Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

18 de novembro de 2011

Blogosfera Gamer

Blogs que se alimentam dos vivos Sempre detestei a expressão "blogosfera gamer". A primeira palavra é um neologismo pavoroso que mistura uma contração de uma expressão inglesa com um sufixo latino. A segunda palavra é um termo (em inglês) que para mim carrega o ranço de uma época em que os jogadores não eram levados a sério. Até onde eu sei, por aqui ninguém se refere aos amantes de cinema como moviegoers ou os apaixonados por leitura como readers. No entanto, gamers ficou entranhado, junto com game.

Independente da semântica ou de minhas manias linguísticas, a grande verdade é que a "blogosfera gamer" ou seja lá qual for o nome que se resolva adotar para esta congregação, me causa profundo asco. Com raríssimas exceções, o que se encontra disponível na internet é um amontoado de memes, piadas repetidas no automático, textos copiados da Eurogamer portuguesa e colados sem citação de fonte ou adaptação para o português brasileiro, notícias repetidas, rumores republicados, notícias repetidas com cinco dias de atraso, parágrafos mal-redigidos, erros gritantes de português. Um passeio pelo Gameblogs, a bem-intencionada iniciativa de Daniel Trezub, é um passeio pelo mar da repetição. Poucos são aqueles que prezam pelo conteúdo próprio e opinativo. E mais deles chegam a cada semana.

Em um sábado de pouca coisa para fazer, resolvi ampliar a lista de blogs nacionais de jogos que eu visito. Acreditei que a lista do TOPBLOG 2011 seria um bom mapa. Cliquei em todos. Entre os 100 "melhores" blogs finalistas ao prêmio, os mesmos defeitos da imensa massa que não merece classificação. Aqueles que apresentavam qualidade, já os conhecia. Abaixo deles, um abismo de proporções catastróficas.

O que dizer de um blog dedicado a um único título, que traz dicas para iniciantes, trilha sonora, descrição e biografia dos personagens, todas as notícias relacionadas ao jogo mais um "detonado" da aventura? Um trabalho de fã, pois não? Mas e quando este mesmo blog oferece a versão pirata do jogo para download, devidamente dividida em sete partes? Este é um dos finalistas do TOPBLOG 2011, um nobre representante da "blogosfera gamer".

Enquanto isso...

O iG reformula seu portal Arena Turbo para Arena iG, transforma a seção de "blogs" em "colunistas", mas nenhum deles é atualizado desde setembro.

Arcadia, o blog de jogos do site de O Globo, depois de uma troca de autor, também parou em setembro, além de ter sumido da navegação do site.

Continue, antigo lar dos exilados do Campo Minado, está abandonado desde janeiro. Sua área de comentário virou foco de spam. Fábio Bracht, antigo administrador do blog, agora trabalha no Gizmodo Brasil.

Pablo Miyazawa, veterano jornalista na área de jogos, fechou o Gamer.BR também em setembro para trabalhar na Rolling Stone Brasil.

Alexandre Taú, brilhante articulista do Gamerview retorna de um longo exílio com uma visão muito pessimista dos jogos eletrônicos.

Planetóide X, do camarada Wasner, está parado desde Julho. Seu autor trocou o meio pelo Twitter, em busca de maior agilidade.

Jogos eletrônicos vão conquistando espaço na programação da televisão, com o Planeta Games e MTV Games. Videocasts e Podcasts de qualidade como o Lektronik, Matando Robôs Gigantes e LudoBardo também existem. Mas... eu quero texto, quero palavra escrita, quero exposição de fatos, argumentos e concatenação de idéias que apenas um artigo pode me dar. Quero pesquisa, quero debate, quero apuração de notícia, trabalho original. Bate-papo, pinceladas nos temas e risos entre amigos, eu mesmo busco na mesa do bar, no sofá da sala.

