Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

22 de novembro de 2012

Ceia dos Jogos

Segundo coluna publicada na Revista Época, a campanha de marketing da grife Cavalera está enfrentando resistência por fazer uma citação ao quadro A Santa Ceia:

A ideia era reunir os doze personagens que o diretor criativo Alberto Hiar elencou como inspirações para o Verão 2013 da Cavalera. Nomes como Fernanda Young, Emicida, Regina Guerreiro e Pitty posaram em um cenário semelhante a famosa Santa Ceia e estamparam diversos veículos. Mas a iniciativa acabou provocando alguns católicos mais fervorosos, como Paul Medeiros Krause, procurador do Banco Central em Belo Horizonte. Ele enviou um e-mail para a marca indignado e solicitando o cancelamento imediato da campanha. A história foi parar no CONAR, Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária, que declarou a imagem sem nenhuma apelação provocativa. “Tenho muito medo desse radicalismo religioso. Namastê para todos vocês”, disse Alberto ao saber da decisão da entidade.

A Cavalera não está fazendo nada que já não tenha sido feito antes na cultura pop: Lost, Battlestar Galactica, Os Mercenários, House, Os Sopranos, Guerra nas Estrelas... e, por favor, não me façam apontar para a versão zumbi! O mundo dos jogos naturalmente não poderia ficar de fora da citação:

Santa Ceia - Mario autor desconhecido (via Reddit)

Santa Ceia - Mass Effect por J4N3M3 (via DeviantArt)

Santa Ceia - Half-Life autor desconhecido (certamente usando o Garry's Mod)

Santa Ceia - Resident Evil autor desconhecido

Santa Ceia - Team Fortress 2 por EvGen1us

Santa Ceia - Diversos por enixtm

Santa Ceia - Pokemon autor desconhecido (indicação do @gamesfoda)

Santa Ceia - 8-Bit por dnobody (via DeviantArt)

E agora, senhor Krause?

Ouvindo: Imperative Reaction - Product
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

19 comentários:

Gyodai disse...

Impressionante como os carolas enxergam o capeta em tudo que lhes desagrada...

Jimmy Fischer disse...

Religiosos são um povo chato...depois vão criticar os muçulmanos por serem intolerantes com a piadinha da caricatura do Maomé...

Shadow Geisel disse...

isso me lembra o caso da letra da música do Little Big Planet,Tapha Niang. ela é em árabe (acho) e fala umas coisas tipo que todos um dia vamos morrer. aí a Media Molecule tirou esse trecho da música e pediu desculpas (??!!!). Vai entender...

estacado disse...

religiosos e ambientalistas, ainda não sei quem eu exterminaria do mundo se fosse o Galactus.

Carlos Wilson disse...

talibã-cristão

Marcos A. S. Almeida disse...

O pior é que concordo com ele!Representar a santa ceia com Sidney Magal, Emicida e Fernanda Young é dos diabos mesmo!
Brincadeiras á parte, a polêmica é bem parecida com a do Procurador que quer apagar a inscrição "Deus seja Louvado" das notas de Real.É de uma imbecilidade enorme!Verdadeira falta do que fazer!Se de alguma forma estivesse ofendendo a religião alheia eu faria côro, mas definitivamente não é o caso.

Jimmy Fischer disse...

A questão não é ofender a religião, no caso da frase do real.
A questão é que vai de encontro coma idéia de Estado-laico, que é constitucional.

Breno disse...

Morro de rir com pessoas que concordam implicitamente que um procurador federal justifique o salario de 22.000 reais para pleitear a retirada de uma frase em uma nota. As mesmas pessoas, que por hipocrisia, são contrarias a vereadores que só fazem dar nomes a ruas(problemas de primeiro mundo em um país de terceiro mundo).

Agora uma pergunta franca aos liberais do blog: O que voces acham de jogos como Rapelay o simulador de estrupo? só não vale dizer que é abominavel e depois chamar os cristãos de reacionarios... e sem desculpas de contexto ou mimimi do tipo também...

Gyodai disse...

Até onde me consta, estupro é algo abominável. Agora, eu posso estar enganado, não é? As concepções de mundo podem ter se distorcido e esqueceram de me avisar...

Jimmy Fischer disse...

Bom, estupro acho eu é crime em qualquer lugar do mundo.
Você pode até achar justificativas ou estupros no reino animal, mas é uma pratica condenável em qualquer lugar do mundo.
É bem diferente dos devaneios religiosos, não vejo sentido em sua pergunta, poderia reformular?

C. Aquino disse...

Breno, o procurador não inventou a história: ele atendeu a uma solicitação recebida pelo MP, julgou constitucionalmente válida (como é sua função) e foi atrás. Tem uma entrevista dele por aí que ele conta que tem MUITAS atribuições, mas só as polêmicas são noticiadas.

Sobre Rapelay, acho um jogo desprezível focado em um nicho extremamente limitado no Japão (vide http://neogamerbr.blogspot.com.br/2012/11/a-verdade-por-tras-dos-jogos.html). Não instalaria, não jogaria. Mas não vejo nenhum motivo para censurar ou proibir: cada um faz o que quer da sua vida, desde que não prejudique terceiros. O problema de defender a liberdade de expressão é que essa defesa deve ser irrestrita (http://www.gamerview.com.br/2009/07/um-libelo-pela-liberdade-de-expressao/).

De fato, é hipocrisia defender a existência de jogos de "atropelamento" e tacar pedra em um jogo de "estupro". É tudo jogo, o que varia é o nível do bom gosto, e nenhum dos dois casos incentiva o comportamento no mundo real.

Jimmy Fischer disse...

