Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

3 de março de 2011

Off-Topic: Livros, Livros, Livros!

Hoje chegaram os livros que eu comprei com o Trezub e sua "venda de garagem virtual": Estranhas Irmãs, O Aprendiz de Morte e Direitos Iguais, Rituais Iguais do Terry Pratchett. Assim como minha conta no Steam cresce indiscriminadamente (comprei ontem Amnesia, por dez dólares), minha coleção de livros não-lidos segue o mesmo ritmo. Houve uma época em que eu estipulei para mim mesmo que não poderia comprar nenhum livro novo se tivesse mais de dois títulos pendentes para leitura. Respeitei este limite por alguns meses e depois perdi a linha. Hoje, eu tenho dezenove volumes guardados no armário, enquanto luto bravamente para vencer as mais de mil páginas de It de Stephen King e passar para o próximo.

Livros, livros, livros Não posso garantir 100% a qualidade de todos eles, mas acho que esta lista pode ter algumas sugestões interessantes. ATUALIZAÇÃO: eu vou tentar colocar um parecer do lado, à medida em que for lendo.
  • Infoquake, de David Louis Edelman (bom)
  • The Book of Lies, de Brad Meltzer  (lixo total)
  • Dungeons and Dreamers: The Rise of Computer Game Culture from Geek to Chic, de Brad King e John Borland (excelente)
  • Cryptonomicon, de Neal Stephenson (adiado)
  • The Illuminatus Trilogy, de Robert Shea e Robert Anton Wilson (adiado)
  • Ensaio Sobre a Cegueira, de José Saramago (adiado)
  • Dead Space: Martyr, de Brian Evenson (mediano)
  • Life During Wartime, de Lucius Shepard (adiado)
  • Hater, de David Moody (bom)
  • Killing Monsters: Why Children Need Fantasy, Super Heroes, and Make-Believe Violence, de Gerard Jones (excelente)
  • The Ultramarines Omnibus, de Graham McNeill (excelente)
  • A Estrada da Noite, de Joe Hill (ruim)
  • A Certain Slant of Light, de Laura Whitcomb (ruim)
  • The Road, de Conrac McCarthy (chatíssimo)
  • Dreamsongs vol 2, de George R.R. Martin (excelente)
  • Metro 2033, de Dmitry Glukhovsky (excelente)
  • Estranhas Irmãs, O Aprendiz de Morte e Direitos Iguais, Rituais Iguais do Terry Pratchett (todos bons)
E, acreditem, já tem um punhado de outros livros que eu estou me segurando para não comprar...

Ouvindo: Lord Of The Rings - The Ride Of The Rohirrim
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

7 comentários:

Bruno disse...

Estou numa situação parecida, embora com menos livros na estante pegando poeira e gritando p/ serem lidos.

A série Millenium (Os homens que não amavam as mulheres, A menina que brincava com fogo e A Rainha do castelo de ar) de Steig Larsson e Mtero 2003, no meu caso.
Mas agora que consegui comprar um novo pc p/ games... Terão que esperar mais um pouco antes de servirem seus propósitos. Ok, bem mais.

Falando nisso, Aquino, lembro de vc falar que não lida muito bem com space shooters qundo mencionei o Black Prophecy. Mas dê uma olhada neste trailer do jogo feito por uma guilda (veja em HD):
http://www.youtube.com/watch?v=5CqaQ2ZEs1c

O jogo já está na fase open beta na europa e, até o momento, só os que foram convidados p/ o closed beta, além dos europeus, podem criar uma conta e logar no jogo. Segundo os desenvolvedores, um server americano será liberado em pouco tempo.
E aqui um vídeo com gameplay PvPvE (Player vs Player vs Enviroment) só p/ dar um gostinho das batalhas frenéticas (tem quase 9 minutos, mas vale a pena):
http://www.youtube.com/watch?v=9DS40cxVDNM

Este é o primeiro MMOG que encontro com uma ótima história. Por enquanto, a história para nas missões de introdução. Mais coisas serão adicionadas no lançamento oficial do jogo e, mais p/ frente, em updates.

Bruno disse...

*Metro 2033
Odeio o teclado de notebook...

Marcos A. S. Almeida disse...

Aquino, ou você têm muito tempo disponível ou o pouco que têm consegue administrar de uma forma meticulosa.Em qualquer um dos casos eu o invejo.Li muito, num ritmo frenético, até minha adolescência.Depois o ritmo foi caindo , e hoje estou com a baixíssima média de 2 por ano.Depois que descobri os jogos , desde o tempo do Super Mário bros no Snes , meu tempo vago normalmente é jogando.E pra piorar descobri os multiplayer on line...Tá difícil de ler algo além de jornais e revistas...Só abro exceção para best-sellers, e o último foi A CABANA.Nos conte o seu segredo para conciliar filho, esposa, jogos , livros e principalmente a garimpagem na internet.

Willian C. Prandini disse...

Ei que engraçado, depois que lí seu post sobre Stalker começei a jogar o Metro2033, e adivinhe qual livro foi citado no jogo? durante a fase da biblioteca: Roadside picnic e alguns outros, como Teoria da Evolução. Estou começando a ficar intrigado sobre o Roadside, estou lendo ele, mas ainda não achei as semelhanças -discaradas- com os 2 jogos (Stalker e o Metro2033). Isso claro tirando uma partezinha daquelas que apenas sendo curioso você acha, uma sala com umas latas de alarme peduradas na entrada, com munições e um toca fita que fala de alguem que saiu com um bocado de munições e que quando "Red" ouvisse a mensagem ele estaria afrente. Red, o apelido de Redrick. Intrigante, ahnnn?! Creio que logo que acabar o Metro2033 irei jogar o Stalker para zerar.

Abraços, ps. SistemShock "OWNS"!

NasfeR disse...

O livro Metro 2033 é simplesmente demais, com um ambiente tenso e intrigante, claro que possui muitas fantasias, mas considero um dos melhores romances de ficção que já li, perdendo apenas para A reconquista. Infelizmente o jogo, apesar de bom, não consegue resgatar a mesma sensasão claustrofóbica que o livro proporciona e os personagens enigmáticos da versão impressa são tratados no jogo como meros bonecos figurantes. É um bom jogo e um ótimo livro.
(Essa conclusão nem no meu blog coloquei ainda)

EmoViolence disse...

Terminei de ler há pouco tempo Nevasca (Snow Crash) do Neal Stephenson e achei demais. Muito boa a história, especialmente levando em conta o ano em que foi escrita.
O cryptonomicon está na minha lista de futuras aquisições, caso você leia antes deixe aí sua opinião.
Os Terry Pratchett são igualmente interessantes e bastante divertidos, bons pra momentos de leitura mais descompromissada.

C. Aquino disse...

Snow Crash foi o melhor livro cyberpunk que eu li (e olha que não sou fã do subgênero). O sujeito tinha uma visão do futuro impressionante e profética. Cryptonomicon assusta só belo tamanho: é o tijolo na foto. Se você gosta de cyberpunk, o InfoQuake é realmente uma boa pedida: uma construção de universo impecável e diferente de qualquer coisa que eu tenha visto, mas não espere cenas de ação. É o primeiro de uma trilogia e já estou esperando uma promoção para comprar os outros.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

High Hell