Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterCanal no YouTubeRSS

16 de fevereiro de 2021

Grand Theft Simpsons

The Simpsons Hit and Run Screenshot 03

The Simpsons Hit & Run foi o exemplar mais marcante do que poderia ter sido uma tendência mas não foi: um clone temático de GTA. Apesar de Saints Row estar aí para nos mostrar que há espaço sob a sombra da Rockstar Games e é possível até mesmo desenvolver uma identidade própria, a verdade é que desafiar o poderio do jogo mais vendido do planeta é uma tarefa intimidadora. Combinar essa audácia com a mais longeva franquia da história da televisão foi um evento único, que provavelmente não irá se repetir.

O fato do jogo ainda ser lembrado quase vinte anos após o seu lançamento em 2003 é um sinal de que as aventuras automobilísticas de Homer, sua família e amigos, ainda moram no coração de muita gente. Eu completei o título em algum momento nos tempos ancestrais que antecedem a criação do Retina Desgastada, então The Simpsons Hit & Run nunca ganhou uma análise apropriada por aqui. Isso não significa que ele tenha sido esquecido.

the-simpsons-hit-run-windows-front-coverNo ano retrasado, ressuscitei o jogo em meu PC para introduzir meu filho no fascinante universo dos jogos de mundo aberto em ambiente urbano sem ter que começar pela truculência controversa de um GTA. Os controles não são tão responsivos quanto eu me lembrava, mas o que encerrou sua turnê por Springfield foi uma falha grave na forma como o título foi produzido: alguns cenários e ruas simplesmente não carregavam enquanto você corria. Talvez por ter sido projetado para máquinas com menor capacidade de processamento ou por haver algum tipo de incompatibilidade com o Windows 10, o jogo não conseguia renderizar o mapa em tempo hábil. É impossível perseguir um veículo em movimento quando você não enxerga a estrada e eventuais obstáculos e curvas. Decepcionados, nos despedimos da aventura.

As mecânicas de The Simpsons Hit & Run são praticamente todas tiradas de Grande Theft Auto III: pegue carros (no caso, você pega uma carona com o dono do veículo) e realize missões por um grande mapa aberto em 3D. Entretanto, o título apresentava diversas partes a pé e alguns desafios de plataforma para serem atravessados pulando. Além disso, o jogo inovava em relação à franquia que o inspirou, ao apresentar diferentes protagonistas fazendo parte do mesmo enredo, algo que a Rockstar só implementaria anos depois com GTA V.

Os personagens do desenho animado são, com certeza, o grande atrativo do jogo. Ainda que The Simpsons Hit & Run fosse uma cópia impecável de GTA, com estética suavizada e curva de dificuldade compatível com títulos infanto-juvenis (ou seja, começo suave, mas final digno de sangue, suor e lágrimas), era no carisma de Springfield que ele brilhava. A possibilidade de visitar tantos lugares icônicos e contracenar com uma vasta gama de seus habitantes era um sonho de fã realizado em sua plenitude, com uma quantidade absurda de referências a diversos episódios, roupas para desbloquear, veículos para conseguir, piadas e outros mimos. Longe da sobriedade quase lúgubre de Liberty City, aqui o sorriso no rosto era uma constante mesmo nos momentos mais complicados.

Passeando por Springfield

A expectativa de uma atualização do jogo é praticamente nula. Seus direitos de uso são vagos: The Simpsons Hit & Run foi desenvolvido pela extinta Radical Entertainment e produzido pela também extinta Vivendi Games, enquanto a licença para adaptação dos personagens repousa agora nos cofres da EA Games (que nada faz com a marca desde 2012). Oficialmente, é impossível adquirir o jogo em formato digital.

Se a indústria não resolve um dilema, é bem possível que a própria comunidade de jogadores se organize e encontre uma solução. Donut Team é o site em torno do qual se reúnem os modders que se dedicam a melhorar e consertar The Simpsons Hit & Run. Entre eles, se destaca o Lucas' Simpsons Hit & Run Mod Launcher, que é a base para todos os demais. Além de servir de plataforma de lançamento para as modificações, essa ferramenta também promete corrigir diversos problemas do jogo original e ainda adiciona suporte a Anti-aliasing (MSAA), Direct3D 9, Xinput e mais recursos. Ainda não testei para ver se os fãs corrigiram de fato as falhas de compatibilidade, mas essa pode ser nossa única esperança.

Grand Theft Auto sempre foi um trabalho desenvolvido por uma equipe gigantesca, que resultava em mapas igualmente grandes. O escopo alcançado pela Rockstar Games é difícil de ser reproduzido, principalmente por equipes pequenas. Apesar de The Simpsons Hit & Run trazer até um mapa de bom tamanho, ele é dividido entre diferentes seções que não se interligam de forma fluida. Desta forma, a sensação que se tinha era que a área disponível era inferior até mesmo em comparação com o mapa de GTA III.

Entretanto, o mod que chamou minha atenção para o Donut Team é o Fully Conected Map, um prodígio de programação que unifica pela primeira vez as três áreas de Springfield em uma mesma experiência, com áreas de transição criadas especificamente para fazer essa costura. Para manter a temática, a terceira região do jogo ganhou uma versão diurna adaptada.

O resultado final surpreende e é fruto da dedicação e do trabalho voluntário de um fã que se debruçou sobre um desafio que assombrava a comunidade por dez anos.

The Simpsons Hit & Run assim se torna um perfeito e saudoso exemplar de uma tendência que nunca aconteceu. Poderíamos ter passeado agora pela Patópolis da Família Pato, por Gotham City, pela Nova York bizarra e o parque de Apenas Um Show ou conhecido virtualmente cada canto de qualquer cidade fictícia de sua preferência. Não aconteceu como imaginado, mas sempre teremos Springfield nos porões da internet.

Ouvindo: Anachronox - Democexcit2

Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

Um comentário:

Takeshi disse...

Essa ideia de poder explorar lugares baseados em séries em um mundo aberto é genial e muito pouco utilizada. Quem sabe um dia teremos outro jogo assim.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

Warframe