Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

27 de novembro de 2011

Eu Comprei no XOGO

Xogo Sem aviso prévio, no meio da semana, todo mundo estava falando do XOGO. Saiu matéria no Meio Bit, saiu matéria no Techtudo, saiu matéria no Arena IG. A nova loja de distribuição digital de jogos já estreou chutando o pau da barraca, com mais de 1300 jogos no acervo e promoção de Black Friday. Já fecharam com eles a Electronic Arts, Activision, Ubisoft, Warner, Sega, Square-Enix, Capcom, Bethesda e Rockstar. As perguntas agora são: vale a pena? é melhor que o Nuuvem?

Vale. Não necessariamente.

De cara o layout do site não impressiona. Quem está atrás de preço bom ou fazer sua comprinha básica não liga muito para aparência da loja, mas, na qualidade de webdesigner sou obrigado a dizer que o visual do XOGO não faz bonito. Não chega a ser feio ou impraticável: as informações estão nos lugares corretos e a navegação é tranquila. Mas falta aquele algo mais que acrescenta prazer à experiência. Por outro lado, a loja integra o cadastro com o Facebook, facilitando a vida de quem deseja criar uma conta no XOGO. Mesmo sem usar a rede social, o cadastro é rápido e sem burocracia, um conceito que as grandes lojas de departamento ainda precisam aprender.

Fui atraído pela promoção de Mercenaries 2, jogo que estava na minha lista secreta de futuras aquisições por um longo tempo. O título não existe no Steam, no Gamersgate ou outras lojas e só podia ser encontrado no Origin. O preço normal na loja da EA é R$19,90. O XOGO alega que o preço normal é R$29,90. Com 43% de desconto, saiu por R$16,99, mais barato que no Origin e perfeito para fazer meu teste.

Mercenaries 2

Enquanto o Nuuvem utiliza o Pagseguro como sistema de pagamento, o XOGO emprega o sistema concorrente Pagamento Digital. No passado, uma compra com boleto bancário no primeiro demorava 24 horas para ser liberada e no cartão de crédito demorava ainda mais(!). Há relatos de que isso foi melhorado, mas não tenho como comprovar pessoalmente. Por outro lado, minha compra no Pagamento Digital levou somente quinze minutos para ser liberada. Ponto para o Pagamento Digital, ponto para o XOGO.

O link para download veio direto pelo email, sem necessidade de retornar à página de minha conta no XOGO. Mas alguém tem que avisar o departamento de marketing que a imagem usada no botão é mais manjada que a internet (e, na maioria das vezes em que é usada, em sites malandros, o clique não faz download algum):

download-button

Tem também um trecho em espanhol, tanto no email quanto na conta de usuário:

Antes de lanzar la instalación, por favor, verifique si los ficheros son totalmente cargados bajo el mismo repertorio. Al fin de lanzar la instalación, le queda luego hacer clic sobre el primer fichero (.exe).

Isso tem cheiro de sistema comprado pronto e traduzido. Desde que funcione, não chega a ser defeito grave.

Como na Nuuvem, o jogo vem com um gerenciador de download leve que baixa o título completo para um diretório na máquina. Ao contrário da Nuuvem, o gerenciador de download permite o reinício de download. Essa diferença explica porque até hoje não me animei a baixar os 9GB de Alpha Protocol que comprei na Nuuvem. Essa diferença explica como consegui baixar os 7.7GB de Mercenaries 2, sem preocupação. A velocidade de download oscilou em torno de 300KB/s, pouco mais da metade do que consigo com o Steam. Existe ainda a opção de baixar o jogo sem usar o gerenciador, dividido em dez partes diferentes. Não usei esta opção, mas é bom saber que ela existe, para aqueles que confiam mais em seus próprios gerenciadores ou preferem baixar um pouco de cada vez.

Download-Manager

Para minha decepção, a chave de registro do jogo não funciona no Origin. Decepção com o Origin, não com o XOGO, que fique claro. A EA Games volta a aprontar das suas na hora de jogar. Durante a instalação do título, habilitei o firewall para bloquear toda a comunicação não-autorizada com a internet, para testar o nível de DRM. A instalação concluiu sem engasgar, solicitando somente a chave de registro. "Maravilhoso", pensei. Na hora de rodar o jogo, clicando em "New Game", ele faz a pergunta fatídica:

Online Eu respondo que não. Não, eu não quero jogar online. Mercenaries 2 me cospe de volta para o menu principal. Eu clico em "New Game". Ele pergunta de novo. Eu respondo de novo, "No". Ele me cospe para o menu principal. Libero o firewall e repito tudo. "No" e ele me cospe para o menu principal. Respondo "Yes", a muito contragosto. O jogo tenta conectar com o servidor da EA. Não há resposta. E ele me cospe para a tela de Exit! Repito. Exit outra vez. Naturalmente, esse não é um problema do XOGO, mas um sintoma dos mercenários da EA e seus sistemas de autenticação insanos, algo que vai me dar um pouco de dor de cabeça e pesquisa para resolver. ATUALIZAÇÃO: Horas depois o jogo funcionou normalmente no modo offline. Dei de ombros, confirmei que funcionava mesmo e desinstalei. Ainda não é a hora para jogar para valer.

