Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

23 de dezembro de 2011

Memorial

Garreans-Walsh-photo

Os jogos eletrônicos cada vez mais tem feito parte da vida das pessoas, ao ponto de se tornar um referencial afetivo mesmo no momento da dor. Em 2009, o soldado britânico Richard Hunt foi enterrado junto com seu jogo favorito, Call of Duty: World at War.  Agora, é a vez da família do jovem americano de 18 anos Cody Garreans-Walsh prestar suas últimas homenagens através de Call of Duty: Modern Warfare 3.

Em 6 de Dezembro, o adolescente ficou aprisionado no segundo andar de sua casa durante um incêndio e faleceu. Duas semanas depois, seus parentes e amigos realizaram um memorial em sua homenagem. Ele era descrito como um bom sujeito, querido por todos, inteligente, de cabelos coloridos e jogador inveterado de CoD. Sua mãe, seu pai e diversos outros parentes fizeram tatuagens com símbolos do jogo para manter viva sua lembrança. Muitas das pessoas presentes trajavam camisas de Call of Duty por baixo das roupas.

Para sua mãe, Sandra Garreans, "Não se trata apenas de lamentar sua morte mas nós todos nos lembramos dele crescendo e dos momentos felizes. Ele teve muitos deles. Isto é o que eu irei lembrar".

 

Ouvindo: Midnight Syndicate - Residents Past
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

67 comentários:

Marcos A. S. Almeida disse...

Isso se chama RESPEITO.É o que o mundo precisa.

Jimmy666 disse...

Sei lá...meio bizarro!

Breno disse...

Uma pena eles morrerem tão jovens! Nem tiveram a chance de refinar o gosto para jogos!

Marcus Gonzallez disse...

É... Sei lá...

Shadow Geisel disse...

concordo com o Marcos. foi uma bela demonstração de respeito essa homenagem prestada pelos familiares. respeito pelo amor do cara aos games, não importando se era um passatempo aceito pela sociedade.

Shadow Geisel disse...

o Breno não perdoa nem o luto da família. não deixa passar a oportunidade de descer o pau no gosto do sujeito por games. kkkkkkkkkkkkkkkk

Jimmy666 disse...

Eu não sou fã da série Call of Duty, repetem a mesma coisa desde o COD4, que por sinal foi bem legal na época!
Tenho MW2 e joguei mais de 250 horas do multiplayer, é muito divertido!
Depois comprei BF BC2 e BF3... os multiplayers são bem legais e retratam bem o clima de guerra, mas ainda cho COD mais divertido!

Shadow Geisel disse...

Aquino, antes que eu me esqueça, quero desejar a você e a sua família feliz natal. muita saúde para que você possa, entre outras coisas, continuar a escrever os textos legais do Retina.
o mesmo para todos os companheiros do blog: Breno, Jimmy, Poa, Marcos, Wasner, e todos os outros.

Shadow Geisel disse...

Aquino, mudando de assunto; sobre o re4. faço couro com o colega Marcos.
deixa a sua "birra" de lado e arruma um jeito de jogar esse jogo numa versão decente (wii, ps2, no pc com joystick, iphone, sei lá). concordo com o Breno sobre a história retardada mas, se você deixar de jogá-lo por causa desses percalços, estará perdendo um dos melhores jogos de ação já feitos.

Shadow Geisel disse...

desculpa: faço coro. couro kkkkkkkk

Jimmy666 disse...

O PC me deixou mal acostumado, não consigo mais jogar shooter em controle.E não estou disposto a passar pela penitencia de me acostumar a jogar shooter com controle.
Um feliz natal a todos também!

Breno disse...

Shadow,Aquino e companhia:Feliz natal também!

Marcos A. S. Almeida disse...

Feliz Natal á todos os que tiverem a oportunidade de ler essa saudação;Muita saúde , felicidade e prosperidade á todos.
Shadow , obrigado por fazer "couro" comigo e Breno se você não tivesse desejado um Feliz Natal á todos eu diria que seu nome completo é Breno Scrooge...

Fagner P. disse...

/\ KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Breno Scrooge foi boa.

Dei uma escapada da familia pra vir desejar um feliz natal a todos também! Valeu!

Breno disse...

Droga, e horrivel quando agente não entende a piada!Alguem ai me explica o que é Scrooge?Valeu!

Breno disse...

Quanto ao couro sobre RE4, é bom fazer outra ressalva: O RE4 é o jogo com um dos piores quick time events da história dos jogos! Tem uma cutscene no jogo que é "recheada" com uns 7 quick time events onde se errar,vai ter que tentar tudo de novo! Ainda sim esse RE é bem melhor que o RE5!

Outra coisa que se deve levar em consideração é que o RE4 é um shooter "slow-paced",então quem quiser ação frenetica como a serie Quake ou Unreal Tournament(exceto o UT3) não vai se empolgar com RE4!

Breno disse...

Só complementando que eu acabei me esqueçendo: A unica coisa boa dos QTEs de RE4 é ver o clone de Justin Bieber se lascando nelas,hehehe!

Uma coisa que eu havia me esquecido: Aquino vc acompanha a comunidade modder dos fallouts antigos? Tem um mod que acabou de ganhar um demo,se chama mutants rising!


E pra terminar o verificador de palavras pediu para eu digitar trolls!

Marcos A. S. Almeida disse...

