Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

17 de agosto de 2015

DRM: Danificando Relações com o Mercado

Nos idos dos anos 00, antes das lojas digitais (leia-se "Steam") tomarem de assalto o comércio de jogos eletrônicos, os títulos eram vendidos em pequenos discos prateados que você inseria em um compartimento secreto no seu computador para fazer a instalação. Insano, não? Você precisava se deslocar fisicamente até uma loja, vasculhar uma prateleira ou falar com outro ser humano, encontrar o disco, pagar, voltar até em casa e aí sim começar o processo de instalação, que geralmente terminava com algum erro, porque estava faltando um patch ou algo assim.

Nesta estranha época, os tais discos prateados eram facilmente copiáveis. Você poderia copiar o conteúdo de um deles para um disco vazio que custava uma fração do preço do original e entregar a cópia para seu amigo (ou vender). Ou poderia fazer uma cópia de segurança para você usar e guardar o jogo original na sua caixinha na estante, porque ficava bem bonito mesmo.

Vendo que havia um perigo potencial aí, as produtoras de jogos começaram a exigir que seus títulos rodassem com o disco original preso no computador para ter certeza de que você pagou mesmo por ele.

Mas como o computador poderia distinguir uma cópia fiel do disco original? Entraram em cena mecanismos de proteção chamados DRM, que significavam Digital Rights Management, ou Gerenciamento de Direitos Digital, um jargão técnico para dizer "não confiamos em ninguém".

Esses sistemas instalavam programas nos porões do seu computador que fiscalizariam se os discos inseridos eram autênticos ou falsos. Eles consumiam recursos do sistema operacional, eles se entrincheiravam de tal forma que era difícil removê-los, eles apresentavam falhas de segurança, eles eram intrusivos e... eles eram inúteis.

pirataria

A pirataria de jogos no PC não desceu um único degrau nessa época em que nomes como SafeDisc e Securom travavam uma batalha sem sentido contra as hostes de bucaneiros. Quem queria comprar seu produto na legalidade, tinha que sofrer nas mãos truculentas destes fiscais e aguentar imposições ridículas como limite máximo de instalação ou precisar ligar para o suporte para uma reativação porque precisou trocar o disco rígido, além de falsos positivos, incompatibilidade com outros programas e outros pesadelos. Quem queria piratear, pirateava.

O grande problema, dez anos depois, é que, tirando alguns casos, ninguém removeu oficialmente o SafeDisc ou o Securom de jogos daquela época. A lista de títulos que instalam esses parasitas ainda é grande.

windows-10E hoje a Microsoft abriu o jogo e decidiu: o Windows 10 não oferece mais qualquer suporte a esses dois sistemas. Por questões de segurança do sistema, nem o SafeDisc, nem o Securom conseguirão ser instalados. E, sem eles, os jogos que precisam deles, não rodam. Se você tem uma coleção de jogos em CD-ROM desta época, você foi abandonado por todos: produtoras, desenvolvedoras, os criadores dos sistemas de DRM e agora pela desenvolvedora do seu sistema operacional.

Não muito tempo atrás, a própria Microsoft tinha seu sistema de DRM, disfarçado de benefícios digitais, e que atendia pelo nome de Games for Windows Live. Um sistema que também foi abandonado, com drásticas consequências.

As alternativas agora seriam: não migrar para o Windows 10, o que, a longo prazo é um tiro no pé; comprar tudo de novo em formato digital em lojas como o GOG ou o Steam, que, na maioria dos casos, substituíram o sistema de DRM original.

Ou, ironia das ironias, instalar um crack no seu sistema que anule a proteção do Securom e do SafeDisc. Como os piratas vem fazendo. Há anos.

DRM Monster

 

Ouvindo: Information Society - Ozar Midrashim 1.1
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

2 comentários:

Gledson A. disse...

Irônico mesmo... isso me lembrou de uma situação onde precisei de tua ajuda para cracker S.T.A.L.K.E.R. - Clear Sky porque a proteção dele simplesmente impedia o jogo de funcionar.

O que seria de nós sem os "maldosos" piratas, hein?

Lucs disse...

Além disso tudo:Também é chato perder aqueles códigos de ativação!

Felizmente temos representantes como o GOG que buscam uma mudança no cenário, só que decisões do passado ainda nos condenarão e os discos com essas proteções deixarão de ter suporte.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Regalia