Quando vejo a coragem de Shadow Geisel ao escrever uma verdadeira bíblia de devoção a Street Fighter IV sinto que ainda há esperança na palavra escrita. Mesmo sem dominar a ferramenta Blogger, mesmo com um layout modesto, mesmo sem garantia de leitores, indo na contramão do "tema do momento", ele insiste em colocar para fora seu texto. E segue produzindo.

Ele é um que chegou, para tantos que pararam. A ironia sem intenção é que ele comanda o "Mais um Blog de Games", justamente aquilo que não é. Enquanto isso, a fétida "blogosfera gamer" está avançando. E cada dia eu tenho menos para ler.

Ouvindo: De/Vision - Star-crossed Lovers
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

19 comentários:

Fagner P. disse...

Olha, gostei muito desse blog "mais um blog de games", com certeza irei frequenta-lo, escrita boa e nem um pouco cansativa. Obrigado pela dica.

Rebeca disse...

Outro dia eu estava conversando sobre isso com o Fabio Sooner (aliás, foi pelo RE:Games que te descobri), também sentimos falta de opinião e artigos bem elaborados na "blogosfera". Eu mesma faço parte de mais um nessa massa de blogs, mas fico frustrada de me faltar tempo (e talento também) pra produzir conteúdo mais profundo. Acaba que a maioria dos meus posts são notícias (com texto próprio, pelo menos) e às vezes entrevistas. =/

Masssss... Adoro consumir bom conteúdo! Por isso que, como já falei pro Fabio, fico muito empolgada quando encontro blogs como o dele, o seu, o Lektronik. E o LudoBardo é uma pérola no meio de tantos vlogs sobre o nada. Admiro muito o Arthur (que é meu amigo) e divulgo pra todo mundo. =)

Bom, agora vou ali aproveitar a sua indicação e ler os textos do Shadow Geisel.

Té mais, Aquino. ^^

Shadow Geisel disse...

Aquino, discordo de você quanto ao uso da palavra "game" ou "gamer" para se referir aos jogos. Eu acho que a palavra gamer é bem específica e serve para designar aquelas pessoas com eu, você e tantos outros, decidiram inserir os jogos eletrônicas no dia a dia. Mas tudo bem, cada um com suas impressões.
Esse caso da blogosfera, pra mim, é meio complicado.
Eu entrei de gaiato, totalmente, nesse navio. Adquiri conexão de internet a pouquíssimo tempo (ainda nem paguei a primeira mensalidade, pra você ter uma ideia)e como eu mesmo confesso no blog, nunca tive contato com ferramentas de blog ou se quer tinha alguma noção prévia de como funcionava a coisa (por exemplo, não consigo centralizar a imagem "de capa" do blog, pois envolve um certo conhecimento de edição html que eu não possuo).
Quando estreei o blog e li seus comentários a respeito do texto sobre o SF4, fiquei pensando: "esse cara deve estar dizendo essas coisas só pra se livrar logo de mais um chato que pede divulgação de blog".
Participando de alguns blogs, vi como você tinha razão sobre os artigos Control+c, Control+v e a falta de opinião própria dos autores.
Obrigado pela menção na matéria. Isso me estimula a manter o blog atualizado, apesar da falta de tempo por causa do trabalho.
Quanto ao fato de não ter muitos leitores, não me incomodo, pois acredito que o meu motivo para escrever dezenas de páginas sobre um jogo é o mesmo motivo que leva o Retina adiante: a diversão em falar de algo que gosta.

C. Aquino disse...

Fagner, seu comentário tinha caído na caixa de spam(?!) do Blogger, mas já liberei.

Rebeca, só pela entrevista em http://www.girlsofwar.com.br/2011/entrevista-gary-hudston-casamento-com-portais/ o Girls of War já teria conquistado seu lugar de respeito na história dos blogs de jogos. Enquanto a maioria absoluta dos outros blogs e portais repetiam os mesmos dados da história do sujeito que pediu a mão da namorada em casamento usando Portal 2, o GoW correu atrás e conseguiu uma entrevista. Excelente trabalho! Não curto videocasts, mas abriria uma exceção para o LudoBardo pela impressionante qualidade do trabalho do Arthur. Manda um abraço para ele, esse cara é gênio e gosta do que faz.

