Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

8 de novembro de 2014

Bode Expiatório

Começou como uma brincadeira. Virou o jogo que se tornou a maior fonte de renda de um estúdio e assegurou o seu futuro com tranquilidade. "Recuperamos o investimento em, tipo, dez minutos de venda".

Goat Simulator

Goat Simulator tomou o mundo de assalto com um palmo de língua para fora, olhar vazio e sede de destruição. Eu não posso passar o trailer do jogo para o meu filho sem que ele saia correndo pela casa de quatro e perguntando quando eu vou comprá-lo.

E a Coffee Stain Studios nem estava assim tão interessada em criar o jogo. Especializada em títulos do gênero tower defense, com dois Sanctum no currículo, na primeira vez em que algo relacionado a um bode apareceu em uma reunião, era apenas um cara da equipe com uma vaga ideia de jogo e muita paixão por bodes. Na segunda reunião, Goat Simulator seria um título no estilo de QWOP (ou Incredipede), onde cada botão controlaria uma parte do animal e seria aquele pesadelo para fazer com que o pobre caprino executasse a mais simples das ações. Somente na terceira reunião do time, brotou o conceito de um bode fazendo coisas muito loucas, como quebrar o cenário e andar de skate.

Não há a figura do Diretor Criativo na desenvolvedora, então todas as ideias são debatidas, algumas vingam, outras morrem. Não havia inicialmente muita confiança em Goat Simulator e apenas parte da equipe ficou encarregada de trabalhar em cima do projeto, enquanto a maioria dos profissionais ficaria ocupado no "projeto sério", uma IP ainda em produção e não-divulgada.

Armin Ibrisagic era um dos integrantes deste "time do bode" e contou durante o último GDC Europa que não havia dinheiro para investir naquela brincadeira. A maioria dos elementos usado no jogo foi comprado de kits prontos, muitos em oferta. O protagonista, o bode maluco, estava com desconto de 75% e saiu por 20 dólares, o preço de uma mísera unidade do jogo no lançamento.

Goat Simulator 02

Tudo poderia ter ido parar na lixeira dos projetos abandonados, se Ibrisagic não tivesse postado o primeiro vídeo do jogo no YouTube. Era mais para compartilhar a piada com a Internet do que testar a audiência. Ele postou de noite. Acordou com 80 mil visualizações. Morando perto do escritório, caminhou 5 minutos até o trabalho. Mais 20 mil visualizações. Viralizou.

Ibrisagic contou que o Gamespot escreveu um artigo explicando por que a indústria precisava de jogos estúpidos e por que Goat Simulator tinha que acontecer. E-mails longos e furiosos chegavam na caixa da desenvolvedora exigindo, implorando, perguntando quando o jogo estaria pronto.

A brincadeira tinha ganhado uma proporção que ninguém na Coffee Stain Studios esperava. De repente, aquele "projeto" desenvolvido na marotagem tinha se tornado a bola da vez. Sem planejamento, sem cronogramas, sem organização. A empresa poderia ter enterrado alguns milhões em uma grande empreitada, procurado a ajuda financeira de uma produtora, mas entendeu o espírito do trailer e aquilo que os jogadores queriam: um jogo sem pretensões e anárquico, onde tudo seria improvisado e permitido.

Goat Simulator 03

Goat Simulator apareceu pela primeira vez em dois computadores na GDC San Francisco e formou filas imensas. "Duas pessoas vieram até nós e literalmente jogaram dinheiro na gente. Eles jogaram, tipo, 17 dólares. Foi a primeira grana que fizemos com Goat Simulator", revelou Ibrisagic. Na farra, o preço do bode já estava quase pago.

No dia do lançamento no Steam, havia gente que entrava na loja um minuto depois da meia-noite, não via o jogo vendendo e reclamava com a Coffee Stain Studios. Quando começaram as vendas, em apenas dez minutos os custos totais de produção já tinham sido pagos, de acordo com o desenvolvedor. Cinco meses depois, Goat Simulator já havia dado mais lucro que Sanctum e Sanctum 2 combinados.

A desenvolvedora retribuiu o sucesso surpresa com DLCs e atualizações gratuitas, mesmo sabendo que a venda de conteúdo adicional responde por metade do faturamento de seus tower defenses. O Patch 1.2 das aventuras do bode promete revolucionar a jogabilidade e acrescentar muito conteúdo novo sem custo algum para quem já possui o jogo ainda neste Novembro. Goat Simulator vendeu tanto que a empresa não precisa mais se preocupar por enquanto com orçamentos e sua IP secreta pode ser desenvolvido com toda a calma necessária.

Goat Simulator 04

Ibrisagic espera que Goat Simulator abra portas na indústria: "Eu realmente espero que mais pessoas façam jogos pequenos e estúpidos. Há tantas comédias na indústria do cinema, mas nos jogos nós sempre nos levamos super a sério todo o tempo".

Ouvindo: Gabriel, o Pensador – Solitário Surfista / Surfista Solitário
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

2 comentários:

Shadow Geisel disse...

jogos pequenos e estúpidos... isso resume o meu momento gamer atual com louvor.

Fausto disse...

Goat Simulator aparenta um certo grau de "inocência", enquanto desprendido de grandes ambições. O jogo não tenta ser inovador, nem criar qualquer tipo de marco na indústria, apenas tenta ser uma piada de si mesmo, assim como aqueles "besteiróis" 80's do cinema americano.


Não tenho grandes expectativas com relação a Goat Simulator, e isso me cativa, pois aparentemente não exige nada de vc, não promete nada a vc, se apresenta claro e direto na descompromissada intenção de zoar.


Jurei que compraria quando fosse lançado. Não comprei, pois achei o preço bem "salgado" e decidi aguardar até o preço se mostrar mais simpático.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

High Hell