Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

30 de agosto de 2011

Túnel do Tempo

Quem chega agora e vê os trabalhos de bandas como Machinae Supremacy ou os brasileiros do Megadriver, pode ficar a impressão que a paixão pelos jogos eletrônicos na música é um fato recente. Ledo engano. Desde a década de 70, bandas de todo o mundo dedicaram músicas a este universo virtual e suas nuances, com diferentes graus de talento e sucesso.

Os pioneiros desta iniciativa foram os japoneses da Yellow Magic Orchestra, a partir de 1977. O trio incluía Haruomi Hosono (baixo, teclado e voz), Yukihiro Takahashi (bateria e voz principal) e ninguém menos que Ryuichi Sakamoto (teclado e voz), ganhador do Oscar pela trilha do filme O Último Imperador. Hosono estava na ativa desde 1969, criando trilhas para filmes e participando de bandas de rock quando decidiu juntar uns amigos para explorar novos horizontes. Ele acreditava e ainda acredita que era possível combinar os sons eletrônicos dos nascentes jogos com a música dita convencional. O Yellow Magic Orchestra foi um dos pilares do pop japonês, um dos precursores da música eletrônica no oriente e seu disco de estréia trazia a primeira música com sons tirados de jogos: "Computer Game" trazia efeitos de Space Invaders e Circus.

Em maio de 1979, o álbum do Yellow Magic Orchestra foi distribuído fora do Japão. Alguns meses depois, a banda néo-zelandesa Mi-Sex gravou a música Computer Games:

Computer Games O single foi lançado na Austrália em primeiro de outubro daquele ano e alcançou o topo das paradas de rádio, um feito incomum para uma banda da vizinha Nova Zelândia. Em seu país de origem, o Mi-Sex conquistou o Top 5 com a música, que também foi um sucesso na África do Sul, Canadá e Argentina. Apesar do refrão grudento, a letra da música parecia mais preocupada com a impressora e com as angústias do personagem do que com jogos eletrônicos. Mas o videoclipe tem o sabor do início do technopop com calças coladas, sintetizadores, "invasão" a uma instalação de mainframes e "incríveis" imagens em 3D sobrepostas ao grupo, além de cenas de jogos como Speed Freak, Atari Basketball e Star Wars.

No ano seguinte, foi a vez do hit dos fliperamas Space Invaders conquistar as pistas de dança. Os australianos do Player[1] lançaram um álbum com o expressivo título de Game Over, deixando claro desde já qual era sua proposta. A faixa "Space Invaders" se juntou a outras canções de outros grupos que desaparecem na névoa do tempo. Playback, Uncle Vic, Funny Stuff, todos estes artistas tiveram pelo menos uma música inspirada no mesmo clássico arcade que havia motivado o Yellow Magic Orchestra. E esquecida ali no álbum de estréia do The Pretenders, em 1980, também havia uma faixa instrumental chamada "Space Invader", que usava efeitos sonoros tirados do jogo.

Em 1982, foi a vez de Buckner & Garcia alcançarem um recorde histórico jamais superado. Sua música, "Pac-Man Fever", conquistou o nono lugar na parada americana da Billboard, se tornando a música inspirada em um jogo mais bem-sucedida de todos os tempos. O sucesso garantiu à dupla um contrato com a gravadora Columbia/CBS Records. Em entrevistas, a dupla revelou que nunca teve a intenção de construir uma carreira em cima do universo dos jogos, mas a gravadora insistiu que eles lançassem um álbum inteiro dedicado a eles. O resultado foi um álbum homônimo, com oito músicas no total. Mas o single seguinte, "Do the Donkey Kong",  amargou um modesto 103º lugar nas paradas.

Ouvindo: VNV Nation - Liebestod
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

Nenhum comentário:

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Tooth and Tail