Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

7 de fevereiro de 2013

Mass Effect 2: Sete Perguntas Que Não Querem Calar

Commander Shepard

A esta altura do campeonato talvez você já saiba que Mass Effect 2 entrou para minha Lista de Favoritos. A resenha do jogo ainda está vindo. Mas esse status quase sagrado de figurar ao lado de clássicos como Fallout ou Baldur's Gate 2 não isenta a outra obra-prima da Bioware de críticas. Vou concentrar todas elas aqui na forma de sete perguntas inconvenientes. Naturalmente, há spoilers:

  1. Como a Normandy é rastreada e atacada no começo do jogo? O ponto crucial para determinar o tom de toda a narrativa que virá não tem qualquer explicação. Apesar de ser alardeada quase como uma nave stealth no primeiro jogo, ela é pega de surpresa pelos Collectors, sem que nada nem ninguém a bordo possa ser classificado como traidor. Sorte dos Collectors, azar do Pressly, o único NPC com nome a morrer no ataque e os outros 19 infelizes que perderam suas vidas.
  2. Quem ordenou o ataque às instalações de Cerberus onde Shepard é "recriado"? Aparentemente, um dos cientistas envolvidos no projeto reprogramou os robôs de defesa para atacarem todo mundo. Isso, depois de investir dois anos de sua vida no projeto! Ele estava sob ordens de alguém. Mas jamais saberemos, porque Miranda matou o infeliz sem misericórdia ou interrogatório, um péssimo hábito que ela parece cultivar. Esperei o jogo inteiro por uma reviravolta que não aconteceu, desconfiei de Miranda todo o tempo. Mas o mistério não foi solucionado.
  3. Por que todo NPC é uma máquina de destruição em massa até o momento em que passa pro seu time? Thane, Jack, Samara, vocês caíram de produção.
  4. Por que não dá pra ser simpático com ninguém sem parecer que Shepard quer algo mais? O sistema de relacionamento criado pela Bioware pressupõe que o comandante Shepard está seguindo a cartilha do Capitão Kirk e quer faturar todos os rabos de saia da galáxia. É impossível ser simpático sem haver um mal-entendido. Ou você embarca no grande Big Brother Brasil que se torna a Normandy ou acaba dando cortadas para todo o lado. Amizade é para os fracos, guerreiro não termina sozinho.
  5. Que ideia de jerico é aquela de tirar todos os NPCs importantes da nave antes do ataque dos Collectors à Normandy? Eu posso entender a necessidade de colocar a tripulação "civil" vulnerável, mas será que os roteiristas não tinham uma forma menos forçada de tirar o time de Shepard de cena? Eu estava no meio do espaço territorial dos Geth, longe pra caramba de qualquer sistema da Aliança e ainda assim tive que socar todo mundo importante dentro de um módulo para uma hipotética próxima missão, para "selecionar depois" os que seriam usados? Em nome de uma virada de enredo, a verossimilhança foi sacrificada. Mesmo assim, é hilária a atuação de Joker nesta parte.
  6. Por que ninguém reage ao fato de eu estar andando com um Geth pra cima e pra baixo? Os Geths invadiram a capital da Aliança, dois anos antes, fizeram uma carnificina em Eden Prime, são temidos e odiados pelos quarians. Mas você pode andar ao lado de um deles, fortemente armado, por todos os lugares da Citadel sem que as pessoas saiam correndo e gritando. A paz universal tem grandes chances.
  7. Por que o sorriso de Shepard dá medo? Na mais trivial das conversas, quando ele tenta ser apaziguador ou engraçadinho, eis que surge uma bizarra animação facial que certamente o colocaria em qualquer lista negra de potenciais pervertidos. É uma fração de segundo que irá persegui-lo em seus pesadelos.

Shepard - Sorriso

Ouvindo: The Cure - Disintegration (Entreat Plus - Live 1989)
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

21 comentários:

Shadow Geisel disse...

1- não sei se isso serve de desculpa (até pq não joguei o primeiro) mas no enredo fica claro que os Collectors têm uma tecnologia bem mais avançada que qualquer tecnologia das outras raças;

2-me senti do mesmo jeito com relação à Miranda. boa pergunta camarada;

3-é o velho clichê do lado negro ser mais forte que o lado bom da força. e nem precisa ser vilão: se entrar pro nosso time vira bunda-mole. isso é regra desde a mudança de hábito da Shima nos Changeman;

4-kkkkkk. eu também percebi isso. e não é só em cima de mulher que ele dá em cima não. um dos diálogos mais bizarros do jogo envolvem Shepard e Mordin...

