Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

13 de outubro de 2012

Gosto de Infância

Ao compartilhar minha paixão pelos jogos eletrônicos com meu filho, me descobri procurando experiências que estariam fora do meu espectro de preferências anos atrás. Alguns destes jogos eu já dei uma analisada aqui e ali, mas tem uma trinca de jogos de que ainda não falei que está unida por dois fatores em comum: são indies e são sobre a infância.

A Story About My Uncle 

Este título criado por estudantes suecos fala da jornada fantástica de um menino atrás de seu tio, um cientista que consegue abrir uma passagem para outra dimensão e desaparece sem deixar rastros. A trama é narrada pelo próprio protagonista, já pai de família, contando suas aventuras para sua filha, como se fosse uma história antes da hora de dormir. Há um certo sabor de Sessão da Tarde na narrativa, mas é na mecânica que o título surpreende.

A Story About My Uncle 02

O tal tio inventor criou também uma espécie de traje que permite pulos altos e longos, assim como uma luva que lança um gancho energético que prende nas rochas e projeta o usuário. Tudo isso será necessário na busca do menino porque a dimensão onde seu tio foi parar é um lugar estranho, formado por ilhas de rocha que flutuam sobre abismos colossais. Para um título gratuito, os gráficos são de tirar o fôlego e passam bem a sensação de imensidão e desafio que os saltos exigem. Como um Homem-Aranha alienígena, você irá se balançar sobre o vazio e se propulsionar usando as leis da Física ao seu favor. A dinâmica é viciante. Palmas também para a construção dos cenários, que evocam mistério e vontade de explorar.

A Story About My Uncle 03 A Story About My Uncle 01

O único ponto negativo de A Story About My Uncle é o sistema de salvamento. A cada queda em direção à morte, você é automaticamente restaurado ao último checkpoint e eles são muito bem distribuídos. O problema acontece quando você precisa interromper o jogo para continuar no dia seguinte. A única forma que o sistema tem de guardar o seu progresso é ao final de cada capítulo e isso pode significar uma ou mais horas de saltos quase impossíveis jogados fora porque você ainda não completou o capítulo.

Por ser em primeira pessoa, meu filho não se adaptou aos controles e eu tive que conduzir a jornada. Graças ao salvamento e à dificuldade do terceiro capítulo, nosso passeio ainda não terminou.

A Story About My Uncle está disponível para download gratuito.

PaperPlane

Quem nunca brincou com aviões de papel quando criança? Este título ganhou o Student Showcase do Independent Games Festival 2011 trazendo de volta os aviões de papel para a tela do seu computador.

PaperPlane

A evocação da infância não está apenas no brinquedo em si, mas também na execução de uma ideia: passeando com o aviãozinho pelo cenário, você desbloqueia lembranças, transformando o que era branco e sem vida em uma paisagem repleta de cores. E quão bucólica foi essa infância... um balanço na árvore, um triciclo, uma casa no campo, uma horta, o horizonte verdejante.

PaperPlane 03 PaperPlane 02

Poético em seu conceito, porém, PaperPlane falha em um quesito muito importante: a jogabilidade. Controlar o avião de papel é um desafio que enerva mais do que acalma. Para um título que se pretende um passeio tranquilo pelas avenidas da memória, o ato de comandar o rumo é uma luta estressante. Nem meu filho, nem eu tivemos a paciência necessária para descobrir mais do que um punhado de novos lugares.

PaperPlane está disponível para download gratuito.

Paper Monsters

Este é o único título comercial do grupo, já lançado para iOS e agora lutando por aprovação no Greenlight do Steam. Também é o melhor deles, talvez até por que sua dificuldade seja mais adequada para crianças pequenas. Paper Monsters foi um dos raros jogos que meu filho conseguiu jogar sozinho, sem minha ajuda.

Paper-Monsters

O visual só pode ser classificado como lindo, remanescente dos brinquedos de papel e com uma paisagem que é pura fantasia. Em uma terra de intensa fofura, um inimigo misterioso transformou todos os seus habitantes em inimigos do protagonista. Cabe ao nosso herói de cabeça quadrada de papelão percorrer os ambientes em 2D até encontrar o chefe final e libertar seus amigos de sua influência. Sem palavras, a história é facilmente compreensível, assim como os controles, basicamente, andar para os lados e saltar. Mas, mesmo na simplicidade, o jogo tem seus momentos de inovação, com o protagonista virando helicóptero ou pilotando um submarino no fundo do mar.

Paper-Monsters-03 Paper-Monsters-02

Como ponto negativo, pode-se dizer que que o jogo é bem curto. Um adulto consegue chegar ao final em pouco mais de uma hora de jogatina. Minha versão do Paper Monsters, adquirida na primeira edição do pacote Green Light Bundle, veio também com um mini-jogo, onde um dinossaurinho de papel avança sem parar pelo cenário cheio de abismos e nosso único comando é fazê-lo pular nas horas certas. Tolo, mas você irá se ver retornado para ele diversas vezes, tentando ir mais longe a cada partida.

Paper Monsters também permite customizar a aparência do personagem principal, com novas roupas que são compradas colecionado botões espalhados pelas fases. Naturalmente, meu filho se esbaldou com o jogo por vários dias.

Paper Monsters está disponível, no momento, somente na AppStore.

Vote no Greenlight e, quem sabe, o jogo entra para o Steam! De acordo com os desenvolvedores, a nova versão terá o dobro de níveis do original, mas eu não sei dizer se estão se referindo à versão do iOS ou aquela versão de PC que eu já tenho.

Ouvindo: Inkubus Sukkubus - The Fallen
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

8 comentários:

Breno disse...

Não troco minha infancia de turbo game(clone de NES)master system, SNES, Genesis e PS1(pena não ter tido muito contato com PCs naquela epoca, visto que eram caros e tidos como instrumento de trabalho) por nenhum desses jogos.

Gledson A. disse...

Breno e sua sinceridade de matar, hehe.

Aquino, gostei bastante do artigo e ja estou baixando A Story About My Uncle porque, sinceramente, tenho uma quedinha por jogos indies que envolvam níveis de dificuldade e puzzles.

Jimmy Fischer disse...

Nada aver com a matéria, mas...
Só eu dando F5 na pagina de downloads do THE WAR-Z???
Aquino, quer uma guest key que vale por 48 horas pra testar esse mmo de zumbis?

C. Aquino disse...

Jimmy, a chave vale pelas próximas 48 horas ou 48 horas depois que eu ativar? Ou, melhor ainda, mas improvável, 48 horas de jogatina, quando eu quiser?

Jimmy Fischer disse...

Acredito que depois de ativada a key vale por 48 horas, tipo um guest pass pra "ver como é" o jogo!

Nulagem disse...

A manha no Paper Plane é apertar as setas laterais juntas, o avião dará tipo um mergulho e recuperará o "fôlego".

C. Aquino disse...

Jimmy, eu fiquei fortemente tentado a pegar esta chave, mas, devido a um imprevisto profissional, meu tempo vago será bem reduzido nas próximas semanas. Você se importaria se eu sorteasse essa chave aqui no blog?

Nulagem, sua dica é... MATADORA! Vou testar assim que puder!

Jimmy Fischer disse...

Olha, pra um alpha o WAR-Z está muito cru, só hoje que está mais ou menos jogável.
Jogar o jogo agora dá uma péssima empressão, ainda não tem skills, sistema decente de PVP, ta todo mundo se matando, ta foda!
Se realmente sair a versão beta e 100% funcional do jogo te envio a key pra sorteio, por enquanto o jogo está uma mer....

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Regalia