Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

17 de outubro de 2010

Left 4 Comics

Apesar de nunca ter jogado um minuto de Left 4 Dead em toda minha vida, falha que pretendo corrigir um dia, sempre acompanhei perifericamente a saga de Bill, Zoey, Louis e Francis com interesse. Desde que vi pela primeira vez aquele vídeo de abertura do jogo, não podia ser diferente. Left 4 Dead parecia ser tudo o que eu sempre quis de um jogo de zumbis, com o selo de qualidade da Valve. Foi então, com imensa satisfação que baixei e li a série de quadrinhos produzida para o DLC "The Sacrifice".

Left-4-Dead-The-Sacrifice-Bill São quase duzentas páginas de ação frenética, horror e drama que eu compraria com prazer em edição encadernada de capa dura. É o tipo de material que não pode faltar na coleção de qualquer um que curta literatura com mortos-vivos ou seja um aficionado por jogos eletrônicos. E pensar que a Valve distribuiu estes quadrinhos de graça, para ler online ou baixar em PDF... aliás, pensar que a Valve disponibilizou o DLC de graça para todos aqueles que já possuíam o jogo é algo que me faz manter as esperanças nesta indústria cada dia mais gananciosa. Fosse Left 4 Dead propriedade da Activision, nós estaríamos realizando micro-transações para ter acesso à história em um formato que não permitiria a cópia ou que só pudesse ser lido dez vezes ou algo igualmente diabólico.

Left-4-Dead---Sacrifice"The Sacrifice" narra um dos momentos mais críticos da história dos quatro sobreviventes da praga zumbi, quando são capturados por forças militares, descobrem um terrível segredo sobre a forma como a epidemia se espalha e termina com o sacrifício de um deles. A história ainda nos fornece a cada capítulo uma pequena visão de como era a vida de cada um deles no momento em que a infecção se alastrou, um excelente mimo para aqueles que já acompanham a saga dos quatro de longa data e uma grata surpresa para mim, que estou começando a me aprofundar no assunto. Uma nova dimensão humana é acrescentada aos heróis e a narrativa é tão bem escrita que, após a leitura eu já sinto que os conheço desde o início. Quanta diferença em relação ao péssimo Death Troopers...

A arte de Mike Oeming está longe de ser um Alex Ross da vida, ele não é um retratista, mas, com certeza é alguém que usa o meio para narrar uma história com eficiência. Ainda que seus personagens pareçam caricaturas dos icônicos heróis da série, Oeming demonstra que sabe o que faz com um brilhante uso de sombras, ângulos inusitados, muita sangreira e ação vertiginosa. Não é pra menos que ele é o elogiado desenhista da série Powers, já tendo desenhado também Judge Dredd, Catwoman e outros.

O DLC "The Sacrifice" permite ao jogador escolher qual dos quatro personagens irá realizar o sacrifício para que os outros três sobrevivam. Oficialmente, a história prossegue em Left 4 Dead 2 e a expansão The Passing, onde os heróis originais que sobraram encontram com os novos "quatro" em uma nova campanha. Para aqueles que achavam que a Valve iria abandonar o primeiro jogo com o lançamento da continuação, "The Sacrifice" não apenas funciona como um resposta como também uma elegante (e gratuita) troca da guarda na série.

Left 4 DeadPode ser que o título tenha que ser alterado para Left 3 Dead a partir de agora, mas, uma vez que a morte do quarto personagem é apenas sugerida e não mostrada, eu não me espantaria com a possibilidade de um retorno improvável mas triunfante.

Ouvindo: Tom Waits - All The World Is Green
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

4 comentários:

Drigo disse...

A série ao contrário do que muitos dizem é ótima, sem falar que é realmente um jogo de zombies, faço mensão agora ao triste fim de Resident Evil, que saiu de um clássico do terror para um péssimo jogo de ação esquisofrênico.
O blog é Rox igualmente seus posts.
Continue assim Flw!

Marcos A. S. Almeida disse...

Aquino,a melhor forma para se jogar Left4Dead é a on line, mas como você já disse em posts anteriores que sua experiência nesse modo foi ruim , então você provavelmente não terá uma boa impressão do jogo, que mesmo on line não é nem de longe comparável á Half Life 2 ( comparo por ser da mesma Valve). A experiência off line é frustrante por causa dos bots um tanto quanto burros , e por ser um jogo cooperativo você depende diretamente da ajuda deles ( ou ter de se arriscar ajudando-os).E mesmo na on line, se te acharem muito " noob" , ou seja inexperiente, se você cair não te salvam ou pior , te " kikam" ( expulsam ) do server.Você abrir um server é a melhor escolha.Mas sinceramente, apesar de ter jogado por um bom tempo, e ter ganho experiência,depois que descobri um outro jogo cooperativo, não senti saudades de Left4Dead.Pelo contrário, só me fez ver os pontos negativos dele, como a extrema dependêcia que se têm pelo outros jogadores e poder ser ferido por " fogo amigo".De qualquer forma, é uma experiência bem diferente jogá-lo.A jogabilidade é ótima, o nivel de desafio é muito bom e os gráficos idem.

C. Aquino disse...

Obrigado pelas dicas, Marcos! Vou levar isso em conta quando jogar Left 4 Dead, fico com medo de me decepcionar...

Anônimo disse...

Brother tipo, No final que vc disse que o titulo de Left 4 dead teria que ser alterado par Left 3 Dead... tipo, o 4 do nome é uma gíria não tem nada haver com a quantidade de protagonistas... A tradução seria deixados para morrer = Left For Dead - a gíria seria que Four (4) teria o mesmo som que For (Para) por isso usaram o 4... enfim Muito bom trabalho :D

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

High Hell