Retina Desgastada
Idéias, opiniões e murmúrios sobre os jogos eletrônicos
Comunidade do SteamTwitterRSS

31 de agosto de 2008

Sobre Jogos, Quadros, Vida e Mais um Pouco

Um tema recorrente entre os webcomics são os jogos eletrônicos: Penny Arcade (o mais famoso de todos), PvP (excelente, mas que aborda os jogos cada vez menos...), VgCats (um pouco desbocado), Dueling Analogs (muito desbocado!), Extra Life (do conglomerado Gamespy) etc.

(e todos são em inglês. Infelizmente, não conheço nenhum deles em língua portuguesa. Sem críticas: nossos cartunistas são muito mais criativos do que os estrangeiros. Mas, ainda que o quadrinho nacional tenha presença na Internet, o conceito de webcomic, com personagens fixos, um tema constante e mesmo uma continuidade, ainda está ausente.  Se você conhece alguma exceção, eu adoraria ser informado)

Um dos meus favoritos é o Ctrl+Alt+Del, de Tim Buckley. Um dos mais anárquicos quadrinhos sobre jogos, ativo desde 2002, ele narra as bizarras confusões de Ethan (um balconista de loja de jogos), Lucas (também vendedor, mas de uma loja de computadores), Lilah (jogadora profissional) e Zeke (um Xbox robô autônomo). O grupo divide um apartamento e tenta conciliar as diferenças e encontrar tempo para jogar. A maioria dos arcos parte das loucuras de Ethan, o indivíduo mais sem-noção da história da humanidade. Jogador compulsivo, sua visão de mundo foi construída a partir de sua permanente relação com os jogos eletrônicos, o que fica no limite entre o autismo e a psicose crônica.

E foi desta série descompromissada que se originou a mais poética de todas as histórias sobre a vida de um gamer. Publicada a partir de 25 de janeiro de 2008, Tim Buckley criou uma parábola de 7 capítulos que se inicia com a infância difícil de um garoto que sonhava com jogos que não tinha dinheiro para ter, os sacrifícios para superar obstáculos, casamento, vida adulta, paternidade e segue até sua morte, em idade avançada, com sua paixão passando para a próxima geração.

Ctrl Alt Del

Não me atrevo a traduzir o material, para não destruir a métrica do poema. Mas recomendo enfaticamente para todos aqueles que dominam o idioma, para aqueles que amam jogar e para aqueles que já sabem que este “passatempo” não é apenas para o público infantil.

(também veio de Ctrl+Alt+Del um dos mais delicados momentos de todos os quadrinhos que já li, ainda que não seja sobre jogos e ou tenha textos para serem lidos. Tim Buckley é mais do que somente um humorista de talento...)

Ouvindo: Specimen - Wolverines
Seu apoio é muito importante! Ajude esse blog a crescer! Patreon

Um comentário:

Hawk disse...

Pena estarem somente em inglês...

Retina Desgastada

Blog criado e mantido por C. Aquino | Seja um patrono!

My Playstation WallpapersXbox WallpapersPC Game Wallpapers

High Hell