Não se deixe iludir com os "1300" jogos, pois com títulos obscuros como Academagia: The Making of Mages e Thorgal, fica fácil fazer volume. Mas tem muita coisa boa lá, incluindo coisa boa obscura e/ou adequada para configurações modestas. Com um preço em conta em alguns títulos e um sistema de download refinado, o XOGO veio para oferecer uma concorrência de peso para a Nuuvem. E, em qualquer setor, quem sai lucrando com a competição são sempre os consumidores.

Ouvindo: Nox Arcana - Temple Of The Black Pharaoh
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

64 comentários:

Rodrigo Ghedin disse...

Também comprei na XOGO. Peguei Need For Speed Hot Pursuit e as impressões foram basicamente as mesmas, com a diferença de que consegui fazer o redeem do título no Origin.

Achei estranho a XOGO conseguir preços mais baixos que os da própria Origin. Hot Pursuit, por exemplo, me custou R$ 34 nela; na Origin, com a promoção de Black Friday, estava por R$ 50...

[]'s!

C. Aquino disse...

É estranho, mas não inexplicável. Em outubro do ano passado, o dono da Spiderweb Software deu algumas justificativas de porque os jogos da sua empresa serem duas vezes mais caros na loja da própria Spiderweb do que no Steam: http://jeff-vogel.blogspot.com/2011/10/why-all-our-games-are-now-cheaper.html. Resumindo: públicos diferentes, demandas diferentes.

Jimmy666 disse...

A EA continua na sua sina por desrespeitar o consumidor e se auto-prejudicar na sua ânsia voraz por lucro!
Não achei o layout do site tão ruim, mas é aparentemente proposital que quiseram deixar ele parecido com o STEAM.
Li hoje em uma notícia que o mercado brasileiro de games movimentou 2 bilhoes, mesmo com todas as acusações de pitaria e tudo mais.

A salvação do PC por exemplo é a distribuição digital, mas se o Xogo e o Nuuvem ficarem apenas se focando em vender, mesmo com bons preços não vão sequer arranhar o STEAM.
Você pode negar, mas a qualidade do STEAM te empolga a comprar os jogos originais...
O STEAM instala o jogo pra você, configura DIRECTX, NET framework e outros complementos, te mostra noticias dos seus jogos, gerencia o tempo que você jogou, seus achievements e muito mais, além de fornecer uma rede social e serviço de msg instataneas entre amigos...
O Origin meio que toscamente tenta fazer isso também, mas vai ser dificil!

Jimmy666 disse...

Nuuvem é um nome bem legal... agora, XOGO???
Eu xá xoquei muitos xogos, e voxêis?

C. Aquino disse...

Por incrível que pareça, Xogo vem do latim, que deu origem a gioco (italiano) e jogo(português). Mas ainda é um nome esquisito.

Tanto a Nuuvem quanto o Xogo estão mirando na grande massa de compradores que NÃO tem cartão internacional. É um mercado grande e agora qualquer um pode pagar com boleto bancário.

Jimmy666 disse...

Até ano passado eu havia comprado muitos jogos desses caras que vendem cd-keys na internet... tem um aí que cobrava apenas uns R$10,00 de diferença no preço do jogo no STEAM...
Enfim, espero que tenham sucesso e ofereçam preço bom e qualidade, porque os consumidores existem!
É só ver que algumas produtoras lançaram jogos dublados e legendados ultimamente porque se está apostando no Brasil como mercado emergente de games!

Shadow Geisel disse...

sempre achei esses sites meio burocráticos com relação às formas de pagamento. isso sempre me impediu de utilizar um desses serviços. eu ainda espero pelo site que utilize um sistema de pagamento tão simples como uma recarga de celular.

João Luiz disse...

xogo é o site de xogos da xuxa...

estacado disse...

em nenhum tem Killing Floor. isso já basta para aparecer umas rugas de insatisfação na minha cara. não consigo pegar por Steam, pensei que no XOGOrogo conseguiria; não foi dessas vez.

Jimmy666 disse...

Cara, Killing Floor tu pega numa boa nesses revendedores de cd-keys, só não vou indicar aqui porque não quero usar o espaço, mas me add no steam que te indico:
jimmy666475

Roberto disse...

Boa Critica, valeu. Na verdade os sistemas do xogo foram todos desenvolvidos por nos aqui no Brasil. O espanhol tem mais haver com o material e instrucoes entregues pelo fornecedor. Corremos atras pra acertar sempre q aparece. se quiser saber mais detalhes entre em contato!

Breno disse...

"Não se deixe iludir com os "1300" jogos, pois com títulos obscuros como Academagia: The Making of Mages e Thorgal, fica fácil fazer volume."

Ue? Jogo obscuro=Jogo Ruim?

Na sessão de comentarios anterior muitos jogos classicos que eu citei hoje em dia são considerados "obscuros"!


Se vc falar de final fantasy 4 ou 6,as pessoas irão lembrar desses jogos como classicos. Agora se vc citar a serie Wizardry,que foi uma das influenciadoras de final fantasy e dragon quest,aposto que muitos não irão saber que jogo é esse!

Marcos A. S. Almeida disse...

