Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

23 de outubro de 2012

Aventuras em Silent Hill

No próximo dia 26 de Outubro, uma dupla do barulho vai se envolver em muitas confusões em uma cidade muito louca. "Silent Hill Revelation 3D" vai ser diversão para toda a família:

O tempo voa. Já se foram quase dois anos desde que essa "adaptação" apareceu no Retina Desgastada e mais de um ano desde meu último comentário a respeito. Infelizmente, minha opinião segue inalterada, desacreditado de qualquer esperança de que esta continuação faça jus à franquia, ao filme anterior ou mesmo ao cinema de terror. Escolher uma atriz de 24 anos que parece ter 32 para interpretar uma personagem de 18 anos que parece ter 16 e forçar uma parceria com um projeto de galã adolescente continuam me parecendo decisões equivocadas. Foi-se a angústia e a solidão de Silent Hill 3, no qual o filme afirma se basear, e entram em cena efeitos especiais aos borbotões, o onipresente Pyramid Head e um par romântico.

Mas, depois que a própria dona da franquia lançou um Silent Hill de tiro cooperativo com visão isométrica para uma plataforma natimorta, talvez, talvez, talvez o filme possa ser uma experiência positiva. Em uma Sessão da Tarde.

Ouvindo: Akira Yamaoka - Acid Horse
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

9 comentários:

Gabriel disse...

Eu li poucas noticias sobre o filme, só soube ontem sobre o mesmo...fiquei animado, porém depois do que tu falou...desanimei...
O primeiro fez jus ao jogo, alias fez jus as adaptações para o cinema...vou esperar sair em dvd mesmo.

Rebeca disse...

Antigamente eu torcia pra que adaptassem SH2, meu preferido também, mas como a trama do James trata de grandes tabus e Hollywood ainda tem seus pudores, acho que mutilariam os elementos-chaves. Melhor deixar quieto.

Então eu acabei gostando que optaram por continuar no arco da Alessa e, no geral, até estou esperançosa pelo filme. Mas o Vincent adolescente provável par romântico foi broxante, mesmo. Um dos aspectos definidores de SH3 é justamente a Heather enfrentar tudo sozinha (com a eventual ajuda do Douglas), tendo que se superar aos trancos e barrancos. Mas enfim...

Você pretende postar sua opinião após assistir ao filme, Aquino? :D

Shadow Geisel disse...

tirando o clone da história de O Chamado, até que eu gostei do primeiro filme de Silent Hill. "gostei" leia-se: dos males, o menor.

eu acho que a aparência da atriz é o menor dos problemas desse filme.
essa do par romântico, sim, é preocupante. o ator que interpreta Douglas não se parece nem um pouco com o personagem original, também, e parece que os produtores têm um sério problema de faixa etária dos atores rsrsrs.
vou assistir só pelo programa de ir ao cinema mesmo, assim como Resident Evil 5. mas já sei que não devo esperar muito.

Marcos A. S. Almeida disse...

Aquino ácido como poucas vêzes vi!"Dupla do barulho" ,"plataforma natimorta", "experiência positiva...em uma sessão da tarde".É uma preparação psicológica para a noite de sexta?
Eu também repito o que já disse anteriormente:se o primeiro não foi a melhor adaptação que o jogo merecia, foi a melhor adaptação de um jogo para o cinema.Levando-se sempre em conta que um filme nunca será fiel á um jogo - entre outros motivos, é para atingir todos os tipos de público - acho que fizeram um bom trabalho.Mas eu dormi nas duas vêzes que vi.

Shadow Geisel disse...

"...foi a melhor adaptação de um jogo para o cinema."

é Marcos, que pena que os games ainda não atingiram o nível de maturidade dos quadrinhos (no cinema). você já assistiu ao filme Sin City? é a adaptação mais perfeita de uma obra em quadrinhos que eu já vi.

"Mas eu dormi nas duas vêzes que vi."

isso pode significar, apenas, que você sofre de narcolepsia kkkkkkkkkk.

Marcos A. S. Almeida disse...

É verdade Shadow, Sin City é muito bom - e eu não dormi.E não, não tenho nenhum distúrbio do sono.É que apesar de ser a melhor adaptação de um jogo para o cinema e não desvirtuar completamente a história original (a sequência inicial é tão boa e tão fiel ao Silent Hill que nos dá a impressão de finalmente terem acertado) ainda assim temos uma verborragia, ritmo enfadonho,sem sustos e um mínimo de suspense.Enfim, gostei de uma maneira geral, mas não é um bom filme.A música é muito boa e nos faz lembrar o jogo também.

Breno disse...

Test your might...Moooooooortal Kombat. Melhor filme de jogos haha, com Silent Hill no pareo

C. Aquino disse...

Concordo com o Breno: Mortal Kombat e Silent Hill foram as melhores adaptações de jogo que eu vi (mas não vi muitas...). O primeiro por não levar a sério e entender que o jogo era só pancadaria sem sentido mesmo e caracterizar bem os lutadores. O segundo por levar a sério e usar a magnífica trilha do Yamaoka.

O que falta para Hollywood é tratar o material original de dez anos de idade com o mesmo respeito com que trata os 70 anos de um Batman, por exemplo. Ou ter um envolvimento mais próximo dos donos da marca, como a Marvel fez com o "universo Vingadores". Do jeito que está, parece que as desenvolvedoras vendem os direitos e vão embora com o dinheiro (cof cof Doom cof cof Mario Brothers). E ter uma ordem de restrição para que Uwe Boll não chegue a um quilômetro da área de filmagem também ajudaria.

Breno disse...

Doom tem a sequencia em primeira pessoa, o que redime em parte a porcaria de filme que ele é.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Regalia