Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

31 de outubro de 2012

Eles Estão Vindo Pegar Você

cryostasis

Das sombras eles rastejam querendo agarrar você com seus dedos putrefatos e suas unhas ainda sujas da terra escavada. Mas você se recusa a correr. Você deseja ver o que irá acontecer. Você quer ser um dos escolhidos!

Para finalizar com chave macabra o Outubro do Horror de 2012, o Retina Desgastada traz mais uma promoção, valendo três jogos de horror no Steam: Killing Floor, Post Mortem e Cryostasis.

Se você não teme a escuridão, inscreva seu nome na lista abaixo e responda: qual jogo mais te assustou até hoje?

Não se esqueça de especificar a qual dos três títulos você quer concorrer. E atenção também para a única regra: não trapaceie. Trapaceiros serão atormentados por toda a eternidade por visões cruéis e indizíveis, envolvendo um bode malhado e uma serra enferrujada.

Os vencedores serão selecionados pela vontade dos Deuses Pagãos da Aleatoriedade à meia-noite do dia 2 de Novembro.

A Lista

O Oráculo foi consultado. Não há retorno. Os Escolhidos foram condenados a horas excruciantes de horror e degradação por sua própria vontade:

  • Gledson A: Recrutado para o exército de malditos, destinados a vagar por toda a eternidade enfrentando hordas intermináveis de monstros na guerra sem fim de Killing Floor.
  • Estacado: Sentenciado a mergulhar nas ruas sombrias de Paris e encontrar cara a cara um assassino que decapita suas vítimas em Post Mortem.
  • Carlos Wilson: Aprisionado em um navio encalhado no gelo, dividido entre a luta injusta contra o frio e as alucinações mórbidas de um estranho passado em Cryostasis.

Os portadores da marca do destino que não receberem uma mensagem diretamente devem entrar em contato e confirmarem suas identidades no Steam para receber seus... prêmios.

Ouvindo: Loreena Mckennitt - The English Ladye And the Knight

Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

50 comentários:

Nulagem disse...

Pode ser aos três? Caso não, preferiria o Killing Floor. Jogo mais assustador: Silent Hill 2, assustador na ambientação e tensão a qual o jogo te submete.

Nulagem disse...

Só pra especificar.

robson disse...

O jogo mais assustador que joguei foi o Amnesia Dark Descent. É absurdamente tenebroso pq usa uma atmosfera "lovecraftiana" de medo do desconhecido, praticamente te jogando indefeso no meio dos monstros.

renato.mur disse...

raramente me assusto, principalmente por não ir muito atrás do genero, acho que na época que começaram a aparecer jogos de horror/survival eu não jogava mais videogame (trampo+facu+etc), mas recentemente experimentei a fama do Amnesia: Dark Descent e minhas sessões não passaram de meia hora... aos poucos estou me tornando fã desse tipo de jogo conforme experimento outros titulos (no momento tenho que terminar Dead Space e Lone Survivor)...

o jogo que me interessa? Killing Floor pra jogar com os amigos

menção honrosa: Alan Wake apesar de ter muita ação me rendeu uns bons sustos, o clima Twin Peaks/Twilight Zone/Stephen King me ajudou muito na imersão..

Marcos disse...

O jogo que mais me atormentou foi Call of Cthulhu: Dark Corner of the earth. Não é simples jogo de terror, é um passeio a uma filosofia niilista e uma anagnórise. jogamos com um personagem fraco, qualquer ferimento a bala compromete fisicamente o personagem, além disso o personagem é atormentado por sua exponencial esquizofrenia, se os jogadores não administrarem os eventos que o personagem confronta, simplesmente o protagonista pode ter um colapso nervoso ou cometer suicídio. Além de o jogo ser extremamente assustador e aplicar temas controversos de filosofia e ficção científica, termina-lo não significa uma vitória, forçando o jogador a pensar se aquele foi o melhor fim para o personagem. Talvez o jogo não seja tão conhecido por ter chegado no mesmo tempo do DOOM3, e a falta de capricho na conversão para os PCs, mas mesmo assim não deixa de ser uma experiência única

Graças a Lovecraft, temos muita referências a cultura pop e quebra um pouco aquele conceito de terror usual que temos


Tenho muito interesse no Killing Floor

Gyodai disse...

