Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

14 de agosto de 2011

Gringos, Delírios e Mais Um Que Cai

O Breno me cobrou a possibilidade de eu acrescentar alguns links estrangeiros no menu lateral do blog. Nos primórdios do Retina Desgastada, havia um equilíbrio entre sites em inglês e sites em português na lista de indicações e, em algum momento que eu nem me lembro mais, optei por oferecer apenas links em português. Como a barra lateral já está um pouco comprida e conteúdo em inglês não é universal para todos os leitores, ficam algumas dicas por aqui mesmo. Lembrando sempre que eu não concordo 100% com tudo que é escrito nos sites recomendados, mas isso não me impede de sugeri-los, nem que seja para incendiar opiniões.

  • Armchair Arcade é um coletivo de gente que entende MUITO de RPGs para computador e da história dos jogos eletrônicos. Além de resgatar algumas pérolas do passado, eles também analisam os novos títulos com um olhar de quem já viu muita coisa nessa vida. Se eu não estou enganado, quem me passou a dica foi o camarada Wasner Machado do Planetóide X.
  • Fileplanet's Blog é uma boa fonte de mods, jogos gratuitos e papéis de parede.
  • Ninja Game Den é escrito por um cara de 19 anos, que compensa a falta de mais quilometragem com um nível de discernimento bastante elevado. Por exemplo, ele NÃO gostou do primeiro Fallout, mas argumenta tão bem que é impossível não entender o seu ponto de vista.
  • System Shock Twenty Sided é o blog do Shamus Young, um sujeito que eu admiro e considero um dos melhores blogueiros em atividade. Ultimamente ele tem gasto tempo com uma série de videocasts e programando seu próprio jogo(!), mas você pode conferir a nata da sua produção em Best Posts. Se você domina mesmo o idioma inglês e curte cyberpunk, não deixe de conferir a excelente adaptação gratuita do primeiro System Shock que ele escreveu e eu já comentei por aqui.
  • Mobygames é obrigatório para quem é apaixonado por jogos. Trata-se do maior banco de dados de informações sobre títulos de todas as plataformas inventadas pelo Homem, totalmente alimentado pelos próprios usuários. Até eu já contribuí! Então, quando eu procuro análises de algum jogo, eu não vou a outro lugar. Com milhões de análises escritas por jogadores como eu, eu não fico sujeito ao risco de ler matérias pagas e muito frequentemente posso comparar opiniões diferentes. Tem muitos analistas lá que dão um banho em todos os profissionais da grande mídia. Já gastei horas e horas navegando pelos reviews do Mobygames.

Expandindo o Pensamento

Para quem não domina a língua da Rainha Elizabeth, esta semana apareceu em dois sites diferentes artigos relacionados a um dos meus temas favoritos: a interferência da realidade com o mundo dos jogos e a interferência do mundo dos jogos na realidade. 

Reality in Games

Um artigo do Fábio Bracht no Papo de Homem fala sobre as possibilidades misteriosas de um jogo secreto inventado pelo criador de Minecraft. Indo além da discussão se jogos podem ser Arte, podemos divagar sobre a possibilidade de um jogo ser uma religião e seu único jogador ser o seu Deus.

Fábio Alves no Sob Controllers tenta decifrar o que nos move em direção a estes universos virtuais e suas fantasias de poder. A dura resposta pode chocar você.

E confira também a tag (ir)realidade, aqui mesmo no Retina Desgastada, para terminar o seu dia inserindo pensamentos questionadores na mente, sem contra-indicações.

Baixa de Guerra

Gamerview Fechando com uma nota triste. Um site que costumava ser uma boa fonte de conteúdo vai encerrar suas atividades. O Gamerview foi saudado por aqui na data de sua estréia e sumiu da minha lista de links justamente porque eu imaginava que ele não precisava de mais visibilidade. Ledo engano.

"É com certa tristeza que nós nos despedimos de nossos leitores e ouvintes dos podcasts. Com 2 anos e meio de vida, o Gamerview encerra suas atividades hoje, dia 10 de agosto de 2011. Os motivos são vários, sendo o principal a falta de tempo da equipe para se dedicar ao conteúdo diário. Alimentar um site do tamanho do Gamerview demanda muito tempo e dedicação, e por consequência chegamos ao ponto de termos que fazer escolhas em prol do trabalho e família."