Bom Breno, eu acho que você entendeu o que ele quis dizer, pois você é esperto, mas mesmo assim vou tentar lhe explicar como se tivesse 5 anos:
Quando ele disse "jogo obscuro" ele quis dizer jogo desconhecido, sem apelo de venda que um título conhecido - bom ou ruim - traz logo ao ler-mos o título.E a verdade é que isso existe em diversos segmentos.No meu ramo de trabalho , por exemplo , existe uma operadora de tv via satélite que vende o seu pacote dizendo ter "48 canais".Quando o cliente instala verifica que na verdade são 28 canais DE VÌDEO e 20 canais DE ÁUDIO (rádio). Fica óbvio que pra "inflar" a grade ele põe os de áudio - que interessa á poucos - para vender , chamar á atenção.Não teria o mesmo apelo se colocasse apenas os 28 canais de vídeo.No caso do XOGO é exatamente isto que eles estão fazendo, colocando jogos totalmente desconhecidos - que eu arrisco dizer que são ruins , pois uma produção decente têm um mínimo de marketing - para inflar os números talvez até pra mostrar ter mais títulos que o concorrente direto.Eu diria até se ele colocasse o ótimo DOOM - o primeiro - seria para inflar os números , pois o apelo de vendas desse título hoje seria mínimo.
Outra evidência que os títulos exemplificados pelo Aquino são ruins - frisando que é minha opinião - e desconhecidos:sou "das antigas" Breno, e já comprei muito "cdezinho" de revista , cheio de demos e NUNCA vi, li ou ouvi falar desses jogos.Imaginando eu que eles sejam antigos, mas se forem novos a coisa é muito mais grave eheheheheeh!Enfim, que fez juízo de qualidade foi você e não ele.

Marcus Gonzallez disse...

Interessantíssima a matéria no - http://jeff-vogel.blogspot.com/2011/10/why-all-our-games-are-now-cheaper.html - Explicando o porque dos jogos serem mais caros nos sites das próprias produtoras que no Steam e afins. Achei um absurdo, o World of Goo ser U$$ 20,00 no site da 2D Boy mas agora compreendi o porquê.

Jimmy666 disse...

A série Dragon Quest é desconhecida?Onde?Em erra Leoa?

Jimmy666 disse...

É claro que de uma lista de 1300 jogos, vai ter muita coisa que você nunca ouviu falar, principalmente os jogos indie...O próprio STEAM tem muito jogo, mas aquelas promoções diárias gheralmente são jogos que eu nunca vi ou nunca ouvi falar!
O que não significa que sejam ruins!

Breno disse...

O exemplo de Marcos na TV a cabo tem mais haver com propaganda enganosa(ou que leve a má interpretação) do que esse caso. E dai que a empresa venda 1300 jogos ruins? a qualidade do produto não deve ser levada em consideração para o vendedor e sim para o produtor,o consumidor e a midia. Agora se vc se arrisca a dizer que o jogo é ruim por ser obscuro,sinto muito mas o erro é seu. É como vc fosse inferir que todos os pombos são cinzas pelo fato de apenas ter visto 10 pombos cinzas na praça,sem levar em consideração que pode haver algum pombo branco em algum outro lugar!

Breno disse...

Jimmy!Onde foi que eu falei que Dragon Quest é obscuro?

Agora me diz se vc já ouvio falar na serie wizardry!!

Ainda to esperando sua resposta...

Breno disse...

Agora se o site ousasse falar que todos os 1300 jogos são famosos é louvados pela midia de jogos acritica,ai tudo bem xD!!

C. Aquino disse...

Se eu não estou enganado, eu escrevi "Mas tem muita coisa boa lá, incluindo COISA BOA OBSCURA e/ou adequada para configurações modestas". Longe de mim julgar um jogo mal pela sua obscuridade ou nunca teria experimentado Codename Outbreak ou The Suffering. Mas queria deixar claro que a diferença numérica de títulos entre o Xogo e o Nuuvem não é uma vantagem inata.

Jimmy666 disse...

E a NET que vende banda larga com velocidade alta e franquia, sem falar isso pro consumidor?
-
Realmente entendi o teu texto errado, pensei que voce tinha dito que Dragon Queste Wyzardry haviam infuenciado FF...
-
Realmente eu nunca joguei Wizardry, na época ele não era conhecido porque existiam pouquíssimas pessoas que gostavam de RPG, me lembro que nos fins de semana eu não encontrava nenhuma dificuldade em alugar fitas de RPG porque ninguém jogava!Final Fantasy que começou a popularizar o gênero, por isso é tão conhecido.
Agora, o que Wizardry tinha que por exemplo o Final Fantasy do master system não tinha ou o Might and Magic do Mega drive?
Era um típico RPG de dungeon, lembra muito mais might & magic do que FF.

Breno disse...

Realmente Aquino,eu só li essa parte depois!Desculpas!

Jimmy Wizardry é mais popular nos PCs,embora ele possua ports para consoles. Se vc ver por exemplo o primeiro lançamento de wizardry data de 1981. Então é notorio a influencia que series como Wizardry e Ultima tiveram na genese de rpgs como dragon quest e final fantasy(pena que estes não chegaram a copiar as caracteristicas mais complexas dos ultimos titulos de ultima e Wizardry). Sugiro que vc de uma leitura na serie de artigos do site hardcore gaming sobre as series ultima e might and magic(infelizmente eles ainda não tem artigos de wizardry).