Breno, não sei se é sarcasmo seu ou não mas de qualquer forma explico: Ebenézer Scrooge é o personagem de um conto de Charles Dickens e a principal característica, que em minha opinião mais se assemelha á você é a ranzinzice.Só que ele não gostava do Natal , mas como você desejou á todos um bom Natal ao menos nisso você é diferente dele.E pra não dar margem á interpretação errada , já digo o significado de ranzinza: implicante, birrento, mal-humorado.

Marcos A. S. Almeida disse...

Na verdade o Justin é que é clone do Leon.E sim, Resident Evil 4 é MUITO melhor que o 5. A verdade é que a Capcom decidiu não mexer em time que estava ganhando.E se eu estiver errado me corrijam por favor , mas acho que foi esse jogo que inaugurou a visão em terceira pessoa "por cima dos ombros".

Breno disse...

Não entendi essa de a CAPCOM não mexer em time que tava ganhando. Eles lascaram o inventorio em RE5,praticamente quebraram a jogabilidade single player com a implementação do Co-op,e conseguiram se superar no tamanho do retardo que era a história(Romero deve estar aliviado de não trabalhar mais com eles,hehe).Fora ainda as caracteristicas negativas da serie,como as mal elaboradas paredes invisiveis e os inimigos esponja de balas(deve ter alguma justificativa mal feita vinda do virus).

Não sei se RE4 foi o primeiro a ter essa perspectiva de camera,mas com certeza influenciou um monte de jogos,incluindo o overrated Gears of war!

Breno disse...

Se eu interpretei Marcos direito,a expressão em time que esta ganhando de RE se refere a perspectiva e jogabilidade.Exceto essas partes terriveis que eu citei.Uma das partes mais gratificantes de RE5(e 4 também) é descarregar uns dois clipes de metralhadora em um zumbi de motoserra descamizado !

Jimmy666 disse...

Enquanto diversas produtoras investem milhoes para tentar alavancar um jogo ao status de franquia de sucesso, a CAPCOM faz questão de deixar as suas franquias irreconhecíveis.
A CAPCOM tem nome e prestigio o suficiente para ter lançado RE4 e RE5 com outros nomes, para não estragar uma franquia de sucesso como o Resident Evil...
Além do que ajudou diversos jogos de terror "meia-boca" fazerem sucesso porque existe um monte de gamers que adoram survival-horror (eu incluso)mas estão órfãos!

Marcos A. S. Almeida disse...

Posso ser simplista em excesso e exagerado, confesso , mas eu não vejo sentido pedir coerência e sobretudo uma grande história em jogos eletrônicos. Ok, se um jogo tiver uma história cativante, ótimo, vai conquistar fãs que gostam deste elemento;mas não acho que deva ser um pré-requisito e muito menos um fator de desqualificação de um jogo , como você meu amigo Breno, está sempre fazendo.Quer uma boa história? Leia Júlio Verne.Veja bem não sou contra jogos que se penduram numa história;friso, sou contra desqualificar um jogo por não ter uma história boa.Continuo vendo os jogos como entretenimento e diversão DESCOMPROMISSADA.E o mesmo digo para a coerência , como o frisado no inimigo "esponja de balas".É simplesmente uma característica do jogo. Em killing Floor por exemplo conseguimos "varar" vários "clots" (mutantes) com uma única flecha da Crossbow.É uma característica que não corresponde á realidade , mas é uma particularidade do jogo.Não vejo como falha.Falha seria se eu desse um tiro no pé e a cabeça explodisse...Na verdade , quando entro em um jogo , o que eu mais quero é entrar num mundo completamente fantasioso, em que eu possa fazer o que eu quiser ( e o jogo deixar) sem me preocupar com responsabilidades.Sou do tempo em que Marines eram enviados á lua de Marte???para combater seres vindo do Inferno??? isso tudo sozinho???e ninguém exigia coerência nem história maravilhosa.

Breno disse...

"Falha seria se eu desse um tiro no pé e a cabeça explodisse..."
Então vc deve ser um grande critico de Fallout 3 LOL!

"mas não acho que deva ser um pré-requisito e muito menos um fator de desqualificação de um jogo"

Como vc falou,é apenas um fator do jogo!Considero a história de Fallout 3 fraquissima,mas reconheco os pontos fortes do jogo,como a exploração,por exemplo(não chega a ser o melhor jogo em termos de exploração mas o que consegue fazer agrada o jogador).O que acontece hj em dia é jogos com história mediocre serem laureados por terem boas histórias,o que é paradoxal!

"E o mesmo digo para a coerência , como o frisado no inimigo "esponja de balas".É simplesmente uma característica do jogo."

Caracteristica essa que eu julguei pobre! O zumbi da motoserra não possui uma caracteristica que justifique o fato de ele ter uma resistencia 10 vezes maior que um zumbi normal!Se um dia vc jogar um jogo como Outcast,vc vai entender o que eu falo,pois é um jogo muito divertido que não subestima a inteligencia do jogador!

"Sou do tempo em que Marines eram enviados á lua de Marte???para combater seres vindo do Inferno??? isso tudo sozinho???e ninguém exigia coerência nem história maravilhosa."

