Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

7 de junho de 2013

(não) Jogando: Pokémon Island

Pokemon Island Quando Pokémon foi lançado no Brasil nos anos 90 eu já tinha teoricamente passado e muito da faixa etária do público-alvo. Apesar de idade não parecer ser um empecilho para o alcance do fenômeno cultural que se tornou, comigo o charme das criaturinhas não colou. Fui descobrir o poder da criação do programador Satoshi Tajiri e seu amigo, o designer Ken Sugimori, somente agora, com meu filho de cinco anos. Ainda que não tenha assistido mais do que uns dez episódios do desenho animado, percebia a atração do desenho sobre o garoto. Uma atração que só crescia a cada boneco de McDonald's ou comprado em loja (ele também teve uma fase Bakugan, mas foi embora quando o Cartoon Network parou de exibir o desenho). Com uma criança que curtia Pokémon e jogos eletrônicos debaixo do meu teto, era minha função de pai unir as duas manias.

Exceto que a Nintendo ignora solenemente os donos de qualquer outro console que não sejam os seus. Mario? Exclusivo. Zelda? Exclusivo. Metroid? Exclusivo. Pokémon? Não no PC, meu chapa.

O que me levou ao estranho mundo dos fangames. Existe uma comunidade bastante ativa de criadores e usuários que se dedica a adaptar jogos de portáteis para PC ou mesmo inventar seus próprios jogos. A lista de produções é imensa! E isso usando apenas o kit Pokémon Essentials para RPG Maker XP. Escolhi, ao acaso, o Pokémon Island.

Pokemon Island 06

Este jogo é um trabalho de devoção. Não tem como descrever de outra forma o afinco e o detalhismo, sem nenhum retorno financeiro, empenhado por um único indivíduo, que assina como FL. O autor é brasileiro e disponibilizou o jogo em dois idiomas: o nosso português e inglês (com alguns poucos erros de tradução ou construção de frases, nada que o desabone). Na prática, apenas conversas mudam de idioma, porque as mensagens de batalha, interface ou informações da Pokédex continuam no inglês.

Uma vez que é o único jogo de Pokémon que eu já vi na vida, não tenho condições de fazer comparações. Mas, pelo o que eu li, ele segue uma fórmula clássica: você é um treinador inexperiente que recebe um Pokémon no começo (o Oshawott, na nossa escolha) e precisa capturar outros monstrinhos selvagens, para participar de torneios e duelos e subir de ranking. Grinding é a palavra de ordem aqui, uma vez que não há o menor fiapo de história visível. Dizem que aparece um enredo a partir do nível 19, mas, com 31 horas registradas no jogo nós ainda estamos no nível 12 (com criaturas que já passam do 50).

Pokemon Island 05 Pokemon Island 02

Meu filho curte andar no jogo com o personagem, uma vez que as batalhas de Pokémon, estratégicas e sem animações, não prendem sua atenção. Existem dez áreas fora da cidade que precisam ser desbloqueadas, cada uma depois que você atinge um determinado ranking. Então, ele passeava pelos lugares novos, nós capturávamos novos Pokémon e, quando ele enjoava do lugar, lá ia eu disputar torneio após torneio até conseguir subir de nível e liberar uma nova área. Infelizmente, depois do nível 10 não há mais novos lugares para se conhecer ou criaturas para se encontrar. E, depois que seus Pokémon estão poderosos, não há mais a menor graça em lutar com criaturas selvagens porque elas estão muito abaixo do seu grupo. Meu filho desanimou de vez.

Pokémon Island foi muito divertido até esse momento. Até as músicas são gostosas de se ouvir. Posso dizer que tudo que sei hoje de Pokémon eu aprendi com este jogo. Há fichas das criaturas, uma armazém para guardar os Pokémon que você não usa mais, há descrição dos poderes. A parte da estratégia foi na tentativa e erro e agora eu sei que um Charizard massacra um Servine com uma mão nas costas. Está tudo bem agora: eu finalmente entendo as piadas de Pokémon. E é muito legal esbarrar com um Pokémon no jogo que é idêntico a um boneco que meu filho tem, mas não sabia o nome.

Pokemon Island 04 Pokemon Island 03

Para pais e mães que acham que este tipo de brinquedo é uma grande jogada comercial da Nintendo, bem, é mesmo. São centenas deles para colecionar. Mas o jogo pode ser uma ótima ferramenta para estimular a memorização, o raciocínio lógico e a matemática. As lutas não são fáceis de vencer e exigem da massa cinzenta.

Então, esta não é uma recomendação para não jogar Pokémon Island. É um excelente título para aquilo que ele se propõe: transpor o universo dos jogos de Pokémon para o PC. Seu único defeito talvez seja a falta de um incentivo maior, um contexto para tanta luta depois de um certo patamar. Mas, se nem a animação tem isso, porque seria fundamental esta cobrança aqui? Por enquanto, nos despedimos da ilha, talvez para partir para outro fangame no futuro, talvez para partir para outra franquia. Mas o jogo continua, com meu filho e eu disputando duelos imaginários a qualquer hora, em qualquer lugar. Onde eu sempre perco, porque pai serve pra isso.

Ouvindo: Laura Shigihara - Everything's Alright
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

6 comentários:

estacado disse...

Creio que a Nintendo só não domina o mundo: com um castelo, trono, cervos e bobo da corte; porque ainda não fez um Pokémon Online.

Eu tenho quase meus 28 e ainda jogo isso, deve ser alguma maldição do Mewtwo.

Marcos disse...

sempre achei pokemon uma putaria, impressionante como essa série se segura com essa receita de bolo

Luis Felipe Vitte Soligueti disse...

Nunca joguei esse fangame, mas adoro Pokemon. Já fui mais interessado - horas num Pokemon de GBA durante as aulas, pq na escola eu pegava o GBA de um amigo meu pra jogar -, assistir todos os dias os eps do anime e gastar mais de 100R$ - eu não, meus parentes gastavam, rsrsrs - em decks do TCG de Pokemon. Mas, é como disseram aí em cima, a Nintendo só não dominou o mundo por que não criou Pokemon Online, pq quando isso acontecer, supera WoW!

Lucas Faria disse...

A Nintendo Podia Tentar Voltar Com Tudo Criar Um Novo Vídeo Game Que Superasse A SONY E A Microsoft Voltar Com Seus Clássicos Só Que Mais Modernos E Muito Mais Foda Jogos Que Iriam Lembrar Nossa Infância E Que Iria Estar Com Tudo No Mercado Mais Só Com Jogos Da Nintendo Mesmo Sem Copiar Jogos De Outros Vídeo Games

Lucas Faria disse...

Alguém Tem O Link Desse Jogo Para Baixar ? Se Tiver Manda Ai

C. Aquino disse...

O jogo está disponível para download em http://www.mediafire.com/?pguiax8p4dx4ans
ou http://www.4shared.com/archive/kpyBDx5Uba/Pokmon_Island_12.html

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

High Hell