Shadow, o principal você já tem: texto bom. Siga em frente! Os leitores virão!

Anônimo disse...

Exatamente isso que se pode perceber atualmente, é grande a falta de conteúdo própio, o que mancha a imagem e o respeito pelos jogos eletrônicos.

Marcos A. S. Almeida disse...

Eu incluiria o Gagágames , mesmo tendo como foco os jogos antigos.Até por conta da sua formação, as divagações filosóficas dO Senil - carinhosamente chamado de Mestre - são muito interessantes.E ele faz o que poucos gostam ou têm paciência de fazer:responde á todas as indagações, elogios ou críticas ao seu texto.Recomendo.
Quanto á "blogosfera" sabemos que quem se propõe á ter um blog , principalmente se for segmentado, tem que ser um abnegado.E também é limitado.Limitado pelo tempo, limitado pela inspiração , limitado pela logística como um todo , o que inclui dinheiro,conhecimento técnico e por aí vai.Mas nós, ávidos pela informação e opinião , estamos alheios á tudo isso e queremos sempre mais e mais.E é aí que alguns optam pelo caminho menos trabalhoso e sacrificante ( e por vêzes o mais lucrativo): o copia e cola.O Gamevício é um exemplo disso , mas eu frisaria que neste caso há um círculo vicioso:em busca de praticidade e número de acesso os responsáveis permitem que qualquer usuário cadastrado envie sua noticia "copiada" o que pra esse usuário é um prazer.Portanto o blog permite porque o usuário gosta e o usuário gosta poque têm um blog que permite.Se está bom para ambas as partes porque irei discordar?É óbvio que têm a questão moral envolvida,que é a de publicar um texto sem dar os créditos para o autor, mas acho que isto eles estão coibindo.Existem alguns sites que inclusive protestaram formalmente e eles já nem publicam mais notícias "copiadas" dos mesmos.Enfim, esse tipo de blog é um "chute" na criatividade e na originalidade , mas é uma "mão" para a diversidade e disseminação da informação , o que no final das contas é um dos pilares da internet.
Shadow Geisel parabéns pelo blog e assim que puder eu comento por lá.Sei que no início a idéia de ter um blog sobre jogos é encarada como um "diário" , sem a intenção de atrair leitores, mas eu penso que quem gosta de ler opinião de outros blogs e emite opinião no seu próprio blog, também gosta de ter leitores com opinião.Acho inclusive que é isso que o motiva.

Shadow Geisel disse...

Marcos, você acertou na mosca sobre as coisas que falou a meu respeito. Mas eu gostaria de mais leitores no blog sim. às vezes é meio desestimulante colocar todas as suas experiências sobre um jogo no blog e ninguém comentar nada ou nem dar sinal de vida. sempre tive esse sonho de escrever sobre games, e tive a honra de ter como primeiro participante do meu blog uma pessoa cujas opiniões eu admiro.Esse cara sabe a quem me refiro.
Mas se for pra ter um milhão de acessos só pra ver pessoas sem opinião dizendo (sem nem ter lido nada do texto) "parabéns pelo post", ou "muito foda seu post" e todas essas bobagens, eu prefiro ter três ou quatro seguidores de qualidade.
Seja bem-vindo ao blog, e espero que os textos estejam à altura da expectativa. Abraços.

Shadow Geisel disse...

As palavras acima também valem para o Fagner e a Rebeca, sejam muito bem-vindos e tomara que se divirtam lendo da mesma forma que eu me divirto escrevendo.

breno disse...

O texto de Alexandre Tau e hilario na imbecilidade do exagero. Li algumas vezes o Girls of War mas em geral o blog é bem mediocre na apuração dos fatos,alem da linguagem de adolescente e o fanboysmo exagerado que eu detesto.
Sem comentarios para Re:games,apenas um retardado com ego gigante que escreve naquele site.