O jogo que mais me assustou até hoje foi Doom 3. Alguém dirá:
- Doom 3, sério? Como assim? É escuro e tudo mais, mas medo não dá...
Realmente, em condições normais de temperatura e pressão, o jogo deixa o cidadão meio desconfiado demais e nervoso, por ser escuro em demasia. Mas medo não dá. Mas, um dia, uma coisa aconteceu que me fez cair da cadeira, literalmente...
Estava eu, jogando Doom 3 lá por 2006. Andava por uma área toda escura (pra variar), quando comecei a ouvir sons de algo se aproximando. Me preparei pra arrebentar a cabeça da criatura, mas ela não apareceu. Olhei em um canto, e nada. Dei uma procurada pela sala, e nada do dito cujo aparecer. Eis que eu vejo um duto de ventilação. "Vou entrar ali e ver onde eu saio", pensei. E foi o que eu fiz. Andando pelo tal duto, virei uma esquina e dei de cara com a tal criatura que fazia barulho. Bem na hora, a energia caiu e tudo ficou escuro. Eu pulei pra trás na cadeira, perdido no meio da situação toda, pensando no tamanho do susto que eu levei, quando minha namorada (minha mulher hoje) surge, de repente, no escuro:
- Nossa, acabou a força outra vez!
Foi o suficiente pra eu me desequilibrar da cadeira e tomar um tombo.
Pra completar, a energia voltou logo depois do meu tombo. A luz acende e eu lá, no chão, com cara de susto.
Foi muito ridículo. Mas acho que nunca mais eu levei um susto daqueles. E tudo por culpa do Doom 3.
Ah, é... Eu quero Cryostasis. Mas se eu não ganhar, tudo bem. Foi divertido lembrar dessa história.

Esquizo disse...

Hmmm dificil dizer qual foi que me assustou mais, na verdade quando se explora o genero horror por muito tempo, tende-se a desenvolver nervos de aço. Mas me lembro bem que na minha juventude gamistica, ainda com meu AMD 950 e a maldita placa Sis 630 eu acabei conseguindo uma copia pirata de um dos jogos que me marcou como nunca; Silent Hill 2. Me lembro que o jogo rodou com um glitch em que os olhos dos personagens ficaram preto, o que deixou até um pouco mais sinistro. Tambem aproveitei a tradução da gamevicio para emergir completamente na mente perturbada de James e seu proprio inferno de Dante. Nunca achei outro jogo tão psicologico quanto SH2, alias, nenhum outro Silent Hill é tão psicologico e simbolico quanto o 2.

Bom, da lista escolherei o mais improvavel; Post Mortem. Em homenagem aos meus tempos de adventures investigativos.

estacado disse...

Já joguei uma imensidão de jogos de terror quando era mais novo, hoje em dia, com meus 27 anos creio que a coragem sumiu, ou ta com medo em algum canto da sala, escondida...
Mas na minha cabeça o que eu mais tive medo, talvez pela idade em que fui jogar, foi "Alone in the Dark 3".
Sim, um adventure. Mas o jogo foi tão bem feito, as músicas, sons ambiente, dialogos, movimentação (pra época)que eu nunca senti depois dele tanta interação em um jogo de "terror/suspense" (talvez em Silent Hill 2 ou Resident Evil 2) quanto ele.

O jogo? eu gostaria do Post Mortem.

Abraço.

Magaiver disse...

Não posso falar muito de qual jogo me assustou mais, até porquê eu tenho medo desses jogos de terror. Mas posso falar com total certeza que o jogo que mais me impressionou, que me causou mais desconforto foi o Quake 4. Mais especificamente a fase em que você é tranformado em um dos inimigos. É uma cut-scene a lá Half Life, onde você só observa o que acontece.

