Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamMastodonCanal no YouTubeInstagram

15 de janeiro de 2023

Jogando: Sable

sable-02

Sable carrega apenas a nome de sua protagonista como título. Sua simplicidade começa nesse ponto, assim como seu foco. Mais não precisa ser dito. Linhas minimalistas e traços firmes envolvem cores pungentes de uma jornada que é tudo, menos simples. Esse é um jogo de descobertas e exploração, onde vencer não é a meta e perder é impossível. Não existem escolhas erradas, não existem direções incorretas, se perder faz parte da aventura. Ao final, tudo que se pede é que o jogador responda: quem é Sable daqui pra frente? O que será Sable a partir do momento em que subirem os créditos?

Nossa protagonista é uma jovem integrante da tribo nômade dos Ibexii. Como todos que chegaram nessa idade, ela precisa fazer o Avoo, um ritual que passou de geração em geração. A ela será confiada uma pedra sagrada. A ela será confiado o horizonte. Nossa missão como jogador é dar as costas para nosso povo e conhecer a vastidão do mundo, em busca de... tudo. A primeira área do jogo funciona como um tutorial para suas mecânicas, porém, cruzado o limiar, não há mais um Norte e a personagem pode ir em qualquer sentido, fazer praticamente qualquer coisa, para encontrar aquilo que mais lhe agrada.

sable-10sable-20sable-23

Sable é um jogo sem marcadores de tempo ou pressão, sem o perigo da morte ou mesmo inimigos. O limite do desafio é aquele que o próprio jogador carrega dentro de si. Conseguirei chegar no topo daquela montanha? Vale o esforço? Será que vale a pena ver o que se esconde naquela caverna? Devo cumprir as tarefas que aquela pessoa me passou ou elas não me interessam? Para Sable, a protagonista, todos os caminhos estão disponíveis, ainda que alguns precisem ser abertos com a solução de puzzles. Sei que não vi tudo que tinha para ver no jogo, que existem segredos entre essas dunas ou nas encostas rochosas, seja no interior de um verme gigante ou nas estátuas abandonadas. Porém esse também é um título que não cobra perfeição e oferece acolhimento: quando se sentir satisfeito, quando tiver atingido esse mínimo de descobertas, pode voltar para sua tribo quando quiser.

Se mecanica e visualmente, Sable opta pela simplicidade, em termos de geografia, ele surpreende. Essa terra aparentemente desolada guarda camadas e mais camadas de história que me instigaram a obter respostas. Sei que retornei para minha tribo com muito mais conhecimento do que quando parti, porém também trouxe mais perguntas na bagagem do que jamais sonhei carregar. E isso é bom: esse é um universo que não se desnuda completamente, apenas o suficiente para incentivar mais procura, mais questionamentos. Há algo de trágico no mundo de Sable, mas também há algo de esperança, de triunfo, de deslumbramento em cada ruína inexplicada, em cada destroço, em cada assentamento onde a vida teima em continuar existindo.

sable-26sable-32

sable-41

Ao explorador insaciável, o jogo liberta mimos. Não apenas na forma de fragmentos de histórias, mas também na forma de encontros oportunos com personagens simpáticos. Em termos mais práticos e concretos, também é possível encontrar novos itens de vestuário ou peças para sua aeromoto. No primeiro caso, a função é apenas estética. Porém, mesmo a estética é fundamental para a atmosfera de uma aventura que fala sobre a busca de uma identidade, de seu lugar no mundo. Aqui, todos usam máscaras que escondem seus verdadeiros rostos. A máscara explicita sua classe e sua posição.

No caso da aeromoto, novamente, o que temos é uma outra forma de expressar sua personalidade. Ainda que determinadas peças encontradas possam alavancar os atributos de velocidade, aceleração e manobrabilidade do veículo, a diferença é muito sutil. Nada impede que o jogador atravesse o jogo de ponta a ponta com a configuração original. Não há provas de performance ou agilidade. A aeromoto é mais uma companheira, que, inclusive, atende ao seu chamado, do que uma ferramenta. É o nosso Agro, ainda que não haja Colossus algum em nossa estrada.

sable-48

Sable é de uma delicadeza deliciosa, com uma trilha sonora suave com toques de melancolia e uma estética que remete a Moebius. Porém, não está isento de falhas: o menu não funciona muito bem, por exemplo, e até mesmo a melhor(?) aeromoto não lida adequadamente com elevações no terreno. A falta de um propósito claro pode frustrar alguns jogadores. Ainda assim, aqueles que aprenderem a relevar seus pequenos defeitos e investirem um pouco de si mesmos na jovem Sable deixarão para trás um sorriso cálido e a vontade de retornar um dia.

Ouvindo: Love is Colder Than Death - Taliesin And Melanghel

Nenhum comentário:

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino

Wall of Insanity