Muitos continuam sem exigir,mas o caso de DOOM é diferente de RE,pois em DOOM a história só conhece quem le o read me do jogo,enquanto em RE a história está contida no jogo. Percebe a diferença? Em DOOM,o jogo não coloca cutscenes e QTEs meia boca para eu aturar!
Por falar em DOOM,estou tentando instalar o mod Brutal Doom,mas não sei como! Quem quiser me ajudar eu agradeço!

Breno disse...

"Enquanto diversas produtoras investem milhoes para tentar alavancar um jogo ao status de franquia de sucesso"...

Infelizmente a maior parte desses milhões está contido mais em marketing do que no proprio jogo em si...

Shadow Geisel disse...

RE 5, na minha opinião, tem um enredo bem melhor que o do 4. a jogabilidade dele é menos pesada que a do 4 também.
mesmo com a redução de escala da experiência de jogo, RE 5 é um jogo muito bom. claro, nem em mil anos ele supera o 4, mas é um jogo fundamental para quem gosta da série e de games de ação.
nota: cadê o Aquino, que não comentou nada no post?

Breno disse...

Shadow,vc poderia elaborar no quesito enredo de RE5? Vc quer dizer que ele possui personagens mais carismaticos é isso?Talvez sejá por conta do clone de Agente da Matrix Albert Wesker,que é um dos personagens mais carismatico da série!Poderia elaborar também no quesito jogabilidade pesada ou leve?

Pra mim o jogo ficou tão avacalhado em termos de história que qualquer caracteristica redentora que ele possa ter acabou passando despercebido por mim! O vilão injeta o viros nele mesmo e em dois segundos vira uma criatura lovercraftiana,só para se ter uma ideia da tosquice do jogo!

Breno disse...

Agora na minha opinião,a reciclagem de personagens da série acaba dando um tom de fan service que prejudica ainda mais a história! Fan service é a maneira mais generica de jogar seguro que eu conheço!

Jimmy666 disse...

Como Re5 e 4 podem ser essenciais e com boa história se nem zumbis tem mais?
Diversos "jogos de zumbi" aparecendo porque todo mundo gosta, e a série que lançou isso simplesmente renega a principal característica que ela criou...
Dead Space que é o atual preferido dos órfãos de RE tem uma história, jogabilidade, imersão e terror mil vezes à frente de RE.
No RE5 se um cachorro chega perto de ti, prepare-se para sofrer pra achar o bichinho com essa jogabilidade "leve".

Marcos A. S. Almeida disse...

Acho que só visualmente RE5 é melhor que o RE4, e só.E como eu disse , a Capcom não quis mexer em "time que está ganhando" e a mecânica continuou a mesma , apenas com o adendo de uma parceira - talvez pela crescente tendência de jogos cooperativos - o que também não significou nada revolucionário e pelo que vemos agora não melhorou o jogo.Já Resident Evil 4 , foi uma reviravolta - positiva, em minha opinião - para a série , e por que não para os jogos como um todo, mas claro , em menor proporção.E não é só eu que digo: no Metacritic 96 e no Gamespot 9.3 , só para citar 2 dos mais influentes sites avaliadores.Mas nada disso importaria se eu não tivesse jogado e gostado MUITO , e um dos poucos que tive o prazer de re-jogar, tanto no Ps2 quanto no PC.A ambientação, a dublagem perfeita dos personagens - não esqueço das falas dos personagens Ashley "-Leon,Leon!" e do Krauser "- Prepare for your death, Leon!" http://www.youtube.com/watch?v=c3k6M9GZS0E e da música melancólica ao salvar-mos o jogo - são alguns dos elementos cativantes que infelizmente inexistem em Resident Evil 5.
Dead Space realmente poderia ser o "sucessor" de Resident Evil 5 , mas acho que a atmosfera é muito mais opressiva , escura e apavorante.Na verdade ele elevou o termo "terror psicológico" á um outro patamar.
Breno,por curiosidade: existe algum jogo que realmente você gostou?E que nota você daria á esse jogo?

Jimmy666 disse...

A CAPCOM se não quisesse mecher em time que está ganhando teria repetido a formula dos RE anteriores!
Como citei, RE4 e RE5 poderiam ter sido lançado com outros nomes, mas não como RESIDENT EVIL.
Podiam ter colocado a visão em 3ª pessoa e elementos de ação, mas não deixar a série irreconhecível...
RE5 foi o primeiro jogo que baixei quando comprei a minha HD4670 em 2009, até hoje nunca joguei...

Marcos A. S. Almeida disse...

Irreconhecível realmente ela ficou , mas pra melhor, ou você queria que continuasse com câmera fixa?Ou continuasse dentro de mansões ou becos estreitos?Ou que a animação de abertura de portas e escadas continuassem do jeito que estavam? O que houve foi evolução,em todos os sentidos.Sinceramente não entendi quando você diz" Podiam ter colocado a visão em 3ª pessoa e elementos de ação..." Ué , não continua em 3ª pessoa?Não têm mais ação?
Ao contrário do que fizeram com Duke Nukem , que apesar de eu ter gostado , não superou as expectativas e não teve uma evolução significativa e á altura do nome, RE4 superou expectativas e foi uma evolução enorme.Foi um exemplo do que deve ser feito em uma franquia já desgastada.Alguém dirá: "- não se manteve fiel á história!" , bem realmente não completamente mas não vejo como falha conforme minha opinião acima.

Marcos A. S. Almeida disse...

