Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

8 de novembro de 2009

Outros Cinco Jogos Baseados em Filmes (e que Valem a Pena)

Em Maio de 2008, eu compilei uma lista de cinco jogos baseados em filme que mereciam ser conhecidos. De uma forma geral, a combinação cinema/jogo ainda é uma relação problemática, com um dos lados tentando capitalizar em cima do outro sem fazer esforço. O resultado costuma gerar péssimas adaptações de ambos os lados. Entretanto... ocasionalmente a química acontece! Seja por sorte ou por esforço por parte dos envolvidos, existem bons resultados. Apresento, então, uma nova lista com bons jogos inspirados em filmes:

Land of the Dead: Road to Fiddler's Green

Land of the DeadGeorge Romero inventou os zumbis no cinema como conhecemos. Poucos cineastas podem se gabar de terem criado todo um subgênero, como ele. Infelizmente, apesar de ser o "pai dos zumbis", nenhum de seus filmes jamais foi oficialmente adaptado para os jogos eletrônicos, apesar das homenagens. Incluindo Land of the Dead, de 2005. Pois  Land of the Dead, o jogo, na verdade, começou seu desenvolvimento com o título de Day of the Zombie e, somente quando foi exibido para a Universal em busca de um patrocínio, é que o jogo ganhou seu nome atual e foi ligado ao filme que estava em produção. Uma vez atado ao filme de Romero, o jogo teve seu enredo levemente alterado, uma fase final acrescentada às pressas e um multiplayer cooperativo anterior a Left 4 Dead. Apesar da relação forçada com o filme (ou justamente por causa dela), o jogo brilha sozinho, funcionando como um prelúdio para os eventos apresentados no cinema. O jogador, na pele de um simples fazendeiro, acompanha a infestação dos zumbis desde o primeiro momento, quando um "estranho" sai do milharal e inicia uma desesperada fuga até o mítico refúgio dos vivos, Fiddler's Green. O grande mérito do jogo é criar e manter uma atmosfera de desolação, apocalipse e tensão que não cai em momento algum.

Die Hard: Nakatomi Plaza

Die Hard - Nakatomi PlazaMais do que uma adaptação, esse jogo é um trabalho de coração feito por fãs para fãs. Concebido inicialmente como um mod para Duke Nukem 3D, o jogo segue cena a cena os acontecimentos do filme e reproduz com extrema precisão os cenários da história. Seus criadores, obcecados pela perfeita reprodução, chegaram a visitar o edifício Fox Plaza, batizado de Nakatomi Plaza no filme. Fingindo interesse em alugar um espaço comercial, eles tiraram diversas fotografias para digitalizar e incluir no jogo. Logo em seguida, passou-se a utilizar a mesma engine do Half-Life original, com suas sequências coreografadas. O grupo de modders se dispersou com o título inacabado. Dois integrantes da formação original decidiram mostrar o produto para a própria Fox, em busca de financiamento. Em uma incrível reviravolta, a produtora gostou do que viu, cedeu os direitos de uso da marca, bancou a conclusão do projeto, liberou o uso da engine Lithtech e o jogo foi lançado no primeiro de Abril de 2002, anos depois de ter começado. Para transformar um filme de duas horas em um jogo de dez, duas centenas de bandidos e várias cenas novas foram acrescentadas, mas, basicamente, tudo que há no filme, há no jogo. O nível de fidelidade realmente impressiona.

Blair Witch – Volume 2

Blair Witch: Volume 2Aproveitando o sucesso do filme, seus criadores encomendaram três jogos para três produtoras diferentes sobre o mito da Bruxa. O primeiro jogo foi excelente e entrou na minha lista anterior. Um raio cai duas vezes no mesmo lugar? Sim. E o segundo jogo consegue superar o primeiro! Na primeira tentativa, a Terminal Reality aproveitou a oportunidade para inserir alguns elementos de sua própria mitologia fantástica, colocando personagens do jogo Nocturne nas investigações dos eventos malditos de Burkittsville. O resultado, ainda que bom, continha traços de exagero típicos das histórias de super-heróis. No Volume 2 da série, entra em cena a produtora Human Head e o resultado é mais... humano. O jogador encarna Lazarus, um soldado da Guerra Civil Americana que perdeu sua memória e se vê envolvido nos mistérios da mata. A linha narrativa se divide entre eventos do passado do soldado ferido, onde terríveis acontecimentos provocaram sua amnésia , e eventos de seu presente, quando uma criança se perde na sinistra floresta e ele decide buscá-la. O jogo, então, colide com a lenda da Coffin Rock, onde, segundo o filme, vários homens foram encontrados mortos, nus e amarrados em uma pedra à beira do rio no século XIX.

