Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterCanal no YouTubeRSS

24 de maio de 2020

Quarentena - Semana 10

Bolsonaro

Em minha última postagem, de alguma forma, atraí a atenção de um defensor de nosso Presidente, chamado de MITO, com letras maiúsculas e fui questionado se seria "petralha". Ainda recebi um convite para ir à Venezuela. Com mais de 22 mil mortes no país, o que deveria ser um diário de quarentena se converte em uma arena política. Deveria ser evidente, para não dizer ululante, que um chefe do poder executivo que passeia de jet-ski ou come um cachorro-quente sobre tamanho tapete de mortos não tem a habilidade necessária e muito menos a empatia que a crise exige. Entretanto, enquanto o foco de  nossas atenções deveria ser a pandemia, perdemos tempo e energia com mitos.

Em tempo, a charge acima foi publicada pela vetusta revista inglesa The Economist, 176 anos de idade, provavelmente uma pioneira do "petralhismo" na visão daqueles que se agarram com todo seu fanatismo a essa figura abjeta que agora ocupa o cargo presidencial.

Felizmente, a semana foi bastante produtiva, com uma otimização do tempo e um ânimo revigorado, talvez por causa do curto mas vigoroso embate político. Minha luta contra a insônia parece próxima do fim, após ajustar o horário de acordar.

O trabalho rende frutos. Dois roteiros importantes meus viraram vídeo no YouTube ao mesmo tempo nesse sábado. Mortal Kombat vs X-Men já tinha sido dado como perdido e chegou a ser publicado no blog na íntegra em 2017. Depois disso, adicionei alguns diálogos, a pedidos de Peter Jordan, e o projeto foi para dublagem. Ficou mais alguns anos na geladeira. Para minha absoluta surpresa, foi ao ar ontem, depois de cinco anos de sua concepção original.

O outro projeto foi batizado de Decode CDF 2030, uma série de doze vídeos, baseados em roteiros meus, sobre o futuro da tecnologia em 2030. O pacote foi encomendado para mim pelo Código Fonte, com os temas já fechados. O trabalho de pesquisa e o texto original são meus e o resultado foi adaptado para o casal de apresentadores. O primeiro vídeo da série também saiu ontem: Armazenamento de Dados em 2030.

Minecraft foi deixado de lado essa semana. Porém, consegui registrar o meu cafofo, como havia prometido na semana passada. O Sol da manhã entra por esse janelão nos fundos e é muito bonito.

Minecraft 02Minecraft

Minecraft foi deixado de lado por um motivo muito forte: meu filho tem Overwatch em seu computador agora. Ele recebeu uma mesada de minha mãe e decidiu comprar uma cópia do jogo para si. Argumentei com ele que seria melhor aguardar uma oferta, na vã tentativa de ensinar o valor do dinheiro e da economia. Com muito esforço, expliquei que o jogo teria um evento de aniversário em breve e provavelmente entraria em promoção. Ledo engano. O garoto se segurou por duas semanas, mas o quarto aniversário de Overwatch veio e a Blizzard não contribuiu e manteve o preço cheio.

Pela primeira vez, jogamos juntos, cada um com seu personagem, cada um em seu computador. Meu filho está construindo seu nível a partir do zero, mas já possui a ampla experiência de ter dividido minha conta por anos. Do meu nível 566, possivelmente 200 níveis foram conquistados por ele. Pude comprovar sua letalidade em uma dessas partidas, quando seu Reaper quebrou uma defesa quase inexpugnável em Eichenwalde, aniquilando todos os seis oponentes em menos de trinta segundos. Foi uma jogada histórica para mim e precisei conferir de novo e de novo na ferramenta de replay de Overwatch, salvar, editar e publicar no YouTube.

The Umbrella Academy

Ao lado do garoto, também começamos a assistir The Umbrella Academy. Não conhecia os quadrinhos e me surpreendi por seu universo. É enigmático e criativo, uma mistura cada vez mais rara no gênero dos super-heróis.

Vi Angry Birds 2 com meu filho. Estava morrendo de medo de ser ruim (continuação, sabe como é...) porque ri muito com o primeiro. Bem, ri MAIS com o segundo. Incrível sequência, ainda mais insana. Só achei a subtrama das criancinhas completamente forçada e desnecessária. De resto, é uma boa receita pra uma continuação: reversão de expectativas, sem seguir o que foi feito antes, alguns novos personagens, novo contexto.