Lucs , só agora tive a oportunidade de ler seu comentário no post anterior ,e é exato! Também joguei em quase todos os modos, Mercenaries - joguei até desbloquear o Krauser , e jogar com o braço anômalo dele é simplesmente sensacional! - e com a Ada Wong ,que é um modo bem mais curto , mas é meio que paralelo á aventura do Leon.

Jimmy666 disse...

Marcos, eu quis dizer da evolução do 3º para o 4º.
Não me incomodou a visão em 3ª pessoa e nem os elementos de ação, o que me incomoda é a ausência de terror, a ausência de zumbis e a ausência dos elementos de survival horror.

Breno disse...

"Breno,por curiosidade: existe algum jogo que realmente você gostou?E que nota você daria á esse jogo?"

Será que vc leu meus comentarios Marcos?Nessa mesma sessão de comentarios eu disse que Outcast é um otimo jogo! Também gostei de RPGs como Betrayal at Krondor,Planescape,trilogia Baldurs Gate,etc,etc...

"E não é só eu que digo: no Metacritic 96 e no Gamespot 9.3 , só para citar 2 dos mais influentes sites avaliadores."

Gamespot não é aquele site que demitiu um jornalista que falou mal de um jogo altamente comercializado lá? O Kane e Lynch?

O problema de citar argumentos de autoridade quando o assunto é jogos é que ainda não existem autoridade para jogos.

C. Aquino disse...

Desculpa a ausência, mas o Natal emendou com o aniversário da minha esposa e o trabalho acumulou etc. Hoje tem postagem nova. E, se esta aqui, para o pobre Cody Garreans-Walsh já rendeu mais de 30 comentários e se transformou em uma troca de opiniões sobre qual jogo é melhor, esperem para ver a próxima: minha lista dos melhores de 2011.

Sobre Resident Evil 4: eu juro que vou dar outra chance a ele com meu gamepad. Mas acredito que minha aversão ao título vá além dos controles do port para PC...

Sobre Resident Evil 5: como eu nem comprei, não posso dizer muita coisa. Mas, infelizmente para quem prefere os anteriores, o quinto capítulo foi o mais vendido de toda a franquia! Em Junho, tinha vendido mais de 5 milhões de cópias. De lá para cá, já deve ter chegado aos seis milhões. As chances da Capcom revisar o estilo de Resident Evil 5 são praticamente nulas e a tocha do survival horror já foi passada pra frente, ainda que não se saiba exatamente para quem.

Marcos A. S. Almeida disse...

É verdade Breno , você disse , mas na verdade a pergunta seria:existe algum jogo pra você que não tenha defeito?
Com certeza eu utilizo esses dois que citei como parâmetros de escolha de jogos, mas como eu disse acima , não adianta eles darem 10 se eu jogar e não gostar.Portanto nós somos a única autoridade pra escolha de nossos jogos.Ok,ok, eu citei esses 2 , como poderia citar IGN ou Cheat Code Central, mas o Metacritic já faz uma média destas notas para mostrar o quão ruim ou bom o jogo é.Você pode até discordar , é seu direito "sagrado" , mas quando esta média, vinda de uma maioria especializada, consagra ou detona um jogo , não é possível não levar á sério.O veredito final é seu , isso é imutável, mas a opinião de uma maioria pode - e no meu caso deve - ser levada em conta.O próprio Duke , no Gamespot leva uma nota 3.5 , ridícula e injusta em minha opinião e a média do Metacritic fica em 54 o que já considero um pouco mais justa.Mas como já joguei ele , repito: não revolucionou a franquia, não superou expectativas ,têm falhas técnicas , gráfico á vêzes bom, ás vêzes ruim, mas o Duke está ali, com sarcasmo, gracinhas ,egocentrismo , jogabilidade simples, mas nem por isso ruim, com linearidade ,fugindo ás tendências de mundo aberto, mas igual á muitos outros , e é um shooter simples ,com coisas diferentes como comandar um carro á controle remoto, disparar uma metralhadora gigantesca mas nem por isso o pior de todos.Na verdade o único pecado que o jogo cometeu foi o de não satisfazer ás expectativas dos fãs mais ávidos.Se qualquer jovem , que não conhece toda a saga da franquia pegar e jogar essa nova versão, tenho certeza que gostará.Repito, não é revolucionário , mas é tão divertido quanto qualquer jogo melhor avaliado do mercado.

Marcos A. S. Almeida disse...

Aquino , nós estamos iguais á alunos do primário: quando a professora se ausenta e não nos deixa tarefas, tocamos o terror!Discutimos qualquer coisa!!O importante é debater, eheheeheehh!

Fagner P. disse...

Pegando embalo, joguei o RE4 no PS2 (pirata, na verdade nunca tive um jogo original no PS2 e nem conheço ninguem que teve, na verdade os jogos originais de PS2 são tão raros quanto cartuchos de Master System) e desisti nos 20 minutos seguintes. Não que o jogo seja ruim, mas me decepcionei por achar que fosse igual os 3 anteriores, que inclusive são quase jogos favoritos para mim. O RE5 então, nunca nem corri atrás pra saber como é, por que imagino que não seja muito diferente. O fato é que seriam jogos ótimos, se o nome não tivesse Resident Evil, assim como os filmes, que não tem absolutamente nada a ver com os jogos, apenas o nome. (fracasso total).