Ja li muito blog lixo internacional também,como o destructoid ou o escapist,e a unica diferença é que lá o lixo tem autoria propria,enquanto que por aqui é apenas copiado.

No final das contas eu vejo que apenas alguns foruns acabam se safando desse universo de mediocridade.Um forum como o rpg codex,por exemplo,por mais que exista gente que te chama de "faggot" só pelo fato de vc gostar de determinado jogo,lá sempre tem espaço para discussão intelectual,sem moderação e sem idiotices de politicamente correto. A unica certeza que alguem tem em acessar esses foruns é a ausencia de agendas secretas e patrocinio de publishers para fazer vc comprar o novo jogo da hora!!

Rebeca disse...

@Aquino: Poxa, obrigada pelo incentivo! Apesar de levarmos o blog como um hobby bem informal, quando dá tentamos trazer algum conteúdo diferente (as entrevistas são nosso xodó). ^^

@Shadow Geisel: Amei seus textos e favoritei seu blog. =D

Shadow Geisel disse...

Valeu Rebeca, apesar de eu não saber muito o que favoritar significa na prática (seria se tornar um membro do blog?), agradeço pelo apoio também. Se você tiver um blog me passa o link depois, ok? É ótimo ver garotas que curtem games da mesma forma como nós homens.

breno disse...

Que eu saiba favoritar significa colocar o site na lista de favoritos do navegador.

Agora,dos links que o retina recomenda eu só concordo com o xboxplus mesmo.Apesar do nome,o blog é uma boa fonte de noticias,sem pretenciosismos vazios,e apenas isso.

Hawk disse...

Eu gosto dos textos do Dori Prata, tanto no www.meiobit.com/games quanto no vidadegamer.wordpress.com .

Também gosto dos textos do www.girlsofwar.com.br, do xboxplus.net e do www.garotasgeeks.com .

Como meu inglês é péssimo, não vejo muito problema em ler textos traduzidos, desde que isso seja colocado de forma clara, de preferência logo no início do texto, para o autor não acabar se promovendo sobre o texto de outra pessoa.

Poa Kli-Kluu disse...

Li seu comentário na post de Aleaxandre Taú, e também achei a argumentação dele muito sem fundamento - apenas com singelos apontamentos retóricos e sem embasamento em estudo ou pesquisa alguma. Adorei suas opiniões dadas no seu comentário.

Admito que não havia, até pouco, reparado na quantidade exorbitante de blogs genéricos ou apenas de transição de informações. Também me espantei com o trabalho de Shadow Geisel, e como ele, eu apenas tento mostrar meu parecer em algun jogos falando sobre a filosofia neles: Sobre os ponderamentos em se relacionar com personalidades virtuais programadas, com criaturas pixeladas e como todo o infinito que existe logo após cada 'start game'.

Apenas escrevemos por que gostamos; Queria que houvessem mais pessoas interessadas em simplesmente escrever - E não no fim monetário.

José Guilherme Wasner Machado disse...

Manter um blog com conteúdo original é difícil. Para começar, as pessoas não entendem, ou não querem entender, que um blog é antes de tudo um canto pessoal. Portanto, um lugar para expor opiniões, e não simplesmente "noticiar" (para isso existem os portais de notícias). Pior, noticiar de "forma imparcial". Imparcial? Num blog? Um blog sempre é pessoal e, portanto, nada imparcial. Sempre haverá a visão subjetiva do blogueiro, uma prática que deveria ser comum e aceita, mas que poucos leitores apreciam - exceto, claro, se a visão expressa coincidir com a dele. Junte a isso a típica grosseria anônima, mais a total incapacidade para um debate saudável de muitos interneteiros, mais a idéia de que o blogueiro é algum tipo de empregado do leitor, e acaba se tornando cansativo manter um blog opinativo e com um mínimo de personalidade. A não ser que seja para repetir bordões e lugares-comuns. Não são poucos blogueiros que reclamam disso, e quanto maior a popularidade do blog, maior se torna esse problema.