Star Wars – Racer

Star Wars - RacerO mais odiado capítulo da saga Star Wars conseguiu, ironicamente, derivar um jogo de qualidade quase unânime. Racer cobre o campeonato de corrida de Pods, cujo circuito de Tatooine é disputado pelo jovem Anakim Skywalker durante o filme. Lançado antes do primeiro episódio de Guerra nas Estrelas, é mais um dos estranhos casos em que o jogo antecede o filme no qual se inspira. Felizmente (ou infelizmente) o jogo não revela nada da história da Ameaça Fantasma e se comporta como um jogo de corrida como qualquer outro, com diferentes pilotos a se escolher, diferentes veículos customizáveis, pistas exóticas e um sistema de pontos que permite melhorar os atributos do veículo. O grande diferencial do título é a absurda sensação de velocidade conferida pelos Pods: afinal, eles nada mais são que carcaças de metal amarradas por cabos a turbinas de espaçonaves! O chão treme quando eles passam, o ronco dos motores é ensurdecedor, a paisagem passa vertiginosamente e todas as decisões precisam ser tomadas em fração de segundos. De todos os jogos de corrida que eu joguei, este é sem dúvida o mais rápido. Circuitos simples e comandos precisos equilibram a dificuldade, tornando a experiência agradável, mesmo com a aceleração exagerada.

Alien vs Predator 2

Alien vs Predator 2Ver as duas maiores criaturas espaciais do cinema se enfrentando sempre foi um sonho dos fãs. Se, na tela grande, esse confronto ainda não empolgou, o mesmo não pode ser dito da tela do PC. Para felicidade de todos, este jogo não guarda qualquer relação com o filme do mesmo nome, sendo, de fato, a continuação do primeiro jogo. A Monolith Productions removeu as falhas cometidas no título anterior, aperfeiçoou a engine gráfica, acrescentou uma história que unisse as missões dos três personagens e lançou um jogo à altura dos monstros envolvidos. Ou quase. Jogando como marine, eu conheci o medo de adentrar instalações assombradas por inúmeros aliens e sorrateiros Predadores. Sabiamente, os produtores tornaram o personagem humano capaz de sobreviver ao desafio (ainda que no limite). Jogando como Alien, eu acompanhei a evolução desde um "singelo" facehugger até me tornar uma eficiente máquina de matar. O Alien deste jogo talvez seja mais letal do que aqueles mostrados em qualquer filme e a sensação de poder animal está muito bem representada. Jogando como Predador eu fui caçado, espancado, avistado, humilhado, metralhado e escorraçado. Como no primeiro jogo, o Predador não corresponde aos filmes e continua aguardando um título que faça justiça à sua fama... Mas, dois terços de jogo bom já asseguram o lugar de Aliens vs Predator 2 nesta lista.

Ouvindo: Sonic Youth - Sectional Love
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

Um comentário:

Anônimo disse...

O star race joguei no nintendo 64, alien vs preadador joguei muito tenho ele aqui mas não sei se é o 1 ou segundo, acho que é o segundo pois é de 2002 ou 2003 que o peguei e joguei, muito cabuloso, mas dificil pra caramba. Bruxa de Blair não gostei de nehum filme, e o jogo não me chamou atenção por isso, e Land of Dead com certeza vou dar uma olhada, curto muito o Romero e filmes de zumbi( fiel retrato do ser humano hehehe) e duro de matar todos os filmes são f*d* então ta valendo dar uma olhada.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

High Hell