Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

10 de agosto de 2017

Guerra dos Sexos

Parece inacreditável que em pleno 2017 alguém possa dizer que a biologia determina que determinado segmento da população está apto ou não para exercer determinada função, principalmente uma função que exige basicamente o uso do cérebro e não da massa muscular, principalmente uma função que historicamente foi iniciada pelo mesmo segmento que agora se busca alijar do processo.

Caso você viva longe dos meandros da indústria de tecnologia, estou falando do infame Google Manifesto, brilhantemente explicado (e repudiado) por Rodrigo Ghedin na Gazeta do Povo.

É de uma estupidez atroz, é ignorar mais de um século de contribuição e tentar empurrar o público feminino de volta "para seu lugar", como costumavam dizer nossos avós. É ignorar Brenda Romero, Amy Hennig, Roberta Williams, Lucy Bradshaw e tantas outras que ajudaram a fundar a indústria de jogos. É ignorar uma legião delas que estão agora nessa mesma indústria ou tentando uma vaga ao Sol. É ignorar Thais Weller no Brasil, entre tantas outras, que não apenas contribui para alavancar os jogos nesse país ombro a ombro com desenvolvedores de todas as regiões, como também publicou nessa mesma semana um grande debate sobre jogos e Arte.

A resposta de Elizabeth Sampat, uma dentre várias que não se calaram, veio em forma de jogo. É uma resposta interativa, em texto apenas, um diálogo entre as ideias contidas no Google Manifesto e a própria vivência de Sampat, veterana na indústria. São oito histórias, oito fatos reais que ilustram seu ponto de vista.

Minha primeira ideia foi um ensaio não-interativo, mas embora eu escreva diversos ensaios, jogos são minha primeira e favorita mídia. Eu queria guiar o jogador através de minhas reações primais enquanto lia o manifesto, e demonstrar que eu não estava tão evolucionariamente preocupada em ser neurótica ou ter bebês para fazer um pouco de JavaScript foi um pequeno bônus.

image

Ouvindo: Concrete Blonde - Bloodletting (the Vampire Song)
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

10 comentários:

Shadow Geisel disse...

Aquino, pelo que eu soube a história não é tão preto-no-branco como os justiceiros sociais da internet pintaram não. Eu defendo o ponto de vista biológico de que existem diferenças morfológicas, hormonais e fisiológicas que tornam SIM homens e mulheres mais propensos a certos padrões de comportamento, e deixando bem claro que a conversa aqui passa longe de determinismo. Acho meio perigosa essa reação de repúdio automático a algo que muitas vezes nem se entende, como estão fazendo com este manifesto. Inclusive estão colocando muitas palavras na boca do autor do manifesto que ele nunca chegou a dizer. Te aconselho a pesquisar um pouco mais a fundo, caso tenha interesse. Nesse vídeo aqui do youtube o autor dá uma ideia geral da coisa: https://www.youtube.com/watch?v=6_fCXHhUBEk

Marcos A. S. Almeida disse...

Eu infelizmente não tenho como ler o manifesto do ex-funcionário do Google e já li a opinião de ambos os lados do debate.O fato é que hoje,em tempos de busca de uma justa igualdade de direitos, dizer simplesmente que homem e mulher são diferentes já suscita um debate inflamado na internet.Numa época em que as minorias estão felizmente tendo voz e sendo ouvidas,qualquer movimento contrário é sumariamente decretado como ofensivo.E dane-se o argumento embasado.Assuntos sérios não podem ser tratados dessa forma.Talvez essa patrulha ideológica seja algo mais velho que andar pra frente mas acho que está atingindo níveis irritantes.

C. Aquino disse...

Eu diria que aconteceu o que eu mais temia: depois de tanto tempo gritando "lobo", mesmo quando o perigo ou a ofensa não era tão grave assim, ou sequer existia, o discurso justo do oprimido acabou perdendo a força e a credibilidade e se tornou questionável, mesmo quando um "lobo" de verdade surge de repente.

Extremismos, de direita ou de esquerda, essa polarização brutal que se tornou a internet, esse preto-no-branco, só vão gerar um aumento da cisão e o triunfo estúpido e súbito de um dos lados.

