Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

6 de novembro de 2013

O Poderoso Tzar

Quando S.T.A.L.K.E.R. 2 foi cancelado, uma pergunta ficou no ar: por quê? O Polygon foi até a Ucrânia investigar a cena de produção de jogos local, entrevistou vários desenvolvedores e não encontrou respostas, até porque nem estava procurando. É triste quando uma equipe de jornalistas tem profissionais, dinheiro e tempo para viajar para o outro lado do mundo e a única coisa que você queria saber não entra na pauta.

Sergei Grigorovich Felizmente, a reportagem da Polygon é bastante completa em todos os outros sentidos, ao nos apresentar a fervilhante indústria de jogos ucraniana. E revela alguns detalhes sobre a personalidade de Sergei Grigorovich, o misterioso jovem tzar por trás da GSC Game World.

A empresa foi fundada em 1995, quando Grigorovich tinha apenas 15 anos. Em que circunstâncias isso aconteceu, não se sabe. O primeiro jogo, Codename: Outbreak, só sairia do forno seis anos depois. Mas desde os primeiros minutos quem mandava e desmandava era o desenvolvedor adolescente.

Andrew Prokhorov, ex-funcionário da GSC Game World, lembra de ter sido entrevistado pessoalmente por Grigorovich para conseguir o seu primeiro emprego na área de criação de jogos. Imagine a cena: Prokhorov com 24 anos e PhD em Engenharia de Aviação cara a cara com um adolescente, na ansiedade de conseguir um emprego, em uma empresa montada em um apartamento de dois quartos. O engenheiro recebia o equivalente a 100 dólares por mês trabalhando para uma agência do governo e estava ansioso para trocar de ares.

Felizmente, Prokhorov conseguiu a vaga. A GSC tinha apenas 15 empregados na época. O crescimento começou com o sucesso da franquia Cossacks. E ali também começaram a a aparecer as diferenças entre o jovem Grigorovich e o resto da equipe. De acordo com Prokhorov, o CEO constantemente repetia que Cossacks tinha faturado mais de 100 milhões de dólares, mas este sucesso não se refletia no contracheque...

Em 2005, a GSC estava enrolada com o desenvolvimento de S.T.A.L.K.E.R. já havia 6 anos. A empresa contava com 140 funcionários. No pátio do estacionamento, havia apenas quatro carros. Três deles eram de Grigorovich: um BMW X5, um Porsche Cayenne e uma Ferrari F430. Todos os carros tinham placas onde estava escrito "Stalker".

Shadow of Chernobyl

Problemas de entrosamento e questões salariais levaram ao afastamento de muitos desenvolvedores. Prokhorov saiu em 2006 e fundou a 4A Games, responsável pela franquia Metro. Conseguiu abrigar quase todo o departamento de arte da GSC, demitidos por Grigorovich em 2007. Outros funcionários fundaram a Deep Shadows (Boiling Point, White Gold, Precursors).

Mas o grande sucesso de Grigorovich foi mesmo S.T.A.L.K.E.R.. Sucesso de vendas e sucesso de crítica. Em 2011, aos 31 anos, o jovem CEO foi escolhido pela Ernst & Young como Empreendedor do Ano na Ucrânia. Nunca um empresário da área de tecnologia havia sido agraciado com esta honra no país.

Dez meses depois, ele reuniria todos os funcionários da GSC Game World na sala de apresentações para dizer que o desenvolvimento de S.T.A.L.K.E.R. 2 tinha sido cancelado. Não deu nenhuma explicação naquele momento. Não deu nenhuma explicação depois.

Image converted using ifftoany Stalker 2

A equipe tentou manter o desenvolvimento ativo, tentou levantar dinheiro para adquirir a marca, tentou conseguir um financiamento privado, tentou fazer com que seu líder voltasse atrás. Nada funcionou. Os bravos remanescentes apagaram as luzes da GSC e fundaram a Vostok Games.

Houve rumores de que a bitComposer teria comprado a franquia, houve boatos de que a Bethesda teria arrematado a marca. Todos negados. Até o momento, S.T.A.L.K.E.R. continua nas mãos de seu tzar e o destino de ambos é ignorado.

Ouvindo: Imperative Reaction - You Remain
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

3 comentários:

Davi disse...

Até hoje não superei o cancelamento do Stalker 2. Gosto muito do Shadows of Chernobyl.

Nulagem disse...

"Até hoje não superei o cancelamento do Stalker 2", haha, muito bom. Infelizmente acho que Stalker 2 não vai rolar mesmo, uma pena. O enredo teria que ser bem bacana, porque o Call of Pripyat encerra com estilo.

Musadriff disse...

Cara, eu li a reportagem da Polygon, pessoal mandou muito bem nas entrevistas. O pessoal da Vostok está produzindo o Survarium, que promete ser uma versão multiplayer de Stalker. Até o momento eles só tem as mecânicas PVP do jogo, então pode esperar pelo menos mais uns 2 anos em desenvolvimento...

Quanto a Stalker, se você não viu, tem um mod recente lançado. o MISERY. Procura por MISERY MOD no google, é fantastico. É pro Call of pripyat, ele adiciona muitas armas, itens, recursos, mecânicas e torna o jogo BEM MAIS REALISTA E HARDCORE. Só pra quem é fã de STALKER mesmo...

Enfim, seu blog como sempre tá de parabéns, um dia meu blog vai crescer ai vo tomar coragem de propor uma parceria iuashsiauh...

Abraço!

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Tooth and Tail