Quanto as notas: Metacritic? Até onde eu sei, é o povo que põe a nota lá, e o Gamespot sou indiferente.

Shadow Geisel disse...

"Como Re5 e 4 podem ser essenciais e com boa história se nem zumbis tem mais?"
Jimmy, re não precisa ter zumbis pra ter uma história boa. se você bem se recorda, o nome original da série é bio hazard (sinceramente, acho que não se faz necessário traduzir isso para nenhum dos companheiros do blog). no enredo de re 5, as ameaças biológicas chegaram em tal ponto que viraram moeda de comércio entre terroristas. isso não deiza de ser bio hazard só porque não envolve zumbis.

Breno
jogabilidade menos pesada, pois o personagem é um pouco mais rápido, anda para os lados e tem mais opções de ataque que no 4.
o negócio de injetar o vírus em Wesker e ele simplesmente ignorar é bem ridículo mesmo. foi uma das primeiras coisas que eu percebi de falha no enredo desse jogo.
e a história de re 5 é bem superior que a do 4, aquela de salvar a princesa. no 5, o enredo gira em torno do conceito principal da jogabilidade, a parceria.

reclamar sobre o inventário do 5 é algo totalmente sem validade para mim, pois no 4 ninguém reclamava daquela maleta buraco negro que se expandia mais ninguém a via com o personagem em momento algum do game.

nota: caso esteja repetindo alguma ideia, é pelo fato de ainda não ter lido todos os comentários.

Shadow Geisel disse...

jimmy, você está entre aqueles jogadores que ainda não superaram as mudanças da série, e preferem ficar se lamentando eternamente do que aproveitar o que os novos jogos têm de bom.
encare os fatos, meu amigo: esse argumento de que Re 4 não é Re por se focar mais na ação é um dos mais furados que existem, pois o Re não foca mais o terror desde o Re 2.

como você critica re 5 se nem jogou? está perdendo um ótimo jogo.

Breno disse...

Shadow: O inventario de RE5 é pior para mim! Motivo:só tem espaço para nove itens e não leva em consideração a espessura do item. Um ovo de codorna tem o mesmo tamanho que uma shotgun naquele jogo!

Quanto a pergunta de Marcos,respondo: Perfeição é uma utopia, mas respeito os jogos que mais tentam serem perfeitos em todos os aspectos.RE 4 acerta em muitas coisas,mas erra feio em outras. E dessa midia especializada que vc tanto fala,quantos criticaram a história coco de RE4 e 5 por exemplo? Garanto que poucos.

Sobre a "evolução" que Marcos citou,sinto muito cara mas vc trocou as bolas legal! O RE não evoluiu,ele MUDOU a direção o que é completamente diferente! Seria como dizer que a serie sindicate vai evoluir por se tornar um FPS!

Shadow Geisel disse...

Breno, não aceito seu argumento sobre o inventário. esse problema do ovo já existia desde o primeiro jogo (apesar de não ter ovos nele).
eu acho muito mais plausível um inventário que leva em consideração os objetos que um ser humano consegue carregar em tempo real em seu corpo que uma maleta mágica (e invisível) que desafia todas as leis da física.
pra mim, essas reclamações são mimimi de jogadores acostumados a poder pausar a realidade e escolher o item que quer quando deveria estar apanhando de um chefe. o fato do inventário ser em tempo real não trona ele ruim, e trocar de armas com um toque de direcional é bem mais prático que apertar start, selecionar a arma e apertar x, ou você discorda?

Jimmy666 disse...

Shadow, eu não me importo com a adição de ação e com a visão em 3ª pessoa, eu tba cho isso uma evolução da série!
Mas cadê o terror?Cadê a sobrevivência?Cadê os zumbis?
Sim, no japonês é bioohazard... mas essa premissa de acidentes biológicos sempre teve a ver com zumbis, desde George Romero até o humos negro de " a volta dos mortos vivos".
Como disse em outras discussões, não sou saudosista, mas amo jogos de terror que me fazem pular da cadeira, e esse elemento já foi se perdendo desde o RE2...
RE podia ter o mesmo ou até mais sucesso se mantesse esse elemento, outras séries como Dead Space e FEAR apareceram desse vácuo de terror renegado por RE!

Breno disse...

"Breno, não aceito seu argumento sobre o inventário. esse problema do ovo já existia desde o primeiro jogo".

E por algum acaso eu elogiei o inventario dos RE classicos?Essa argumentação é velha:"a o jogo de dez anos atras tem o mesmo defeito que a sequencia contemporanea então ta perdoado"!!Até concordo contigo que os inventarios poderiam considerar o que um ser humano pode carregar,mas não é isso que RE5 faz.


Jimmy: Tente jogar pathologic!Jogo sandbox de sobrevivencia a uma epidemia,que consegue dar mais medo que muito RE por ai. O jogo é praticamente silent hill em terceira pessoa!

Fagner disse:
"Quanto as notas: Metacritic? Até onde eu sei, é o povo que põe a nota lá, e o Gamespot sou indiferente."
O metacritic se constitui de notas de editores de sites e usuarios!


Marcos disse:
"O próprio Duke , no Gamespot leva uma nota 3.5 , ridícula e injusta em minha opinião"

Por que vc não desconstroe a critica do Gamespot então? Opiniões são muito mais interessantes quando embasadas por um argumento!