"Final Fantasy do master system"

LOL que?

Jimmy666 disse...

Aff..só agora percebi que estou chamando Phantasy Star ddo Master System de Final Fantasy...heueuuueueuhehueueu
Bom, você acha que ainda cabe produzir esse tipo de jogo?Onde você anda em uma dungeon quadro a quadro e as batalhas são por turno?
Essas duas caractarísticas existiam porque eram inerentes ao estilo de jogo ou devido às limitações de hardware da época?
Hoje em dia faria sentido você produzir um jogo onde anda por infinitas dungeons e para pra fazer batalhas por turno?

Marcos A. S. Almeida disse...

"a qualidade do produto não deve ser levada em consideração para o vendedor e sim para o produtor,o consumidor e a midia" Trabalho com vendas e sei que se tentar vender produtos ruins ficarei fora do mercado.Portanto prezo a qualidade, tanto quanto TODOS da cadeia prezam.
Mas é fato que não é só de produto de primeira qualidade que o mercado sobrevive , existem os que "empurramos" junto com os de qualidade , e normalmente é nesses que obtemos maior lucro, pois compramos barato e vendemos com uma margem maior. Não sei se o XOGO utiliza do mesmo artifício com os jogos de menor qualidade , infiltrado entre os de maior qualidade, mas que ele se utiliza deles para aumentar os números do seu estoque, com certeza utiliza.E por último, você com certeza não compraria um ACADEMAGIA , THORGAL ou um que vi por lá , muito tosco, chamado GORKY 17.Porque? Porque nunca ouviu falar, mas acho que buscaria informação e constataria o que ? Que são de péssima qualidade , caso contrário estariam estampados , em primeira página com letras garrafais o anúncio de sua venda.Não estão, são obscuros e são ruins.
Essa de que o vendedor não têm que se preocupar com a qualidade do que vende é ótima...

Breno disse...

Não é o caso de indagar se faz sentido,mas sim se vai ter um publico disposto a comprar esse jogo. Se os dungeons forem interessantes,a interface competente,as batalhas diversificadas,desafiadoras e instigantes(seja em turnos ou não),então eu considero totalmente valido o jogo em questão. Como eu falei na sessão de comentarios "Nos,O povo",tem diversos Dungeon Crawlers feitos para o Nintendo DS. No PC,lançaram recentemente o RPG Frayed Knights!Uma pena a Industria AAA não se interessar mais em fazer esses jogos...

Breno disse...

é para isso que existem o user rating. Produtos de entretenimento são diferentes de serviços ou produtos alimentares. Será que o fato de uma loja de filmes venderem filmes toscos vai fazer dessa loja uma loja ruim?Não exatamente! Se o usuario compra um filme de Charplin e depois reclama com o vendedor que o filme é preto e branco,será que a culpa e do vendedor? A mesma coisa serve para jogos! A empresa só deve se preucupar nesses casos com suporte ao usuario,para que o produto funcione. Se o consumidor não pesquisa o que ele compra,problema dele!

Poa Kli-Kluu disse...

Muito bem colocado no seu último comentário, Breno. Mas acredito que Aquino se referiu a alguns jogos que, independente de serem obscuros ou não, não foram muito bem recebidos. O Steam está cheio deles, mesmo sendo difícil de encontrá-los sendo publicadas nas páginas, eles ainda estão lá e são contados no número final de jogos no Steam.

Também concordo com Jimmy666, isso pode parecer frescura, mas em marketing faz muita diferença. Eu gostei do logo da empresa(fazendo referência aos botões de videogame), mas 'xogo' não é muito sonoro. Apesar que acredito que um nome como esse possa soar até cômico e portanto talvez acabar ajudando na publicidade. Mas só o tempo dirá como vai ser a reação com relação à marca.

Também como Jimmy666 apontou, comprei muitos jogos no Steam e nunca tive sequer um erro com eles. Serviço excelênte, e quase imbatível. Será preciso muita dedicação pra apresentar ameaça ao Steam.

Jimmy666 disse...

Conheço um monte de jogo ruim que possui uma base de fãs... bom ou ruim é muito relativo nesse caso...
Filmes por exemplo, existe muita coisa "obscura" que é ótima enquanto muitas superproduções hollywoodianas eu considero lixo!

Breno disse...

Não necessáriamente bom ou ruim,o caso está mais para "gosto" ou "não gosto". Eu acredito que o que é bom e o que é ruim pode ser medido objetivamente.

Jimmy666 disse...

Sniper Ghost Warrior.
Esse jogo pra mim é um lixo sem precedentes... graficos ruins, jogabilidade hossível, IA péssima... a única coisa que esse jogo me trouxe é irritação.
Ainda assim vendeu mais de 2 milhoes de cópias e vai ter continuação.Tem gente que gosta!
E olha que sou fã de jogo de tiro e um um bom jogo de snipers seria uma bela idéia!Seria...

Jimmy666 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jimmy666 disse...

