Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterCanal no YouTubeRSS

28 de novembro de 2020

Jogando: Warframe

warframe-01

Eu desço de minha nave fazendo a pose do herói. Carrego comigo uma lâmina forjada com tecnologias esquecidas de longa data. Eu sou uma tecnologia esquecida de longa data. Além da espada rubra pela temperatura que atinge, ainda trago ao meu lado uma metralhadora que dispara estacas que empalam meus inimigos contra a parede e um par de pistolas que incendeiam a carne.

Eu sou a Morte.

Os soldados geneticamente modificados que se opõem ao meu avanço foram projetados desde o berço para a arte da guerra e se lançam contra mim sem temor ou dúvidas. Eu passo por eles como o vento que sopra um incêndio na selva e espalha seu rastro de corpos carbonizados. Corpos mutilados, corpos cauterizados, corpos perfurados ou em agonia ficam atrás de mim. Dezenas. Centenas. A fera ao meu lado, um felino alienígena de garras afiadas, se delicia somente com as sobras de meu festim.

E ainda assim não sou o ápice do sistema. Diante de meus olhos, a pele de todos os oponentes ao meu redor irrompe em chagas e espalha uma névoa fétida e mortal que apenas serve para disseminar ainda mais a contaminação. Eu mato em grandes números. Saryn mata em grandes números vezes dez.

Do outro lado da instalação militar, a onda crescente de reforços é detida no meio do caminho, puxada por um buraco negro improvável aberto no tecido da realidade. Vauban está conosco. Em outro extremo, cada centímetro quadrado do chão está minado com espelhos mortais, preparados para detonar ao menor sinal do seu inimigo. Mirage também veio.

Nossa missão termina. O resultado são milhares de mortos que mal arranharam nossa armadura.´

Nós somos Tenno. Isso é Warframe.

Massacre nas Estrelas

Meu primeiro contato com Warframe foi em 2013. Jamais imaginaria que, sete anos depois, ele se tornaria o título mais jogador por ampla margem registrado no meu Steam. No total, foram 506 horas imerso nesse universo fascinante, completamente capturado pelas mais insanas fantasias de poder, uma mania que herdei do camarada @jaotavio e que passei até mesmo para meu filho (que me ultrapassou com 561 horas).

warframe-25

O que Warframe oferece inicialmente ao jogador é o controle de uma máquina de matar sem precedentes. Ao contrário de outros títulos que afirmam que você é o supra-suma da arte da guerra, mas te jogam na fogueira com uma faquinha e uma tanga de couro, aqui você é despertado praticamente pronto. Nesse universo, houve a Velha Guerra, que destruiu o Império Orokin e você é nada mais nada menos que a arma definitiva desse período, esquecido em uma tumba perdida. Você é despertado por uma das facções que planejam dominar as ruínas da antiga civilização. Foi o grande erro deles.

Desde o primeiro instante de Warframe, não importando o personagem que você escolheu, você já sente a diferença. Seus movimentos são impressionantemente ágeis, sua resistência é absurda, seus inimigos são papel para o poder de suas armas. Para completar o cenário, cada Tenno possui habilidades inatas que vão sendo desbloqueadas e foram engendradas pela desenvolvedora Digital Extremes com um único propósito: fazer o jogador se sentir um deus entre os mortais.

warframe-30warframe-90

Daí pra frente, o jogador irá explorar cada um dos planetas do sistema solar em uma jornada para restaurar o equilíbrio no sistema, despertar outros Tennos e aprender a verdade sobre si mesmo. Sim. 506 horas foi o tempo que levei para desbloquear todas as locações disponíveis, uma quantidade de conteúdo inacreditável para um título gratuito.

O único motivo para eu ter encerrado minha saga foi não ter mais nenhuma missão de história, planeta ou locação para descobrir. Caso contrário, eu ainda estaria em Warframe.

Extermina, Enxagua, Repete

Sabendo o que Warframe oferece, resta saber o que ele exige. O jogo exige fôlego. É possível desbloquear cada um dos dezenas e dezenas de "Warframes" disponíveis, que funcionam como personagens adicionais para o jogador, apenas jogando, repetindo missões, realizando tarefas, completando conquistas, sem pagar um tostão, desde que se tenha disposição para o grinding. A grande vantagem do jogo sobre similares é que a jogabilidade é deliciosa, uma dança macabra de combos, poderes e vantagens que demora muito para cansar.