A tensão criada onde você vê o soldado da frente sendo torturado sabendo que você será o próximo é uma sensação horrível que me causa taquicardia.

Segue o video da cena, e juro para vocês que estou tenso só de buscar essa cena no youtube, mesmo sem coragem de vê-la novamente.

http://www.youtube.com/watch?v=3clVvh5gbGE

Ah, e sobre a key, não quero nenhuma não, vim aqui somente contribuir ao post =D

Tanzin disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tanzin disse...

O jogo que mais me assustou, comentando por "nivel de susto" com certeza foi aquele maldito jogo de browser do labirinto que apos certo nivel tem um susto com a mulher do "O exorcista". Estou concorrendo ao "Killing floor".

Jobs disse...

Pergunta difícil essa...se fosse para escolher o jogo que mais me assombrou, me fazendo perder noites de sono quando era pequeno, sem duvida seria Silent Hill 1 para psx. Mas sei lá eu era pequeno e ainda tive a coragem de zerar o jogo então acredito que hj em dia n iria me assustar tanto. Mas tem um jogo que não consigo chegar nem na metade de tanto susto que eu tomo e esse jogo é Slender: The 8 pages, pqp de jogo demoniaco, o jogo não possui gráficos tão bons mas sua brilhante mecânica da aleatoriedade, a possibilidade do Slender poder aparecer em qualquer canto, até mesmo atrás de vc, impossibilitando prever os passos do seu inimigo por mais que vc decore o jogo me faz acreditar que é o jogo que mais me deu susto. Concorrendo ao Cryostasis =).

Link do jogo para quem quiser experimentar.

http://slendergame.com/download.php

Jimmy Fischer disse...

Puts, joguei varios...nem lembro qual mais me assustou.
Vou citar o DEAD SPACE porque é uma série que eu curto!
Fico com o Post Morten!

Carlos Wilson disse...

O jogo mais assustador que joguei foi Alone in the Dark (PC, 1992). Joguei em 1994 e para epoca era assustador. Fico com Cryostasis.

Marcos A. S. Almeida disse...

Já comentei por aqui mas repito:Penumbra-Black Plague.Tentei até onde os nervos permitiram e o estoque de fraldas ainda não tinha acabado, mas desisti.Por favor não me apresentem mais nenhum jogo onde eu não tenha o menos um estilingue para matar monstros ou zumbis.
Por coincidência ontem estava vendo o trailer justamente de Cryostasis, então escolho ele.

Shadow Geisel disse...

foi o Alone in the Dark 4. eu jogava no pc, com um emulador de PS1, no meu quarto sendo "encarado" por um corredor escuro. não podia acender a luz para não incomodar o pessoal de noite. tenso...

P.S.: não quero concorrer a nenhum jogo, pois "meu pc não roda nem paciência..." Paciência! se eu ganhar, Aquino, pode sortear a chave para alguém.

Marcos A. S. Almeida disse...

Para os que acham os 3 Silent Hill assustadores recomendo o Silent Hill 4:The Room.Monstros que não morrem, outros que rastejam ou levitam esquizofrênicos,tela assustadoramente distorcida quando se está fraco e necessidade constante de exorcizar o apartamento.Joguem e depois me digam.

Lucs disse...

Amnesia não foi o que mais me assustou porque não cheguei muito longe ... acho que não gostei do jogo em si :P

O que mais me assustou foi F.E.A.R.
E é um jogo bom porque balanceia ação com terror e sustos.
Só que me deixou cabreiro e atencioso/preocupado com escadas,bateria de lanterna,corredores bem iluminados,corredores mal iluminados e salas seguras demais.
Nunca se sabe quando o seu personagem pode começar a ter alucinações ou quando a realidade se mistura com elas.

E quero disputar pelo Cryostasis

Fagner P. disse...

Sustos tomo em vários jogos, até em jogos que não tem a intenção.
Mas sei lá, não fico com medo jogando.