Nas palavras de Gabe Newell:
""Nós achamos que há uma confusão fundamental sobre a pirataria. A pirataria é quase sempre sobre um problema de serviço, e não um problema de preço. Por exemplo, se um pirata oferece um produto em qualquer lugar do mundo, 24 horas por dia, adquirível pela conveniência de seu computador pessoal, e o provedor legal diz que o produto é travado por região, que virá para o seu país 3 meses depois do primeiro lançamento e só pode ser comprado numa determinada loja, então o serviço do pirata tem mais valor."

"A maioria das soluções de DRM diminuem o valor do produto, seja por restringir diretamente o uso do consumidor ou por criar incerteza."

"Nosso objetivo é criar um serviço de valor maior que os piratas, e isso foi bem sucedido para nós o suficiente para que a pirataria não se tornasse um problema para a nossa empresa. Por exemplo, antes de entrarmos no mercado russo, nós ouvimos falar de que a Rússia seria uma grande perda de tempo, porque todo mundo pirataria nossos produtos. Agora, a Rússia se tornou o nosso maior mercado em toda a Europa."

"Nosso sucesso vem de ter certeza de que tanto nossos consumidores quanto nossos parceiros sentem que eles possuem um grande valor através destes serviços. Eles podem confiar que nós nunca nos aproveitaremos desse relacionamento que temos com eles."

Normalmente, pensamos em nós mesmos como um serviço centrado no consumidor, em vez de centrado na produção. A maior parte das nossas decisões são baseadas em aproveitar oportunidades de rápida evolução para melhor servir nossos consumidores, e não em melhorar para ter uma melhor companhia de games ou um distribuidor digital."

Jimmy666 disse...

A VAlve tem muito o que ensinar à Activison, Capcom, EA e outras!
Eu comprei o L4D2 faz 2 anos, e até hoje recebo DLCs de graça da Valve sem desembolsar um único centavo a mais!
E quem comprou COD Black Ops ano passado?Ja temos 4 DLCs que somadas ultrapassam o preço do jogo na data do lançamento, sendo assim você tem um jogo mediano custando mais de 120 dólares!
COD MW2 já foi lançado a dois anos e ainda custa 29,99 dólares, enquanto PORTAL 2 foi lançado a pouco mais de meio ano e já tivemos promoções onde ele custou 14,99 e 10,19 dólares!

Marcos A. S. Almeida disse...

Breno, você está desvirtuando completamente a discussão.TODOS os exemplos que você cita , desde Wizardry até o "Charplin" , são inválidos para a discussão , não são e nunca foram obscuros.Obscuro é algo - nesse caso , jogos - que não se têm muita informação.Títulos antigos , que já não fazem sucesso hoje como fizeram antes, não são obscuros.Tudo que é antigo e já esteve em evidência não é obscuro.A obscuridade não depende de gosto , pode-se gostar ou não de jogos com qualidade ruim ou boa e até mesmo de jogos obscuros.Pode-se gostar do primeiro King-Kong (flme ), preto e branco e pode-se gostar de jogos de Atari , e eles não são obscuros.Portanto se eu disser que um jogo é obscuro ele não é necessáriamente ruim como você quis insinuar na sua primeira pergunta ao Aquino.Isso tudo não é opinião,é fato.
Agora o que é minha opinião particular é que TODOS OS JOGOS OBSCUROS SÂO RUINS.Porque? Por que um jogo bom entra em evidência, seja pelo marketing da produtora , seja pela propaganda boca-a-boca, seja pelo prestígio que se ganha em um determinado grupo que o acolhe como bom jogo. Nesses 3 títulos que citei acima não vemos nada disso.Não se têm informações deles, não se vê fãs deles, em nenhum momento estiveram em evidência.Portanto são obscuros (fato) e ruins (opinião).
Só continue a discussão se continuar no contexto, se não nem me dou o trabalho de responder.
PS: Aquino, desculpe mas The Suffering não é ( e nunca foi ) obscuro.

Marcos A. S. Almeida disse...

Jimmy, seria interessante se você colocasse a fonte dessa declaração.
Levando-se em conta a veracidade dessa informação , eu concordo plenamente.Como consumidor de jogos pirata eu digo que os jogos da Valve têm algo muito sólido que lhes agregam muito valor para quem os compra: o multiplayer on-line. Nos jogos piratas também encontramos a possibilidade de jogar on-line , mas existem tantos fatores que frustram a experiência , como cheaters abundantes, dificuldade na atualização, conexão problemática, instável e nada prática, que só posso dizer o seguinte ( correndo o risco de ser chamado de fan-boy da Valve): obrigado por vocês existirem , Valve e Steam!!!Apesar de todas as propagandas que o Aquino faz,não pretendo comprar em nenhum outro local , á não ser no Steam.Esses dias o Aquino indicou á baixar um jogo totalmente gratuito de um site de vendas chamado Green Man Gaming , que utiliza uma plataforma chamada Capsule para gerenciar os jogos. Como primeira experiência fora do Steam , foi frustrante, apesar do pronto suporte dos responsáveis. Conclusão do caso: os caras tiveram que me mandar a chave do jogo e ativar/instalar externamente , pois pelo capsule ele não funcionava de jeito nenhum!