5-isso eu não notei. na segunda jogada vou prestar mais atenção;

6-simples: preguiça da bioware em programar diferenciais de reações no game. deviam olhar um pouquinho para os jogos da Bethesda (que não são perfeitos mas conseguem te dar um sustinho ou outro nesse aspecto);

7- porque os personagens de ME 2, apesar do belo visual do game, ainda têm aquele aspecto robotizado de filme barato em CGI.

Breno disse...

Faltou a 8 pergunta- porque eu ainda me importo com um roteiro claramente produzidos por amadores querendo se passar por inteligentes?

adiciono algumas

9- Porque em um jogo espacial, tudo o que faço se resume a trocar tiros com outros aliens via uma cobertura?Me pareçe que houve um retrocesso em relação a forma de se combater guerras.

10-Porque eu tenho que comprar um DLC para saber o final do jogo?

11-Mas afinal, qual é a proposta narrativa do 2 jogo? é tudo filler para me3

12-Por que ninguem reage pelo fato de Sheppard ter ressussitado?

13-Por que o corpo de sheppard não se desintegrou ao entrar em contato com a atmosfera do planeta onde ele foi encontrado?

14-Por que as decisões importantes do jogo passado se resumem somente a participações especiais e troca de emails?

15-Porque fanboyz supervalorizam tanto esse jogo ao mesmo tempo em que menosprezam jogos como Call of Duty e Gears of War? Na verdade essa eu sei a resposta, a verdade é que supervalorizam o jogo pela quantidade de cutscenes.

16-Porque ninguem(principalmente humanos) da a minima para os ataques a colonias feitos pelos collectors(com a desculpa que eles não deixam rastros)? Há, e não espere que isso se resolva em ME3 pois vão esquecer que os collectors existiram.

Ed R M disse...

Desconfiar da Miranda? Como vc pode?

Nunca! Ela é a mais gata (risca isso), digo, bacana personagem humana do time do Shep :-)

Breno disse...

"Ela é a mais gata (risca isso)"
Hj em dia é machismo(no tom pejorativo, como se feminismo fosse melhor) exaltar a beleza das formas femininas? E Miranda nem carisma tem, só mesmo bunda fan service. Eu prefiro desconfiar que os roteiristas por incompetencia esqueceram mesmo desse detalhe da trama...

Gabriel disse...

1-A normandy estava atrás de alguma anomalia naquela galaxia, foi o que deu a entender.
2-O cientista, pelo que se entende, o projeto do shepard seria usado para um mal pior mais a frente e ele quis dar um fim a tudo.
3-Isso é qualquer jogo, não tem explicação msm.
4-Infelizmente se não pudesse namorar uma pessoa do jogo, shepard teria pegado todas e bem...se sabe...
5-Segundo o Joker a nave foi injetada pelo virus e a I.A estaria dando um jeito de concertar tudo, dae para acabar com uma missão eles saem da nave...pois a mesma não se move...porém realmente é um golpe muito idiota msm...
6-O pior é achar que o shepard morreu e ver ele ressucitado por ai, andando tão de boa e como se nada tivesse acontecido ou se a aliança não se importava com nada...
A maioria é furo no roteiro, pois a Bioware pode ser boa...mas é dificil escapar de algumas pontas soltas...e as vezes a frase "A deixa assim, ninguém vai ligar se o shepard sorrir como um maniaco/deixar a nave sozinha em algum local perigoso/tentar namorar cada npc importante"...
Se tu acha essas perguntas meio locas...imagina no 3...

C. Aquino disse...

Vamos lá:
1) Combinando as respostas do Gabriel e do Shadow, faz mais sentido: a Normandy estava ali pesquisando a presença dos Collectors e a nave Collector, com uma tecnologia superior, detectou a Normandy.
2) Não engulo esta de que o cientista agiu sozinho. Até porque o próprio Illusive Man questiona se haveria outros "infiltrados" no Cerberus em seu relatório final. Infiltrados a mando de quem, nunca se explica. E porque o cientista que trabalhou DOIS ANOS no projeto decide sabotar tudo quando Shepard já consegue andar? Por que não sabotar na primeira semana? No primeiro mês?
3) Pior que é assim em qualquer jogo mesmo... Custava tornar o sujeito menos badass antes do recrutamento? Eu posso entender o Garrus segurando os mercenários de uma posição fortificada ou o Mordin repelindo os invasores de seu hospital. Mas não dá pra engolir a Jack abrindo rombos em paredes antes e depois muito mais comedida (se bem que o campo de força que ela sustenta na invasão da base dos Collectors... wow).
4) Peraí, Shadow, de que diálogo entre Shepard e Mordin estamos falando? O Mordin joga um verde pro Shepard?!?!
5) É, Gabriel, eles explicam, mas ainda assim é forçado.
6) Na verdade, quase todo mundo fica espantado com Shepard. Aparentemente, ele foi dado como morto, o que é diferente de ser declarado morto com funeral honroso e tudo mais.
7) Medo!

