Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterCanal no YouTubeRSS

8 de junho de 2018

Eu Vi: Defiance

Defiance - PosterDefiance é a primeira e, até o momento, única iniciativa multimídia que uniu um jogo eletrônico e uma série de TV simultaneamente, fruto de uma parceria entre a desenvolvedora Trion Worlds e o canal atualmente chamado de SyFy.

Cativado pelo jogo, era natural que eu fosse verificar como ficou a série de TV.

O impacto de ver os detalhes desse novo mundo na tela da TV, incluindo elementos da flora, vestuário, gírias, raças e até mesmo design de armas já valeu a viagem de assistir o episódio piloto da série. É nítida a colaboração entre as equipes das duas obras e palpável que ambas se situam no mesmo universo.

Ainda assim, são produtos tão distintos entre si e quem buscava uma integração forte entre as mídias, não foi desta vez. Embora ambos tenham estreado em Abril de 2013, com diferença de apenas alguns dias de vantagem para o jogo, as duas obras seguiram caminhos bem distintos.

Enquanto o MMORPG é focado na batalha intensa e coloca o jogador para atravessar uma ampla região na costa de San Francisco, enfrentando legiões de inimigos de facções bem diferentes entre si, a série busca uma narrativa mais intimista, com foco maior em construção de personagens, ambientado na pequena, mas nada pacata, cidade de Defiance, erguida sobre as ruínas de Saint Louis, no interior dos Estados Unidos. São características naturais de seus respectivos meios, embora eu acredite que a série poderia se beneficiar dos combates mais dinâmicos do jogo e o jogo, por sua vez, poderia trazer personagens mais ricos.

Afirmar que os dois se complementam é exagero do marketing e acho que tanto o jogador pode passar ao largo da série, como o telespectador pode passar ao largo do MMO. A série durou três temporadas e foi cancelada, mas Defiance, o jogo, continua ativo até hoje e está prestes a ganhar uma espécie de remake batizado de Defiance 2050.

Nesse universo, a Terra foi visitada em larga escala por um coletivo alienígena, os Votan, que posicionaram suas naves em órbita do planeta, à espera de uma permissão de migração. São refugiados de uma guerra cósmica, mas sua entrada foi barrada. Depois de anos de negociações infrutíferas, os Votan decidiram ocupar a Terra da forma que desse e um conflito eclodiu. Em meio a uma sangrenta luta que parecia destinada a arrasar todos os povos, um punhado de soldados terrestres e um punhado de soldados Votan resolveu abaixar as armas e salvar os civis. Eles foram conhecidos como os "poucos desafiantes" ("few defiants", no original). Seu exemplo comoveu os dois exércitos exaustos de tanta guerra e iniciou-se um período de trégua.

Defiance - Nolan

Entretanto, algo acabaria acontecendo com a armada Votan em órbita e a coletividade foi quase aniquilada por uma explosão catastrófica. Os Votan culparam algum general renegado humano e os humanos acusaram os Votan de realizarem testes com algum armamento de destruição em massa. Mas nenhum dos povos teve tempo de solucionar o mistério, porque os escombros da armada caíram no planeta e alteraram radicalmente a geografia, a fauna e a flora com tecnologia de terraformação que estava guardada e foi liberada nos destroços. Toda rede de satélites foi destruída, comunicação de longa distância se tornou impossível graças à radiação na atmosfera ou algo assim, assim como voos de aeronaves de alta altitude. O que sobrou das civilizações sobrevive agora em pequenos bolsões isolados, sem um governo central, sem muito contato com o exterior e cercado por terras desoladas e hostis.

É um faroeste, resumindo. Um faroeste onde de vez em quando cai um pedaço enorme de tecnologia alienígena do céu.

Defiance - Briga

Boa parte do que você leu aí em cima não é contado nem no jogo, nem no episódio piloto da TV, mas veio da Wikipédia. Felizmente, o filme nos poupa de diálogos expositivos demais e você é contemplado com uma sucessão de conceitos, povos, palavras e interações em velocidade vertiginosa. Mas rapidamente, o longa metragem também estabelece elementos bastante comuns em dramas para o espectador se sentir familiarizado: famílias em conflito, um amor proibido, discriminação racial, um bordel com uma cafetina de coração de ouro, um assassinato a ser investigado. Não há grandes surpresas no desenvolver da história, exceto pela cena final que, de fato, me pegou.

Quem brilha merecidamente são Grant Bowler como o veterano de guerra Joshua Nolan e sua parceira, a alienígena Irisa, interpretada por Stephanie Leonidas. Os dois não apenas são protagonista e sidekick, como também funcionam como o maior elo de ligação com o jogo. No MMORPG, você esbarra neles logo na abertura e seus destinos irão se cruzar diversas vezes em missões que aparentemente estão relacionadas aos episódios da série, embora se passem em regiões muito distantes. O carisma dos atores e a personalidade de seus personagens não passam para o jogo, lamentavelmente, mas, da próxima vez que Nolan tentar me passar a perna, eu terei um pouco mais de simpatia por ele.

Defiance - Brothel

O que vi em Defiance, tanto no jogo quanto no piloto, chamou minha atenção e seguirei essa jornada, acompanhando seu universo nas duas mídias daqui pra frente.

Ouvindo: Therapy - Polar Bear
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

Um comentário:

  1. Nessa linha, Quantum Break tem uma proposta interessante onde as cutscenes do jogo na verdade é uma série com atores. Embora eu não tenha achado o gameplay lá essas coisas, vale a pena uma conferida pela experiencia.

    ResponderExcluir

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

Conan Exiles