Os responsáveis pelo site prometeram deixar o conteúdo no ar até 31 de dezembro. Há rumores de que se eles alcançarem 500 comentários na despedida, eles vão continuar operando na base do podcast. Mas o conteúdo escrito... vai tudo para o limbo das boas idéias. Então, corra e leia agora as análises de qualidade e algumas excelentes colunas escritas pela equipe:

Há quem diga que tudo não passa de jogada de marketing, no melhor estilo do que o GOG tentou no ano passado. De um jeito ou de outro, o site outrora promissor atinge seu ponto mais baixo e a "blogosfera gamer" segue em frente com centenas de repetidores de notícias, fanboys, falsos engraçadinhos, plagiadores e caçadores de Adsense.

Ouvindo: Suffocation - Souls To Deny
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

26 comentários:

Breno disse...

Desculpa ae Aquino mas a argumentação do cara do blog Ninja Game Den é muito fraca e recheada de anacronismo. O cara simplesmente não gostou dos primeiros momentos do jogo pelo fato dos desenvolvedores não implementarem um detonado dentro do jogo(leia-se dicas de como prosseguir,compassos magicos)e se frustrou por ter que dar um alt+tab e procurar um detonado online(nisso ele diz que o jogo tem "bad design").Eu posso até respeitar a argumentação dele,mas é esse tipo de opinião que fudeu o genero de crpgs,pois agora as desenvolvedoras tem medo de implementarem qualquer coisa por conta do jogador casual.O proprio fallout 3 é um exemplo disso,visto que a inteligencia do personagem raramente afeta as opções de dialogo,se comparado com os originais.Bloquear um conteudo por conta do personagem ou decisão dele no jogo é cada vez mais raro(cada vez mais os rpgs estão se aproximando de livros escolha a sua aventura). É comum tambem vermos jogos bem "intuitivos" que não passam de 10 horas de tutoriais,nos mostrando o tempo todo quais teclas ou botões utilizar.A solução:fazer um jogo que não precise de tutoriais para completar-lo,e só depois disso, implementar os tutoriais como opção para os jogadores casuais.

Breno disse...

Vou falar agora de alguns autores que eu conheço:
Shamus Young:escreve bem e é competente em geral.Suas contribuições no site escapist tambem são boas,apesar de eu repudiar aquele site( entenda porque vendo este topico do rpg codex): http://www.rpgcodex.net/phpBB/viewtopic.php?t=21628
Alexandre Tau:escreve melhor quando fala da industria,mas não muito bem quando fala de jogos. O que me incomoda um pouco nele é a persona que ele adota de "jornalista troll",pois este tipo de escritores abusa muito de hiperboles e sensacionalismo em alguns casos.Criam titulos de artigos e resenhas polemicas e quando vc vai ver o artigo é bem fraco,só para atrair mais pessoas.Na lingua inglesa existe alguns similares a ele,como por exemplo Yathze do site escapist e Jim Sterling do site Destructoid(esse é a figura mais bizarra pois tem todas as caracteristicas que eu citei e ainda é visto como uma figura sexista!!)

C. Aquino disse...

Eu falei que entendia o ponto de vista dele, mas não falei que aceitava! eheheheh
Também sou contra a homersimpsação dos jogos, para usar uma palavra do camarada Wasner. Grandes setas amarelas indicando a direção que eu devo ir, dicas constantes na tela da tecla que devo apertar (uma praga que assola o excelente Batman AA), layout linear para FPS (sou da época dos labirínticos níveis de Blood e Duke Nukem 3D!), tudo isso tem como objetivo atingir um público maior, menos propenso a pensar por si mesmo ou facilmente frustrável. Trocamos a eventual "travada" por uma constante paparicação.
Ainda assim sou obrigado a reconhecer que é fácil passar direto por Shady Sands e ficar disorientado no comecinho de Fallout 1. Mas isso também está presente em Fallout 3! Por muito pouco, eu também quase não vou para Megaton.
Resumindo: é interessante também ler opiniões contrárias à nossa, desde que argumentadas e respeitosas, nem que seja para reavaliar e redescobrir porque pensamos como pensamos. Dê mais uma chance ao "Ninja"!

C. Aquino disse...

Lembrando também que o primeiro texto que eu sugeri do Gamerview (sobre blogs) não é do Taú, mas do Gus Lanzetta. ESSE é troll profissional!