Agora, para o Breno:
8) Uma boa história não se caracteriza apenas pelas voltas que o enredo dá, mas também pelo cuidado com os personagens. E nisto a Bioware se dedica.
9) Porque até o Mass Effect 2 não há uma situação de guerra de verdade! Não posso falar pelo 3, mas até agora foram pequenas operações cirúrgicas envolvendo poucos soldados. E a Batalha da Citadel, quando Sovereign ataca, é decidida mesmo no espaço, com dezenas de naves envolvidas.
10) Na verdade, Mass Effect 2 termina com classe. O DLC Arrival está mais para um prólogo maroto de Mass Effect 3. E sim, foi uma estupidez da EA.
11) Aguarde minha análise completa
12) A maioria reage, vide minha resposta para 6 acima.
13) Por que ele ficou em órbita? Na verdade, não me lembro. Se ele caiu mesmo, deveria ter sido desintegrado na reentrada ou pulverizado na queda.
14) Imagino que se a Bioware tivesse permitido ao jogador revisitar lugares do primeiro jogo seria acusada de reciclar ideias. Mesmo que o nível de consequências não seja o que poderia ser, ainda assim é muito mais do que qualquer outro RPG no mercado.
15) Talvez porque haja uma profundidade maior nos temas abordados ao invés de "fuck yeah, americans rules". Mas não joguei nenhum Modern Warfare ou Gears of War para afirmar com certeza.
16) Também estranhei essa displicência. Poderia ser melhor explicado. Mas é preciso entender que os ataques aconteceram fora da área de ação da Aliança, onde não seria politicamente adequado realizar uma incursão oficial. Os Collectors não aparecem mais em ME3? Nenhum deles? Eu não acreditava que a destruição da base deles significaria o fim de todos os Collectors. Pelo visto, não eram tantos assim...

Breno disse...

"8) Uma boa história não se caracteriza apenas pelas voltas que o enredo dá, mas também pelo cuidado com os personagens. E nisto a Bioware se dedica."

Ou seja, ela é incompetente em um fator(progressão da narrativa) e razoavel em outra(personagens com certo carisma). Não soa como uma boa desculpa.

"10) Na verdade, Mass Effect 2 termina com classe. O DLC Arrival está mais para um prólogo maroto de Mass Effect 3. E sim, foi uma estupidez da EA."

Releia a sua resposta e veja se não há contradição nela. Se Arrival é a ponta para o inicio de ME3, não seria este DLC o final de ME2? E se vc não acha que Arrival representa o fim de ME2 porque critica a EA? engraçado que qualquer merda que a Bioware faz o povo só mira na EA.

"12) A maioria reage, vide minha resposta para 6 acima."

Reage ao estilo "oh, vc voltou dos mortos? legal, ei e sobre aquele negocio de atualizar a nave..." A tematica de ressureição foi mal abordada.

"14) Imagino que se a Bioware tivesse permitido ao jogador revisitar lugares do primeiro jogo seria acusada de reciclar ideias. Mesmo que o nível de consequências não seja o que poderia ser, ainda assim é muito mais do que qualquer outro RPG no mercado."

Não falei em revisitar locais do primeiro jogo. E realmente me expanta alguem que jogou os FO classicos e Gothic 2 acreditar que existem muitas escolhas em ME. Não conheço uma escolha em ME que não seja supérflua e que não envolva apenas uma fala ou cutscene diferente.Sugiro que vc expanda seus horizontes com jogos como Jagged Alliance 2 ou Arcanum. Acho que até propostas mainstream como F:New vegas faz uso melhor disso.

"15) Talvez porque haja uma profundidade maior nos temas abordados ao invés de "fuck yeah, americans rules". Mas não joguei nenhum Modern Warfare ou Gears of War para afirmar com certeza. "

Não há profundidade em ME em relação aos seus temas, mas ai é relativo. Tem gente que acha Transformers profundo por exemplo...

Breno disse...

"Eu não acreditava que a destruição da base deles significaria o fim de todos os Collectors. Pelo visto, não eram tantos assim..."

