Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

8 de julho de 2013

Procurando Aliens - Parte 2

Na primeira parte desta série, analisei o mod para Killing Floor que adiciona Aliens ao jogo. Um mês se passou e estou de volta para dar prosseguimento com um jogo oficial onde os xenomorfos aparecem.

Na verdade, se passaram mais de dez anos desde minha última tentativa de testar Aliens Versus Predator. Minhas impressões iniciais me assombraram durante todo este tempo. Mas o jogo mudou. Agora ele se chama Aliens vs Predator Classic, ganhou um excelente mod gráfico, recebeu conteúdo novo. E eu mudei também. Se na virada do milênio eu era um dedo nervoso em cima do botão de tiro, tentando sobreviver destruindo tudo e todos, hoje eu uso WASD e mouse, conheci a verdadeira face do horror mais de uma vez e meus nervos foram cauterizados pela guerra virtual sem fim.

 Aliens vs Predator - Rodando Sem o Mod

 sem o mod Redux

Aliens vs Predator - Rodando Com o Mod com o mod Redux

Sou um veterano. Não tenho mais medo.

Ou pelo menos é o que eu penso até começar a campanha dos marines. A incerteza do ataque dos aliens, a trilha sonora assustadora, a ainda impressionante velocidade com que eles atacam são o suficiente para me fazer pular da cadeira algumas vezes. Se há algo que os anos de estrada me trazem é o poder de suportar a tensão, algo de que não fui capaz antes.

Infelizmente, o maior defeito da campanha dos humanos (e, em menor escala, das outras também) é o confuso layout dos níveis. Fiquei empacado diversas vezes simplesmente por não saber onde ir, enquanto o infinito respawn dos inimigos destruía minha munição e minha saúde. Entre a onipresença seta laranja dos jogos modernos e seus mapas em forma de linha reta e o labirinto de Aliens vs Predator há um gigantesco abismo de usabilidade. Em um dos níveis, mesmo tendo jogado o mesmo mapa como Alien e como Predator, eu continuei sem saber o caminho no papel do marine. Relatórios de missão que não tem dica nenhuma, nebulosos ou até fora de ordem completavam a confusão. Juro que em determinado ponto o comandante falou para eu descer quando na verdade eu tinha que subir para triunfar na missão. Não é surpresa, então, que os fuzileiros espaciais sejam bucha de canhão de xenomorfos. Não completei a campanha porque não consegui vencer a Rainha Alien. Mas todos os encontros com um Predador foram bem tranquilos.

O Predador passou por aqui... Pra onde agora?

A opulência de rotas diferentes que confunde o soldado é o playground do Alien. Além dos corredores mal-iluminados para passar, há também dutos de ar, poços de elevador e outros cantinhos sinistros para cruzar e surpreender o inimigo. É, de longe, a campanha mais divertida. Dá para se perder como Alien, mas não é tão desorientador o resultado. Há mais cuidado na arquitetura. Apesar da criatura não ter o "super pulo" de Aliens vs Predator 2, ela continua mortífera. Talvez até demais, porque basta o monstro balançar os braços, que já cai meia dúzia de civis, alguns que nem mesmo poderiam ter sido atingidos. Mas a campanha não chega a se transformar em um exercício de poder absoluto, porque torres automáticas ou um coquetel molotov podem tirar toda a alegria do Alien. É necessária uma boa dose de astúcia, destruir lâmpadas, assustar as vítimas e preparar ataques de mordida, a melhor forma de ganhar energia. Encarnando na pele do Alien, é possível perceber como ele é um dos seres mais letais do universo.

Templo dedicado aos Aliens, o melhor nível!

Pela primeira vez na franquia, consegui jogar uma campanha inteira com o Predador. Continuo não me conformando com sua invisibilidade inútil, mas consegui jogar até o final. É a campanha mais fraca também. Os humanos caem como mosca e não há uma boa justificativa para se trocar de arma, exceto, talvez o tédio de usar sempre a mesma. Contra os Aliens, a Plasma Pistol é devastadora e não tem por que usar outra, a menos que sua energia acabe, o que não acontece tão fácil. Jogar como o caçador alienígena é um passeio no parque, onde o único desafio é descobrir o caminho a se seguir. Com sua diferentes formas de visão, é complicado visualizar passagens escondidas.

Predador, com a arma mais legal Predador invisível

Descontando o tempo que você ficará perdido, as campanhas são curtas. Sabendo o caminho, é possível fechar um mapa em menos de dez minutos, por exemplo. Aliens vs Predator foi em 1999 um FPS que conseguiu romper com a tradição de tiro frenético de Doom/Quake e ao mesmo tempo provar que é possível fazer um bom produto inspirado no mundo do cinema. Depois de tantos anos, fico feliz de ter feito as pazes com o título da Rebellion. Mas, sem o recurso de salvar no meio da partida (implementado depois do lançamento) ou o mod que atualiza seus gráficos, acho que isto não teria sido possível.

A seguir, o retorno da Rebellion ao cenário.

Ouvindo: Silent Hill Downpour - Town Rain
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

6 comentários:

Cézar Felício disse...

Cara não sei se é só eu mas agora, só vejo as imagens pretas falando:

"Imagem originalmente hospedada em
www.retinadesgastada.com.br"

C. Aquino disse...

Cézar, o blog tem bloqueio de imagens para outros domínios para não roubarem a nossa banda (Gamevício, oi?). O pode estar acontecendo é que você chegou por um leitor RSS que não consegue carregar as imagens, seu navegador puxou as imagens de aviso e, depois, quando você visitou o blog, o navegador entregou as imagens de aviso direto do cache achando que está abafando. O que podemos fazer para resolver? Você me diz qual é o seu leitor de RSS e eu vou tentar adicioná-lo à lista de domínios que podem carregar a imagem do blog! Já fiz isso com o feedly e o theoldreader e parece que deu certo. Se tudo mais falhar, dá um F5 na página do blog, pra ensinar ao navegador pra deixar de ser preguiçoso e puxar as imagens certas!

Ed R M disse...

Lembro de quando esse game saiu na revista fullgames. Adorei as partes do Alien e do Predador na época, mas morria de medo do campanha assustadora do pobre marine :P

Marcel C. Da Silva disse...

Aquino, eu tenho uma pergunta pra você:
Qual dificuldade que vc jogou?

Lembro que jogava no Director's Cut como predador e, a energia acabava rapidamente, fazendo com que vc usasse a garra com muita frequencia. Lembro que emboscar humanos com pulse rifles era complicado mesmo sendo alien, e como marine...Não mudou muita coisa.

Fiquei feliz de você ter jogado esse jogo que por muito tempo foi o meu favorito (pois no meu pc não rodava muita coisa mais pesada do que The Sims 2) quando comecei a jogar no pc em 2004 ou 2005, mas lembro que era a versão "Gold" do jogo, onde que para as fases terem música de fundo, era necessário que vc colocasse o disco 2.

C. Aquino disse...

Marcel, joguei no modo Training mesmo. Tentei Realistic, mas não fui muito longe. Acho que o único jogo que já joguei com relativo sucesso na maior dificuldade foi Killing Floor, depois de dezenas de horas de prática...

Cézar Felício disse...

Aquino, eu uso o feedly mas estou tendo esse problema ainda, e mesmo dando F5 continua... @.@

http://i.imgur.com/igjuIl8.jpg

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Regalia