Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterCanal no YouTubeRSS

7 de julho de 2018

Há Algo de Podre no Reino de Tyria

Zhaitan

Os últimos dias foram estranhos para a ArenaNet, desenvolvedora responsável pelo excelente MMORPG Guild Wars 2. Embora seja o meu jogo favorito no gênero, a empresa tomou uma decisão controversa que lança uma sombra sinistra sobre uma indústria que ainda precisa amadurecer.

Como a maioria das polêmicas, ela começou de forma inesperada a partir de um momento trivial. A designer de narrativa Jessica Price, possivelmente responsável por muitas missões que me cativaram dentro do jogo, abriu uma discussão em sua conta pessoal no Twitter sobre os processos de criação de enredo para personagens jogadores em um MMO e a dificuldade encontrada pelos escritores em produzir para um personagem sem entrar em conflito com o que o jogador imagina dele. É uma lição breve mas instigante de uma veterana com dez anos de experiência sobre os bastidores de produção de um título desse gênero.

Entra em cena um YouTuber que atende pelo nome de Deroir, especializado em Guild Wars 2. Ele sugere, aparentemente sem quebrar os limites do respeito, uma solução para os dilemas de Price. Obviamente, como geralmente acontece nesses casos, é uma sugestão que já passou pela cabeça da profissional, possivelmente já foi testada e descartada. Mas, acredito eu, é uma sugestão oferecida com boas intenções.

Mas de boas intenções está pavimentado o caminho das tretas na internet e Price levou para o lado pessoal. Anos de assédio, discriminações, perseguições e outros conflitos por ser mulher em uma indústria comandada por homens e com jogadores tóxicos cobraram seu preço naquele momento e e ela explodiu. Por email, ela explicaria mais tarde sua reação ao Kotaku: "No momento em que o cara apareceu, eu estava tão cansada de ter pessoas aleatórias explicando o meu trabalho para mim nos espaços da empresa, onde eu tive que apenas sorrir e acenar que era como, 'Não. Aqui não. Não no meu espaço'".

Um colega de trabalho, o também escritor Peter Fries, veio em sua defesa, em um par de mensagens que já foram apagadas.

Como era esperado, a reação da designer repercutiu muito mal nos porões do Reddit e forcados e tochas foram levantados pedindo pela cabeça da profissional.

Contrariando todo o bom senso e mandando uma mensagem muito errada para a indústria, a ArenaNet atendeu. Jessica Price foi demitida por se comunicar mal em seu perfil pessoal. Peter Fries foi demitido por se colocar ao lado de um membro do seu time.

De todas as formas que a situação poderia ser controlada e corrigida, fosse com uma reprimenda, fosse com um pedido de desculpas, fosse com uma rodada de cerveja para todos, a ArenaNet escolheu o mais drástico.

As hordas comemoraram (postagem já apagada do Reddit, negrito por minha conta):

MouthProvavelmente, podemos demitir qualquer um da equipe de desenvolvimento do GW2, desde que causemos o suficiente. Ninguém na Arenanet está a salvo das mãos do reddit.

Nós estamos literalmente dirigindo a empresa agora, eles estão com medo dos próprios usuários com os quais eles querem se relacionar. E se os devs pararem de se comunicar, vamos falar com a pessoa de relações públicas deles e cortá-los. Nós na verdade jogamos mais do que eles jamais serão capazes, então, como uma comunidade, provavelmente sabemos melhor como fazer o seu trabalho, nós apenas não temos a habilidade mecânica que eles possuem.

No momento em que um desenvolvedor sair da linha ou tentar conversar com um jogador, adivinhe, eles saberão que estamos com as mãos em sua garganta e podemos apertar a qualquer momento que quisermos.

Fale merda, pare de sorrir ou faça um trabalho ruim? Perca seu emprego. É assim que funciona no restaurante do meu pai.

Price não se arrepende de sua reação intempestiva, mas tampouco culpa a comunidade de jogadores. "Eu quero começar dizendo que 9 entre 10 fãs são legais e que eu tive muitas interações genuinamente bonitas com fãs individuais, nos quais o carinho que eu expressei é genuíno. Mas 10% do seu fandom sendo tóxico ainda é uma porcentagem muito alta".

Mesmo após o sangue derramado, Price e Fries seguem recebendo ameaças e ofensas em sus redes sociais. Anos depois, o cadáver do Gamergate reabre seu olho e se ergue.

Ouvindo: Megadeth - Die Dead Enough
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

2 comentários:

disse...

Normalmente quem diz "eu sei fazer seu trabalho melhor que você porque já assisti/li/joguei/ouvi muito do produto finallizado" dificilmente já teve qualquer emprego na vida.

Marcos A.S. Almeida disse...

Essa relação entre produtores de conteúdo e público de internet que habita as redes é algo ainda mal resolvido.Eu não sei se é o público que é superestimado ou mal entendido.Ou talvez os dois.Esse caso lembra o do William Waack,mas eu sempre me pergunto se a ruptura aconteceu porque a corda já estava bem distendida.De qualquer forma não é legal ver pessoas demitidas depois da turba produzir alaridos danosos.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

Deathspank