Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

8 de novembro de 2012

Jogando: Ice Age Continental Drift - Arctic Games

Ice Age 4 - Arctic Games

Antes mesmo de começar, gostaria de esclarecer que vesti a camisa da tripulação do Capitão Entranha e joguei a versão pirata de Ice Age: Continental Drift - Arctic Games. A despeito do juramento solene que fiz no começo do ano, renegando meu passado de pirata de jogos, tive uma recaída. Em minha defesa, vale dizer que a versão para PC do jogo não é encontrada em nenhuma loja digital da internet ou em mídia física por aqui (como a maioria quase absoluta dos jogos infantis para computador). E eu procurei. Com um filho obcecado por semanas com o desenho animado, tomei a medida desesperada de baixar ilegalmente.

E, agora, com toda a cara de pau que a situação me impõe, eu tenho que dizer a você para evitar esse jogo. É ruim demais. Não compre, não baixe, não alugue. Se seu filho comentar, desconverse, ofereça um Kinder Ovo, mostre outro jogo.

Jogos baseados em desenhos animados ou filmes não são obrigados por lei a serem ruins. Alguns e outros até são bons produtos. Mas Ice Age: Continental Drift - Arctic Games, doravante chamado de IACDAG, extrapola o clichê e oferece uma experiência que só pode ser classificada como caça-níqueis repulsivo. Em menos de uma hora, incluindo os cutscenes entediantes onde os personagens apenas conversam, é possível completar o jogo. Sem os cutscenes, no modo Free Play, você completa os dez mini-jogos em pouco mais de trinta minutos.

O enredo é dos mais simples: Manny e seu bando esbarram em uma cesta lotada de frutas frescas. Os pirata aparecem DO NADA e dizem que a cesta é deles. Para decidir quem fica com as frutas, os dois grupos resolvem fazer uma mini-olimpíada com onze provas (sendo que uma delas, a mais chata, é repetida para não ter risco de empate). E é isto: mini-jogos de curtíssima duração, nenhuma criatividade, animações toscas, física quase zero e pouco divertido. Durante as disputas, é possível colecionar avelãs vermelhas espalhadas no cenário. Que não servem para nada... Os desenvolvedores tampouco se preocuparam em desenvolver uma inteligência artificial: em 9 das 10 provas, você não joga simultaneamente ao seu oponente, só é informado dos resultados deles previamente. Tal é o grau de tosquice que meu filho, fã da franquia, pediu para desinstalar depois de algumas partidas.

Ice Age 4 - Arctic Games 02 Esse foi o mini-jogo preferido do garoto: pular entre os icebergs. Tirando o fato que o Diego (ou a Shira, depende do time) não pula algumas vezes, pula quando não deveria e estica alguns pulos inexplicavelmente, e outros bugs, dá para terminar em quatro minutos.

Ice Age 4 - Arctic Games 03 Esse mini-jogo é uma cópia fajuta de uma das melhores fases de Ice Age 2: The Meltdown, um jogo muito superior. Deslize no gelo, desvie de um tipo de objeto, acerte outro para ganhar mais pontos. O objeto que se deve evitar tira tão poucos pontos em relação ao que dá pontos que nem compensa se preocupar. Em dois minutos, ou menos, a corrida termina.

Ice Age 4 - Arctic Games 04 Um botão para esticar o estilingue e aumentar a distância e dois controles para mirar e acertar cocos em alvos flutuantes. Seria divertido, se durasse mais de dois minutos.

Ice Age 4 - Arctic Games 05

Esse é um recorde: ou você completa o circuito em 45 segundos ou perde a prova. Meu filho gastava um bom tempo tentando pegar todas as avelãs. Quando eu contei para ele que o objetivo não era esse, mas chegar o mais rápido possível no final, ele desanimou. Devia ter ficado calado.

Ice Age 4 - Arctic Games 06 Você conhece o esquema: deslize o mais rápido possível e tente passar sempre entre os marcadores para ganhar bônus de tempo. Dura três minutos, se você for ruim e esquecer de acelerar.

Ice Age 4 - Arctic Games 07

Esse é o único mini-jogo em que seu adversário está presente na tela ao mesmo tempo. Reproduz um típico jogo americano de arremessar um objeto deslizante em direção a um alvo. É o que dura mais tempo, mas só porque você precisa esperar seu rival jogar também. E, depois que você domina a técnica, fica chato rapidinho.

Ice Age 4 - Arctic Games 08 Alguns segundos de impulso e menos de um minuto no ar neste "simulador" de salto de esqui. No ar, aperte os botões indicados na tela para pontuar. É isto, você não controla direção alguma, só aperta os mesmos botões. E nem precisa de pressa, porque as instruções não passam rolando pela tela como é o costume neste tipo de jogo. Se errar, pode apertar de novo.

Ice Age 4 - Arctic Games 09 Esse é o melhor mini-jogo do lote por uma boa margem: dispare o esquilo e mantenha-o no ar com uma boa combinação de mira nos ricochetes, bater de folhas, controles de direção e mergulhos. É o único mini-jogo desafiador e, em tese, dá para jogar por muitos minutos, desde que o pobre Scrat não bata ou caia na água.

Ice Age 4 - Arctic Games 10 Movimente o esquilo no paredão e posicione o cursor nos buracos onde vazam água. Inevitavelmente, o marcador vai transbordar em um par de minutos, então as perguntas são: por quanto tempo você consegue adiar e quantas vezes você vai querer jogar isso de novo?

Ice Age 4 - Arctic Games 11 Esse mini-jogo é uma cópia descarada de outro mini-jogo anterior! Deslize no gelo, desvie de um tipo de objeto, acerte outro para ganhar mais pontos. Só que, em vez de pontos, você ganha ou perde um pouco mais de velocidade. Mas é bem pequena a alteração. Em dois minutos, termina o tormento.

IACDAG está vendendo no Brasil para Xbox e Playstation 3 por valores que vão de R$180 a R$200, dependendo da loja. Não faça isso com seu filho ou seu bolso neste Natal. E não pirateie, porque é errado e não vai valer o download.

Pontos positivos de Ice Age: Continental Drift - Arctic Games: a simpatia herdada do desenho dos personagens principais, o mini-jogo de manter o esquilo no ar. Pontos negativos de Ice Age: Continental Drift - Arctic Games: a falta de criatividade absoluta, a curtíssima duração, bugs, ausência de um modo história de verdade. Nota final: 3.0.

Ouvindo: Kenji Kawai - Ruins D99
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

2 comentários:

Jimmy Fischer disse...

O fato de ser dificil de achar mesmo sendo de um filme mainstream ja dava a dica de que seria uma porcaria!kkkkk
Jogos de filme é uma coisa triste!

Shadow Geisel disse...

kkkkkkkkk.
que pena, pois os gráficos são lindos (em fotos pelo menos). eu só joguei um Ice Age, aquele que começamos com o esquilo. me surpreendi, pois apesar da baixa dificuldade (a velha mania dos adultos subestimarem a inteligência das crianças) era bem divertido. eu gostava de uma parte que o esquilo tinha que se esconder de Diego (wheres the babyyyy...). puro stealth. rsrsrs

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Regalia