O ÚNICO que realmente me perturbou bastante (na época), do qual me colocou verdadeiramente no clima, solitário, indefeso, não é necessariamente um jogo:

They Hunger, mod para Half Life. Dispensa comentários.

Escolho o Cryostasis.

Jimmy Fischer disse...

Po, esqueci do FEAR1... comprei o 2 e 3 em respeito ao 1 que é uma obra prima, mas eles nao chegam sequer aos pés!

Helder disse...

O jogo que mais me assustou, ao menos até agora foi o Amnesia. Fico em dúvida entre ele e o Siren para PS2 que também me encheu de medo, mas acho que vou de Amnesia mesmo. Estou concorrendo pelo Killing Floor .

Anderson disse...

Apesar de Amnesia ter dado bons sustos meu voto tem que ir para Doom 3. Passei por uma situação muito parecida com a do Gyodai.

Estava ouvindo um som de monstro vindo da esquerda ao longe e fui la ver o q era, acontece q a porta q da pro corredor aqui de casa tbm fica a minha esquerda. Quando me aproximei da origem do som meu pai surgiu do nada pela porta. Eu puxei o mouse na direção da porta e comecei a clicar nele como q pra atirar ali, nesse meio tempo a cadeira também ja tinha voado longe. Hj isso soa meio idiota mas na época o susto foi grande.

Sobre o sorteio como já tenho KF fico com o Cryostasis.

Marcos A. S. Almeida disse...

Só o relato das experiências valeu o post!Achei que só eu sentia m...quer dizer "desconforto" jogando esse gênero!O interessante é que mesmo assim é o gênero que mais me atrai.Os dois últimos que fechei foi Dead Space 2 e Dead Island.Alan Wake desisti na metade ( não o achei nada excepcional) e estou jogando agora Dark Sector (que acho eu,vou largar no meio).

Gabriel disse...

O jogo que mais me assustou foi Vampire The Mask Bloodlines...e não é por causa da segunda missão principal que é baseada no filme "O iluminado"...é porque o monstro principal se chamava Bugs...e ele é um fantasma terrivel de se deter...
O troço era tão assustador, que até as paredes eram suas inimigas,quantas vezes as paredes me engoliam sem dó nem piedade e eu tinha de começar tudo de novo, só de ouvir dois toques de uma melodia, minha espinha congelava de temor...do jogo ter trancado e eu ter de abrir de novo...
As prostitutas eram seres sobrenaturais que tinham poderes de me fazer levitar 4 metros longe dela e eu ganhava sangue...
Balas fantasmas que me acertavam, mesmo sem estar mirando para mim...
Pessoas que surgiam do nada e falavam coisas bizarras do tipo: "Como você vai amigo?" no meio da noite...e o tempo sombrio que nunca passava(o jogo é só uma noite)...
Esses bugs me perseguem até hoje...pode ser em qualquer jogo...eu sei que eles também podem estar lá...me esperando...

NaldoDias disse...

Que eu me lembre, Shadow Man para PS1 foi o que me deu um certo cagaço. É, eu joguei pouquíssimos jogos desse gênero.

Eu não acho divertido levar sustos, mas já que é de graça, quero concorrer ao Cryostasis.

Gledson A. disse...

Bom, acho que não custa nada tentar né?!

O jogo que eu joguei e que me deu mais medo (ou "cagaço" para os mais desbocados) seria Amnesia - The Dark Descent

O jogo que eu queria jogar e que, provavelmente, iria sentir medo seria Paranormal (aconcelho o pessoal a dar uma olhada no youtube sobre videos do mesmo porque, sinceramente, o jogo me cativou... parece um Atividade Paranormal só que em jogo)

Agora, o jogo que mais me deu agonia, porém não deu tanto medo, foi Alan Wake. Ótimo jogo para correr pela sua vida com algumas partes de ação =)

Se fosse sortiado, gostaria de ganhar Killing Floor.

:3

Mas, Aquino, como você vai enviar para o sortudo? Através de email?