Como todo bom título que busca ser duradouro, suas regras inatas são complexas, com uma miríade de mecanismos para evoluir equipamento e Warframes. Entretanto, ao contrário de muitos concorrentes, é possível apenas relaxar e desfrutar das sequências de combate e essa foi minha experiência, provavelmente pela primeira centena de horas. Há sistemas automáticos que permitem que o jogador não se preocupe demais com o aprendizado de seus meandros, resistências e vulnerabilidades, tipos de dano, maximização de personagem e outros equivalentes. Embora esse nível de obsessão seja dispensável, ele está ali para aqueles que gostam de se aprofundar na construção de seus kits, mesmo utilizando os recursos mais obscuros para obter aquele bônus adicional de 5%.

Com um PvP limitadíssimo, que ignora modificações de armas e personagens, Warframe brilha justamente por não ser Pay to Win. Com Platinum, a moeda do jogo comprada com dinheiro real, você tem acesso a algumas comodidades, sem precisar farmar recursos, por exemplo. Porém, o modelo de negócios não causa impacto no campo de batalha, em que na vasta maioria das missões os jogadores lutam lado a lado contra os NPCs.

warframe-42

warframe-86

Warframe conta com um rol bastante variado de missões, ainda que, no final das contas, todas envolvam matar quantidades absurdas de inimigos em diferentes cenários. É incorreto chamar um jogo de repetitivo depois de mais de 500 horas? Acredito que não, ainda assim, algumas missões você vai deixando de lado com o tempo, por não suportar mais fazer de novo.

Os mapas são gerados randomicamente, mas não da forma como você imagina. Há grandes blocos de cenário que são escolhidos aleatoriamente e colados um no outro. No início, há o frescor de novidade a cada nova aventura, mas o olhar atento se acostuma com os blocos bem rápido. Felizmente, o jogo também acrescenta variedade de paisagens a cada novo planeta desbloqueado, assim como facções diferentes trazem blocos diferentes para a criação do mapa. Visualmente falando, Warframe impressiona.

Infelizmente, alguns tipos de missões e justamente aquelas que você mais terá necessidade de repetir, são realizadas literalmente no mesmo mapa de novo e de novo.

Ficção-Científica de Qualidade

O que deu um estímulo adicional em minha peregrinação por Warframe foi uma surpresa no meio do caminho. Dezenas de horas depois, após uma quantidade absurda de missões de campanha que são bastante similares, o jogo nos brinda com a lendária "O Segundo Sonho". Siga um conselho de amigo: se enveredar por Warframe não pesquise sobre essa jornada. Deixe o impacto te atingir por completo como me atingiu.

warframe-35

Raras vezes no campo da ficção-científica foi contemplado com um universo tão fascinante e profundo quanto o de Warframe, uma cortina que só se abre depois de "O Segundo Sonho". É um adendo que a Digital Extremes deu de presente para os jogadores anos depois de Warframe iniciar sua vida útil. No começo, Warframe era um título com muitas ambições mas limitado no que era capaz de entregar. Depois de um bom tempo sendo apenas um polido título de aventura espacial, um loot fest, por assim dizer, seus roteiristas amarraram tudo que foi apresentado com uma nova e deslumbrante perspectiva.

Para provar que um raio pode cair várias vezes no mesmo lugar, Warframe volta a fascinar e se aprofundar em "Guerra Interior", mergulha no horror cósmico com "Correntes de Harrow", reverte expectativas novamente com "O Sacrifício", acaricia o olhar e os ouvidos com "Hino de Octavia"... são muitos momentos gloriosos que podem se perder no frenesi constante de exterminar seus inimigos, mas que estão ali para os jogadores que buscam o contexto do jogo.

Essa é uma lenda que ainda não foi completada. A Digital Extremes realiza eventos e acrescenta novidades a todo instante. Nesse momento, os espectros da Antiga Guerra, aquela que condenou você e seus iguais a hibernarem por séculos, eles estão voltando para a Nova Guerra. O sistema solar está prestes a ser sacudido novamente e eu sei que um dia retornarei para terminar o que foi começado.

warframe-93

Porque isso é Warframe.

E nós somos Tenno.

Ouvindo: Sisters of Mercy - Gimme Shelter (live)

Nenhum comentário:

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino

Chernobylite