"a dublagem perfeita dos personagens - não esqueço das falas dos personagens Ashley "-Leon,Leon!" e do Krauser "- Prepare for your death, Leon!" "

Pfft! Marcos faça um favor a vc mesmo e jogue os jogos da franquia Legacy of Kain para ter o combo dialogos bem feitos com dublagem fenomenal! Procure o video de introdução do jogo Soul Reaver para ter uma ideia

Breno disse...

Shadow disse:
"pra mim, essas reclamações são mimimi de jogadores acostumados a poder pausar a realidade e escolher o item que quer quando deveria estar apanhando de um chefe."

Leve em consideração que eu não critiquei o fato de o inventario ser em tempo real e sim a forma como ele e arranjado. Na verdade o que vc falou é bem facil de implementar,sem ter que apelar pro inventario coco de RE5! Basta fazer com que o jogo impessa o jogador de pausar o jogo para usar o inventario quando estiver em perigo,por exemplo! Junto a isso,introduzir escolhas de armas em tempo real e animações longas quando vc for usar um curativo,tornando presa facil para o inimigo.Seria até interessante se o personagem ficasse nervoso na hora de se curar e acabasse ganhando pouco HP,ou até mesmo perder HP devido a utilização de medicamentos de forma errada!

Marcos A. S. Almeida disse...

Breno você acha que eliminar as animações toscas de abertura de porta e subida de escadas não são uma evolução??Tirar a câmera fixa não é uma evolução??Os gráficos - que pra mim não são fundamentais para decretar qualidade - melhoraram e não foi uma evolução??Você sabe o que é cenário pré-renderizado?Acho que não, pois em Resident Evil 4 isso foi eliminado e você nem percebeu essa EVOLUÇÃO!!!Depois dessa percebo que seu nível de discernimento sobre jogos é limitadíssimo.Você não gostar do jogo, tudo bem, aceito e é seu direito, mas "achar" que não houve uma evolução é simplesmente ir contra toda e qualquer evidência nesse sentido, como as que eu citei acima.Aí meu amigo, o debate vira "vale-tudo" , sem bons argumentos e sem sentido. Ou então você diga, não gostei disso, não gostei daquilo e por aí vai, que considerarei uma opinião pessoal, mas afirmar em tom categórico que não houve evolução??

Breno disse...

Evolução! coisas que foram implementadas desde que eu uso fraudas vc chama de evolução? Da um tempo camarada!Vou colocar ponto a ponto o que vc entende como "evolução":

"Tirar a câmera fixa não é uma evolução??"
Não,pois a camera fixa proporciona coisas que uma camera que acompanha o personagem não proporciona,como um angulo interessante,construção de uma atmosfera de medo,etc..Vai me dizer que os jogos 100% 3d da época eram mais evoluidos que RE então? Mudança de direção é a palavra chave.

"Você sabe o que é cenário pré-renderizado?Acho que não, pois em Resident Evil 4 isso foi eliminado e você nem percebeu essa EVOLUÇÃO!"

RE 4 uma virgula!Acrescente Code Veronica na Equação e um RE de PS2 que se passa no navil,e talvez o On-line Outbreak! Até um RE shotter on-rails tosco abriu mão de cenarios pre-renderizados!

"Ou então você diga, não gostei disso, não gostei daquilo e por aí vai, que considerarei uma opinião pessoal, mas afirmar em tom categórico que não houve evolução??"

Opinião? Ainda estou esperando vc desconstruir o review de DNF da Gamespot que vc disse ser ridiculo sem nenhum embasamento.

"Vc queria que continuasse dentro de mansões ou becos estreitos?"

Os becos continuam estreitos,pelo o que eu saiba!

Jimmy666 disse...

Bom, não achei evolução também.
Pra mim está mais pra "mudança de orientação" do jogo do que evolução.
Os RE 1, 2 e 3 tiveram melhoras e evoluções dos mais diversos tipos, como graficos, jogabilidade, som, etc...
Não vejo nenhum problema se RE4 fosse com camera fixa, mesmo sendo assim poderia abolir as salas renderizadas e tal...a camera fixa realmente colabora para um visual claustrofóbico e desesperador.
Mas como eu disse, não foram a visão em 3ª pessoa e nem os graficos e tudo mais, ja falei mil vezes!

Breno disse...

Quanto a evolução dos graficos,eles só estão seguindo a correnteza de hardwares lançados ao longo dos tempos! A CAPCOM não seria idiota de lançar RE5 com graficos de PS2(que alias,o RE5 mais parece um reskin de RE4 em HD,visto que os zumbis tem as animações quase identicas aos do RE4)!

Esqueci do primeiro ponto:
"Breno você acha que eliminar as animações toscas de abertura de porta e subida de escadas não são uma evolução??"

Claro que não!Eliminar uma caracteristica é apenas isso,eliminar uma caracteristica!E qual foi a evolução?Colocar uma tela de Loading no lugar(por que para mudar de area o jogo carrega não é mesmo?) Eu até achei essa caracteristica "tosca" que vc citou bem atmosferica em Code Veronica,pois em certas portas o personagem fica exitante e o coração dele começa a bater mais forte,aumentando a espectativa do momento!

C. Aquino disse...

Não sei o que me espanta mais: termos 50 comentários nesta postagem ou o fato do Breno, defensor acirrado dos RPGs, ter jogado Resident Evil. Você jogou, não foi, Breno?

