Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

2 de junho de 2011

Faça Suas Preces

Quando o primeiro Prey surgiu em 2006 ele era uma combinação de Quake 4, Portal, Turok e Soul Reaver. Basicamente, o jogo mostrava alienígenas biomecânicos gerados pela engine id tech 4 utilizando portais em suas naves e sendo combatidos por um guerreiro indígena com poderes de projeção astral. Por estranho que possa parecer, a mistura inusitada funcionou bem e o jogo alcançou um sucesso mediano. Vale lembrar também que ele exibiu o conceito de portais entre dois pontos distintos no espaço um ano antes do jogo da Valve.

Prey 2 joga tudo para o alto e combina Mass Effect, Splinter Cell, Grand Theft Auto e Mirror's Edge. Basicamente, o jogo irá mostrar uma vasta combinação de raças alienígenas em um mundo aberto com moralidade ambígua sendo explorado por um agente do governo americano com diversos aparatos e pendência para o parkour. E, por estranho que possa parecer, eu acho que a mistura inusitada vai funcionar de novo. E melhor.

Prey Prey-2
"Tommy" Tawodi, descendente dos Cherokees e mecânico de profissão. Killian Samuels, caucasiano e agente da polícia federal americana
Fugir e libertar sua namorada e seu avô das garras de uma raça alienígena hostil. Sobreviver e ganhar a vida como caçador de recompensas em uma sociedade alienígena.
Projetar o corpo astral e outros clichês místicos que os índios supostamente teriam. Botas flutuantes, diferentes tipos de visão, arma montada no ombro, apetrechos eletrônicos e outros clichês tecnológicos que um caçador espacial deve ter.
Aqui a tradução é literal, uma vez que Tommy é a "presa" em um ambiente repleto de predadores. Aqui, Killian é o predador (ou o Predador, se julgarmos seu equipamento) em um ambiente repleto de presas.
Atire primeiro, pergunte depois Explore primeiro, faça perguntas, espreite. E então atire. Ou não.

Em Prey 2, o jogador entrará na pele de Killian Samuels, um US Air Marshall escoltando um prisioneiro de avião, quando sua aeronave é abordado pelos mesmos alienígenas do primeiro jogo. A introdução é paralela à abdução de Tommy, o herói Cherokee de 2006. Porém, Killian teve um destino diferente. Apesar de confrontar seus raptores, ele é derrubado. Anos depois, ele está em outro planeta, Exodus, convivendo com um punhado de raças extraterrestres, vivendo como caçador de recompensas e possivelmente sendo o único ser humano em anos-luz de distância. 

Prey 2 - Exodus Saem de cena os corredores mucosos e repulsivos do primeiro jogo e surge a grande metrópole noir e aberta que busca inspiração em Blade Runner. Sai de cena o dedo nervoso no gatilho e entra a investigação e as escolhas morais. Apesar de ser um caçador de recompensas, Killian poderá tomar decisões que nem sempre favoreçam o seu bolso, como perdoar alvos ou se envolver em seus problemas. Um humano trabalhando por si mesmo em um vasto mundo alienígena escuro e sujo envolvido em assuntos que não são de sua alçada? Isso tem o doce sabor de Anachronox.

Adicionando mais elementos à sua mistura, Prey 2 promete dar total liberdade ao jogador para a abordagem de suas missões. Você poderá entrar atirando para todos os lados, mas isso pode afugentar seu alvo, provocar seus aliados ou mesmo atrair a atenção das forças de segurança de Exodus (que não devem gostar do seu trabalho). Você pode optar pela infiltração stealth ou utilizar seus equipamentos tecnológicos ou espreitar seu alvo do alto de prédios. Você pode também assustar seu alvo e conduzi-lo para áreas onde a abordagem direta seja menos perigosa. Alguém lembrou de Deus Ex? Se o alvo começar uma fuga alucinada, o herói precisará correr para não ficar para trás, pulando obstáculos, escalando prédios e andando pelas paredes, uma mistura de Mirror's Edge e Assassin's Creed. E, se Killian conduzir seu serviço de forma muito sangrenta, vai aumentar seu nível de periculosidade perante às autoridades, como em GTA.

Prey 2 - Fight

Apesar das diferenças, os dois jogos tem a mão da Human Head Studios no desenvolvimento. A 3D Realms gosta de alardear que o primeiro jogo foi idéia dela, mas quem fez o trabalho todo foi mesmo o pessoal da Human Head, depois que a 3D Realms se deu conta que não podia ter DOIS jogos em eterno atraso. Após uma sucessão de manobras jurídicas, os direitos da propriedade intelectual foram assimilados pela Bethesda, que achou por bem chamar de novo a Human Head. Outro detalhe: pode não parecer, mas os dois jogos rodam com a mesma engine, apesar dos cinco anos de diferença. Naturalmente, modificações foram feitas no código.

Muitas perguntas ainda estão sem respostas: por que Killian foi "poupado"? Ele é mesmo o único humano em Exodus? A raça hostil do primeiro Prey irá retornar? O jogo conseguirá competir com Mass Effect 3? Por que todos os heróis de jogos são carecas ou usam gorro hoje em dia? Com data de lançamento estimada para algum momento de 2012, muitas novidades podem surgir sobre Prey 2.

Prey 2 - AliensATUALIZAÇÃO: Horas depois da postagem, saiu o novo e impressionante trailer de Prey 2, em live action:

Ouvindo: Swamp Terrorists - Rawhead
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

Um comentário:

Hawk disse...

Parece que será muito bom.

Comecei a jogar Prey tem pouco tempo, estou achando muito interessante. Não estou entendendo muito bem o roteiro, mas peguei o clima do jogo, - como você bem disse - o negócio é atirar em tudo que se mexer.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Regalia