Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

12 de novembro de 2012

Pela Horda!

Santiaga Nas últimas eleições americanas, o Senado ganhou o primeiro representante oficial da Horda na casa. A Rogue Orc Santiaga foi eleita pelo Estado de Maine.

No mundo real, Santiaga atende pelo nome de Colleen Lachowicz e tem 50 anos. É pouco provável que ela seja a primeira jogadora assídua a conquistar um cargo político e certamente não será a última. O que torna sua vitória especial em relação a tantas outras histórias tampouco é a admissão pública de seus atos nas horas vagas. O que realmente impressiona é que Santiaga se tornou o pivô de sérias acusações durante a campanha da candidata Democrata.

Seu principal rival à cadeira no Senado foi o atual ocupante, o Senador Republicano Thomas Martin. Em um ataque que beira o pueril e flerta com a histeria, foi criado um site dedicado a "explicar" para os eleitores o que sua concorrente fazia no mundo virtual de Azeroth. Apelidado de Colleen's World, o site exibe uma coleção de comentários publicados por Lachowicz nos fóruns de sua guilda no jogo, comentários realizados dentro do personagem ou a respeito da mecânica do MMORPG ou apenas brincando:

  • "Então, eu sou uma garota Orc nível 68. Isso significa que eu apunha-lo coisas... pra caramba... Quem pensaria que uma funcionário pública, democrata e amante da paz iria curtir isto?"
  • "Eu posso matar coisas sem ir para a cadeia".
  • "Nós somos progressistas... na verdade, nós brincamos sobre ser uma guilda socialista".
  • "E sim, Deb, rogues são divertidos! Você pega o jeito de apunhalar depois de um tempo".

Entre os comentários selecionados há também críticas aos Republicanos, ao governo Bush e a algumas políticas sociais. Na cabeça do Partido Republicano do Maine, as "revelações" deveriam convencer os eleitores de que Lachowicz era traiçoeira, violenta, desbocada e desocupada. O tiro saiu pela culatra.

Grupos de jogadores ofendidos com a acusação de que comportamentos no mundo real e no virtual são obrigatoriamente idênticos protestaram e até iniciaram uma arrecadação para destinar dinheiro para a campanha da candidata. Não foi levantado muito dinheiro, mas a publicidade negativa atraiu atenção para o discurso de Lachowicz. Afiada como uma adaga, ela disparou: "ao invés de falar sobre o que eles estão fazendo pelo povo de Maine, eles estão fazendo graça de mim jogando jogos eletrônicos".

Os atacantes não recuaram e levaram o caso para a Comissão de Ética do Maine. A Comissão concluiu que Lachowicz não estava fazendo nada errado. A vitória final veio nas urnas e Thomas Martin perdeu a cadeira no Senado para Lachowicz.

Colleen Lachowicz E, em primeiro de Janeiro, quando os candidatos eleitos assumirem seus cargos, ninguém verá uma Orc de pele verde e adagas na mão entrando pela porta. Mas Colleen Lachowicz. Para matar um dragão por dia.

Em suas próprias palavras, ingenuamente usadas contra ela em Colleen's World:

"Eu não sei se consideraria qualquer um de nós... "normal"... e o que diabos é normal de qualquer forma?!

Quero dizer eu apareço para trabalhar todos os dias. Nós todos somos OK comparado com o que meu dia de trabalho é... mas normal?  pffft!  quem precisa disto?!"

Ouvindo: Second Come - My Cancer
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

Nenhum comentário:

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Tooth and Tail