Breno disse...

Ei da um tempo Aquino,eu tive um playstation hehehe!

Ja joguei RE 1,2,3 Code Veronica(em locadora)Dead Aim(coisa pouca)Outbreak 1(coisa pouca) RE4(não chegei a terminar) e RE5(terminei entediado)!

C. Aquino disse...

OK, vivendo e aprendendo...

E que tal um Killing Floor? Aposto que tem muita gente aqui que queria ver você "em ação"!

Breno disse...

Não da! Minha conexão é muito baixa,mas valeu pelo convite!

Marcos A. S. Almeida disse...

“De fato, Resident Evil 4 é diferente dos outros jogos da franquia. No entanto, não há motivo para os fãs de longa data se alarmarem, pois todos os pontos fortes do jogo foram melhorados, e não simplesmente modificados. A jogabilidade é muito boa, os novos inimigos são tão assustadores quanto os antigos e o enredo é envolvente, assim como os de seus antecessores”. – Baixaki Jogos

"Resident Evil 4" conseguiu a proeza de não perder o espírito da série ao mesmo tempo em que corrige seus principais problemas - UOL Jogos

“Ponto positivo: evolução da série” – MyGames.pt

Gaming's most important evolutions: Over-the-shoulder aiming
First seen in: Resident Evil 4 (2005) – Games Radar

“Resident Evil 4 revolucionou a franquia da Capcom “ - Wikipédia

Então fica assim: somos todos uns ineptos e você Breno, é o entendido.

Shadow Geisel disse...

Jimmy, concordo plenamente que atmosfera de terror está faltando na série. re 4 conta com alguns breves momentos de suspense e terror, como quando nós jogamos com Ashley ou a parte dos Regenerators (aquele bicho é simples mas me dava cada susto do coração bater na epiglote).
não sei porque essa insistência de achar que re TEM PORQUE TEM QUE TER ZUMBIS NA TRAMA.quando tinha, todo mundo metia o pau por causa do baixo desafio de enfrentar inimigos lentos que só serviam de bucha de canhão.
você já jogou o modo mercenários ou nas últimas opções de dificuldade? quase não dá pra respirar. se você parar pra carregar a arma ou outra ação é agarrado ou leva uma foiçada nas costas. isso é survival. pode não ser horror.
você jogou o dlc lost in nightmares? essa foi a forma da Capcom testar os jogadores quanto a possibilidade da série voltar às raízes, e provavelmente deu certo. não conheço ninguém que não tenha gostado desse DLC. tem até um truque pra deixar a câmera igual a da série antiga. se você for um saudosista e acha que as coisas deviam ser como eram antes, jogue com essa câmera e me diga o que achou. duvido que o saudosismo persista.

pra finalizar, de todas as séries que estão com essa onda de retorno às origens, RE é a que menos precisa disso pra vender bons jogos. só precisava de mais cuidado com enredo e clima de terror.

Shadow Geisel disse...

"Quanto a evolução dos graficos,eles só estão seguindo a correnteza de hardwares lançados ao longo dos tempos!"

discordo totalmente de você nesse sentido, Breno.
Re5 é um jogo de 2009. desafio você a me mostrar um jogo dessa mesma época que possua a mesma qualidade gráfica que esse título. ainda hoje, poucos jogos conseguem atingir a qualidade de re5.
nesse ponto a capcom nunca decepciona. sempre sai à frente e faz valer o dinheiro gasto num console novo ou placa de vídeo.

Shadow Geisel disse...

Marcos, desculpa, mas nesse ponto concordo com Breno.
não houve evolução em alguns aspectos de re4. as melhorias desse game já poderiam (e deveriam) ter sido implementadas desde o re2 se a maioria dos fãs não fossem umas putinhas deslumbradas que engolem qualquer coisa que leve o nome da sua franquia favorita seguido de um número 2, 3, 4...
(perdoem-me pelo termo chulo)
por exemplo: por que ter que aguentar três frases pra poder coletar um ítem? aí re4 resolve isso e, de repente, é inovação?
o inventário de re4 é copiado do diablo, de 1996. os qtes foram implementados por Shen Mue, um jogo de dreamcast que ninguém jogou.
a câmera nem se fala.
e outra: citar opiniões de site como uol jogos só vai queimar o teu filme, pois aqueles caras lançam no ar análises que afirmam que Fallout 3 apresenta "alguns problemas que não chegam a atrapalhar a diversão". jogam 3 horas pra fazer um review de um jogo que se leva pelo menos um ano pra completar.
tenha santa paciência.

Marcos A. S. Almeida disse...

Shadow , você fala mal do UOL, o Breno do Gamespot - e eu também - e provavelmente irá aparecer alguém contra o IGN, Metacritic, Gamespy e outros.Mas o ponto não é UMA análise , UMA opinião.Eu poderia , se achasse necessário, coletar inúmeras análises positivas sobre o jogo e corroborando com minha opinião sobre a evolução, mas o espaço não permite e eu acho desnecessário.O importante é que quando uma coletividade imensa é uníssona quanto á um ponto , a opinião de 2 ou 3 gatos pingados perdem o seu valor para o coletivo.E é isso que evidencio.Eu tenho a mesma opinião que uma imensa coletividade - á princípio de especialistas - têm.Não é possível que tantas pessoas , que estão muito mais gabaritadas do que a gente , estejam erradas e 2 ou 3 jogadores eventuais estejam certos, correto? E se você ou qualquer outra pessoa for de encontro á essa constatação, meu amigo, fica evidente que a lógica e o bom senso foram "nocautedos" e entra em cena a teimosia e a irracionalidade.Então eu deixo o debate e vou conversar com meu hamster cego e surdo que será muito mais produtivo.

