Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

23 de julho de 2016

16 Jogos Gratuitos de PC que Você Deveria Conhecer

(publicado originalmente no Código Fonte - com comentários adicionais aqui em itálico)

Evolve se juntou à lista de jogos de PC nos quais você não precisa pagar nada para se divertir. Mas ele não está sozinho.

Na verdade, procurando bem, é possível ter uma excelente seleção de jogos para a plataforma onde o jogador só paga se quiser ou não paga nem um tostão, mesmo querendo! E não estamos falando "daqueles" títulos malandros que são "gratuitos" por fora, mas estão lotados de microtransações por dentro…

Conheça agora uma grande lista de 16 jogos gratuitos que você deveria conhecer:

1) Team Fortress 2

tf2-red

Possivelmente o título mais conhecido da lista, a grande aposta da Valve no mercado de free-to-play que prolongou sua vida útil ao sair de um modelo de pagamento para um sistema baseado inteiramente em microtransações cosméticas que não afetam a jogabilidade. A aposta deu certo, Team Fortress 2 continuou imensamente popular e lucrativo e inspirou uma geração de jogos similares, incluindo o sucesso do momento, Overwatch. Mas o original ainda está funcionando, ainda tem uma comunidade ativa de jogadores e continua divertido.

Por incrível que pareça, nunca joguei Team Fortress 2. O grupo do Retina Desgastada chegou a promover uma partida anos atrás, mas na hora combinada não pude participar, devido a outros compromissos... dizem que foi divertido.

Baixe agora!

2) Warframe

warframe-13 

Nem tudo dentro desse jogo é gratuito e algumas funcionalidades tentam o jogador a investir um pouco de dinheiro para avançar, mas Warframe conquistou uma legião de fãs mesmo assim por seu ritmo frenético e seu universo deslumbrante. Afinal, não são muitos jogos que colocam você como um ninja espacial entre uma batalha eterna de facções, com gráficos de ponta e muitas, muitas opções de evolução e customização.

Minha experiência com Warframe foi extremamente curta, com uma placa de vídeo inadequada e uma resposta do mouse pavorosa. O que foi uma pena, porque parecia ser um título bem divertido e complexo.  Aparentemente, é possível enterrar centenas de horas nele com facilidade, o que me deixa apreensivo em arriscar um retorno...

Baixe agora!

3) Spooky’s Jump Scare Mansion

spooky-houseEm uma primeira olhada é fácil descartar esse jogo por alguns elementos supostamente infantis e seus gráficos de dez anos atrás. Mas esse jogo independente criado por apenas dois sujeitos esconde uma experiência de horror única que irá atormentar o jogador por muito tempo e desafiá-lo a chegar até o final com os nervos intactos: 1000 salas randômicas em uma mansão assombrada, com pesadelos incompreensíveis e um senso de humor mórbido.

MEDO!

Baixe agora!

4) Tribes: Ascend

tribes-ascend

Um dos mais antigos jogos da lista, o FPS multiplayer foi um dos primeiros a trazer jetpacks e transformar as tradicionais batalhas horizontais em conflitos verticais de tirar o fôlego. Até Setembro do ano passado, Tribes: Ascend estava relativamente abandonado, depois de anos de atividade, mas a criadora Hi-Rez lançou uma atualização com novidades para as partidas e os jogadores voltaram. Vale a conferida para conhecer um título que também influenciou uma geração de desenvolvedores.

Nunca tive a oportunidade de jogá-lo, até por ser estritamente multiplayer competitivo, uma combinação de palavras proibida para mim até Overwatch quebrar o tabu em definitivo. Merece uma chance um dia. Se ainda tiver gente jogando até lá... De qualquer forma, a série tem um legado histórico de introduzir combates verticais na fórmula, que não pode ser ignorado.

Baixe agora!

