimentei Risen, achei o jogo meio genérico. Mas pelo review do Aquino, ele parece ser bem interessante. Vou dar uma chance ao 2, pois esse sim sairá para PS3.
Não há como discordar que Oblivion tem cenários muito genéricos e repetitivos, mas isso não ofusca o brilho desse jogo. Algo que me irrita bastante nele é o problema da criação de personagens.
Não é nada legal alcançar lv 30 com um arqueiro e precisar dar 20 flechadas pra matar um inimigo. Meu primeiro personagem foi deletado, pois criei um mago incapaz de sobreviver às agruras do mundo de Oblivion. Algo meio triste pra um jogo de interpretação de papéis...

Valber disse...

Eu acho que os jogos da Piranha Bytes funcionam da seguinte maneira: começam com o heroi fazendo algumas tarefas monótonas pra algum NPC poderoso (O que causa uma má primeira impressão), ate o herói se envolver em um conflito de facções bem mais complexo, que termina por definir a historia do jogo. Ja joguei Gothic do 1 ao 3, e todos trazem um sistema de facções e reputação muito interessantes, o que faz com que esses jogos tenham um mundo mais vivo e reativo do que qualquer jogo da Bethesda (na minha opinião). O problema de Gothic 3 ( e eu li seus textos sobre, Aquino, e concordei com varios pontos) é que ele tentou se parecer demais com oblivion (muito espaço e liberdade, o conteúdo em si nao é tao empolgante, ou se torna repetitivo rapidamente), e perdeu a identidade dos primeiros jogos.

Eu nao acho que quem gostou de gothic (ou Risen) va gostar obrigatoriamente de oblivion ou vice versa, pois as propostas sao bem diferentes (apesar de ambos serem open world). Ja li artigos que comparam Gothic à serie Ultima (e com razão), por causa de certos aspectos, como um mundo que reage mais às ações do jogador, comportamento mais realista da I.A., etc.

Ah, sobre a versão de xbox de Risen, é geralmente considerada como muito ruim, um port que sequer foi feito pela PB.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Regalia