Sim, há muita gente vociferando contra, há muita gente vociferando a favor, há gente inventando contra, há gente inventando a favor. Mas, até onde eu pude enxergar, esse é um lobo de verdade. Em nome dele, ou contra ele, haverá brigas. Só nos resta torcer para o bom-senso prevalecer. Mas acho difícil... :(

Éder R. M. disse...

Parabéns, Aquino, pelo seu post! Esse tal Damore é, sem sombra nenhuma de dúvida, um lobo em pele de cordeiro.

Eu acho impossível qualquer ser humano com o mínimo de bom senso concordar com o Damore. É só ler o post do Aquino e o link dele para a Gazeta do Povo. Está tudo bem didático. E sim, eu li o tal manifesto, mas, dentre as várias e várias coisas que eu discordo e poderia refutar, esse Damore cita "evidências" biológicas que são da chamada psicologia evolutiva, algo que, além de ser classificado por muitos como pseudociência, já foi usado até para tentar "racionalizar" o estupro. Outro argumento dele é que as supostas diferenças entre homens e mulheres são mesmo biológicas e não culturais pq são observadas em diversos países. Ocorre que, o que ele falha em se dar conta, é que, pra quem conhece um pouco de história mundial, na esmagadora maioria dos países as mulheres foram oprimidas por centenas (milhares?) de anos. E em alguns lugires ainda são. Além das próprias convenções sociais que se estabelecem ao longo do tempo. Quem até hoje não ouve a famosa frase sendo dita para as crianças "azul é cor de menino e rosa é cor de menina". Cores arbitrárias atribuídas a sexos diferentes simplesmente por que sim.

Outra coisa, ele mistura no meio do discurso política e cita a esquerda e a direita. E sugere que a "orientação política" do trabalhador do Google seja levada em conta no googlegeist (pesquisa do google sobre como o funcionário se sente)! Isso é ridículo! Mesmo que o trabalhador seja de partido contrário ao do empregador, o que ocorre é que ou ele se dedica para continuar no emprego ou acaba sendo demitido. Só falta o tal Damore querer saber a religião dos colegas para escrever outro "memo" cheio de informações contestadas.

Ele também condena a empatia (!) por nublar nosso julgamento, sendo que as pessoas devem se ater apenas aos fatos. Na minha opinião, a capacidade de ser empático é o que nos torna humanos, diferente dos chamdados animais irracionais que apenas seguem os instintos. E como não levar em conta a empatia ao lidar com outro ser humano? Isso desumaniza o outro e o transforma em apenas uma estatística.

Imaginem se em vez de falar sobre mulheres, ele falasse sobre diferenças raciais? Que o branco é superior ao negro? Seria um caos dos infernos na mídia. Ou então, imaginem se uma mulher escrevesse um memo como esse mas falando sobre como homens são "inferiores" às mulheres em trabalhos tipicamente tidos como femininos? "Feminazi", gritariam os críticos (e com razão, pois estaria disseminando discórdia da mesma maneira).

Mais o pior de tudo é que, em pleno terceiro milênio, ainda existam pessoas que propaguem discriminação. Que propaguem segregação e preconceito. Esse Damore é um misógino em potencial. Esse manifesto cheio de "boas intennções", está tentando matar o sonho das pessoas. Está dizendo "desculpe, mas você não pode seguir a profissão dos seus sonhos pq nasceu com o sexo errado". Mas, como sabemos, de "boas intenções" o inferno está cheio.

Shadow Geisel disse...

Eu ia comentar, mas li seu comentário e desisti, Marcos. Nada a acrescentar, você falou tudo. Níveis irritantes. O engraçado é que reconhecer que homens e mulheres possuem diferenças biológicas é algo inaceitável, mas demitir um funcionário que deu uma opinião embasada em fatos científicos é super legal e pra frentex, né?

Shadow Geisel disse...

"Eu acho impossível qualquer ser humano com o mínimo de bom senso concordar com o Damore."

