Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

16 de março de 2011

Antes de Diablo: Wizardry 101

Wizardry I Antes de Diablo ser lançado em 1997, dois jovens estudantes de programação da universidade americana de Cornell criaram uma série de jogos de RPG em Pascal que se tornaria uma franquia respeitável e influenciaria outros títulos do gênero, inclusive no nascente cenários dos JRPGs. Em 1981, Andrew C. Greenberg e Robert Woodhead lançaram Wizardry: Proving Grounds of the Mad Overlord, pela Sir-Tech, o primeiro capítulo de um universo que se estenderia por mais sete jogos e diversos derivados.

Os três primeiros títulos da franquia Wizardry compunham uma trilogia e tinham um intervalo de um ano entre um lançamento e o próximo. A série teve o mérito de ser o primeiro jogo para computador que seguia de perto a estrutura de RPG criada por Dungeons and Dragons, um retumbante sucesso na época. O jogador controlava um grupo de aventureiros, escolhendo suas raças, alinhamento e classes no início do jogo. Em Proving Grounds of the Mad Overlord, o reino de Llylgamyn é governado pelo rei Trebor (o nome de Robert, ao contrário), mas está ameaçado por um terrível mal que se esconde nas catacumbas. Para recuperar um amuleto mágico capaz de restaurar a harmonia, os aventureiros precisam descer através de sucessivos níveis sombrios repletos de criaturas e derrotar o inimigo final. Qualquer semelhança com o roteiro de dezenas de RPGs posteriores não é mera coincidência. Ao final da jornada, os guerreiros precisam enfrentar o arquimago Werdna (o nome de Andrew, o outro desenvolvedor, ao contrário).

Wizardry 1 - Monsters

A partir do quarto título, David W. Bradley assumiu o comando da série e foi o responsável pelo exótico Wizardry IV: The Return of Werdna. Lançado em 1986, o título ousava colocar o jogador no comando do feiticeiro Werdna, grande vilão derrotado do primeiro Wizardry. Muito antes de Overlord ou Dungeon Keeper, o inovador jogo de Bradley permitia o controle de um exército de criaturas para ajudar o feiticeiro a derrotar seus inimigos, que incluiam, além de outros monstros, os típicos aventureiros de RPG. Na verdade, a desenvolvedora responsável reaproveitou autênticos personagens criados por jogadores, extraídos de discos defeituosos enviados para a empresa para conserto! Além dessa inovação, Wizardry IV ainda trazia um desafio extra: o jogador precisava completá-lo dentro de um limite máximo de botões apertados, uma inusitada idéia que, felizmente, não virou moda.

Wizardry IV

No Japão, a chegada de Wizardry ajudou a forjar lendas. Devido à falta de informações na era pré-internet e à traduções equivocadas, toda a ironia e as piadas que tornavam a série mais leve foram completamente ignorados pelos japoneses. Wizardry atingiu o status de culto e a franquia ganhou livros, mangás, RPGs de mesa, um anime exclusivo e muito mais versões e derivados do que no Ocidente. Yuji Horii, o icônico criador da série Dragon Quest teve Wizardry como uma de suas fontes de inspiração e até incluiu um easter egg em um de seus primeiros jogos homenageando a série americana. Em The PORTOPIA Serial Murder Case, de 1983, em uma fase onde o jogador vaga por um ambiente típico de catacumba, há uma pichação no muro com a antológica frase "Monster Surprised You", usada pela primeira vez em Wizardry.

Wizardry 8 Infelizmente, após vinte anos de trajetória, a série chegou ao fim no Ocidente com Wizardry 8, em 2001. Apesar da boa receptividade da crítica e da base de fãs, o título sofreu com o longo hiato de nove anos desde o título anterior. Incapaz de cativar novos jogadores, a desenvolvedora Sir-Tech fechou suas portas. No Japão, entretanto, a franquia continua viva, com lançamentos para PSP, DS e PSN. O fervoroso fã John Hubbard mantém ativo um portal com vasta quantidade de informações sobre Wizardry, incluindo listas de feitiços, manuais originais, histórias, mapas e guias.

Wizardry ajudou a definir muitos elementos que se tornaram comuns no gênero dos CRPGs. Inclui-se na lista o uso de uma imagem estática do monstrou ou inimigo sendo enfrentado, que seria reproduzida em The Bard's Tale, Dragon Quest e os primeiros Final Fantasy. Também foi o primeiro jogo a usar a combinação de teclas WASD para movimentação (ainda que o S, na verdade, não movia para trás, mas exibia o Status). O sistema de combate de equipes seria a inspiração para Richard Garriot implementar mudanças em Ultima III. Wizardry também foi o primeiro jogo de computador a implantar as Classes de Prestígio e os personagens multi-classe. Antes de Diablo.

Ouvindo: The Cure - Faith
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

Nenhum comentário:

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

High Hell