Breno disse...

O problema é que ele analisa esses "problemas" do jogo a luz das convenções modernas.Isso é anacronismo(um dos seus jogos favoritos,hehe)e é o que enfraquece a argumentação.E ele mesmo confessou nos comentarios que não tava prestando muito atenção no jogo(requisito primario em jogos do tipo).Outra questão interessante do fallout é que vc também pode ignorar completamente as direções fornecidas e ir direto tentar a sorte e uma provavel morte rapida na base dos mutantes(essa é a graça e o bom design do rpg).

EsquizoDouglas disse...

Acabei de ler os artigos que você indicou da Gamerview, e realmente, é muito triste ver um site que aborda temas relacionados a jogos de maneira inteligente (coisa rara) acabar dessa forma. Aquino, você não vai fechar o retina né?

João Luiz disse...

breno:

engraçada essa parte de teu comentário:
"Outra questão interessante do fallout é que vc também pode ignorar completamente as direções fornecidas e ir direto tentar a sorte e uma provavel morte rapida na base dos mutantes(essa é a graça e o bom design do rpg)."

engraçada porque tu fala que o cara conhece superficialmente o jogo mas tu tb faz isso. se tu quiser, pode acabar FO3 bem rápido, pulando quase toda a main quest. difícil, mas dá pra tentar. é só conhecer o jogo...

comentando o post anterior:

o steam vai mesmo começar a vender jogo usado? mas como vai dar pra ver que é usado, se tu baixa on-line e instala no steam o jogo, e não como no gog, que vem em executável?

Breno disse...

João uma pergunta:
Quais quests de fallout 3(excluindo os secundarios,que não tem nada haver com a main quest)vc pode evitar?Em fallout 3 vc pode usar a skill speech para evitar alguns sub-quests relacionados,mas não se aprofunda muito! o personagem sempre tera que ir para rivet city,little lamplight(o horror!),a base do enclave,etc,etc..
Ja em fallout 1,vc pode totalmente evitar a quest principal(pelo menos a quest que vc pensa que é a principal,que é recuperar o water chip)!E se vc não sabe,eu joguei a campanha principal de FO3(sim,eu fui vitima do hype),e o blogueiro só jogou 10 minutos de fallout 1!

João Luiz disse...

jogar a "campanha" principal é conhecer bem o jogo? tem certeza?

por isso tu não sabe o que evitar... dá pra cortar boa parte da main quest, mas eu não vou dar spoiler aqui, senão o aquino me mata ou me censura. joga e vê, não é só com speech que se evita quest.

no FO1 tu não tem como evitar a quest principal, ao contrário do que tu disse, mas sim acabar o jogo indo direto até o encontro com o master. tem gente que acabou o jogo em 10 minutos ou menos fazendo isso. bom pra eles, mas eu não gosto de speed runs.

ao contrário de ti, que não jogou direito o FO3 e critica, eu joguei muito o 1, acabei, reacabei e conheço ele (apesar de não jogar faz uns bons 10 anos...) e posso dizer que, apesar de ser um dos 3 melhores jogos que joguei (e que é MUITO melhor que o 2) ele tem seus defeitos chatos.

e o new vegas rapidinho vai tomar o lugar do Fo1 como o melhor. é simplesmente fantástico, apesar da engine velha e dos bugs (em especial o de congelar o jogo - um clássico - e o de corromper os saves - o auto save é mais confiável que salvar normalmente, vejam só...)

João Luiz disse...

sobre o site do ninja gaiden (aliás, que jogos bons eles eram..):

gostei do cara, mesmo não concordando com muita coisa que ele diz. ele, pex, não parece entender que jogos antigos funcionavam diferente, que o manual era importante e que tutorial é para fracos (eheh), mas o cara argumenta bem mesmo.

engraçado ver os xiitas do FO1 comentando lá e ele censurando e dando uma chinelada num deles...

Marcos A. S. Almeida disse...

