Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterCanal no YouTubeRSS

20 de maio de 2021

Jogando: Umurangi Generation

Umurangi Generation - Photo 96108375Cento e vinte nove fotos. Pelo menos foi isso o que foi salvo em uma pasta separada que o próprio jogo cria. Não poderia ser por menos. Umurangi Generation é um jogo visual, uma narrativa que se cria com imagens e não se conta, uma jornada psicodélica por um futuro distópico que mistura elementos da cultura cyberpunk com o mais puro horror existencial. Explicar Umurangi Generation com palavras é a sina de quem ousa analísá-lo, como descrever uma música, pintar um orgasmo ou esculpir o vazio inexorável.

Ganhei o jogo de presente do camarada Caco, um aventureiro de experiências diferenciadas, um connoisseur de horizontes sombrios, depois de demonstrar interesse em sua análise. É um convite para ser uma testemunha silenciosa do fim do mundo. O rugido da guerra está por toda parte mas a última geração do planeta está disposta a ir embora com festa e estilo, dançando ao ar livre e relaxando com pinguins.

Cabem ao jogador duas tarefas hercúleas: documentar em fotos o cotidiano no limiar do abismo e reunir os fragmentos de informações espalhados pelo jogo para tentar montar um painel mental do que suas pupilas contemplam.

Strike a Pose!

Umurangi Generation - Photo 67500823

Durante a faculdade de Jornalismo adquiri um gosto pela fotografia, a ponto de comprar uma câmera profissional. É importante destacar que esse gosto não se refletiu necessariamente em talento e minhas notas sempre foram medianas. Entretanto, o prazer de colocar uma interface entre minha visão e o mundo ao meu redor era por demais instigante. Através do olhar, reinterpretava e entendia o vasto mundo que me parecia tão inóspito em minha timidez.

O custo elevado da fotografia analógica, principalmente em preto e branco, sepultou esse prazer. Ainda assim, a percepção da função das imagens permaneceu. De certa forma, as paisagens eletrônicas se tornaram uma espécie de nova forma de exercer essa prática e o tema das fotografias virtuais se tornou querido por mim e presença constante no blog. Os anos de interesse continuaram não se revertendo em talento, mas estou tranquilo em relação a isso: você não precisa ser bom em um hobby para apreciá-lo.

Umurangi Generation está para a fotografia como Tony Hawk está para o skate: você não sairá um ás do mundo real após o jogo, mas terá uma compreensão melhor de como ele funciona. Além disso, suas mecânicas são bem parecidas. Em ambos os títulos, você recebe uma lista de missões para serem realizadas em um cenário aberto e precisa explorar cada detalhe para descobrir o ponto exato para completar a conquista, enquanto sutil e simultaneamente mergulha em uma cultura e em uma época.

Umurangi Generation - Photo 43611458Umurangi Generation - Photo 431077434

A imersão de Tony Hawk era a cena skatista dos anos 90, suas gírias, suas músicas, seu estilo de se vestir. Aqui, vivenciamos a última geração do planeta, nos anos 30, suas gírias, sua música, seu estilo de vestir, que misturam elementos dos vibrantes e coloridos anos 80 com uma forte pitada de atmosfera niilista. Trafegar pelas ruas, prédios e vielas de Umurangi Generation é como revisitar um clipe do Duran Duran renderizado em um PlayStation 1.

A decisão estética do jogo foge do realismo e não consigo imaginar se ele funcionaria rodando em Unreal 4 com efeitos de ray-tracing ou qualquer outro modernismo. Há algo de fortemente retrô nesse futuro, o ciclo infindável das tendências que se repetem, a mesma atitude que a juventude apresenta diante da tragédia ou da sociedade que não o compreende, independente da década. Em meio ao apocalipse, celebra-se a vontade de viver, como se não houvesse o amanhã, como se as consequências do hoje não importassem.

Umurangi Generation - Photo 6260998Umurangi Generation - Photo 45984647

Embarcamos então como um registrador que não participa. Somos o Vigia dessa realidade na beira do colapso.