5) Path of Exile

art-path-of-exile

Esse RPG de ação tem tudo que um Diablo tem e mais um pouco, menos uma coisa: o preço. Criado por fãs e para fãs, com qualidade de grande produção, Path of Exile turbina a velha fórmula: masmorras randomizadas, monstros grotescos, batalhas tensas e muito, muito loot para evoluir e customizar seu personagem. O destaque do jogo vai justamente para essa última parte, onde ele traz uma árvore de habilidades de uma complexidade poucas vezes vista no cenário, para que seu herói seja exatamente do jeito que você deseja que ele seja.

Minha experiência com Path of Exile não foi como eu esperava, mas, se você curte a mecânica infinita de Diablo, com a vantagem de não precisar pagar nada, não tem erro. E, visualmente falando, o jogo não deixa nada a desejar a seu rival mais famoso (e caro).

Baixe agora!

6) Dota 2

dota-2

Por ser um dos pilares da ascensão do e-sports e da fundação do gênero MOBA, é fácil esquecer que Dota 2 é gratuito. Outra grande aposta da Valve, que acabou se tornando de longe o jogo mais jogado de seu portfólio. Com uma vasta seleção de personagens para escolher, com diferentes táticas e interações com sua equipe, é um título difícil de dominar, mas extremamente viciante e que movimenta uma indústria que vale milhões de dólares.

Reza a lenda que eu acabei de inventar que toda vez que um novo jogador entra para Dota 2, Half-Life 3 atrasa mais um dia e Gabe Newell fica mais rico. Infelizmente, o jogo é também conhecido por uma comunidade extremamente tóxica e hostil com iniciantes, principalmente mulheres. A Valve vem tentado reverter essa má-fama, mas o progresso é lento. Entre por sua conta e risco.

Baixe agora!

7) League of Legends

league-of-legends-dominion-02

Não dá para falar de Dota 2 sem mencionar seu principal rival: League of Legends. Também gratuito, também popular e também complexo. Não cabe aqui dizer qual deles é o melhor: ambos disputam ferrenhamente a coroa do gênero, com pouca diferença nesse ou naquele aspecto. Na dúvida, experimente os dois, afinal, não terá custo algum no seu bolso. Ou escolha aquele que seus amigos estão jogando e mergulhe de cabeça.

A guerra entre os dois maiores MOBAs é histórica: ambos disputam o trono de popularidade e também o trono de hostilidade para iniciantes. Mais uma vez, entre por sua conta e risco.

Baixe agora!

8) Heroes of the Storm 

heroes-of-storm-09

Já que estamos falando de MOBAs, a gigante Blizzard não poderia ficar de fora da competição. A investida da desenvolvedora no gênero chama-se Heroes of the Storm e reúne os principais personagens de todas as suas franquias. O jogo tem a vantagem de oferecer uma curva de aprendizado mais suave e uma comunidade menos hostil com novatos, além da familiaridade com os ícones de outros títulos da empresa, mas vem sendo acusado de apresentar menos desafio, o que dificultaria sua aceitação no mercado de e-sports.

Muitas empresas tentaram capitalizar em cima da cornucópia financeira dos MOBAs e, durante um período, praticamente todas as empresas tinham um jogo do gênero tentando disputar um lugar ao Sol. A imensa maioria fracassou, mas a Blizzard conseguiu provar que décadas de experiência contam para alguma coisa e é a mais certa candidata à vaga de terceiro lugar no ranking do gênero.

Baixe agora!

9) Hearthstone

hearthstone-gnomes-vs-goblins

Uma vez que a Blizzard não coloca todos os ovos em uma só cesta, a empresa também apostou nesse jogo eletrônico de cartas colecionáveis gratuito, inspirado em Magic the Gathering, Pokémon e outros do mundo real e construído em cima da popularidade do universo de Warcraft. A popularidade do jogo e sua complexidade vem crescendo a cada nova expansão e desenvolvedora pode se gabar de ter alavancado um gênero que lutava para crescer.

