Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

10 de abril de 2010

Conteúdo Exclusivo? Não, Obrigado!

Os felizes compradores da Edição de Colecionador de Mass Effect 2 tinham o acesso a armas e armaduras exclusivas. Quem comprasse o jogo Fuel pela Play.com iria receber códigos por email que permitiriam destravar roupas exclusivas para os pilotos.

Aqueles que colocarem a mão no bolso e comprarem a super-edição The Complete Online Adventures do fadado-ao-esquecimento Star Wars Galaxies vão levar de brinde uma residência exclusiva, duas montarias exclusivas e três veículos exclusivos.

Exclusivos

Quem realizasse uma pré-compra do novo Aliens vs Predator na Gamestop (aquela mesma loja que George Broussard atacou tão veementemente) tinha direito a um código especial para fazer o download de três skins exclusivas para o modo multiplayer do jogo.

Quem adquirisse antecipadamente o jogo Dark Void da Capcom através da Gamestop (aquela que vende jogos "usados" na semana do lançamento), levaria um exclusivo jetpack de ouro com modo turbo ilimitado no jogo. Isso mesmo que você leu: pague adiantado e leve uma mega-trapaça que deve tirar toda a graça do jogo, com o consentimento do fabricante.

Quem comprar a Edição de Colecionador de Age of Conan leva um Anel exclusivo para seu personagem dentro do jogo e uma capa que garante um drinque grátis em todas as tabernas da Era Hiboriana. Por outro lado, quem fizesse a reserva da Edição de Colecionador na loja Gamestop (aquela...) levava também uma montaria exclusiva, um delicado Mamute de Guerra a partir do nível 40, mais um item que permitia ter espaço extra no inventário. Já aqueles que efetuassem a pré-compra na Best Buy teriam direito ao Rinoceronte Assassino no lugar do Mamute como montaria exclusiva e o mesmo item que libera espaço extra no inventário, com um nome diferente. Acha que acabou? Pois aqueles que decidissem fazer a pré-compra da Edição de Colecionador pela Amazon iriam ficar sem montaria exclusiva, mas conquistariam o Amazon Curved Bow, um arco poderoso para personagens de nível 25 ou maior.

Exclusivo, exclusivo, exclusivo, exclusivo. E daí?

Quantas vezes você comprou um livro em determinada livraria e teve direito a um parágrafo extra na história? Quantas vezes você assistiu minutos exclusivos de um filme por vê-lo em determinado cinema? Quantas vezes você ganhou uma faixa extra no CD de sua banda favorita por tê-lo reservado antes do lançamento? Quem paga TV por assinatura recebe capítulos extras na novela das oito? Não.

Gostaria de esclarecer que minha crítica não diz respeito à distribuição de brindes em si. Vivemos em um mundo capitalista. As pessoas precisam de incentivos para gastar dinheiro, seja reservando um título que ninguém sabe ainda se será bom ou comprando uma edição de luxo. Mas eu gostaria que esses mimos não fossem virtuais. Pôsteres, action figures, cards, quadrinhos, CDs de trilha sonora, cupons de desconto, acesso a demos exclusivos, livros com artes conceituais, tudo isso é válido. Itens em jogo, não.

Antes de tudo, ao pagar mais por ter direito a um brinde virtual, você está literalmente pagando por nada. Programar e modelar esse material exclusivo demanda tempo e recursos, naturalmente, mas, a partir do momento que o cerne do jogo foi criado, a produção deste conteúdo adicional é muito rápida e barata para a desenvolvedora. No caso de Fuel, por exemplo, este conteúdo inclusive já está inserido nos arquivos do jogo, esperando apenas o código de desbloqueio. Como no caso recente de Bioshock 2, muitas vezes você está pagando mais por material que deveria fazer parte do título, mas foi reservado para ser vendido à parte.

War MammothSegundo, existem pessoas que colecionam jogos. Colecionam de verdade, na caixa, intactos ou simplesmente gostam de jogá-los. Como é possível para um colecionador te acesso a todo o conteúdo publicado de um título se este conteúdo foi pulverizado em diferentes versões? Tomando o exemplo da Edição de Colecionador de Age of Conan, o verdadeiro colecionador teria que comprar três edições do jogo, em diferentes lojas, para ter acesso a tudo que já foi produzido sobre o MMORPG. E eu não tenho certeza de que, mesmo assim, ele possa destravar todos os itens simultaneamente. Os colecionadores de filmes já estão passando por problemas deste tipo a cada re-lançamento de seus títulos favoritos, que trazem novos extras a cada retorno ao mercado.

Terceiro, o poder do capital está alterando a suposta balança de habilidades em jogos multiplayer. Ter um Mamute de Guerra em Age of Conan não deve ser um brinde trivial quando chega a hora da batalha entre jogadores. Quem paga mais, está tendo vantagens. Seria o equivalente a, em uma partida de futebol, o time com mais poder aquisitivo conseguir colocar um jogador a mais dentro de campo. É anti-esportivo.

Não vou nem comentar sobre o jetpack infinito de Dark Void... o próximo passo será um god mode permanentemente ativado para quem pagar em dobro por Lost Planet 2?

Ouvindo: Depeche Mode - Mercy in You
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

Um comentário:

Daniel disse...

A Eletronic Art$ tem as manhas de fazer esse tipo de coisa. Você pode, por exemplo, COMPRAR pacotes com 500 ou 1000 souls para Dante's inferno, ou itens especiais que teria que jogar mais tempo para conseguir. Eu acho isso ridículo.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Regalia