Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterCanal no YouTubeRSS

6 de março de 2021

Economia do Tempo

valheim-camp

Estou com Valheim parado em minha biblioteca por semanas. Um presente de @Caco02 que segue intocado por mais que seja o jogo da hora de um gênero que me conquistou. Da mesma forma, Risen 2, permanece intocado por dias, um RPG envolvente que venho jogando em suaves prestações, em claro contraste com as maratonas de Risen de tantos anos atrás.

O problema é a disponibilidade de tempo, que parece cada dia mais escasso. A oportunidade de ficar mais de uma hora fixo em um jogo é agora uma lembrança em uma rotina que desgasta ainda mais essa retina. Certamente, foi um equívoco instalar Risen 2 nessas condições, por mais interessante que o jogo seja, mas a expectativa de uma agenda melhor mantém o título na área de trabalho.

Há um ano, o horizonte era mais promissor. Durante mais de cinco anos, eu cumpri a missão de levar meu filho até a escola e trazê-lo de volta. Com o colégio situado a cerca de 90 minutos de distância, tornei-me um trabalhador remoto. Eu deixava o garoto no portão, me movia para um shopping próximo com Wi-Fi e escrevia da rua até a hora de buscá-lo. Isso me concedia uma janela diária de apenas três horas úteis, mas os trabalhos também eram reduzidos, assim como o faturamento. Foi um período de contar moedas, almoçar uma coxinha de frango com guaraná natural e beber água de um bebedouro público, torcendo para a conexão gratuita não cair.

Em 2020, conseguimos um transporte para o garoto. Pela primeira vez, minha janela útil havia mais do que dobrado e ele tinha o conforto e a segurança de não precisar pegar dois ônibus lotados no cansativo retorno ao meu lado. Na primeira semana, eu não apenas tinha tranquilidade, como tinha tempo sobrando. Eu lembro claramente de estar procurando ovo de Kubrow em Warframe durante uma dessas poucas tardes.

Após uma semana de aula, veio a quarentena. Nada mais foi como antes.

Financeiramente, não tenho do que reclamar de 2020. Trabalhando remotamente desde muito tempo, estava preparado para atender ao aumento de demanda. Quitei dívidas, melhorei o meu computador e do meu filho e não precisava mais espremer o orçamento. Em todos os outros aspectos, é claro que foi um ano que eu preferia esquecer. Eu trocaria facilmente essa melhoria financeira por aquela primeira semana de março repetida e repetida.

Há um evidente cansaço no ar. Trancado em casa (com uma única e desnecessária saída para fazer compras em dezembro) por um ano para ler na internet ou ver pela janela que tanto esforço foi uma exceção ou alvo de chiste em um país de insanos. Meu trabalho envolve basicamente escrever. Vivo de escrita e isso demanda concentração e paz de espírito, dois recursos escassos diante do que vem de fora, mas também dentro de quatro paredes. Home office sozinho em casa é uma realidade completamente diferente de home office trancado à força com sua família e suas necessidades constantes. Faço o que posso, sacrifico meu tempo.

Nesse contexto, Magic the Gathering Arena acabou se tornando a principal ligação com o mundo dos jogos nas últimas semanas. Nas semanas em que eu deveria estar jogando Valheim ou Risen 2. Porém, em trinta minutos entre uma tarefa e a próxima, é possível jogar duas ou três partidas do card game. Trinta minutos, em um survival como Valheim é o tempo que você leva para cortar árvores, quebrar pedras e levantar algumas estruturas. Trinta minutos em um RPG pode ser nada mais do que um par de conversações e dois combates. No caso de Magic, há uma satisfação instantânea ou tão somente uma sensação de finalização, no caso de derrota. Nos outros dois casos, aquela meia hora traria apenas o sentimento de coisa inacabada.

Magic  The Gathering Arena Screenshot 2021.03.06 - 02.18.01.63

São tempos estranhos que pedem títulos diferentes. O quão nossas decisões do que jogar e quando jogar são afetadas por eventos externos? Minha previsão atual é de uma semana ainda mais insana com um grande projeto para entregar no dia 13. Até lá, sequer sei se conseguirei retornar aqui.

Se eu sumir por um tempo, agora vocês sabem: eu estou economizando tempo.

Ouvindo: Kristin Hersh - Slippershell

Nenhum comentário:

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino

Cyanide & Happiness - Freakapocalypse