Breno disse...

Se essa é sua opinião não a porque continuar a discutir,até por que ela contem um pouco de irracionalidade pelo fato de ir contra a experimentação cientifica!Acredito que Jogos antigos que ja foram famosos caem na obscuridade pelo fato de poucos lembrarem das origens de determinado genero e suas especificações.

Agora vou tentar dar um exemplo de acordo com o criterio obscuridade: Um consumidor esta em duvida se quer comprar um jogo obscuro. A duvida dele é: Esse jogo é bom ou ruim? Não acredito que o vendedor tenha que saber de có a qualidade de todos os livros/filmes/jogos que ele tenha então ele não é obrigado a dar essa certeza! O consumidor interessado então pode compralo as cegas e arriscar se arrepender ou pesquisar um pouco para ver se encontra uma informação definitiva. Eu dei uma olhada no user score do Academagia no Gamespot e ele tem uma media de7.5(22 votos).Eu posso me embasar nesses dados ou em outros que eu encontre pela internet.

Poa Kli-Kluu disse...

No seu último comentário Jimmy666, concordo com o que disse inteiramente.

Ganhei várias dlc's de Dungeon Defenders, assim como Half Life 2 Lost Coast e Half Life 2 Deathmatch. Ganharia também uma demo de Portal se ja não tivesse ganho o jogo DE GRAÇA em uma época que ele estava sendo disponibilizado pra incertivar o ensino de crianças - Tenho um irmão de 8 anos que aprendeu muito jogando Portal, e o incentivo o máximo pra jogar esses jogos ao invés de mostrá-lo jogos violentos.

Posso parecer um fã boy fervoroso, mas admito: Sou apenas um cliente satisfeito com o serviço que o Steam presta. Gastei uma quantia considerável em jogos nas promoções de outono, que acabam hoje, e não tive problema com nada.

Até hoje, só houve com duas dlc's do Borderlands( cujo qual também comprei numa promoção, por 10 dólares ), e era problema do SO.

Valve tem mesmo que ensinar boas maneiras à principalmente a EA Games. Tive um problema com Warhammer Online, e o atendimento medíocre da empresa queria que eu ligasse pra um numero americano SOMENTE PRA MUDAR A SENHA DA CONTA.
E ainda por cima, minha senha tava certa, não entrava no jogo por que o número de caracteres que dava pra colocar no campo pra entrar no jogo era menor que o tamanho da senha, que foi aceita na criação do site. Simplesmente, ridículamente frustrante.

C. Aquino disse...

Marcos, a declaração do Gabe Newell saiu publicada no Gemind: http://www.gemind.com.br/6430/gabe-newell-pirataria-preco/.

Acho que me empolguei com a falta de reconhecimento do The Suffering e sua raridade de encontrar hoje em dia com obscuridade. É um título mais ou menos famoso da Midway. Mau exemplo. De qualquer forma, eu nunca me intimidei com jogo obscuro. Pensando bem, resgatar alguns deles podia ser uma série interessante por aqui...

Poa Kli-Kluu disse...

ótimo Aquino!

Deu idéia agora ja era XD

Estou esperando pra ver títulos como Unreal 99, MDK, Sacrifice...

Breno disse...

Lawrence da Arabia,Rastros de Odio,No tempo da diligencia,Cidadão Kane entre outris são todos titulos obscuros apenas sendo lembrados pelos cinefilos!Logico que essa é minha opinião!

Observando o fator antiguidade,os jogos são mais vitimas da obscuridade do que filmes e livros!

C. Aquino disse...

Poa, Unreal não só já foi analisado aqui (http://blog.retinadesgastada.com.br/2011/02/jogando-unreal-em-alta-resolucao.html e http://blog.retinadesgastada.com.br/2011/03/jogando-unreal-conclusao.html), como de obscuro não tem nada! MDK e Sacrifice foram vendidos em banca de jornal no Brasil! Enfim, esta série futura (2012, ok?) tem que trazer só os jogos mais desconhecidos que eu joguei. Vou pensar na lista ainda...

Jimmy666 disse...

Bota o AD&D Slayer do finado 3dO nessa lista... na época foi um RPG(ou não segundo o Breno) muito legal, mas nunca vi ninguém falar dele e nem rom eu acho pra emular:
http://www.youtube.com/watch?v=tcv296o0LSs

Breno disse...

Eu dei uma olhada no video Jimmy!Parece um Dungeon Crawler decente.

Breno disse...

Acredito que Strife foi o jogo mais obscuro que Aquino Jogou! Talvez Boiling Point...

Poa Kli-Kluu disse...

Dei o exemplo errado XD
Me refiro a Unreal Tournament!

E nossa, não sabia que seriam tão obscuros assim XDD

Aliás, o grupo do steam ainda está de pé?

Jimmy666 disse...

Po, Unreal Tournament é obscuro?
Cara, se hoje em dia a briga é entre Battlefield e Call of Duty, a mais de 10 anos atrás a briga era entre Quake 3 Arena e Unreal Tournament!
Unreal tournament foi um dos meus primeiros jogos de PC, as batalhas frenéticas na época eram magníficas!

Bruno disse...

