Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

13 de setembro de 2012

Luto nas Estrelas

Vile Rat

Para quem acompanha de longe as estranhas histórias que brotam do MMORPG EVE Online pode ficar a impressão de que o jogo é uma terra de ninguém repleta de atos de vilania, conflitos em larga escala e golpes multimilionários. Mas com uma das comunidades mais organizadas e maduras do cenário, uma outra faceta surgiu ontem. E ela começou no mundo real.

Na terça-feira, radicais islâmicos invadiram o consulado americano em Benghazi, no Líbano, e assassinaram o embaixador e três funcionários. Uma das vítimas era Sean Smith. Amplamente conhecido pela alcunha Vile Rat no universo de EVE. Em ambos os mundos, ele era um Diplomata.

Se pouco se sabe sobre as atividades de Sean Smith na embaixada, seu alter-ego era um Diplomata em tempo integral. Sua dedicação ao jogo e sua habilidade em negociar eram lendários. Não por acaso, Vile Rat era membro do Council of Stellar Management (CSM), uma organização dentro do jogo, eleita pelos jogadores para representar os interesses dos jogadores diretamente com a desenvolvedora CCP. Nas palavras de Alex "The Mittani" Gianturco, líder da corporação da qual Vile Rat fazia parte e seu amigo desde 2006, ele era "um dos melhores e mais participantes diplomatas que esse jogo já viu". Coube a Gianturco dar as más notícias para a comunidade.

Foi escrita uma elegia oficial no site da corporação Mittani. Mas as homenagens não pararam por aí.

O Diretor do Council of Stellar Management foi convidado pela CCP para escrever uma despedida no blog oficial da desenvolvedora. Entre depoimentos de jogadores que o conheceram pessoal ou virtualmente, um deles relembra palavras do próprio Sean Smith: "Você é tão poderoso quanto você deseja ser. Eu espero coisas boas. Eu quero que o CSM tenha sucesso. Eu farei o que puder para ajudar".

A infame coletividade do Goonswarm, considerada por muitos como uma turba anarquista em EVE Online, se mobilizou para criar um fundo de ajuda para a viúva e os órfãos de Smith. Por todo o espaço virtual, centenas de outposts, pequenas bases criadas pelos usuários, estão sendo renomeadas em homenagem a Vile Rat.

Sean Smith estava online no chat Jabber quando a violência se aproximou. Suas últimas palavras foram: "FUCK" e "gunfire". Depois, o silêncio.

ATUALIZAÇÃO (14/09):  A Secretária de Estado dos Estados Unidos Hillary Clinton também homenageou Sean Smith durante o memorial oficial do governo às vítimas do ataque na embaixada. Em sua declaração, Smith teria deixado "uma esposa amada, duas jovens crianças - Samantha e Nathan - e fileiras entre familiares, amigos e colegas...". E citou com respeito sua atuação na comunidade de jogadores: "... e isto apenas neste mundo. Porque nos mundos virtuais que Sean ajudou a criar, ele também é velado por incontáveis competidores, colaboradores e jogadores, que compartilhavam sua paixão".

Ouvindo: The Riverdales - Make Way
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

7 comentários:

Shadow Geisel disse...

que triste. meus pêsames a todos que conheciam Sean, no real ou no virtual.
já me perguntei o que aconteceria com meus amigos virtuais caso eu batesse as botas sem poder dar nenhum aviso prévio. mórbido, mas já pensei. vida longa a todos os colegas virtuais, então.

Breno disse...

uma pena que a diplomacia americana na vida real não anda lá essas coisas.

Marcos A. S. Almeida disse...

O Vile Rat ficou parecido com o Spock ou Leonard Nimoy.
Fico com uma ponta de inveja das pessoas que conseguem imergir em jogos como esse que contam até com diplomatas!!em seus quadros.É uma profundidade que particularmente não consigo atingir.Acho que quem consegue essa imersão leva um jogo muito mais á sério do que eu , que encaro como uma pura e simples diversão.

Marcos A. S. Almeida disse...

Existe um detalhe muito interessante nesse episódio que é o fato de uma pessoa culta, com ótimo emprego e com uma posição em evidência na sociedade também gostar de jogos eletrônicos;isso pode contribuir ainda mais pra dissipar a imagem preconceituosa de que jogos eletrônicos são feitos pra desocupados , crianças , assassinos em potencial ou "nerds" bitolados.Infelizmente essa mensagem deixada nas entrelinhas é póstuma.Mas vale e muito.

Breno disse...

"Acho que eu estaria empolgado com o Project Eternity se tivesse jogado Planescape: Torment e Fallout: New Vegas... mea culpa."

Fallout 1,2 e Baldurs Gate 2 Não contam? Eles disseram que queriam capturar a essencia dos jogos da Infinity Engine, incluindo BG 2, PST e Icewind Dale!

C. Aquino disse...

Breno, o que eu quis dizer é que não tem como eu investir 20 dólares agora em um jogo que só vai sair ano que vem se eu ainda tenho Planescape: Torment e Fallout: New Vegas já comprados e acumulando "poeira" na minha biblioteca. Eu acredito no potencial da Obsidian.

Breno disse...

Não entendi... O ponto de doar dinheiro para jogos de kickstarter é justamente joga-los num futuro proximo! O que isso tem haver com os classicos e recentes da Obsidian? Um futuro jogo baseado no catalogo da Obsidian/Black Isle deveria servir de incentivo para a pessoa jogar os jogos lançados enquanto espera pelos novos! Bom, pelo menos pra mim é assim.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

High Hell