Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

28 de janeiro de 2009

Assassino nas Bancas

Hitman Contracts Uma nova visita ao jornaleiro revelou mais um título de qualidade sendo oferecido por apenas R$19,90, aproximadamente um quinto do preço de um lançamento em qualquer loja. Hitman Contracts é o terceiro exemplar da série que segue os passos do assassino geneticamente manipulado Agente 47 e já vendeu mais de quatro milhões de cópias desde seu lançamento em 2004.

Hitman foi um dos primeiros jogos no PC a mesclar a violência dos tradicionais FPS com a sutileza da infiltração típica dos filmes de espionagem. O nível de desafio é elevado e a tensão constante. Quem está acostumado a entrar em cena mandando bala para todos os lados vai estranhar a mecânica da série, que privilegia o planejamento cuidadoso e a abordagem discreta, para que 47 consiga eliminar seus alvos.

Eu fui iniciado no universo de Hitman a partir do segundo título, durante uma das raras férias em meu ramo de trabalho. Quem pensa que eu tive 30 dias para curtir o jogo, está enganado. Eu tive quinze dias. Quem pensa que era pouco tempo, também se enganou. Hitman 2 tinha a capacidade de sugar o jogador para dentro de suas tramas maquiavélicas e, mesmo com a dificuldade exacerbada, consegui fechar o jogo em tempo hábil, criar um site novo para minha esposa e aproveitar um pouco da luz do sol longe da tela do computador. Desde a magistral trilha sonora criada por Jesper Kyd, passando pelos cenários cinematográficos (Moscou, vilas italianas, templos ninja, coberturas de luxo...) e pelo amplo arsenal disponível, Hitman 2 foi um sopro de novas possibilidades para um jogador que achava que já sabia de tudo sobre jogos de tiro.

Natural que eu me interessasse pelos outros jogos da série. Infelizmente, jamais passei da primeira missão do primeiro jogo. Hitman: Codename 47, o início de tudo sofria de um erro que eu considero imperdoável em um jogo: a única forma de vencer é aquela especificada pelos desenvolvedores. A menos que o jogador siga um tutorial ou seja capaz de adivinhar o que se passava na cabeça de seus criadores, não há como progredir no jogo. A liberdade de abordagem existente em Hitman 2 ainda não havia sido implementada no primeiro exemplar, o que torna o jogo um exercício de contínua tortura.

Hitman Contracts parece unir o melhor dos dois primeiros títulos ao usar uma história inusitada. Ferido de morte, 47 desmaia e delira sobre suas primeiras missões, permitindo ao jogador reviver muitos dos assassinatos cometidos no primeiro jogo, com as melhorias na jogabilidade implementadas pela equipe. Com gráficos atualizados, inteligência artificial melhorada e algumas surpresas nos mapas, Contracts injeta novo fôlego no que alguns jogadores poderiam chamar de remake. Se a idéia foi bem implementada, então o terceiro jogo da série vale (e muito) os vinte reais.

Hitman Contracts está sendo lançado pela CD Editora, que tem um logotipo MUITO parecido com o da sumida CD Expert, que sempre foi uma referência em títulos de qualidade. Se eles estão em um processo de transição de razão social, escolheram bem o pontapé inicial da nova empreitada. O jogo vem ainda com um guia para o jogador que deseja realizar missões perfeitas e promete ensinar como vencer o jogo sem dar um único tiro (!). ATUALIZAÇÃO: Faltou dizer que a versão vendida nas bancas está em formato DVD e que o jogo foi todo legendado em português!

Ouvindo: The Apartments - The Shyest Time
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

Um comentário:

B-prime disse...

o primeiro Hitman q eu joguei foi o Blood Money (o último), eu curti pra caramba o jogo, zerei como Silent Assassin (ou algo perto disso) em quase todas missões...

...já cheguei a jogar o primeiro, mas tinha umas missões chatas e eu abandonei!!!

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Regalia