Nada relacionado com o post. Só vim deixar alguns vídeos que fiz do Skyrim. Vejam em HD:

Skyrim Dragon Hunting: Failed Attempt #1 - The Dragon Troll
http://www.youtube.com/watch?v=hXJXFMCIhkc

Skyrim Dragon Hunting: Failed Attempt #2 - The N00b Dragonborn
https://www.youtube.com/watch?v=U1jDPCFSfCE

Skyrim Dragon Hunting: The Sweetness of Revenge
https://www.youtube.com/watch?v=7huY18fKLCk

Skyrim Modded: At Night
https://www.youtube.com/watch?v=FCSd3XALjFw

Skyrim Modded: At Day Light
https://www.youtube.com/watch?v=zalF8Wx4GCA

Os nomes e descrições estão em inglês porque os fiz pensando em colocá-los na lista de vídeos da compilação de mods STEP, que pode ser encontrada aqui:
http://www.skyrimnexus.com/downloads/file.php?id=11

Espero que gostem. :)

Dpaz disse...

Vou de Steam, muito facil usar, tenho tudo concentrado num so lugar posso te-lo instalado no pc, mac e quando jogo HL2 ou Left2dead, em qualquer SO meu jogos estao salvo la bonitinho, sem contar que eh so mandar instalar e ele faz o resto, pra mim eh muito dificil sair do steam e tentar qq outra, qdo estava receoso e ainda n tinha coragem de usar cartao internacional, comprava originais com midia mesmo, sempre fucando pra axar o mais barato possivel, ai qdo comprei Orange Box e pus dvd e instalei steam tomei coragem e catei joguinho baratinho, qdo deu certo e n veio surpresa no fim do mes na fatura, foi so alegria, hj tenho uma boa biblioteca de jogos pra pc e mac, que gastei 1 terco do que gastaria.

Breno disse...

Lembrei de dois exemplos de jogos obscuros que possuem uma base de fans: Os rpgs Prelude to Darkness(gratuito para baixar) e o rpg knights of the chalice(2009)!Garanto que muitos de vcs não devem nem saber que esses jogos existem! E ai Marcos,ainda acha que jogo obscuro=jogo ruim?

Marcos A. S. Almeida disse...

Á propósito: e o vazamento de informações do Steam?Ninguém fala mais nada porque realmente não teve uma gravidade maior ou Gabe está tentando não fazer alarde pra não prejudicar as vendas?A minha opinião é que não foi tão grave e foi conduzida com discrição para não gerar pânico.Mas há quem ache que teve a mesma dimensão da PSN só que o Steam é o "queridinho" da comunidade gamer, portanto protegido.

Jimmy666 disse...

Bom, eu recebi um alerta do STEAM me avisando, dizem que os afetados receberam jogos de graça, não sei se a iformação procede.
Enfim, assim que recebi o alerta do STEAM mudei a minha senha e cancelei o cartão de crédito e pedi outro.
Agora essa semana invadiram os servidores do hotmail e roubaram mais de 40 mil contas e senhas...

Marcos A. S. Almeida disse...

Ehehehehehe!Breno, você pode ser impertinente e algumas vêzes incoveniente ,mas têm uma característica elogiável:a persistência.Quando bem usada na vida pessoal é uma virtude, e eu admiro.
Quanto aos jogos totalmente obscuros que você citou ( o Mobygames, por exemplo , não têm UMA imagem dele, o Pyrrhic Tales: Prelude to Darkness)eu não posso afirmar que são ruins de forma conclusiva , como á nenhum outro jogo obscuro.De forma opinativa sim , os considero ruins, mas eu diria que isso é uma postura pré-concebida e pré-conceituada - talvez até de uma forma ignorante , admito - mas é minha opinião e até agora , mesmo com esses seus exemplos não vejo motivo pra mudar de opinião.Na verdade só mudarei quando finalmente experimentar um jogo do qual nunca tive informações , mesmo que mínimas e tiver a mesma sensação que tive ao jogar o primeiro God of War : deslumbramento total! E Breno,sei que isso me desabilita a desqualificar sumáriamente todo RPG obscuro , mas eu NÂO GOSTO DE RPG.

Marcos A. S. Almeida disse...

Caraca Jimmy ,cancelou o cartão?Acho que foi radical demais,mas não posso dizer que foi errada.Como o próprio Steam se encarregou de apagar as informações do meu cartão, a única atitude que tomei foi a de abrir uma conta no PayPal e ficar de olho obviamente na movimentação do meu cartão.De qualquer forma nada garante que no futuro apareçam contas indevidas no meu cartão...

Breno disse...

O caso desses dois exemplos que eu citei se refere a rpgs com graficos simples,com combate em turnos e perspectiva isometrica e top-down.Quem gostar dessas caracteristicas(que hoje em dia só pertence a um nicho de jogadores especificos) que eu citei correm riscos de se agradarem com esses jogos que eu citei(que por sinal tem uma base de fans solida)!Me preucupa um pouco o que vc falou da prerrogativa do jogo ter uma campanha de marketing para ter a possibilidade de ser considerado um jogo bom,pois isso sugere investimentos em marketing que ultrapassam a produção do jogo em duas ou tres vezes(ou seja,uma porrada de dinheiro)!!

