Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

25 de abril de 2012

Mais Uma Derrota...

Impostos - Clica que Amplia

Para quem não entendeu a piada:

E o direito de resposta da ACIGAMES: "Carta Aberta A Imprensa, Associados E Consumidores"

Entrevista com Moacyr Alves: Entenda a polêmica com o criador do Jogo Justo e a distribuição digital

E o magnífico artigo do Gamesfoda: Acigames, Distribuição Digital e a nossa opinião sobre essa zona toda

Infelizmente, os palhaços somos nós. Brasil dos Jogos: Ame-o ou Deixe-o.

ATUALIZAÇÃO (02/05): Com mais de uma semana de atraso, Moacyr Alves se retrata em Carta Aberta. Impossível dizer se a crise foi resolvida ou não, apenas os próximos meses ou anos é que responderão se nossos temores se concretizaram ou se foi tudo apenas um equívoco trágico. Mas nada mais será como antes e qualquer prestígio que o suposto "salvador da pátria" poderia ter agora está arranhado. Você que está lendo isso em 2014, responda: melhoraram os preços dos jogos no Brasil? Moacyr Alves é Deputado agora? O Steam passou a sofrer algum tipo de taxa, além do IOF para compras no exterior? Half-Life 3 foi anunciado?

Ouvindo: Devo - Pity You
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

7 comentários:

Jimmy666 disse...

A máscara caiu, esse aí cometeu um erro gravíssimo, com certeza já era!
Na real, ele até tem razão nessa história toda de regulamentar a distribuição digital.O problema é que a função dele era defender justamente o contrário do que está fazendo.Pior ainda saber que por trás disso existem distribuidoras de games que patrocinam esse falsário.

Marcos A. S. Almeida disse...

Primeiro foi o Guillaume Rambourg, diretor-gerente do Good Old Games que reclamou do preço muito baixo praticado por algumas empresas (leia-se Steam) pelos jogos e agora essa sobretaxa defendida por esse sujeito - pode ser muito fácil falar agora, mas a verdade é que nunca acreditei nesse jogo-justo.Revolta ou não revolta?Enquanto existir a ganância entre a criação do jogo e nós jogadores , a sensação de extorsão sempre nos rondará.

José Guilherme Wasner Machado disse...

A justificativa pró-Momô é que nas nossas compras no Steam, vale o mesmo imposto de importação definido no Regime de Tributação Simplificada. Ou seja,60%. Então somos todos marginais porque não pagamos isso quando compramos por lá.

Ora, ocorre que:

1) O Steam nada tem a ver com isso. Da mesma forma que quando eu compro um bluray na Amazon, quem é tributado sou eu, não a Amazon.

2) Blurays são fiscalizados por amostragem. Quando um bluray escapa da ficalização por não cair na amostragem, ou porque a encomenda não foi fiscalizada pela Receita no prazo legal, não há porque se falar em imposto. Não há imposto. A receita abriu mão do direito de arrecadar aquele imposto, mesmo tendo ocorrido o fato gerador. Da mesma forma que um bluray que chega para vc sem cobrança de imposto não lhe torna um marginal, nem torna sua compra em um ato ilegal, o mesmo vale para compras no Steam. A Receita não fiscaliza compras digitais, então, por consequência, abre mão daquele imposto. Então, desculpa aí, Momô. Continuo sendo um cidadão honesto.

3) Se a Receita não cobra esse imposto por falta de um meio viável ou mesmo legal de cobrança, isso é problema dela. Não do Moacyr.

4) Aliás, esse cara não saiu do anonimato prometendo justamente combater os impostos altos? Então é meio canalha que o tal "Jogo Justo" resolva usar sua recentemente conquistada influência para tentar acabar com um dos poucos lugares onde pagamos um preço justo.

5) Se amanhã nossas compras no Steam, Origin, etc, forem taxadas com esses 60% (mas lembrando que eles já tem projeção no país), o Nuuvem pranteado pelo nosso "amigo" Momô vai fazer o quê? Abaixar os preços? Arrã. Pelo contrário. Livre da concorrência, poderá aumentar seus preços em 20, 30, 40%. Seremos seus reféns. Sem choro nem vela. Mas poderemos agradecer ao Momô.

Outro argumento pró-Momô é que Jogo Justo não é só para os gamers. É pro governo também, e para os empresários locais. Todo o ecosssistema precisa ser justo! O JOGO É NOSSO!

Tudo isso é muito lindo. Vamos dar as mãos e cantar. Só que os interesses aí são conflitantes. Totalmente conflitantes. Dos três atores dessa equação, o único que não tem como defender seus interesses são justamente os gamers. E não acidentalmente, são justamente os que mais estão se ferrando desde a aurora dos tempos. E o nosso "Campeão", por assim dizer, resolve tomar as dores justamente do governo, com todo seu poder, e dos empresários, que também não são exatamente desprotegidos, com seus lobistas, conselheiros, políticos cooptados, etc. E resolve atuar contra quem? Contra nós! Justo nós que o apoiamos para nos ajudar. Ecomo se precisassemos de mais alguém para nos ferrar nessa história toda.

Enfim, é isso.

Gledson A. disse...

É mais fácil zerar Dark Souls sem morrer nenhuma vez do que ser justo nesse país hein.

Até parece que eles querem que voltemos a pirataria... palhaçada.

Breno disse...

Steam = Pirate Bay

Trollagem de qualidade lololololol!

Marcel C. Da Silva disse...

Interessante.
Seguindo essa linha de raciocínio, importar todo tipo de produto seria ilegal?
Tem horas que não dá pra entender o ser-humano, sério.

Jimmy666 disse...

Importar não é ilegal, mas é taxado.
Essa taxa visa proteger a indústria nacional.Já pensou se os produtos da China invadissem o Brasil sem nenhum tipo de taxação?

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

High Hell