Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterCanal no YouTubeRSS

18 de setembro de 2021

A Terceira Vinda de Ulukai

outcastNão parece, mas duas décadas se passaram desde meu primeiro contato com Outcast, antes mesmo do blog. Era 1999, o demo do jogo apareceu em uma revista e foi uma surpresa estranha.

Por um lado, o título apresentava uma imersão quase instantânea, uma construção de mundo rara de se ver, com uma ambientação verdadeiramente alienígena e uma cultura robusta e convidativa. Do outro lado, Outcast era um jogo feio, até mesmo para os padrões de sua época. Para construir suas vastas paisagens, foi utilizada a tecnologia dos voxels, a mesma técnica que obteve resultados melhores na franquia Delta Force e seus mapas praticamente infinitos. Onde a Novalogic tinha conseguido sucesso, talvez por se balizar em referências realistas, com seu cérebro preenchendo as lacunas entre os modelos apresentados e o mundo verdadeiro, os desenvolvedores belgas da Appeal ousavam em projetar um universo exótico.

Outro grave problema de Outcast era justamente essa ousadia. Por tentar trazer elementos demais, a modesta Appeal falhou em polir arestas e o jogo possuía problemas demais em seu lançamento.

Ainda assim, a curiosidade por Outcast, a vontade de explorar o mundo de Adelpha nunca me abandonou. Comprei o jogo na banca de jornal e tentei me aventurar, sem ir muito longe. Comprei o jogo novamente, em formato digital, em sua lendária versão 1.1. É essa versão do jogo que foi abandonada aqui no blog, porque alguns defeitos foram corrigidos (como sequer instalar em sistemas modernos), mas outros permaneceram.

Ainda assim, não desisti. Comprei o jogo uma terceira vez, desta vez rebatizado de Outcast - Second Contact, embora seja um remake do título original. A melhoria visual é gritante. Bugs foram reduzidos, falhas de jogabilidade foram corrigidas e Adelpha nunca esteve tão presente e amigável. Ainda estou jogando no momento e tenho certeza de que desta vez conhecerei o final dessa jornada.

Exceto... que não é o final.

Vinte Anos Depois

outcast-2

Sem aviso prévio, sem rumores, a THQ Nordic revelou Outcast 2 - A New Beginning. Essa continuação conta com boa parte do time de desenvolvimento original, incluindo seu diretor e o majestoso compositor. É a concretização de ideias que haviam sido concebidas lá em 2000, quando já se cogitava uma sequência que acabou cancelada por problemas financeiros. A grande verdade é que Outcast, apesar de sua exuberância, sua ousadia e seu pioneirismo em vários aspectos, era uma obra defeituosa e ficou restrita a um nicho de fãs complacentes, mas devotados, que enxergavam além de suas falhas. Vê-lo renascer uma terceira vez, ver uma continuação finalmente próxima da luz do dia é uma vitória tanto para seus idealizadores como para aqueles sonhadores que embarcaram ao lado de Slade Cutter para Adelpha.

No trailer, podemos ver finalmente as mulheres do povo Talan e sua região exclusiva, que deveriam ter aparecido antes, mas foram apenas mencionadas. De acordo com a sinopse oficial, o protagonista permaneceu preso no fluxo temporal mais uma vez, em sua tentativa de voltar para a Terra. Cutter reaparece em Adelpha, mas vinte anos depois. Outra vez, a sombra da tirania se estende sobre os Talan, desta vez na forma de colonizadores de uma civilização mais avançada, que, muito provavelmente, é a raça humana. Eles estão interessados em destruir o meio ambiente e extrair os recursos de Adelpha. Cutter terá que assumir novamente o papel de Ulukai e libertar esse mundo dos males de sua própria cultura. Qualquer semelhança com Avatar é mera coincidência, até porque Outcast precede o filme de James Cameron em vários anos.

Eu não poderia estar mais satisfeito com o anúncio. Bem, talvez o modelo do protagonista poderia ser um pouco melhor, mas Slade Cutter nunca foi bem representado mesmo. Em contrapartida, cada cena do trailer de jogabilidade revela um lugar que eu gostaria de explorar, uma cidade em que eu gostaria de caminhar, uma sociedade que eu gostaria de proteger.

A jornada não tem final. Ainda sequer parti e Adelpha me chama para voltar.

Ouvindo: The Kinks - Plastic Man

Nenhum comentário:

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino

Chernobylite