Eu não pego um jogo de cartas desde o saudoso Magic the Gathering da Microprose. Desde então, muitos vieram disputar o mercado, inclusive novas encarnações do mesmo Magic the Gathering. Mas precisou aparecer a Blizzard para sacudir o cenário e mostrar que o gênero vai bem, obrigado.

Baixe agora!

10) StarCraft Arcade

starcraft-2-marine-03

A terceira aposta da Blizzard no mercado de jogos gratuitos pega carona na franquia StarCraft. Os jogos da série continuam pagos, mas a empresa lançou uma Starter Edition de StarCraft II que não apenas permite jogar alguns níveis do jogo como também é a base para o chamado StarCraft Arcade. Nessa modalidade, o jogador pode experimentar uma infinidade de mapas e outros modos de jogo criados pela comunidade de fãs ou pela própria desenvolvedora, garantindo diversão estratégica gratuita por um longo, longo tempo.

Outra confissão: nunca joguei StarCraft pra valer. Desisti no primeiro mapa do primeiro jogo e voltei para o meu Age of Empires. Nos anos 90, os RTS eram todos muito parecidos e minha paciência muito limitada. Agora a franquia é um colosso, mas eu descobri Warhammer 40K e continuo não simpatizando com StarCraft...

Baixe agora!

11) World of Warships

world-of-warships-tackling

Já fizemos uma análise completa deste simulador de batalhas navais e um resumo seria de que ele vale a pena. Com uma ampla seleção de embarcações que se adequam ao seu estilo de jogo e uma curva de aprendizado muito tranquila, é o tipo de jogo que você pode instalar e já sair em combate em alguns minutos, com espaço para se aperfeiçoar no futuro. Se navios de guerra não são a sua praia, a mesma desenvolvedora também tem World of Tanks e World of Warplanes, que seguem uma linha similar, com confrontos terrestres e aéreos.

Um título que eu comecei a jogar meio que por obrigação profissional, mas acabei curtindo. É diferente de praticamente quase tudo que eu já tenha jogado, com sua física é dinâmicas próprias, mas não deixa de ser instigante.

Baixe agora!

12) Marvel Heroes 2016 

marvel-heroes-2016-keyart

Trazendo o nome de David Brevik, o criador do Diablo original, liderando o projeto, esse MMO oficial do universo Marvel tem tudo o que um fã dos quadrinhos pode desejar. São dezenas de personagens que podem ser colecionados e jogados, em diversos cenários e aventuras, em batalhas titânicas contra inimigos clássicos. As atualizações constantes e novos heróis e vilões são adicionados para acompanhar o sucesso dos personagens nos cinemas e na televisão.

Minha experiência com esse MMO foi, no mínimo, desastrosa. Mas também aconteceu há mais de três anos atrás e parece que o jogo evoluiu muito desde então. Na falta de um novo Marvel Ultimate Alliance, é o que temos no mercado para jogar com um amplo espectro de personagens e é de graça, pelo menos.

Baixe agora!

13) Star Wars: The Old Republic

star-wars-the-old-republic-shadow-of-revan

Já os fãs de Star Wars não ficam na mão: o ambicioso MMO The Old Republic traz a assinatura de qualidade da desenvolvedora Bioware e revisita o universo da Velha República, milhares de anos antes da época dos filmes, em uma era onde Siths e Jedis disputavam a supremacia da Galáxia. Considerado um MMO com bastante ênfase na história, o jogo tem tudo para agradar os fãs da franquia espacial, explorando seus mitos e oferecendo diversos planetas e customizações para os jogadores.

Outro MMO, outra experiência frustrante. É o mais perto que jamais teremos de um terceiro Knights of the Old Republic e um genuíno esforço da Bioware de criar um MMO com um enredo minimamente interessante, infelizmente duas qualidades que ficaram marginalizadas pelo grinding, pelas mecânicas desgastantes do gênero e por bugs, muitos bugs. De positivo, o jogo continua sendo expandido e sua história agora é colossal, o que talvez justifique um futuro retorno meu.

