Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterCanal no YouTubeRSS

30 de abril de 2018

Não Fui Eu Que Joguei...

max

Como seguimos aqui com um único PC na casa (o netbook da minha esposa não é bem uma máquina para jogos), meu filho costuma acordar antes de mim para poder jogar. Como eu trabalho em casa até altas madrugadas e acordo tarde, o esquema funciona bem, desde que ele tenha um limite para acordar. O guri também aproveita qualquer momento em que me ausento do PC, como saídas, faxina na cozinha, limpeza de banheiro.

Dessa forma, ele começou a afiar suas habilidades. Testou todos os personagens possíveis de Overwatch e Paladins, ganhou predileção por franco-atiradores. Fechou A Story About My Uncle mais rápido do que eu. Explorou lugares de Slime Rancher na minha frente. Criou historias em Minecraft. Ontem, ele me informou ter completado Max: The Curse of Brotherhood. Fiquei espantado porque foi um título que eu quase não acompanhei ele jogando e no qual eu mesmo não coloquei a mão. Pela primeira vez desde que criei o blog, me vi sem ter o que dizer sobre um título que foi jogado do começo ao fim no meu próprio PC. Os tempos mudam?

Certamente, porque hoje de manhã acordei com a notícia de que Forward to the Sky também foi zerado. Um jogo do qual ele vinha reclamando por ser difícil. Mas terminou e o Steam me marca duas horas jogadas. Outro título que nem vi passando.

Imagino esse garoto de dez anos com seu próprio PC...

Ouvindo: Coolio - Cruisin'
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

Um comentário:

Rabisco Virtual disse...

Mestre Aquino, já pensou em incentivar teu guri em escrever sobre os jogos que ele termina?

Pode parecer um bocado difícil para uma criança ter que escrever algo, mas ainda que sejam poucas linhas, pode ser uma aventura interessante.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

We Happy Few