Marcos A. S. Almeida disse...

Investimento em marketing não torna o jogo necessáriamente bom, mas o tira da obscuridade e numa análise simplista , se a produtora têm dinheiro pra investir em marketing , têm dinheiro pra fazer um jogo minimamente decente.Mas o Steam (sempre ele) têm quebrado alguns paradigmas , principalmente esse da obscuridade , pois jogos independentes que estavam fadados á esse destino ou saem da obscuridade ou nem chegam á entrar , tamanha a evidência que o Steam lhe traz.Ao fazer esse "milagre" o Steam não o torna um jogo maravilhoso mas eventualmente "descobre talentos".Mas o que é obscuro e ruim ( e não têm chance de ser vendável) o Steam nem dá chance.Estou lembrando agora de um jogo que eu tenho certeza que estava fadado á obscuridade e o Steam o resgatou : Garshasp - que eu acho que o Aquino comprou - jogo IRANIANO. Alguém compraria um jogo Iraniano se não fosse através do Steam? E veja bem, não discutindo se o jogo é bom ou ruim.

Jimmy666 disse...

Marcos:
Aqui o Steam tb apagou os dados do meu cartão, mas isso depois de ter sido invadido, o que não significa nada!
Cancelei o cartão e pedi outro, melhor isso que a dor de cabeça com cobranças indevidas depois, se bem que os dados roubados estavam criptografados e vai demorar muito caso tentem quebrar a criptografia...
Eu preferi não arriscar!

Dpaz disse...

Eu nao cancelei meu cartao pois acompanho no site sempre a fatura e que esta por vir, mas eliminei ele da minha conta steam, agora talvez mude senha e email do steam, ja havia mudado a um tempo para uma conta do gmail, mas seguranca eh melhor ser sempre precavido.

Breno disse...

"Mas o que é obscuro e ruim ( e não têm chance de ser vendável) o Steam nem dá chance."

O steam não dá a chance por que o jogo é ruim ou porque o jogo não tem chance de ser vendavel?

João Luiz disse...

o gamersgate tá preparando uma baita promoção, pelo que eu entendi.

quem nunca comprou lá, vale a pena, e às vezes o preço é melhor que no steam.

(paguei U$ 6,79 por batman...)

Jimmy666 disse...

Dia histórico:
"
Em breve você não vai mais precisar gastar uma grana alta para comprar um jogo aqui no Brasil. A comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados aprovou ontem (dia 30) uma proposta que estende os benefícios fiscais da Lei da Informática ao setor de jogos eletrônicos para uso doméstico.

Segundo as informações da Agência Câmara, foi reduzido o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para fabricantes de jogos de computadores e consoles que invistam parte do seu faturamento em pesquisa e desenvolvimento de produtos. Além disso, foram reduzidas a zero as alíquotas de PIS e Cofins incidentes sobre a importação de jogos.

O texto aprovado é de autoria do deputado Hugo Motta (PMDB-PB) e é um substitutivo ao Projeto de Lei 514/11, do deputado Antonio Carlos Mendes Thame (PSDB-SP), e aos PLs 899/11, do deputado Mauro Mariani (PMDB-SC), e 943/11, do deputado Sandro Alex (PPS-PR), agrupando sugestões dos três projetos.

Por tramitar em caráter conclusivo, a proposta não precisa passar pelo plenário, bastando apenas uma análise por parte das comissões de Finanças e Tributação, de Constituição e Justiça e de Cidadania."



Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/jogos/16068-finalmente-jogos-podem-ficar-bem-mais-baratos-no-brasil.htm#ixzz1fLUzelnU

Jimmy666 disse...

Esse XOGO tem uns preços bem atrativos, muitos jogos compensa mais comprar ali do que no STEAM... Battlefield BC 2 por 16,99?

Atma Bernardo disse...

Não vou mentir... O Xogo tem uma boa seleção de jogos e o atendimento deles é de fato muito bom, mas eu mesmo já tive problemas com eles, que demorou algum tempo para se ajustar. Acredito que o site deles é novo e por isto a demora deles de se adaptarem e corrigirem tudo. O problema é quando dá algum problema, o cliente acaba com problemas também.

Com o Nuuvem, apesar do acervo bem menor, o suporte é melhor se comparado com o Xogo. Eu tive problemas com as duas lojas e comparativamente falando, o Nuuvem resolve melhor os problemas e de uma maneira mais prática. O Xogo também resolve, mas o processo deles demora um pouco mais, as vezes causados por algo além do controle deles ou por falta de revisão dos textos que eles colocaram nos sites/checagem dos sistemas dos jogos.

http://atma-bernardo.blogspot.com/

Jimmy666 disse...

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=W5bgs3H-Zio

Jimmy666 disse...

Hoje meti a cara e fiz uma loucura!
Rodei um proxy russo e entrei na loja do Origin da Russia!
Comprei Battlefield 3 por 599 rublos(cerrca de 34 reais), aqui na loja do Origin no Brasil eu pagaria R99(3 X mais caro) pelo mesmo jogo!
Espero que a nova lei reflita logo sobre os preços dos jogos e tenhamos esse tipo de preço aqui no Brasil!

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Regalia