Shadow Geisel disse...

Magaiver, que cena mais bizarra e doetia. tava jantando quando vi, e adorei! me lembrou as cenas de dois filmes, um podre e outro excelente: Vírus, com Jammie Lee Curtis e Prometheus, a cena da cirurgia (que quase me fez ter um xilique no cinema de tanto asco). valeu pelo link.

Jimmy Fischer disse...

Po Marcos, Alan Wake apesar de não assustar tanto me foi uma grata surpresa!
A narrativa dele é fantástica!

Gledson A. disse...

Concordo com Jimmy, Alan Wake tem uma estória épica e muito bem construída, isso sem falar naquele sistema de coletar páginas que, quando acionadas, há uma narrativa do protagonista do jogo.

Muito bem feito, até parece que alguém esta lendo a estória para você. Não é atoa que foi escrita pelo mesmo cara que escreveu Max Payne 1 e 2 (não o 3 porque "aquilo" é uma coisa "rockstariana" a parte, só para os amantes de ação desenfreada e nada de conteúdo, isso sem falar da maneira que eles estereotiparam o Brasil, tsc tsc)

Enfim, passei por aqui para deixar um video sobre Paranormal.

Para os interessados que não se importarem com muitos palavrões aqui esta:

http://www.youtube.com/watch?v=O8Uq3ogklSQ&feature=related

A versão que o dono do canal joga é a versão final para vendas, mas tem varias versões de teste gratuitas nesse link:

http://www.moddb.com/games/paranormal

Acho que vocês irão gostar do jogo.

Até

Marcos A. S. Almeida disse...

Jimmy, é verdade esse é um detalhe que não têm como se contestar, a narrativa é perfeita até pra "analfabetos" em inglês como eu - joguei com tradução.E também não tenho como discordar , é um ótimo jogo.Mas a minha relação com jogos é muito pessoal- como não poderia deixar de ser e com todos é assim - e se o jogo me empolga eu continuo.Se não empolga eu desisto.E cada vez mais estou deixando os jogos single-player de lado depois de descobrir o mundo multiplayer.
Gledson A. eu já vi videos desse Zangado e são legais ,e ele faz sucesso porque não é um longo detonado , têm uma linguagem simples e natural e mostra um pouco de jogos novos e também alguns desconhecidos.O único problema e a linguagem extremamente chula , principalmente pra mim que sou da geração "Sessão da tarde" , ou seja, fui criado sem palavrões em filmes.Acho até que hoje está havendo não só a banalização da linguagem chula , mas muitas coisas estão fazendo sucesso exatamente/únicamente pelo uso dela.Mas esse também é um assunto polêmico e como sou defensor ferrenho da liberdade de expressão e de escolha , vê quem quer, quem não gosta ou se sente ofendido não veja.

Gledson A. disse...

Você tem completa razão, Marcos A. S. Almeida, a linguagem chula pode sim ser um obstáculo para algumas pessoas.

Acredito que uma ideologia pode ser passada sem a necessidade desse tipo de linguagem mas, não sei se é por causa da banalização ou outra coisa, estou ficando mais "calejado" a esse tipo de linguagem, mais tolerante, digamos assim.

Apesar de que prefiro uma maneira mais concisa de expressar idéias mas, no caso do video, não encontrei um gameplay sem comentários então, como diria Vivi Werneck do Girls of War, me perdoem os "beatos de coração" =P

Shadow Geisel disse...

linguagem chula tem hora e lugar. depende da forma como é usada.
sobre o jeito rockstariano do max 3, acho um grande equívoco associar os jogos dessa empresa a obras inteiramente voltadas à ação e sem conteúdo. você já jogou (até o fim e sem uso de cheats)pra acompanhar a história? a quantidade de referências; citações; conteúdo e pesquisa sobre os costumes americanos (por exemplo) é de cair o queixo. fogem completamente do padrão de "trombadinha que vai ascendendo no mundo do crime até virar o chefão do tráfico" que eu tinha como estereótipo eterno na cabeça.
garanto que em jogos como Red Dead Redemption tem mais material e conteúdo que dez max paines...