Também vimos Gemini Man. É um competente thriller de ação que é mais prejudicado do que ajudado por sua premissa. O uncanny valley ainda é forte nos efeitos digitais mas estamos quase lá. Havia momentos em que não dava para levar a sério o assassino veterano fugindo do Maluco no Pedaço. As cenas de ação salvam o filme, o que é surpreendente, considerando que é dirigido por Ang Lee! Vinte e cinco anos atrás, ele era uma magnífico e sensível diretor de drama. Agora é o novo John Woo?!

Se não tinha jogo algum para avaliar pelo Gamerview na semana passada, agora tive cinco. Concept Destruction foi derrubado e já tem análise disponível online. Ainda restam o jogo de luta Them's Fightin' Herds, que pode ou não quebrar minha barreira no gênero; o bizarro Boreal Tales, que lembra Twin Peaks com arte pixel; o charmoso Eternal Edge, que finalmente foi lançado após meses de silêncio e chegou muito bonito; e, por último, o desafiador Poly Bridge 2.

Devido a essa avalanche de jogos novos, Legendary foi deixado de lado, mesmo em sua reta final. Warframe terá o mesmo destino pelos próximos dias, apesar de ter desbloqueado dois novos warframes, o armadilheiro Vauban e a mestra das ilusões Mirage.

Essa foi a décima semana. Até que ponto irá essa série involuntária? Minhas saudações para aqueles que acompanham, irmanados em suas casas, enquanto o resto da população está lá fora alheia às ameaças, e para aqueles que precisam trabalhar em meio ao caos, ao descaso dos pares e as incertezas do futuro. Nos resta a esperança de dias melhores.

Eternal Edge

Ouvindo: Koichi Sugiyama - Battle (IV)
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

2 comentários:

Marcos A.T. Silva disse...

Que coisa, Carlos, esse defensor aí do "mito" vir encher o saco aqui no teu site. Eu já seria bem grosso, mesmo, e soltaria o verbo. :(

Poxa, fico feliz por você em relação aí aos roteiros e ao seu trabalho. Parabéns, meu caro! Que continue sempre assim, e cada vez mais firme!

Já em relação aos jogos, também estou com o Poly Bridge 2, além de alguns outros. Fico sempre com receio de analisar jogos envolvendo puzzles baseados em física, aliás, mas tento sempre encarar o desafio. Com você também é assim?

Parabéns, mais uma vez! Grande abraço! E vamos que vamos enfrentar essa pandemia infeliz!

Luiz Antônio disse...

Eu vejo esse fanatismo todo dia nas redes sociais mas confesso que me espantei ao ver um gado perdido aqui no blog... Parece que eles estão se espalhando na mesma proporção do vírus, infelizmente... Acho que esse fanatismo é o efeito colateral da postura de outros governos do mesmo jeito que Hitler foi o efeito colateral de uma guerra perdida (1ª guerra mundial), de uma crise financeira e das privações e humilhações de uma grande parcela da população alemã. O ódio nasce e cresce no anonimato, no escuro e no silêncio daqueles que se sentem excluídos e desprezados por um sistema... Talvez por isso os americanos tenham tanto apreço pela alternância de poder (não é bom que nenhuma ideologia, partido ou agenda fique muito tempo no poder) e o FBI sempre dedique uma atenção especial a qualquer grupo radical ou seita messiânica. Não é fácil manter a democracia fortificada. Somente notas de repudio não resolvem. E os dias em que estamos vivendo estão cada vez mais mostrando o quão frágil é a nossa democracia...

Não vou comentar sobre os filmes e os jogos porque não assisti e nem joguei nenhum deles mas adicionei The Umbrella Academy a minha lista.

Também tenho sofrido com insônia. Tenho ido dormir cada dia mais tarde e confesso que a vontade de sair da cama e me atualizar sobre a situação geral do país onde eu vivo é cada dia menor...

Mas seguimos... Tenho certeza de que um povo, como o nosso, que já sobreviveu a tantos autoritarismos, desgostos e desmandos no passado vai conseguir sobreviver a mais essa fase. O problema é que a maioria da nossa população não tem a capacidade cognitiva de aprender com os próprios erros e também sofre de uma memória muito curta... A combinação perfeita para repetir sempre as mesmas burradas...

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

Minecraft Dungeons