Bem lembrado. Pra que diabos destruir a base? só para não ter que entregar a cerberus? imagino que poderia se arranjar outra solução para o impasse...

Perceba que essas perguntas e respostas se da mais pelo fato de o jogo não responder de fato o porque das coisas. Se a história que vc cria existe inumeras inconsistencias onde as pessoas tem que consultar wikis ou ler a teoria de nerds, então vc falhou em contar uma história decente...

Me esqueci dessa pergunta:

"13) Por que ele ficou em órbita? Na verdade, não me lembro. Se ele caiu mesmo, deveria ter sido desintegrado na reentrada ou pulverizado na queda."

A nave entrou no planeta, então, pela logica(se não houver nenhum retcon, não vou ficar por ai lendo wikias ou livros caça-niqueis) Sheppard deveria ter entrado na atmosfera do planeta e virar purpurina...

Shadow Geisel disse...

"Peraí, Shadow, de que diálogo entre Shepard e Mordin estamos falando? O Mordin joga um verde pro Shepard?!?!"

poxa! será que só eu gostei do falastrão do Mordin? **SPOILER** se você "evoluir" a relação de Mordin e Shepard vai chegar a um diálogo no qual o o cientista afirma que, se fosse possível escolher uma outra espécie que não a sua para fins de reprodução, Shepard seria o candidato adequado. Levar cantada de um cientista alienígena deve é lisonjeiro ou bizarro? eu ficaria umas noites sem conseguir dormir rsrsrs.

sim, Shepard estava em órbita quando foi achado. isso fica claro na cena em CG que mostra uma nave da Cerberus resgatando seu corpo.

sobre o fato da ressurreição dele não causar muito impacto, acredito que isso se dê pelo fato de que naquela realidade futurista o fato de uma pessoa ser reconstruída quase do zero seja algo corriqueiro, ao menos àqueles que podem pagar. você não vê ninguém por aí dizendo: "nossa! um marca´passo implantado. Coisa de outro mundo"!

as outras coisas deu preguiça de comentar... rsrsrs

Breno disse...

"acredito que isso se dê pelo fato de que naquela realidade futurista o fato de uma pessoa ser reconstruída quase do zero seja algo corriqueiro"

Negativo Shadow, sheppard foi o primeiro ser vivo a ressucitar depois de Jesus,pelo menos é assim que o jogo explica. Mesmo em um mundo futurista onde viagem intergalatica é coisa rotineira, poder escapar da morte seria uma descoberta e tanto...

Breno disse...

"sim, Shepard estava em órbita quando foi achado. isso fica claro na cena em CG que mostra uma nave da Cerberus resgatando seu corpo. "

Que cena é essa que vc fala? nem o Mass Effecti Wikipedia deixa claro se Sheppard ficou em orbita. Segundo a wikia sheppard teria entrado na atmosfera do planeta, queimando a armadura dele,kkkk. Se eles tivessem resgatado sheppard no espaço, eles teriam resgatado a Normandy também, o que não é o caso.

Shadow Geisel disse...

Breno, acho que essa cena é logo no começo. eu tenho quase certeza que mostra ele sendo resgatado ainda no espaço (pouco antes de mostrar os tecidos sendo reconstruídos e etc.). se eu estiver enganado e minha memória estiver me traindo, então foi uma patcha falha mesmo e vc deve estar certo.

sobre volta dos mortos, eu confesso que desconhecia esse fato. joguei faz um tempinho e não me lembro de todos os detalhes. outra falha também, mas não acho que seria muito verossímil tb se cada npc da galáxia não apenas conhecesse Shepard como estivesse em dia com as atualizações do seu Twitter. sei lá... não sou um aficionado pela série e comecei a ler o livro pela metade (como um dos leitores do blog disse há uns meses), então fica difícil descobrir todos os furos de enredo. o que não parece ser o seu caso, que deve ter gostado muito do jogo pelo nível de conhecimento que demonstra ter dele. abraços.

C. Aquino disse...

Definitivamente, Shepard não é resgatado no espaço: http://www.youtube.com/watch?v=WSysCag2BIk. Tudo leva a crer que ele esta indo de encontro ao planeta. Não deveria ter sobrado nada para resgatar...

Lucs disse...

A armadura dele deve ter protegido.

Breno disse...

"A armadura dele deve ter protegido."
Hehe, vamos parar de tentar fazer o trabalho dos escritores gente. Se eles não explicam como foi o procedimento então vamos simplismente dizer que houve uma falha no roteiro e só.