Carlos Wilson disse...

aheeeee! finalmente a sorte sorriu para mim \o/

minha ID do steam: cwdalmeida

valeu :D

Gledson A. disse...

Rapaz, para um azarado como eu ganhar uma chave no sorteio, é poque a coisa é grave. Os Deuses da Aleatoriedade devem estar de extremo bom humor.

=)

Shadow, sobre Red Dead Redemption não posso expressar minha opnião sobre porque não tive a oportunidade de jogar, porém, muita gente fala muito bem do jogo... devem ter suas razões.

Mas, na parte dos GTAs, o unico que realmente me cativou pela profundidade da estória foi o IV.

Na época, jogava bastante SA, a linha Stories e Bully e, sinceramente, não percebi uma seriedade da empresa em "contar estórias", só mais da violência gratuita que a garotada amava na época (e que alguns continuam amando).

Mas dizer que Max Payne perde de longe para Red Dead Redemption... de duas uma: ou o jogo é muito bom mesmo ou você esta completamente insano.

Rs, de qualquer jeito você só me deixou mais com vontade de testar esse RDR.

Gledson A. disse...

Ahh é, a id.

ID: klaus1_2

C. Aquino disse...

Gledson, não consegui localizá-lo no Steam! Faz o seguinte: adicione-me como amigo (http://steamcommunity.com/id/retinadesgastada). Abraços!

Gledson A. disse...

Acho que não vou conseguir fazer isso porque só utilizei o Steam para jogar jogos F2P até hoje.

Será que, caso eu não compre algum jogo, não vou ser apto a receber o gift?

C. Aquino disse...

Boa pergunta... quem nunca comprou nada não consegue adicionar um amigo?! Bizarro isso do Steam. Se conseguir me adicionar, acho que o Steam não vai barrar o envio do gift.

Gledson A. disse...

Rs, é o que esta escrito. Enquanto eu não comprar pelo menos um jogo, não vou conseguir te adicionar como amigo no steam, nem te mandar mensagem etc.

C. Aquino disse...

Uma alternativa, Gledson, seria eu te enviar a chave por email.

Gledson A. disse...

Será que funciona Aquino? Não daria problema na sua conta?

C. Aquino disse...

Não tem como dar erro. Se é possível enviar uma chave por email até para quem não tem Steam (obrigando o sujeito a criar uma conta), porque daria ao enviar para alguém que já tem uma conta? O pior que poderia acontecer, seria você não conseguir ativar e isto seria uma BAITA sacanagem do Steam, estigmatizando mais quem ainda não comprou nada.

C. Aquino disse...

Essas limitações do Steam devem ser para inibir a propagação de spam. Seria relativamente fácil criar uma legião de contas falsas com jogos gratuitos e a partir delas disparar mensagens indesejadas para todos os lados. Mas não vejo sentido em limitar este tipo de conta para receber e ativar chaves.

Gledson A. disse...

Hey hey, calma Aquino, empresas são assim mesmo.

=(

Pelo que vejo temos duas opções:

1ª - podemos tentar fazer o método alternativo, enviando por email.

2ª - podemos sortear de novo.

O que você acha? Se achar mais seguro sortear de novo prometo que não vou ficar "emburrado" nem nada, rs.

C. Aquino disse...

Vamos fazer o seguinte: eu envio por email. Se você não conseguir ativar, me avisa que eu sorteio de novo. Combinado?

Gledson A. disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
C. Aquino disse...

Gledson, enviei para o seu email. Apaguei o comentário para proteger sua privacidade e evitar robôs de spam. Ativando ou não no Steam, me avise!

Gledson A. disse...

Haha, deu certo.

Vlws ai Aquino pela paciência e desculpa o transtorno.

Que venha Killing Floor, meu espírito kamikaze esta borbulhando... hehehe.

Shadow Geisel disse...