Umurangi Generation é brilhante como declaração de amor a sua arte. Isso se percebe ao oferecer diferentes tipos de lentes para sua câmera e trazer outros recursos desbloqueáveis que modificam o retrato dessa realidade, como filtros e parâmetros configuráveis. Outro grande acerto é o breve tutorial que ensina o básico do básico da fotografia. O jogo também se destaca por trazer algoritmos capazes de analisar as fotos que você tira e classificá-las de acordo com parâmetros pré-estabelecidos. Entretanto, o grande trunfo mesmo é a liberdade que o jogo oferece. Não se trata de tirar a fotografia perfeita, mas de buscar sua expressão, de buscar a liberdade de escolha, sem julgamentos, sem preocupação com pontos.

Ainda assim, completar os objetivos pode ser trabalhoso e há um marcador de tempo que adiciona uma certa pressão ao jogo. Equilibrar a proposta com a necessidade de se "gamificar" o processo pode ter sido o único erro que Umurangi Generation comete.

Relatos do Fim do Mundo

Umurangi Generation - Photo 6362311

Sem diálogos de qualquer tipo ou explicações, essa realidade se configura como um enigma para o jogador, uma camada extra de jogabilidade que precisa ser descortinada. Ou não. Apenas saia por aí e tire suas fotos, sinta o mundo, não tente compreendê-lo.

Esse sentimento de descolamento da realidade, de não entender o zeitgeist, parece ser compartilhado pelos habitantes dessa era. Sem diálogos, é realmente impossível afirmar certezas. O fato é que o mundo de Umurangi Generation está sofrendo uma invasão inexplicada e, provavelmente, inexplicável.

Forças hostis e inumanas estão vencendo batalhas sucessivas contra nossa espécie e as Nações Unidas impõem um regime de controle draconiano para murar e proteger os sobreviventes. Na medida em que o jogo progride, você vai assistindo ao fracasso desses esforços, se juntando aos refugiados de uma guerra da qual só vemos fragmentos.

Na metáfora, Umurangi Generation dialoga com tantas situações reais dos dias de hoje. Guerras que só são compreendidas pelas altas esferas impactam o cidadão comum, que se vê refém do horror e direciona sua amargura contra as forças militares.

Umurangi Generation - Photo 57412980Umurangi Generation - Photo 62516114

Curiosamente, os objetivos do jogo não tem qualquer relação com o conflito, que funciona apenas como um trágico e preocupante pano de fundo. O jogador precisa escavar as pistas, ficar atento a propagandas, manchetes de jornais e até mesmo pôsteres de filmes desse futuro onírico.

Afinal, quem é o contratante? Quem é a pessoa que exige que tiremos fotos de fatos cotidianos ou objetos sem significado, quando a História está acontecendo ao nosso redor? Para quem ficarão esses registros? Não importa, porque nada importa.

A desobediência civil é uma das tônicas. Incapazes de reagir contra a ameaça externa, a frustração transborda para as tropas de ocupação e suas muralhas inúteis. Esse mundo quer dançar e relaxar até o último segundo e essa vontade indomável não condiz com a tentativa de regulação imposta.

Umurangi Generation - Photo 30274921Umurangi Generation - Photo 84620098

Ao final de tudo, a profecia se cumpre. De fato, nada importava. Nem guerra. Nem dança. Nem alegria, cores ou picardias. O epílogo de Umurangi Generation é perturbador e escancara aquilo que não queríamos ver anteriormente.

Retina Desgastada

Umurangi Generation - Photo 85309467

As duas camadas de Umurangi Generation se chocam ao final de tudo e se diluem. Esse mundo se esvai. Ficam cento e vinte nove fotos em uma pasta, um amontoado de palavras que apenas arranha sua superfície, oito registros em vídeo e uma retina mais desgastada do que quando começou.

O álbum de viagem está vindo e talvez ele cumpra melhor sua função.

Ouvindo: Millencolin - Mr. Clean

Nenhum comentário:

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino

Cyanide & Happiness - Freakapocalypse