Li o texto indicado no blog do Fábio Alves o Sob Controllers mas não concordo completamente.Existem muitos aficionados por jogos e acredito que os exemplos que ele deu são exceções.Existem pessoas que sim,são infelizes em seus trabalhos e se realizam nos jogos,mas também são uma exceção.No meu modo de ver a grande maioria vê os jogos como pura e simples diversão.Uma diversão altamente prazeiroza , mas diversão.Acredito inclusive que quem deve levar á sério os jogos é quem trabalha e lucra com eles e só.Os pseudo-jornalistas que cansam de execrar os jogos violentos também levam muito á sério e acredito que também não deveriam.E quando digo levar á serio é quando ele deixa de ser uma diversão para se tornar uma obsessão.E discordo frontalmente quando ele diz: "A realidade não nos oferece um meio de interação social tão eficaz. Enfim, a realidade não foi pensada para nos fazer felizes". E olha que no início do texto ele ainda diz " Nós, gamers, não estamos rejeitando a realidade..." Nós não, mas ele está!E realmente Aquino, ele me chocou!

C. Aquino disse...

O texto do Fábio Alves é amargo até a raiz da alma, mas como ainda é a primeira parte de um raciocínio que ele está desenvolvendo, eu prefiro esperar para ver quais conclusões ele apresenta. Eu vou além do que você diz e acho que jogos podem ser mais do que diversão: podem ser uma forma de compreensão da sociedade que os produz, podem oferecer lampejos de soluções para problemas reais, podem funcionar como ferramentas de engrandecimento pessoal, podem mostrar um prisma da própria realidade que não teríamos visto de outra forma, podem ser o veículo de uma narrativa poderosa. Podem ser escapismo também, mas isso é uma linha de pensamento que reduz demais a questão. Eu acredito que pode ser isso tudo, depende do jogador, depende do jogo, depende do contexto.
Pode parecer a princípio que os três temas desta postagem tem uma relação tênue. Mas, na verdade, são a minha maneira de colocar mais lenha na fogueira, de sacudir o pensamento, gerar controvérsia, oferecer alternativas. Acho que consegui.

Marcos A. S. Almeida disse...

De forma brilhante você definiu outras funções que um jogo pode exercer, e todas elas abrem um novo horizonte para os jogos , ao contrário da visão dele , que é restritiva e apequena a visão sobre eles.E sim, você têm conseguido colocar "lenha na fogueira" , o que aliás , em minha opinião é uma evolução no seu texto , o qual acompanho já algum tempo.Mas por favor não se transforme eu um fábio sooner da vida, eheheheheheheh!

Breno disse...

Amigo João agora vc vem falar que eu não joguei o jogo FO3 quando na verdade eu joguei umas 60-70(main e side quests) horas do mesmo e sei bem do que to falando(deveria prestar um pouco mais de atenção nas nossas discussões não é mesmo?)!Vc fala que tutorial é para os fracos,mas defende com unhas e dentes um jogo que é composto e recomposto por tutoriais!E vc não respondeu a minha pergunta sobre a main quest de fallout 3 poder ser adiantada(pode me mandar um link com detonado sem problemas)!Só mais uma coisa,essa "speedrun"que vc falou de fallout só se aplica com a build certa(não é qualquer personagem nivel 1 que consegue terminar o jogo sem morrer)!Ou vc acha que um personagem com INT baixa consegue terminar o jogo em 10 minutos??

C. Aquino disse...

Breno e João Luiz, vocês dois gostam do MESMO jogo (Fallout 1), ainda que de formas diferentes! Eu vou soltar vocês dois nas Wastelands, um carregando a shotgun e outro carregando a munição, com um Deathclaw os perseguindo. Aí, vocês chegam a um acordo! eheheheh

Marcos, o Fábio Sooner é único e fruto de anos de prática.

E, em uma surpreendente reviravolta, o responsável pelo Ninja Games Den não só linkou para o Retina Desgastada no Twitter, como ainda escreveu em outro tweet: "Alright, I'm giving Fallout 1 another shot. Small Guns is the most convenient weapon to spec in, right? I don't want to end up gimped". Não sei se os dois eventos (e Google Translator) estão relacionados, mas acho que ainda podemos ver mais opiniões sobre o jogo.

C. Aquino disse...

Correção: Ninja Game Den REALMENTE leu a postagem aqui e escreveu uma resposta! http://ninjagameden.wordpress.com/2011/08/15/retina-desgastada-2-0/

EsquizoDouglas disse...

Primeira vez que vejo um blogueiro americano ler e falar de um blog Brasileiro. 1 ponto para o Ninja Game Den.

