Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterCanal no YouTubeRSS

6 de novembro de 2020

Jogando: Zelter - Primeiras Impressões

(publicado originalmente no Gamerview)

Apocalipse zumbi? De novo isso? Se não há mais nada de criativo no horizonte para o subgênero, é inegável como a temática continua nos atraindo. Ser um dos últimos sobreviventes em um mundo devastado, saquear das ruínas da civilização, erguer uma fortificação, encarar hordas sem fim… muitos foram os jogos que exploraram essas ideias e Zelter está aqui em busca de seu próprio espaço.

O título da coreana G1 Playground emergiu do financiamento coletivo e é fácil perceber o que levou tanta gente a contribuir. Zelter mistura uma bela arte em pixel, com uma pegada mais fofa, sem abrir mão da sanguinolência ou da dificuldade. O resultado dessa mistura é um título que tem potencial para arrastar o jogador para seu pior pesadelo.

Pedra, Madeira e Metal

O mapa de Zelter não é gerado randomicamente, embora alguns recursos sejam, assim como o posicionamento de criaturas e eventuais aliados. O jogador começa próximo a uma casa de tamanho razoável que irá se tornar sua base e fortaleza ao longo do jogo. Muros altos que limitam o acesso dos zumbis e o isolamento natural da construção tornam esse o lugar perfeito para começar.

A partir daí, o título segue mesmo a fórmula dos jogos de sobrevivência: extraia recursos, construa bancadas, fabrique itens que serão úteis para suprir suas necessidades e melhorar a eficiência do fluxo de trabalho de algum jeito. É uma pena que o balanceamento não seja dos melhores por aqui e ainda haja uma quantidade muito restrita do que pode ser feito.

zelter-01zelter-06

Tome por exemplo o uso de pedras: você irá empregá-las nas suas primeiras ferramentas, para nunca mais precisar do recurso depois. Não é possível expandir sua casa ou mesmo erguer muros com pedras, então elas apenas ficam por ali no cenário.

Em contrapartida, há uma necessidade gritante de madeira em diversas fórmulas, nem que seja para gerar carvão para derreter ferro. Ao longo de minhas seis horas de jornadas, tinha excesso de ferro para derreter, mas faltava madeira para isso. Apesar da abundância inicial de árvores ao redor, cada uma delas gera no máximo três galhos, o que leva o jogador a devastar uma floresta para obter o que precisa. Ao contrário de outros títulos do gênero, em Zelter as árvores não crescem novamente e tampouco podem ser replantadas, o que te obriga a ir buscar madeira cada vez mais longe, de forma cada vez menos eficiente.

Eficiência é mesmo um problema e Zelter irá exigir paciência de quem deseja construir coisas. Tudo exige um tempo grande para fabricar, um período em que você não pode mover um músculo enquanto os segundos se passam. Um lote de madeira de bom tamanho pode levar um minuto inteiro de contemplação para ser transformado em pranchas. É possível comandar aliados para realizar essas tarefas, mas o processo não é simples e ainda está sujeito a bugs. Minha única companheira de abrigo conseguiu dar um sumiço em 14 galhos que eu pedi para ela converter em carvão; depois disso, nunca mais confiei nela para fabricar nada. Considerando que eu precisei derrubar cerca de sete árvores para obter aqueles galhos… foi um desastre ecológico.

Mas e os Zumbis?

A verdadeira aventura de Zelter está em explorar a cidade próxima em busca de recursos. A tensão se manifesta na imprevisibilidade das criaturas. De tempos em tempos, o jogo limpa a posição dos mortos-vivos, então, é preciso estar sempre atento e não há zona 100% segura.

zelter-03zelter-07

Felizmente, os monstros são mais lentos que o jogador, então é possível recuar e manter ataques à distância durante a fuga. O jogo também é bastante generoso com itens que podem curar, desde certas comidas até a fabricação fácil de bandagens. O maior risco mesmo é acabar a munição, porque uma verdadeira horda pode surgir quando menos se espera.

Outra ameaça perturbadora está em ser cercado dentro de uma casa. Apesar dos gráficos muito bem detalhados dos ambientes, a visão isométrica pode atrapalhar entre distinguir o que é uma parede e o que não é, principalmente se a casa tiver dois andares. Além disso, a percepção dos zumbis é quase sobrenatural: uma criatura do outro lado da rua pode saber que você está no segundo andar de uma casa e te perseguir, atraindo outros zumbis no caminho. Não há qualquer opção de furtividade disponível, porém, usar uma arma de fogo é garantia de atrair ainda mais mortos-vivos para sua posição.

Nem na sua base existe tranquilidade. Zelter possui hordas errantes que irão em direção ao seu lar quando você menos espera. Embora seja assustador ser atacado por cinco, seis ou até dez zumbis de uma vez na sua fortaleza, é ainda pior quando você esbarra na horda longe de casa. Com o uso de armadilhas, é possível sobreviver facilmente, mas as armadilhas consomem uma quantidade extravagante de madeira.

zelter-12

Zelter não seria um jogo de zumbi se não houvesse criaturas especiais. Aqui, a G1 Playground não oferece muita criatividade, então temos o tradicional zumbi cuspidor de veneno, o zumbi que explode e o zumbi que alerta outros. Ainda assim, há uma grande surpresa para aqueles que ousarem explorar a cidade mais profundamente.

Aplica, Enxagua, Repete

Zelter tem diversos problemas: balanceamento e falta de variedade são apenas alguns. O sistema de aliados também não está funcionando 100%. Ele possui mensagens em coreano e é mais complexo do que deveria. Minha única aliada inicialmente não queria se juntar a mim e eu não sei o motivo. Depois de convencê-la, provavelmente pelo cansaço, ela se mostrou menos útil do que eu esperava e consumidora de recursos. Felizmente, era boa de mira com um revólver, o que me obrigava a manter uma produção contínua de balas. Vivia sonolenta, mas acabou morrendo de sede, apesar de múltiplos bebedouros espalhados por toda parte.

zelter-09

Entretanto, o grande problema de Zelter é mesmo não ter muito o que fazer por enquanto. O dia a dia é muito simples: acordar, explorar alguns metros da cidade, recuar porque a munição acabou ou a mochila lotou, fabricar mais munição, fabricar outros recursos, já é hora de dormir de novo, repete.

O título em Acesso Antecipado também oferece poucas tecnologias disponíveis (a Mesa de Eletrônica, por exemplo, não foi implementada e é inútil coletar cobre). A única plantação que dá para fazer é de batatas. Depois de algumas horas, simplesmente não havia mais nada de novo para encontrar, fabricar ou enfrentar, exceto, talvez, um novo aliado. Em um título com enredo, algumas horas é o suficiente, mas, para um jogo de sobrevivência, é muito pouco.

Com gráficos carismáticos e uma trilha bem adequada, Zelter está se sustentando na base de charme e promessas. O título tem bastante potencial e gostaria de voltar a esse mundo no futuro. Resta saber quanto tempo a G1 Playground vai demorar para entregar.

Ouvindo: Me First And The Gimme Gimmes - Coming To America
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

Nenhum comentário:

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

Warframe