Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

11 de maio de 2016

Jogando: Overwatch (Beta Aberto)

Overwatch 08

Overwatch foi a coisa mais divertida que eu já joguei em muito tempo. Simples assim.

A afirmação se torna mais dramática quando se pensa em retrospecto que estamos falando aqui de um sujeito com um triste histórico em jogos multiplayer, principalmente competitivos. Ainda assim, Overwatch me fisgou de uma forma que não julgava ser possível dentro do gênero.

Bastião

Em uma das últimas partidas disputadas, com a carga inimiga a meros dez metros de seu objetivo, ouvi o chamado de 60 segundos. Com a derrota a uma distância minúscula, aqueles seriam os 60 segundos mais sangrentos de uma batalha que, repentinamente, se tornou revestida de uma importância até então não computada.

Nos últimos minutos, havia sido massacrado, perdendo objetivo após objetivo, sendo atingido por todos os lados por oponentes que pareciam sombras ou ninjas ou aranhas assassinas. O número de vezes que havia caído superava e muito o número de abates realizados.

Mas eram 60 segundos. Eram 10 metros.

Overwatch 03

Finquei minha configuração de combate no caminho da carga. E despejei o Inferno em cima do time adversário, enquanto meus colegas de equipe, pessoas que nunca vi, que não conheço e com quem provavelmente nunca jogarei novamente, se imbuíam de suas últimas reservas de heróismo e transformavam aquele trecho final em uma guerra compactada. Fechamos a esquina e quem se aproximasse era recebido com Morte.

60 segundos viraram 30, viraram 10, viraram 5. E a carga não passou. Arrancamos a vitória de um time que até aquele momento havia sido claramente superior.

Naqueles 60 segundos, não morri. E conheci a glória.

"Pede pra nerfar, noob!"

Mas Overwatch não é apenas um jogo de proporções épicas. Na verdade, ele sequer se reveste deste atributo. Há um lore, há personagens icônicos, mas tudo isso é esquecido na hora que o tiroteio começa e o tempo passa e você emenda uma partida na outra simplesmente porque não consegue parar de jogar. Overwatch não se pretende épico, se pretende divertido e isso ele consegue.

Overwatch 04

Em outra partida, jogando com meu filho, que gosta de participar, dar opinião e apertar os botões de pulo e ativação de poderes, fomos protagonistas de outro momento singular. Comandando o personagem que é um ninja cibernético, descobrimos a maravilha do pulo duplo e a possibilidade atingir o telhado e alturas antes impossíveis. Dane-se se com o garoto ao meu lado era impossível acertar alguma coisa porque ele pulava incessantemente, atrapalhando minha mira. Por que, de fato, saltar com o herói é quase outro jogo dentro de Overwatch.

Em um destes saltos, passamos por cima de um telhado e saltamos de uma altura absurda. Eu já me imaginava caindo no meio dos meus inimigos, causando uma impressão assustadora (já que acertar alguém de fato seria improvável). E, para meu total espanto, ainda no céu, sem mesmo ter começado a descer, um tiro de sniper impossivelmente preciso acertou nosso personagem.

Despencamos e começamos a rir. Um adversário tinha nos abatido e a câmera mostrou a eficiência mortífera desse jogador desconhecido e eu não podia deixar de apreciar seu talento. Ele me acertou no meio de um salto, do maior salto que já tinha feito no jogo. E eu estava aplaudindo esse desgraçado porque isso também era divertido.

Overwatch 05

Seja na excelente dublagem, seja no dinamismo das partidas, seja na interação espontânea dos heróis e vilões entre si ou nas frases que certamente irão se tornar memes, Overwatch transpira molecagem, uma grande farra virtual, um pique-bandeira colossal com superpoderes.

Blizzard e Eu

Sempre admirei o trabalho da Blizzard de longe. Desde Diablo, o primeiro, um jogo da empresa não me prende em suas garras, mas reconhecia o talento e a dedicação colocados em cada StarCraft, Warcraft, Diablo lançados. Apenas não eram títulos que me apeteciam.

Da mesma forma, mantive distância de jogos como Team Fortress 2, ciente de que minha inabilidade poderia acabar estragando a diversão (minha e dos outros). Curiosamente, a mesma insegurança não me afeta no cooperativo de um Killing Floor ou Killing Floor 2...

Overwatch 06

Movido pelo hype (e por ser gratuito durante alguns dias), experimentei Overwatch sem pretensões. Ver o jogo rodando liso em meu PC, sem que eu precisasse mexer em nada nas configurações e ouvir o excelente trabalho de localização da Blizzard me animou de imediato. Mas foi a primeira partida como Bastion que me fez acreditar que a desenvolvedora finalmente tinha feito um jogo para mim.

Não apenas para mim, mas certamente para diversos tipos de jogador. É possível que cada estilo de jogar esteja coberto pela miríade de personagens disponíveis. Para mim, que não tenho muita agilidade para esquivar ou para mirar com precisão, a possibilidade de jogar com um herói que literalmente é uma torre fixa que despeja balas para todos os lados é me sentir incluído naquela festa da qual antes eu apenas olhava da janela.

Obrigado, Blizzard. Assim que for possível, eu retorno. Para segurar aquela esquina, para dar aquele pulo, para morrer com estilo, para matar com vontade, para rir e aparecer na Jogada da Partida, para resmungar e começar outra rodada.

Overwatch 09

Ouvindo: Megaherz - Ja Genau
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

5 comentários:

Shadow Geisel disse...

Algumas coisas no Overwatch não me agradaram. Eu testei a beta no PS4(a Blizzard liberou geral nos últimos momentos) e não me senti tão empolgado. Os tiros e golpes não têm muito impacto, e as habilidades não me agradaram também (só gostei da garotinha de gelo mesmo). Acho que isso se agrava pelo fato de eu não gostar do gênero de arena multiplayer, mas não tem como negar que os personagens são bastante variados, cobrindo um bom leque de estilos de jogo (eu gosto de jogar como suporte/atrapalhante, e não como o Rambo que acerta samurais em pleno voo). O trabalho da Blizzard está de parabéns mesmo. A localização do game ficou incrível, e isso já dá pra ver pela dublagem. Um prato cheio pra quem gosta, mas não é o tipo de jogo que consegue capturar meu rico dinheirinho.

Tais disse...

Só vim pra dizer uma coisa: TRAIDOR!!

C. Aquino disse...

o.O
http://i.imgur.com/pjpnu8Z.gif

Marcos disse...

to na pilha pra esse jogo, mas o preço absurdo pra um FPS multiplayer acaba com o tesão

Takeshi disse...

O jogo parece tão bacana quanto Team Fortress 2, mas esse vai ser difícil de largar, principalmente porque eu gosto e sou pobre pra comprar jogos lol

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Paladins