Agora, acho que ele pisou na bola em falar do sistema de combate do Fallout, e ainda com o argumento de não haver estrategia, como fallout não tem estrategia? Ele é basicamente tatica baseado turnos (bem dependendo da pessoa que esta jogando). Provavelmente ele fica só dando facada e usando Stimpack.

Bom, não vou falar mais pois não confio no meu ingles, mas e ai Breno, João, Aquino, qual é a opinião de vocês?

C. Aquino disse...

Vale lembrar que, se não me falha a memória, ele só enfrentou Mole Rats e Rats até agora e deve ter, no máximo, uma pistola 10mm. Quando ele tiver que enfrentar um acampamento inteiro de raiders e decidir se arrisca um tiro certeiro na cabeça do cara com o lança-chamas ou se acerta genericamente o cara com a metranca, se chega mais perto para aumentar as chances, se aplica um stimpak, se joga uma granada ou recarrega a arma enquanto os action points se esgotam, ele vai mudar de idéia...

Breno disse...

Ganha um ponto comigo também pelo fato de repensar um pouco seus conceitos(embora eu ainda ache que seu artigo ficou devendo,mas é assim mesmo!
EsquizoDouglas,sobre o combate de fallout,ele é tatico sim(o cara exagerou na colocação dele,embora não sejá o melhor exemplo de combate tatico em turnos implementado em um jogo!)!Acho que ele entendeu um pouco errado quando eu critiquei o post dele,afinal ele tem o direito de não gostar do jogo se o mesmo não prender-lo nos primeiros momentos!Mas se ele quis analisar o jogo a luz das implementações de mecanicas modernas,ele poderia então fazer dos detonados na internet o que os jogos fazem hoje em dia!Não nego em dizer que muitos classicos de rpg que eu joguei eu tenha me utilizado de detonados!Mas essa é uma decisão a parte minha,que não vai afetar a pessoa que queira jogar o jogo se baseando apenas nas dicas que o jogo da!

EsquizoDouglas disse...

Aquino, to tendo problema para abrir o blog do Shamus. Ta dando 403 Forbidden. Pode confirmar se o blog esta mesmo no ar ou eu fui amaldiçoado?

C. Aquino disse...

Está funcionando normalmente agora.

EsquizoDouglas disse...

Aqui não, acho que fui amaldiçoado mesmo.

Breno disse...

Aquino vc poderia tambem citar o site moddb para que procura por mods!E parabens por incentivar o cara a perceverar em fallout!Esses jogos são conhecidos por cativar o jogador depois de algumas horas experimentando as suas mecanicas!

João Luiz disse...

o problema do ninja gaiden foi ter encarado o FO1 como um jogo moderno. se ele tivesse lido o manual, começado a jogar sem compromisso e depois jogado a sério, não teria essa opinião.

breno:

o tutoriais são para fracos foi ironia. e nos jogos modernos virou praxe tutorial, não que eu goste ou deixe de gostar, mas é a praxe.
eu sou de outra época, que manual de jogo era parte do jogo, e não apenas uma referência inicial. aliás, como eu gostava de manuais, eu tinha coleção deles. comprava o jogo original mais pelo manual do que por outro motivo...

sobre a main quest: sim, a do 3 dá pra encurtar, mas não tanto quanto a do 1. mas, pelo que lembro, a do 2 tb não dava pra encurtar tanto. então, isso não é exclusivo do 3. e além disso, não acho isso defeito. pouquíssimos jogos dão pra fazer isso...

aquino:

se forem os deathclaws do FO3 dá pra matar tranquilo... o problema são os antigos e os do new vegas. com esses daí eu entrava num acordo com qualquer um!

(apesar que as divergências com o breno são menores que parece, eu só não gosto de detonar o 3, porque todos os FO são ótimos - apenas o 2, pra mim, é tão cheio de bug que nunca terminei, de raiva. talvez um dia...)

Breno disse...

João:
Já tentasse os patchs não oficiais do 2!Tem uns que tambem recuperam conteudo perdido dos jogos.

João Luiz disse...

eu joguei o 2 faz um tempão (10 anos +-), não instalei os patches mas sei deles.

mas eu me irritei muito com os bugs, em especial com as quest incompletas. o jogo em si é melhor até que o 1, mas não deu pra querer, me irritei demais.

eu tenho ele pro macbook, quem sabe um dia eu jogue.

mas primeiro tenho que acabar e acabar de novo, e mais uma vez, o new vegas.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Tooth and Tail