Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterCanal no YouTubeRSS

7 de janeiro de 2021

Plants vs Zombies vs Bugs: A Batalha por Reembolso

plants-vs-zombies-battle-for-neighborville-02

No Natal, comprei Plants vs. Zombies: Battle for Neighborville para meu filho de presente, atendendo a pedidos insistentes. O presente pressupunha que eu deveria jogar com ele, já que o título é multiplayer por equipes. Desde nossa breve, estressante, mas divertida, passagem por Plants vs Zombies: Garden Warfare 2, ele não tirava a franquia da cabeça, alimentado por uma dieta contínua de YouTubers. Então, comprei DUAS licenças do jogo mais recente da série, aproveitando o descontaço de 75% que o Steam deu na sua liquidação de fim de ano.

Com a visita do avô dele aqui em casa, adiamos o começo de nossa jogatina, até depois do Réveillon. Como eu não tinha tempo hábil para conhecer a campanha solo, instalei nas duas máquinas, mas eu mesmo sequer abri, até o dia em que fosse possível jogarmos juntos. E aí começaram os problemas.

pvz-embed-imageNo PC do garoto, Plants vs. Zombies: Battle for Neighborville abria para uma tela preta e não saía dessa etapa. Ele tentou em dias diferentes sem sucesso. Por falta de tempo, só consegui mexer no problema ontem. Aparentemente, há muitas pessoas na internet passando pelo mesmo bug, que teria sido fruto de uma atualização recente do jogo. Até mesmo seu YouTuber favorito tinha deixado o jogo de lado por causa disso (uma informação que ele poderia ter me passado antes de eu ter investido em DUAS licenças do jogo, mas enfim...).

Pesquisando, tentei todas as alternativas sugeridas, por mais bizarras que fossem (desde executar o jogo como administrador até apagar por completo a pasta do Origin e deixar que ela se recriasse sozinha). Alguma coisa funcionou, porque conseguimos sair da tela preta e fomos para outras telas de carregamento. A cada nova tela de carregamento, uma demora inacreditável, sem nada do jogo abrir. Sugeri ao garoto que eu solicitasse o reembolso do Steam e ele sugeriu que usássemos o dinheiro para comprar Plants vs Zombies: Garden Warfare 2, a despeito do que passamos com ele anos atrás.

Diante de uma tela de carregamento que parecia não ter fim, deixei o garoto com a decisão: se quiser esperar, é por sua conta,  senão só dê um Alt+F4 e vamos esquecer isso. Se o jogo estava tendo problemas para se conectar com seus servidores, isso era inadmissível. Se o jogo estava tendo problemas para carregar seu mundo na memória, isso também era inadmissível em uma máquina que carrega a Ilha de Siptah de Conan sem dificuldades (e está bem acima das configurações exigidas pelo jogo). Na minha frente, ele matou o jogo e foi cuidar da vida dele.

crazy-daveNa minha conta Steam, solicitei o reembolso e tudo transcorreu perfeitamente. O Steam chegou a perguntar se eu queria o dinheiro de volta da minha licença em forma de créditos na Carteira Steam ou como estorno no PayPal. Sabendo que teria que comprar o outro jogo no Origin, optei pelo estorno. Em menos de uma hora, chegou o email confirmando a operação.

Em um dia louco como esse 6 de janeiro de 2021, dividi minha atenção entre meus trabalhos e a TV ligada. Ao final do dia, comprei minha cópia de Garden Warfare 2 com o dinheiro do reembolso. Por sorte(?), o jogo está em promoção na loja da EA. Coloquei para fazer download no Origin. Foi nesse momento que me dei conta que meu filho estava marcado como online na plataforma e o serviço indicava que ele estava jogando Battle for Neighborville. Ri do bug. Meu filho estava jogando Watch Dogs, tinha certeza disso.

No final da noite, resolvi entrar na máquina dele e agitar esse processo de reembolso. A regra é clara: se a pessoa que recebeu um presente pede reembolso, o dinheiro retorna para o comprador. Porém, uma surpresa me aguardava.

O Steam marcava 10 horas "jogadas" de Plants vs. Zombies: Battle for Neighborville.

Como assim? Abrindo o Gerenciador de Tarefas, lá estava o executável rodando, consumindo processos, sem dar nenhum outro sinal de que estivesse vivo, sem emitir som, sem sequer aparecer na barra de tarefas. O jogo permaneceu "aberto" o dia inteiro e invalidou qualquer possibilidade de ser reembolsado. Nesse período, o garoto jogou outros títulos, vimos vídeos no YouTube juntos e nenhum dos dois sequer desconfiou do que acontecia nas entranhas da máquina...

Matei o processo, desinstalei o jogo da máquina do garoto. Ele irá permanecer na conta para sempre, talvez para algum futuro em que rode. Furioso com a EA e com esse cadáver ambulante em que se tornou a Popcap, comprei Garden Warfare 2 para a conta do meu filho.

Que não haja novas surpresas.

Ouvindo: Grim Fandango - Dom Copal

Nenhum comentário:

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino

Cyanide & Happiness - Freakapocalypse