Jimmy666 disse...

A imensa coletividade acha Calypso, Ivete Sangalo e Sandy Junior o máximo e consomem produtos deles.Nem por isso deixo de opinar que é lixo.
A CAPCOM quis justamente isso, simplificar, colocar ação justamente pra agradar a maioria e os casuais, os fãs da série que se danem!
Sabe aquela banda de rock que você gosta?Daí ela começa a fazer sucesso e coloca umas guitarras mais leves, as musicas começam a ficar mais melosas... daí a banda alega que é a evolução da sonoridade...ledo engano!Eles querem entrar no mercado e agradar a maioria!Daí os fãs que deram evidênia à banda que se danem!

C. Aquino disse...

Já vi que no dia em que eu tomar fôlego, jogar Resident Evil 4 outra vez e escrever uma análise, isso aqui vai pegar FOGO!

Shadow Geisel disse...

Marcos, não estou afirmando que nenhum site de reviews presta. só acho que citar frases de sites parece estratégia de produtora medíocre querendo vender jogo medíocre.
Re 4 é um ótimo jogo, independente de todas as suas falhas. mas se não fosse, não seria a coletividade que mudaria esse fato.
Demon's Souls é aclamado pela crítica, mas na minha opinião ele é um lixo mal-acabado que não vale o custo de fabricação do blu-ray.
gosto muito do re 4 e 5. não se engane. lembra como essa discussão toda começou?
"Aquino, mudando de assunto; sobre o re4. faço couro com o colega Marcos.
deixa a sua "birra" de lado e arruma um jeito de jogar esse jogo numa versão decente (wii, ps2, no pc com joystick, iphone, sei lá). concordo com o Breno sobre a história retardada mas, se você deixar de jogá-lo por causa desses percalços, estará perdendo um dos melhores jogos de ação já feitos."

Marcos A. S. Almeida disse...

Shadow,o que está sendo debatido não é a qualidade do jogo ; opinião pessoal eu não discuto, aceito.Um acha bom, outro ruim e outro sequer quer jogar.Mas o que nenhum dos 3 pode negar , perante as evidências, é que do RE3 - Nêmesis para o RE4 houve uma EVOLUÇÂO.E é isso que está sendo debatido.Como comprovo?Trazendo impressões de sites especializados que dizem o mesmo: Resident Evil 4 foi a evolução da franquia.Mas se a pessoa joga , gosta e não vê evolução, tudo bem é mais uma opinião pessoal que respeito, apesar de achá-lo equivocado, mas respeito.O que não aceito é a afirmação categórica que NÂO HOUVE EVOLUÇÂO.Foi aí que começou o debate.Apesar de estar clara e cristalina a evolução, alguns insistem em dizer que não houve;portanto trouxe essas citações acima para confirmar o que eu venho dizendo: houve a evolução.Mas se a pessoa joga e não vê evolução - mesmo vendo a diferença gritante das características técnicas - e lê as opiniões acima e continua dizendo que não houve uma evolução, pra que continuar o debate?

Shadow Geisel disse...

Marcos, o que você chama de evolução já existia em outros jogos. sei que pra uma coisa evoluir não é necessário inovação, mas a capcom só fez atualizar o re4 pra uma jogabilidade menos burocrática.

Breno disse...

Shadow: Sobre um jogo mais bem feito que RE5?Facil:Crysis(2007)

Infelizmente Marcos saiu muito pela tangente,inclusive ignorando que entre RE3 e RE4 teve 4 jogos da franquia no meio(e errando no conceito de graficos prerenderizados)!Marcos é o tipo da pessoa que acredita que mudar o genero e evoluir a franquia!Infelizmente tenho que durmir agora!Até mais!

Shadow Geisel disse...

Breno, não sei se Crysis é mais bonito que re5 pelo simples fato de que não joguei esse jogo, então não tenho condição de falar. até porque eu teria que jogar os dois jogos no ps3, o console usado para a comparação.
e outra, o fato de Crysis ser ou não mais bonito que re5 não muda o fato de que você errou feio quando afirmou que re5 só fez seguir a curva evolucionária dos gráficos. só porque você não gostou desse jogo não pode tirar um mérito óbvio que ele possui. isso não é argumentação. é ataque por pura questão de gosto próprio.

Jimmy666 disse...

Aí discordo do Breno.
RE4 tem graficos bem datados, mas RE5 é muito bonito graficamente e especialmente leve de se rodar.
Em 2009 eu havia comprado uma HD4670 como falei anteriormente e rodei o benchmark do RE5...muito leve e muito belo.
Já Crysis é de 2007 mas foi programado de uma forma que não rodasse em praticamente nenhum hardware da época, diz a lenda que só os computadores da nasa rodavam ele em FullHD com todos os filros e todas as configurações no máximo.
RE5 era graficamente excelente e rodava em hardwares modestos.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Tooth and Tail