Éder, o problema é complexo e não orbita em torno de simplesmente concordar ou discordar com autor do manifesto. A questão é que as pessoas querem negar a realidade e os fatores biológicos que influenciam no comportamento das pessoas. Seu estado de humor é um produto de hormônios, morfologia cerebral, e genes, que por sua vez são condicionados por fatores físico, químicos, ambientais e sociais pra se expressarem fenotipicamente. Quem "concorda" com o autor do manifesto não está dizendo que ele está certo em tudo, apenas que tais fatores não podem deixar de ser levados em conta. Por mais que pareça machista e irracional afirmar que mulheres são mais propensas a estresse, a realidade não muda só porque não gostamos dela. Essa é a qualidade maior do ser humano, a de ir contra seus genes e fatores determinantes biológicos e às vezes decidir pelo melhor, muito embora que ele contrarie seus próprios instintos. Se quiser saber mais sobre o assunto, eu recomendo a obra de Fritjof Capra. Abraço.

Luiz Antônio disse...

Sabe Shadow Geisel, quando vi em algumas redes sociais alguns representantes dessa turminha pra frentex, como vc disse.

Vi alguns desses vigilantes do "bem" batendo palminhas para a demissão desse funcionário que cometeu o absurdo de, vejam só, emitir a sua opinião(e eu nem vou entrar aqui no mérito dela ser certa ou errada, de concordar ou discordar dela)...

Lembrei de uma tirinha colocada nessa postagem http://blog.retinadesgastada.com.br/2017/01/jogando-batman-arkham-origins-primeiras.html aqui do blog sobre o Batman Arkham Origins e logo me veio a mente uma tosca adaptação que seria assim: 1) O bem combate o mal... 2) O bem consegue que o mal seja demitido simplesmente por emitir a sua opinião... 3) Ainda bem que estamos do lado do bem...

Enfim... Vivemos em uma época que emitir a sua opinião pode significar a perda do emprego e ainda ser carimbado como o vilão da história...

Lembra muito uma outra época em que, quem tinha a "desfaçatez" de questionar os "ensinamentos" de uma certa religião era taxado de possuído, satanista, etc... Era queimado em praça pública para uma plateia de pessoas do "bem" e para servir de exemplo para algum outro pretenso "revolucionário" enrustido.

A religião de hoje se chama politicamente correto e coitado daquele que ousar desafiá-la publicamente.

Tristes dias para os que estão do lado do "mal". Sorte dos que estão do lado do "bem"...

Tais disse...

"O engraçado é que reconhecer que homens e mulheres possuem diferenças biológicas é algo inaceitável, mas demitir um funcionário que deu uma opinião embasada em fatos científicos é super legal e pra frentex, né?"

Shadow, o ponto central que gerou a discussão não foi o cara simplesmente dizer "homem e mulher são diferentes em X e Y", e sim que mulheres são *inerentemente* incapazes de certas áreas, ao contrário dos homens (coisa que o próprio Aquino resumiu na primeira linha do post).

Also, há quem aponte que os "fatos científicos" usados pelo autor não são realmente tão embasados, vide este link que o Rodrigo linkou na newsletter dele: https://www.recode.net/2017/8/11/16127992/google-engineer-memo-research-science-women-biology-tech-james-damore (a explicação vem a partir do trecho "Much of the data that Damore provides in his memo is suspect, outdated or has other problems")

Anônimo disse...

O argumento do cara do google é do mais ou menos assim se ele fosse mulher afirmando algo :
"Todo homem é um potencial estuprador e espancador de mulheres, isso é biológico, o homem tem muito hormônio testosterona, esse hormônio que faz parte intrinsecamente de todos os processos biológicos e mentais dos homens esta evolutivamente ligado a agressividade, violência, e compulsão sexual, fazendo de todos homens potenciais estupradores."
Isso é tão idiota e burro como quase tudo que o manifesto google escreveu.

Anônimo disse...

Eu concordo com o Aquino de que o cara não apresentou embasamento algum nas afirmações deles. E como outra pessoa já falou nos comentários os "SJWs" adoram usar este tipo de argumento de que o homem é biologicamente agressivo e estuprador. Até diminui a vontade de concordar com esse pessoal quando você se lembra de que fazem a mesma coisa

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

High Hell