Manter um blog bem-feito demanda muito trabalho. Escrever posts para além de um ou dois parágrafos superficiais e óbvios demanda MUITO tempo. Tirando pro-bloggers, o blogueiro NADA ganha com esse trabalho, exceto alguma diversão. Se isso não ocorre, se blog trás mais aborrecimentos do que prazer, porque não investir esse tempo e esse trabalho em outras atividades que dão mais gratificação? Ler, jogar, assistir filmes e séries, namorar, beber com os amigos... Na minha opinião, é por isso que a maior parte dos blogueiros (e aqui me refiro exclusivamente aos que realmente criam conteúdo próprio, seja subjetivamente bom ou ruim) acaba largando para lá e indo se dedicar a outras coisas.

Nesse ponto, fico muito feliz e agradecido pelos Aquinos da vida, que dão boa parte do seu tempo de descanso para nos presentear com uma boa leitura e visões diferentes dessa indústria que tanto apreciamos, e não nos cobram absolutamente nada por isso. E se mantém assim, firmes e fortes, apesar de todos os percalços. Valeu!

Raphael AirNMusic disse...

Blog bom é aquele que te faz ler os textos anteriores pra ver as opiniões do autor sobre coisas passadas.

Assim foi pra mim com o Retina, com o Planetóide X e com o Re:Games (embora algumas vezes o Fábio reclame demais).

Tenho comentado pouco por aqui, mas ainda acompanho os textos a cada duas semanas mais ou menos hehe.

Aquino, você finalizou a série 'Antes de Diablo'? Juntou todos os links em um lugar só para nossa comodidade, como tinha prometido? hehe

C. Aquino disse...

Tem tempo que eu não respondo por aqui... vamos lá:

Marcos, eu também incluiria o trabalho do Gagá. Não sou fã de retrô games, até porque nunca tive um console e pulei direto do Dynavision dos anos 80 para um PC em 98. Mas reconheço o magnífico e devotado trabalho dele e sua equipe.

Hawk, o Dori Prata manda bem mesmo. Textos traduzidos podem ser uma boa mesmo para quem não domina o inglês, desde que seja citada a fonte. Eu mesmo traduzo algo aqui e ali. O Neogamer (link na lateral) faz um trabalho ótimo nesse sentido.

Camarada Wasner, fico muito grato pelos elogios. É uma pena que os trolls tenham desanimado você a seguir escrevendo. Se é por falta de incentivo, aqui vai o meu: VOLTA A ESCREVER! Vou ficar no aguardo daquela análise do Skyrim, OK?

Raphael, a série Antes do Diablo foi finalizada. Agora, com o novo layout do site e as funcionalidades extras do Blogger, fica mais fácil navegar pelo conteúdo. Tudo da série pode ser acessado aqui: http://blog.retinadesgastada.com.br/search/label/antes%20de%20diablo

Daniel disse...

Eu estava hoje aprovando alguns blogs no GameBlogs e pensando exatamente isso... Onde estão as opiniões sinceras e pessoais? Onde estão os conteúdos originais? Sei que às vezes é difícil por causa dos trolls que abundam na internet, mas isso é necessário, inclusive para um amadurecimento do nosso mercado de videogames.

C. Aquino disse...

Cada blog novo que aparece no GameBlogs eu visito imediatamente, na esperança de descobrir algo cativante. Mas faz tempo que isso não acontece. Sei que a culpa não é da plataforma, que o sistema aprova o que existe e não está ali para fazer julgamentos.

Se pelo menos 10% dos "autores" destes blogs novos pegar gosto pela coisa, evoluir e passar a ter opiniões e texto próprio, teremos um futuro melhor. Por enquanto, atravessamos uma entressafra: os grandes talentos ou estão parando porque não tiveram um bom retorno do público e ou tiveram uma boa resposta e estão se profissionalizando (e mudando de ramo, porque os jogos ainda não são levados a sério).

Sobre os trolls... é cada história que eu leio que chega a dar medo. Ainda não tive problemas desse nível, mas bato palmas para o pessoal que enfrenta essas criaturas toda semana.

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

Paladins