Red Dead é um jogo incrivelmente variado, com tanta coisa pra fazer que dá uma dó na vida social. a história é muito boa, cheia de humor rockstariano dos brabos. se é melhor que Max, isso é irrelevante. se vc gostou do IV (comecei odiando esse jogo mas me rendi à tosqueira de Niko e cia.) por que afirmou que os jogos da série são superficiais? e outra: ninguém disse que GTA é o mesmo que Shakespeare. o SA, por exemplo, foi vítima de muita polêmica barata (coff... hot...coff) e foi atacado por uma sociedade que ainda não tinha se dado conta da evolução e maturidade (ou falta de) que os jogos haviam alcançado. violência todos os GTAs têm. a diferença é que nos primeiros o gráfico era tosquinho e game ainda era coisa de criança.

Gledson A. disse...

"Na época, jogava bastante SA, a linha Stories e Bully e, sinceramente, não percebi uma seriedade da empresa em "contar estórias", só mais da violência gratuita que a garotada amava na época (e que alguns continuam amando)"

Por isso que disse que os jogos da série são superficiais. Pode até ser que Red Dead Redemption seja uma exceção e que, para mim, GTA IV foi um pouco melhor que seus antecessores mas, infelizmente, a maioria dos jogos da Rockstar seguem a mesma receita de bolo.

Permita-me voltar um pouco na série Max Payne, só mais uma vez.

O primeiro e o segundo, produzidos pela Remedy, sendo o segundo distribuído pela Rockstar, conseguiram misturar um jogo com elementos de ação e uma estória profunda, beirando a imersão de livros com temáticas pessimistas. Para mim, o jogo me fazia sentir dó do protagonista por tudo que ele passou, me fez sentir sede de vingança quando sua mulher e filha foram assassinadas brutalmente, me fez sentir incapacitado quando Mona morre diante dos olhos dele. Isso "era" Max Payne.

No terceiro jogo, produzido e distríbuido pela Rockstar, tentou-se passar tudo isso novamente porém falhando miseravelmente. Para um jogo de ação é ótimo, nos padrões rockstarianos, porém para um jogo descendente de Max Payne 1 e 2, a unica coisa que chegou aos pés foi a trilha sonora...

Perdão, só algumas da trilha sonora...

Somente três, tocadas ao piano, a moda antiga da série (Pronto!).

Entendo que GTA SA não foi feito com o propósito de agradar o nicho de jogadores que procuravam um "jogo perfeito" em estória. Também entendo que, por mais incrível que isso pareça, a empresa ganhou prestígio com os jogadores graças a inserção de elementos de RPG nesse episódio da fraquia. Porém não deixa de ser a mesma "receita de bolo".

Por isso me impressionei quando joguei o IV. Não vou mentir, muitas coisas "a la" GTA estão la, intocáveis, para agradar a seus antigos fãs e jogadores mais casuais que desejam só se divertir fazendo missões. Até o conjunto de cheats nativos foi implantado novamente. Mas o sistema de decisões, mesmo que precário, foi um choque para mim, que estava acostumado com um GTA mais linear. Isso sem falar que as consequências que minhas decisões tiveram no jogo foram tão chocantes quanto, dai percebi que, afinal, aquele título era diferente dos outros. "Talvez a Rockstar esteja tentando, finalmente, passar alguma idéia por trás de seus jogos" pensei.

Acho que teremos certeza disso em GTA V... ou não. Acho que o tempo dirá.



Sobre polêmica, acho que sempre vai haver. Espero que no futuro seja em proporções menores, que tenha consequências menores, do que hoje. Mas sempre haverá.

Todos nós somos hipócritas em determinadas vertentes de idéias, só que, infelizmente, a maioria (ou, em alguns outros casos, as pessoas com mais influência) são hipócritas na parte de violência, erotismo, "casos polêmicos" etc nos jogos eletrônicos.


Bem, espero que não fique nervoso comigo pelo tamanho desse "comentário", rs. Foi bom debater isso dai.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

High Hell