Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

22 de novembro de 2015

Presas Expostas - Parte II

Werewolf

A atribulada relação entre a editora de RPGs White Wolf e o mundo dos jogos eletrônicos não é feita só de Vampiros (e Caçadores) e jogos lançados.

Nunca joguei ou mesmo abri um livro de Lobisomem - O Apocalipse e meu conhecimento desta parte do famigerado Mundo das Trevas é forjado a partir de artigos, ilustrações e narrações. Mesmo entre meus amigos que jogavam White Wolf, a raça dos Garou era apenas um (grande) perigo a ser evitado em campanhas de vampiros. Renegados nos cinemas a serem bestas incontroláveis em filmes de qualidade duvidosa e raramente compreendidos, o destino destes seres sobrenaturais em jogos eletrônicos tampouco é dos melhores.

Por duas vezes, a indústria dos jogos e os nobres Garous quase se encontraram. Por duas vezes, os projetos fracassaram, inclusive arrastando para a Umbra todos os pobres desenvolvedores que ousaram quebrar o estigma.

Lobo da Capcom

O primeiro jogo inspirado no universo místico da White Wolf deveria ter sido um jogo de Lobisomem.

Em 1995, a Capcom licenciou a marca para produzir um RPG de aventura chamado apenas de Werewolf: The Apocalypse. O título deveria seguir os passos do bem-sucedido Shadowrun para Super Nintendo, mas seria lançado para o primeiro PlayStation e o Sega Saturn.

Werewolf

O jogo também seria o primeiro de uma suposta parceria duradoura entre a desenvolvedora japonesa e a editora de RPGs. As duas já haviam colaborado anteriormente em um RPG de mesa chamado Street Fighter: The Storytelling Game, que misturava o universo de lutadores da primeira com as regras de jogo da segunda, com resultados, no mínimo, inusitados.

Desenvolvido pela finada Capcom Digital Studios, o jogo, porém, nunca viu a luz do dia e foi cancelado sem que nenhum esclarecimento tenha sido dado. Atualmente, é possível encontrar um ROM inacabado nos porões da Internet e que roda em emuladores do Saturn.

Lobo Irreal

O primeiro jogo inspirado no universo místico da White Wolf deveria ter sido mesmo um jogo de Lobisomem.

No mesmo ano em que Vampire: The Masquerade - Redemption chegava às prateleiras, a produtora ASC Games fechava as portas, depois de quase uma década de sucesso nas plataformas da Nintendo e da Sega. O motivo? Werewolf: The Apocalypse - The Heart of Gaia.

Werewolf - Heart of GaiaO jogo de adventure estava em desenvolvimento pela DreamForge Entertainment e usava a primeira Unreal engine para contar a saga de Ryan, um Garou perdido que sofre sua primeira transformação na adolescência, sem saber que existem outros como ele ou mesmo toda uma comunidade e uma guerra nos bastidores. Em sua jornada de auto-conhecimento, o protagonista esbarra em inimigos clássicos da série, como os Dançarinos da Espiral Negra e a Pentex, enquanto descobre que está predestinado a ser um salvador do mundo sobrenatural.

A Dreamforge havia sido fundada em 1993 e deixou sua marca nos anos 90 com títulos como Anvil of Dawn, Menzoberranzan e Sanitarium. Após longos atrasos, o jogo dos lobisomens que deveria ter sido lançado em 1999 acabou se tornando  a derradeira produção da empresa. A ASC Games abriu falência em Janeiro e a Dreamforge buscou de todas as formas uma outra produtora para bancar o lançamento do título. Sem sucesso, não teve outra alternativa exceto também encerrar suas operações.

Dez anos depois do seu cancelamento, The Heart of Gaia ressuscitou graças aos esforços de um fã. Ele conseguiu acesso ao código-fonte original, ainda guardado por um dos desenvolvedores, recuperou todas as cutscenes já feitas para o jogo e estava determinado a refazer o conceito da melhor possível, nem que fosse para um mod de outro jogo.

O projeto sumiu nas brumas do tempo, como se nunca tivesse existido. A única prova de que esse fã era real foi um compilado de vídeos reunidos no YouTube e um texto conclamando a comunidade...

 

Até o momento, os Garou continuam sem um jogo para chamar de seu. Maldição? Azar? Ou os meandros inexplicáveis de algo ainda mais sinistro, chamado indústria dos jogos?

Ouvindo: VNV Nation - Genesis
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

Um comentário:

Gustavão disse...

Pra quem quiser ter uma ideia de como se relacionam os vampiros e os lobisomens, o Vampire - Bloodlines tem uma missão chamada "enemy of my enemy", em que aparece um lobisomem. Basicamente, nesse ponto do jogo você é o cruzamento do Rambo com o Mágico de Oz. Você tem todas as armas à sua disposição, enfrentou exércitos de vampiros, humanos, monstros e venceu sem nem desmanchar o penteado. Você é deus encarnado, o cara, o mestre absoluto da parada... E aí o lobisomem aparece... Depois de morrer, você busca no google e vê que até os antediluvianos consideram dar uma corridinha quando vêem um lobisomem...

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Tooth and Tail