Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

14 de maio de 2010

Pirata Não Tem Mãe?

Principais alegações dos piratas:

  1. "Eu pirateio porque não tenho dinheiro para comprar todos os jogos que quero".
  2. "Eu pirateio porque estas corporações capitalistas nojentas já estão muito ricas".
  3. "Eu pirateio como forma de protesto contra os sistemas de DRM".
  4. "Eu pirateio porque eu estou guardando meu dinheiro para a caridade".

OK. Admito que a última da lista é invenção minha, mas vamos realizar agora um exercício de imaginação e supor que todas elas, sem exceção, são justificativas válidas para infringir a lei. Nesse mundo imaginário os piratas são heróis e sua rebeldia tem razão de ser. Grupos organizados especializados em quebrar códigos são idolatrados. Programas de compartilhamento funcionam como portais utópicos de um comunismo cultural, onde tudo pertence a todos. Sites de downloads diretos existem às centenas na Internet, a maioria com mais acesso que o pobre Retina Desgastada.

Nesse mundo imaginário, uma iniciativa é criada. Um grupo de desenvolvedores independentes decide juntar seus títulos e oferecê-los sem nenhum DRM, pelo preço que o comprador quiser pagar. Parte da venda será destinada ou a uma instituição de amparo à infância ou a um conceituado organismo em defesa da liberdade de expressão na Internet. A iniciativa é respeitada pelos piratas que não encontram motivo algum para baixar ilegalmente algo que não agride o bolso, não pertence às grandes corporações, não possui DRM e ainda ajuda causas sociais. Todo mundo é feliz nesse mundo imaginário.

Infelizmente, nem tudo nesse mundo é tão imaginário assim. A iniciativa, chamada de Humble Bundle (algo como "Humilde Pacote"), aconteceu de verdade e, a despeito de todos os seus pontos positivos, foi alvo de EXTENSA pirataria. Estima-se que 25% dos usuários do Humble Bundle adquiriram o pacote por vias ilegais: links em fóruns, sites, chans e até no Steam! Quando os donos da idéia falaram que os jogos não teriam proteção nenhuma, eles estavam sendo sinceros: o link para download podia ser copiado, colado e usado em qualquer lugar.

Seria a pirataria, então, inevitável? Segundo Jeff Rosen, um dos responsáveis pela iniciativa, a resposta é "sim". Em busca de possíveis explicações para o alto índice de downloads ilegais do pacote, ele tenta racionalizar que talvez nem todo mundo tenha acesso às formas de pagamento disponíveis, como Paypal, cartão internacional e Google Checkout. Entretanto, tão poucos foram aqueles que reclamaram via email que não tinham como pagar, que o próprio Rosen fez uma contribuição no nome de cada um. Sobre os piratas, ele argumenta: "Muitas dessas pessoas não apenas piratearam os jogos, elas tiveram o prazer de espalhar os links ilegais para seus amigos ou completos anônimos por pura diversão. Eles simplesmente não ligam, e, se você não consegue convencer alguém a pagar um centavo neste caso, será que elas pagariam o preço integral de um jogo?"

Piratas A despeito da pirataria, o Humble Bundle é considerado um sucesso. Até o momento, foi arrecadado mais de um milhão e duzentos mil dólares! Desta quantia, os próprios compradores destinaram quase 400 mil dólares para caridade, enquanto o resto será dividido entre os desenvolvedores dos jogos. De um total de mais de 130 mil consumidores autênticos, temos uma média de quase dez dólares por compra. Como comemoração desta marca histórica, os desenvolvedores decidiram abrir o código-fonte dos jogos para quem quiser estudá-los, lançar suas própria versões, imprimir ou qualquer outra coisa plausível.

E, a despeito da pirataria e suas justificativas imaginárias, Rosen continua firme contra sistemas de DRM:

"Quando considerarmos qualquer tipo de DRM, nós temos que nos perguntar, 'Quantos usuários legítimos nós podemos incomodar no sentido de reduzir a pirataria?'. A resposta deveria ser 'nenhum'."

A iniciativa do Humble Bundle continua funcionando e você pode comprar os jogos em http://www.wolfire.com/humble.

HumbleOuvindo: Flaming Lips - Sonic Reducer

Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

3 comentários:

José Guilherme Wasner Machado disse...

Brilhante texto! Eu também estava querendo escrever um post sobre pirataria por esses dias, pois entrei num quebra-pau numa lista de discussão que participo (pelo visto, não por muito tempo), justamente por conta desse assunto. A pirataria em si me revolta MUITO, mas o que revolta mais ainda é a tentativa vã de dar uma roupagem moral para o ato. Nesse caso aí da iniciativa de caridade, mesmo essas fracas justificativas caíram por terra.
Grande abraço!

BruNêra disse...

Eu admito, já baixei muito jogo pirata, pra falar a verdade mês passado mesmo eu ainda estava baixando, mas depois de muita conversa com meus amigos e muita reflexão (parece sacanagem mas é verdade)eu cheguei a seguinte conclusão, a unica coisa que o ato de baixar um jogo faz é fazer com que esse mesmo jogo perca totalmente o valor para você, e posso falar isso por experiencia própria, um dos primeiros jogos que baixei foi o L4D, não fiquei com ele mais de 2 dias instalados na minha maquina e logo deletei, semana passada comprei L4D2 no steam e estou jogando freneticamente desde então, não vou ficar filosofando muito sobre isso mas o fato é que isso aconteceu comigo e minha visão sobre os supostos "bons motivos" da pirataria mudaram muito.

Bruno disse...

Cheguei a quase me comover com a frase de Rose sobre DRMs. Pirataria sempre existiu e sempre vai existir. Assim como ladrões, assassinos, estupradores e etc e tal. Se vc pensar bem, não faz sentido algum uma desenvolvedora criar um DRM que irrita um jogador legítimo, que limita sua jogabilidade e diminui sua vontade de comprar mais jogos da empresa (sim, Ubisoft, estou falando de vc). Ao invés de tentar lutar contra o inevitável, às custas da paciência e dinheiro do jogador legítimo, poderiam transformar o fato em propaganda como esses caras aí. Que fã de qualquer série não ficaria maluco ao ver um Mass Effect 3, Diablo 3 e etc por menos da metade do preço e sabendo que vc pode instalar no computador que quiser sempre que quiser?
Nem vou entrar no caso da pirataria no Brasil. Embora as taxas sejam realmente exorbitantes e a grande maioria de jogaores não dispor de recursos p/ comprar jogos por aqui, vc só precia olhar p/ nossos políticos p/ entender. Aquele pessoal, que todos adoram criticar, saiu do próprio povo brasileiro. Se isso não explica a pirataria no Brasil, nada mais explica.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

High Hell