Baixe agora!

14) Star Trek Online

star-trek-online-borg

Quem prefere Star Trek não está abandonado no cenário dos MMOs e está, na verdade, muito bem representado com esse jogo. O título está em constante atualização, mesmo anos depois do seu lançamento e recentemente ganhou uma nova expansão focada em viagens temporais e no visual da série clássica, para saudosista nenhum botar defeito. Além das missões oficiais, o jogo ainda conta com uma ferramenta para a própria comunidade criar suas histórias e aventuras e compartilhar entre si, mantendo acessa a chama e indo onde nenhum MMO jamais esteve.

Minha experiência com esse jogo nem rendeu uma postagem: pouco menos de duas horas que gastei mais olhando para planilhas e estatísticas do que efetivamente avançando algum enredo. O combate espacial é interessante, mas o corpo a corpo, nem tanto.

Baixe agora!

15) The Lord of the Rings Online

lord-of-the-rings-online

Para quem prefere o universo de fantasia criado por Tolkien, The Lord of the Rings Online é a opção. Lançado inicialmente como um jogo pago, ele ganhou uma nova vida ao se tornar gratuito para todos, embora haja algumas pequenas restrições e as expansões continuem pagas. Elogiado pelos fãs dos livros e da franquia cinematográfica, o jogo consegue capturar a magia original, com suas raças, seus lugares lendários e sua mitologia, aliando a tudo isso uma jogabilidade sólida.

Um MMO elogiado que não tive a chance de testar. Apesar de ter adorado a trilogia cinematográfica (e os livros), a indústria dos jogos ainda está me devendo uma experiência à altura. Não que eu tenha procurado com fervor... apenas um RTS insosso passou pelas minhas mãos.

Baixe agora!

16) Guild Wars 2

guild-wars-2-heroes

Um dos raros MMOs que não cobravam mensalidade, apenas o preço do jogo, Guild Wars 2 tornou-se completamente gratuito no ano passado, depois de vender 5 milhões de unidades. A expansão Heart of Thorns ainda é paga, mas o jogo base apresenta um vasto mapa com um mundo único, de raças exóticas, intrigas, horrores extra-dimensionais e muita, muita coisa para ser feita sem que o jogador precise colocar a mão na carteira.

O que mais eu posso dizer além de que Guild Wars 2 foi um dos melhores MMORPGs que já experimentei? Meu conhecimento no gênero não é muito amplo, mas não há nada no mercado sequer parecido com o produto da Arenanet: um título que beneficia tanto o jogador casual quanto o mais hardcore, que agrada quem busca uma boa história ou quem só deseja se perder por aí, com gráficos impressionantes, um mundo único que não é uma cópia de Tolkien e uma trilha sonora soberba. Indispensável, mesmo para quem nunca jogou um MMO antes.

Baixe agora!

Ouvindo: Wumpscut - Loyal To My Hate (Yendri Remix)
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

2 comentários:

Tais disse...

Assim, não sei se mudaram muita coisa no LOTRO desde então porque eu jogava essa desgraça a rodo até 2012, mas o jogo ficava quase impossível de prosseguir depois de alcançar mais ou menos o lvl 20 se você não pagasse pra ter acesso a quests do seu nível. lembro que só pegava coisa tão pesada pra fazer que nem com um grupo com lvl mais alto que eu dava pra passar direito... mas era legalzinho enquanto esse teto não aparecesse. bem, talvez eu nem seja um bom parâmetro pra isso porque ele foi literalmente o segundo MMORPG que joguei na vida (o primeiro foi fiesta online, uheuheuehuehe ai).

Shadow Geisel disse...

Eu não sabia que o Hearthstone era gratuito. Vou experimentar. Adoro card games.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Tooth and Tail