P.S.:Existe um vereador aqui da minha cidade defendendo que os vereadores devolvam seu salário...isso é de uma demagogia sem limites...
Pra mim pouco importa de um vereador, deputado, delegado, procurador, etc... recebam 50 mil por mês, contanto que com isso sejam HONESTOS.

Jimmy Fischer disse...

Outro dado:
No japão, mangás, jogos e outras mídias contendo pedofilia e estupro são permitidos, desde que não usem atores reias(algo assim).
Já em sociedades extremamente religiosas/conservadoras tudo isso é proibido.
Agora, onde é o berço da pedofilia, ou onde se acham mais casos desse tipo?
No Japão ou em instituições religiosas?
Não defendo nem um nem outro, é apenas um dado.

Breno disse...

"P.S.:Existe um vereador aqui da minha cidade defendendo que os vereadores devolvam seu salário...isso é de uma demagogia sem limites..." reformula essa frase que ficou sem sentido, ele quer que os vereadores devolvam o salario aos cofres públicos(pouco provavel) ou que devolvam o salario dele?

Essa coisa do dado que vc comentou eu não entendi. cade os números e porcentagens,junto de contexto e analise? só anedotas não vale, se for assim eu posso fazer as afirmações mais insanas, como dizer que negros tem predisposição a cometer crimes devido ao alto percentual da população carceraria entre outras coisas, mas ai o pessoal ia cair em cima porque eu estou sendo ofensivo...

Gledson A. disse...

Rs, eu realmente acho uma falta do que fazer danada desse povo que entra na justiça por cada coisinha mínima...

Sou cristão e, sinceramente, não me sinto ofendido por nenhuma das imagens apresentadas no post. Muito menos dos seriados (nem vi o da Cavalera, mas acho que nem ia me ofender também, talvez, no máximo, acharia tosco). Pelo contrário, até gostei de algumas, principalmente a do Half-Life (ow saudade).

Mas acho que entendi o que o Breno quiz dizer. ACHO que o que ele quiz dizer é que o verdadeiro problema nessa história toda, e em muitas outras de diferentes religiões e diferentes vertentes ideológicas, é a HIPOCRISIA.

Deixo bem claro que foi o que eu entendi, de maneira alguma quero colocar palavras na boca de alguém. Se eu estiver errado, por favor, que alguém me corrija.

Caso seja essa a sua verdadeira opnião, Breno, eu concordo plenamente com ela. Não adianta nada criticar um determinado nicho de pessoas por seus custumes ridículos (para nós) sendo que também temos os nossos para nos preocupar em corrigir.

Breno disse...

Os valores cristãos hj em dia está desvalorizado ou em processo de desvalorização na sociedade. Por um lado isso é positivo, devido a certa intolerancia religiosa a comportamentos e homosexualidade(embora eu concorde que não se deve legitimar esses comportamentos nas religiões, também não se deve hostilizar). Por outro lado, se cria uma supervalorização de minorias e comportamentos duvidosos(incentivo as drogas e homossexualismo), com o aval do "politicamente correto". é um fenomeno tão interessante quanto preucupante em alguns caso, principalmente no meio do entretenimento. Não é incomum hj em dia vc se deparar com criticas de cunho de genero e raça até mesmo a jogos de tematica liberal como Dragon Age p.ex. Essa é uma era onde comedias do tipo os trapalhões sofreria criticas e pedidos de censura...

Shadow Geisel disse...

a questão da nota do real não tem nada a ver com falta do que fazer ou por estar ofendendo religião de x ou y. entrou na chuva é pra se molhar: se o Brasil quer brincar de gente grande e dizer que o estado é laico (acho que não preciso explicar o significado), então ele deve RESPEITAR todos os outros cidadãos que não fazem parte de nenhuma religião que tenha o personagem "DEUS" como centro de seus dogmas (ou qualquer outro, pois laico é laico). eu sou um cidadão, pago meus impostos e tenho o total direito de não ser obrigado a sair por aí fazendo propaganda gratuita sobre as crenças dos outros com o conteúdo da minha carteira.

Breno disse...

E e por isso que eu continuo dizendo que é falta do que fazer Shadow. Tanta coisa mais importante para cobrar como cidadão pagador de impostos: segurança, saúde, educação, saneamento. E tu vai logo se preucupar com uma nota de rodapé(que nem é tão clara assim a respeito de uma determinada religião, tirando o Deus monogamico)?

Laicismo é algo sujeito a debate também. Quais simbolos são validos ou não? a tal da semiramis da Rev. Francesa pode ser usada pra representar o estado laico? ou os diversos simbolos de maçonaria? Este não é um debate facil, embora seja bastante desnecessário ao meu ver...

Gledson A. disse...

O caso da nota do real, para mim, é simplesmente uma coisa ignorável. Tirando a frase ou colocando a frase não vai mudar a vida de nenhum brasileiro, não vai abaixar os impostos exorbitantes, não vai alavancar nosso pais...

Tirou?! E dai?!

Pelo menos ninguém ficará mais ofendido pela presença da frase... pelo menos, assim eu espero.

E mais uma coisa:

"a questão da nota do real não tem nada a ver com falta do que fazer ou por estar ofendendo religião de x ou y"

Não entendi se essa foi uma crítica ao comentário que eu fiz, Shadow, portanto, se não for, ignore a resposta, por favor.

Se sim, acho que você cometeu um pequeno engano pensando que eu me referia ao caso da nota... porque eu me referia ao caso do cara que foi contra a campanha da Cavalera.

Rs, como já disse, se aquela critica não foi a frase que coloquei, simplesmente ignore esse comentário.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Tooth and Tail