Fato interessante me ocorreu ontem, estava pesquisando sobre a morte de sheppard no youtube e encontrei uma materia no The Escapist onde o escritor Casey Hudson explica que se o Sheppard falhar na "missão suicida"(nunca vi uma missão suicida tão facil)o save game não ira funcionar no ME3. Até ai tudo bem, nunca iria imaginar que eles teriam a ambição de adaptar o terceiro jogo sem sheppard por perto. O problema mesmo foi o imbecil do jornalista achar que isso é uma decisão profunda. Ora não seria interessante um ME3 sem sheppard para ajudar?

Breno disse...

Para quem se interessar segue o link(em ingles): http://www.escapistmagazine.com/news/view/98108-BioWare-A-Dead-Shepard-Stays-Dead
Reparem como o jornalista diz que essa decisão adiciona um peso as suas escolhas,kkkkkk. E tira um peso das costas dos desenvolvedores, que não precisaram criar um ME3 sem Sheppard. Uma coisa eu não posso negar, Bioware é mestre em criar decisões ilusorias. Ou o pessoal que aclama eles só começaram a jogar rpgs a partir do XBOX...

JC disse...

Sobre a queda de Sheppard no início, de alguma fora a armadura preservou alguma parte do corpo, que foi resgatado depois por Liara a mando da Cerberus A história é contada na HQ ME redenmption se não me engano.

No caso do diálogo com Mordin é sensacional mas ele não canta o/a Sheppard. Se você conversar muito com ele e não tiver se relacionando com nenhum outro personagem ele percebe o SEU interesse nele e educadamente te dá um fora, sem deixar de dizer que se algum dia ficasse com um hum,ano seia o/a Shep. É bem legal e vale tanto pro shp home como para mulher.

Se tiver cantando algum outro personagem e falar com ele perto da missão em que os collectors invadem a nave ele dá conselhos médicos bem bacanas tbm. Os meus preferidos são para a Tali, Jack e Thane.

Breno disse...

"Sobre a queda de Sheppard no início, de alguma fora a armadura preservou alguma parte do corpo"

Armadura bem poderosa essa, mas ainda não me convence. O corpo de sheppard não mostra sinais de queimaduras e também não aparenta ter caido de uma altura gigantesca. Só falta agora dizer que o planeta tem gravidade baixa,etc.

Susej Menegroth disse...

1 - É como você falou acima: os Collectors são apenas peões dos Reapers e possuem tecnologia muito mais avançada. Exatamente por isso que a Normandy SR-2 recebeu um upgrade no Tantalus drive que não só melhora seu stealth como permite a Normandy ficar "invisível" por mais tempo.

2 - Não dá pra responder isto sem dar spoiler, mas vamos lá: jogue Lair of the Shadow Broker e leia as HQs. Nunca é dito explícitamente que foi o Shadow Broker mas dá para inferir pelas situações.

3 - Isso me frustra muito. Vi a Jack destruir 2 YMIR mechs sozinha na Purgatory (nave prisão) e. em grupo, só a sua shockwave era útil. E isso quando haviam trocentos husks vindo pra cima do seu grupo.

4 - Dá pra ser. Só não se pode ser simpático DEMAIS. Escolha uma resposta neutra ou até renegade uma vez ou outra quando estiver falando com alguém que não te interesse como par romântico. Afinal, ninguém é sempre legal com todo mundo.

5 - Acontece o seguinte: eles iam testar o Reaper IFF e ninguém sabia muito ao certo o que isso poderia fazer com a Normandy. Então, por segurança, era melhor todo mundo sair para fazer a missão enquanto o pessoal que mantinha a nave se preparava para o teste. Ainda assim meio forçado, não há como negar, mas faz certo sentido.

6 - Bom, você continua um Specter e tem o direito de fazer o que bem entender. Outra: ninguém reconhece o Legion como um Geth e sim como um assistant mech. Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=cP12_4L39do

Sobre a conversa bizarra com o Mordin que o Shadow se refere é esta aqui: http://www.youtube.com/watch?v=t1yp78vjKao

"Shocking suggestion! Would never dream of... Mockery!"

José Guilherme Wasner Machado disse...

O ponto mais absurdo, sem dúvida alguma, é Shepard cair no planeta e ainda assim conseguir ser restaurado. A Bioware forçou PACAS nesta. E a troco de nada. Por que não deixar Shepard flutuando congelado no espaço? Faria muito mais sentido, ainda mais pelo seu suprimento de ar ter escapado aos poucos.

Breno disse...

A sub-trama da morte e ressureição de Sheppard em si é absurda e forçada. Maior forçassão de barra que eu já vi em termos de narrativa, e totalmente irrelevante.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Tooth and Tail