Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

26 de setembro de 2016

Skynet 1.0

Vivemos em uma era em que Inteligências Artificiais são capazes de editar trailers de terror, compor músicas, pintar quadros, dirigir caminhões e vencer pilotos de caças veteranos. Era mais ou menos fatídico que mais ou cedo ou mais tarde alguém iria programar uma dessas para matar.

Esse projeto de Exterminador do Futuro foi desenvolvido na universidade Carnegie Mellon e utiliza uma complexa rede neural para identificar alvos e atirar contra eles. Felizmente, ela realiza isso no ambiente perfeitamente seguro do Doom original. Confira seu nêmeses em ação:

Não há ninguém no controle do personagem que você em ação, executando jogadores em uma partida multijogador. É uma máquina no comando. Ela suplantou jogadores reais em todos os testes com uma performance... assustadoramente eficiente.

A Inteligência Artificial criada pelos pesquisadores Guillaume Lample e Devendra Singh Chaplot é completamente diferente de qualquer bot produzido anteriormente. Ela existe fora do jogo e não tem acesso a nenhuma variável do código-fonte. O Exterminador desenvolvido reage a Doom da mesma forma que nós: visualiza o cenário, identifica itens e inimigos, interpreta sons, navega pelo ambiente. E atira em tudo que se move. Os pesquisadores acreditam que podem criar uma base comum para todos os jogos e apenas acrescentar as características individuais de cada um, produzindo assim uma AI universal para títulos multiplayer.

Lample e Chaplot programaram os parâmetros que permitem à máquina saber que uma arma é uma arma, que um item de cura é um item de cura, onde ficam as paredes e saídas etc. Mas, fora isso, o algoritmo não tem acesso a nenhuma programação especial que lhe ofereça uma vantagem injusta. Ele apenas é muito bom no que faz.

Sem piedade.

Sem medo.

Sem remorso.

O mais aterrador? Para a máquina não há qualquer diferença entre o real e o virtual. Para a máquina, tudo é virtual.

terminator

Ouvindo: Jason Gervais - Theme of the Mansion
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

4 comentários:

Shadow Geisel disse...

à primeira vista, realmente parece surpreendente. Mas se você prestar atenção, verá que a IA só atira nos alvos quando eles estão alinhados com o eixo da sua arma, sem contar que ela demonstra não ter capacidade de improviso. O ser humano ainda vai continuar sendo a máquina de matar mais eficiente por essas bandas, seja em jogos ou na realidade.

Marcos disse...

robô enxadrista 2.0

Lucas disse...

Sem novidade, mas uma IA, me parece.

Pablo Henricky disse...

Realmente ela não improvisa, é só uma esponja de balas.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Tooth and Tail