Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamMastodonCanal no YouTubeRSS

16 de junho de 2022

Forever Young

shamus_2018

Shamus Young tinha 52 anos, apenas quatro anos mais velho do que sou agora no momento em que escrevo essa despedida. Você provavelmente nunca ouviu falar de seu nome, a menos que tenha prestado muita atenção nos anos iniciais desse blog, fosse um leitor do The Escapist ou mesmo acompanhasse seu trabalho na internet. Shamus Young foi uma influência seminal, ainda que indireta, para o estilo do Retina Desgastada, ao buscar uma abordagem séria, mas pessoal, do mundo dos jogos eletrônicos.

Sua mente criativa permaneceu inquieta até o final. No dia 10 de junho, escreveu a segunda parte de uma longa proposta para um novo Deus Ex. No dia 13 de junho, postou um videocast/podcast sobre The Summer Games Fest. Na madrugada do dia 15 de junho, sofreu de um mal súbito e faleceu. Uma hora estava aqui e na outra não estava mais. Mesmo com atendimento médico, mesmo com uma equipe investigando os sinais de algo não estava certo em seu corpo, ele entrou em arritmia cardíaca e não voltou.

É complicado escrever sobre essa escalada porque, até determinado ponto de minha carreira de blogueiro, desejei ser como Shamus Young: versátil, inteligente, apaixonado pelos jogos, sem medo de apontar as falhas das empresas ou mesmo de seus títulos favoritos. Chegando próximo da casa dos 50 anos, meu medo agora é ter minha jornada abreviada por forças inexplicadas do destino. Embora minha pressão alta, um fantasma que me assombrou por quase uma década, agora esteja controlada, o tempo não está do meu lado. A partida abrupta de alguém que foi como um farol para meu começo na blogosfera é um incômodo choque de realidade. Como diz meu sogro, "para morrer, basta estar vivo".

Porém, o senso de humor sempre permeou a obra de Young. É preciso lembrar dele com a leveza de um escritor que sabia brincar com o objeto de sua paixão. Ele foi o responsável por uma brilhante crítica a Indigo Prophecy, assim como uma certeira brincadeira com Resident Evil 4. Ele também conduziu uma longa sátira a The Lord of the Rings, reimaginando os filmes como uma campanha de RPG de mesa. Shamus Young ainda compôs músicas eletrônicas e desenvolveu softwares (sua profissão original).

Com Shamus Young aprendi a analisar jogos, assim como abrir elementos de minha vida privada nos mesmos parágrafos. Um pequeno pedaço de sua verve agora viverá em mim, assim como no trabalho de todos aqueles que ele certamente também influenciou ou cativou. Para celebrar sua obra, separei aqui uma seleção, para que você que não o conhece possa beber direto na fonte e para que você que por ventura já o conhecia possa relembrar seus grandes textos:

O site oficial de Shamus Young será mantido para a prosperidade. Textos ainda inéditos serão publicados. Shamus Young deixa esposa, três filhos e milhares de postagens.

Ouvindo: Kristin Hersh - Elizabeth June

Nenhum comentário:

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino

Far Cry Primal